Quando falamos em comidas típicas de Minas Gerais, é unânime: todos pensam no famoso pão de queijo mineiro. Mas se engana quem pensa que só de pão de queijo é feita a culinária mineira! Leia abaixo e conheça um pouco mais sobre este maravilhoso estado brasileiro e aprenda a fazer dez comidas típicas de Minas Gerais.

Comidas típicas de Minas Gerais
(Imagem: AMX)

Comidas típicas de Minas Gerais

Com cores vibrantes, sabores fortes e muito bem temperada, a comida mineira costuma agradar a todos os gostos. Composta por alimentos oriundos de diversos locais, é comum que em um mesmo prato tenham ingredientes de origem indígena, portuguesa e até mesmo africana, o que nos remete à história da origem de Minas Gerais.

Sabe-se que as riquezas brasileiras atraíram os portugueses, que, na época da colonização do Brasil, já populado por índios, trouxeram escravos para cá, ocorrendo uma miscigenação. Sendo assim, é natural que isso se reflita também nas comidas típicas de Minas Gerais, feitas com alimentos simples e de diferentes nacionalidades. Estes alimentos, juntos, formam os pratos deliciosos que você conhecerá mais abaixo!

Comidas típicas de Minas Gerais – Conheça o estado

Localizado no sudeste brasileiro, o estado de Minas Gerais carrega enorme valor histórico. Até o século XVI a região era habitada por indígenas e, posteriormente, com o início do ciclo do ouro, começou a ser explorada, o que explica a mistura de nacionalidades presentes na época nesta região. As riquezas do estado atraíram muitos exploradores e, com o aumento populacional, os alimentos se tornaram escassos, já que não havia foco no plantio para repor os alimentos consumidos. Tal fato se reflete na culinária, já que em virtude disso o mais viável era utilizar alimentos simples e de fácil acesso, como frango, angu e couve.

Minas foi palco de diversos momentos históricos, como a Inconfidência Mineira, por exemplo. Atualmente, o estado é um dos mais ricos do Brasil, ficando atrás apenas de São Paulo e Rio de Janeiro, e o valor histórico de seus municípios atrai o interesse de muitos turistas até os dias de hoje.

Comidas típicas de Minas Gerais – Feijão Tropeiro

Saboroso e de fácil preparo, o feijão tropeiro é um clássico da culinária mineira. Composto principalmente por feijão, farofa, couve e bacon, é servido até mesmo no estádio Mineirão.

(Imagem: Wikipedia)

Origem do feijão tropeiro:

Na época colonial, era comum a presença dos ditos tropeiros, homens que transportavam mercadorias à cavalo ou em burros. Daí a origem do nome do nome do prato, fazendo referência aos tropeiros e aos alimentos que mais consumiam na época.

O feijão tropeiro é comumente servido em almoços, e pode ser servido com costela de porco.

Ingredientes:

  • 1 cebola picada;
  • Sal a gosto;
  • Pimenta-do-reino a gosto;
  • Cheiro verde picado a gosto;
  • 200g de bacon em cubos;
  • 2 gomos de linguiça calabresa em rodelas;
  • 2 colheres de manteiga;
  • 2 dentes de alho picados;
  • 2 xícaras de farinha de mandioca;
  • 1 maço de couve fatiado;
  • 3 ovos cozidos picado;
  • 3 xícaras de feijão carioca cozido, já escorrido.

Como fazer feijão tropeiro:

Coloque o bacon em uma panela, em fogo médio, e frite na própria gordura. Quando estiver dourado, acrescente a calabresa e frite por três minutos. Acrescente a cebola, o alho e a manteiga. Com os ingredientes já dourados, acrescente a couve e refogue até que fique murcha. Coloque os ingredientes restantes e cozinhe por mais dois minutos, misturando bem. Coloque em uma travessa e está pronto para servir!

Comidas típicas de Minas Gerais – Angu

Composto por apenas três ingredientes, o angu mineiro é um dos pratos mais requisitados na culinária mineira. Aprenda como se faz!

(Imagem: Youtube, canal Natália Silva)

Origem do angu:

Com nome de origem africana, o angu costuma ser servido bem temperado e com frango. A simplicidade de seu preparo reflete as necessidades da época. Quando mal preparado, fica com caroços, e é daí que vem a expressão “tem caroço nesse angu”.

Ingredientes:

  • 2 xícaras de chá de fubá de milho;
  • 750ml de água;
  • Sal a gosto.

Como fazer angu:

Em uma panela alta, coloque 150 ml de água e deixe ferver. É importante que a panela seja alta para que os ingredientes não espirrem. Pegue os 150ml restantes de água e misture com o fubá em uma vasilha à parte, e reserve. Quando a água da panela estiver fervendo, acrescente o fubá diluído, mexa por cerca de quatro minutos e tampe a panela. Acrescente o sal e vá mexendo a mistura, com uma colher de pau, de dois em dois minutos para que não fique com caroços e não fique cozido. O angu estará pronto quando estiver descolando das bordas da panela e aí, é só esperar esfriar um pouco e servir!

Comidas típicas de Minas Gerais – Couve mineira

Simples e versátil, a couve mineira acompanha muitos pratos clássicos de Minas, sendo um coringa no almoço mineiro.

(Imagem: Nutrisaborcongelados)

Origem da couve:

A couve era presença certeira nos quintais mineiros, sendo plantada pela família para consumo próprio. Atualmente, é uma das paixões nacionais, especialmente o modo de prepará-la à mineira.

Ingredientes:

  • 80g de bacon;
  • 1 colher de banha de porco;
  • Sal a gosto;
  • 4 dentes de alho, cortados em fatias finas;
  • 1 maço de couve.

Como fazer couve mineira:

Para essa receita, é importante que a couve esteja cortada em fatias bem finas. Pegue as folhas da couve, junte-as, enrole-as e, com uma faca afiada, corte em fatias bem finas. Reserve. Em uma frigideira, coloque a banha de porco, o alho e o bacon, já fatiado, utilizando fogo médio. Quando o alho estiver dourado, acrescente a couve picada. Refogue por dois minutos, misturando os ingredientes. Está pronto!

Você conhece a Teoria das Gerações? Veja neste vídeo os desafios das gerações na escola e como vencer:

Não deixe de se inscrever no meu canal do youtube: Vídeos diários para professores!

Confira também as entrevistas que estamos realizando no canal do Demonstre:

Não deixe de se inscrever no canal do youtube do Demonstre: Vídeos diários de poesia!

 

Comidas típicas de Minas Gerais – Tutu de feijão

Como vocês já devem ter percebido, o feijão é utilizado de muitas formas diferentes na culinária mineira, deixando um gosto único em cada uma delas. No caso do tutu, o feijão é acompanhado da farinha de mandioca, deixando um sabor marcante.

(Imagem: Wikipedia)

Origem do tutu de feijão:

Conta-se que a receita do tutu de feijão é originária da áfrica, chegando a Minas por conta da miscigenação ocorrida na região. Hoje em dia, o tutu caiu no gosto dos brasileiros, que adotaram a receita em muitas regiões.

Ingredientes:

  • ½ kg de feijão preto já cozido;
  • 1/2 xícara de chá de farinha de mandioca;
  • 1 colher de sopa de banha de porco;
  • 5 dentes de alho amassados;
  • 1 cebola, picada em cubinhos;
  • Cheiro verde a gosto;
  • 2 colheres de molho de tomate;
  • 2 ovos cozidos;
  • 300g de linguiça de porco, já frita e cortada;
  • 250g de torresmo, já pronto;
  • Sal a gosto.

Como fazer tutu de feijão:

Em um liquidificador, bata o feijão, o sal e a farinha de mandioca, até que vire uma pasta homogênea. Reserve. Em uma panela, coloque a banha de porco. Acrescente o alho e a cebola e, quando estiverem dourados, acrescente a mistura feita no liquidificador. Misture bem, mantendo a panela em fogo médio por dois minutos. Despeje em um refratário, decorando com o cheiro verde, o ovo cozido, cortado em rodelas, a linguiça e o torresmo.

Comidas típicas de Minas Gerais – Bambá de couve

Fubá, couve, linguiça… A essa altura você já deve ter percebido que os mineiros são criativos, fazendo diferentes pratos com os mesmos ingredientes, não é mesmo? O bambá de couve é um prato fácil e saboroso, perfeito para os dias frios.

(Imagem: Comidaereceitas)

Origem do bambá de couve:

Anteriormente conhecido por mingau de couve, o bambá de couve é mais um dos pratos trazidos direto das senzalas para a cozinha mineira, caindo no gosto popular. É possível encontrá-lo em diversas variações. Aprenda uma receita simples de bambá de couve logo abaixo!  

Ingredientes:

  • 1 maço de couve;
  • 500g de fubá;
  • 1 1/2 litro de água;
  • 2 cebolas;
  • ½ xícara de linguiça calabresa;
  • 150g de bacon;
  • 1 dente de alho;
  • sal a gosto;
  • pimenta-do-reino branca a gosto.

Como fazer bambá de couve:

Misture o fubá a água fria, até que esteja completamente dissolvido. É importante misturar bem para que não se formem caroços. Em uma panela grande, em fogo médio, frite o bacon, cortado em pedacinhos. Acrescente o alho e a cebola, dourando-os. Coloque o fubá dissolvido e a linguiça, já cortada em cubinhos. Misture bem e deixe essa mistura ferver por uma hora. Acrescente o restante dos ingredientes e misture bem, adicionando a couve por último. Um detalhe importante é que, tradicionalmente, as folhas de couve são rasgadas com as mãos ao invés de picadas, mas você pode fazer como preferir.

Comidas típicas de Minas Gerais – Doce de leite

Paixão nacional, o doce de leite é uma sobremesa comum nas mesas mineiras. Extremamente versátil, pode ser comido com diversos acompanhamentos, como em bolos, com queijo branco, ou até mesmo puro.

(Imagem: Milkpoint)

Origem do doce de leite:

A origem do doce de leite é incerta, sendo atribuída aos argentinos. No Brasil, sabe-se que o doce de leite é um doce muito tradicional em Minas Gerais, sendo apreciado em todas as regiões. Este doce incrível é feito com apenas dois ingredientes!  

Ingredientes:

  • 2 litros de leite;
  • 4 xícaras de açúcar.

Como fazer doce de leite:

Em uma panela grande, coloque o leite e o açúcar, mexendo com uma colher de pau em fogo médio. Continue mexendo até que essa mistura comece a ferver. Quando estiver fervendo, diminua um pouco a temperatura e mexa esporadicamente, até que vá virando um creme amarronzado, o que pode levar de meia hora até uma hora. Quando estiver com uma consistência bem cremosa, transfira a mistura para um pote de vidro, espere esfriar e está pronto para consumo!

Comidas típicas de Minas Gerais – Doce de abóbora

Em compotas ou pedaços, o doce de abóbora é uma das várias maravilhas da cozinha mineira.

(Imagem: Receitadevovo)

Origem do doce de abóbora:

Assim como na maioria das receitas mineiras, a origem deste doce é indefinida. Contudo, uma coisa é certa: é uma paixão nacional, sendo servido de diversas maneiras. Aqui, você vai aprender a versão cremosa do doce, que é a mais comum em Minas Gerais.

Ingredientes:

  • 1 abóbora moranga;
  • 1 xícara e meia de açúcar;
  • 1 pacote de coco ralado;
  • Cravos da índia a gosto.

Como fazer doce de abóbora:

Com a abóbora já descascada, cozinhe-a em uma panela com água até que fique bem molinha. Quando estiver macia, retire da panela, amassando-a com um garfo até que vire um purê. Transfira essa mistura para uma panela com o açúcar e o coco ralado, cozinhando em fogo médio até que comece a desgrudar da panela. Quando começar a desgrudar, transfira para um pote, coloque cravos da índia à gosto e está pronto para comer!

Comidas típicas de Minas Gerais – Ambrosia

Comumente vendida em potes, a ambrosia faz tanto sucesso quando o doce de leite.

(Imagem: docesregionais.com)

Origem da ambrosia:

Um dos doces mineiros mais antigos, a ambrosia é um clássico na hora da sobremesa. Especula-se que sua origem seja portuguesa, e a presença de ovos é realmente comum nos doces portugueses.

Ingredientes:

  • 1 litro de leite;
  • 6 ovos – separar as gemas e peneirá-las, e as claras devem ser batidas em neve;
  • 2 xícaras de açúcar;
  • 1 colher de suco de limão;
  • canela em pau a gosto.

Como fazer ambrosia:

Em uma panela grande e em fogo médio, coloque o leite, o açúcar e a canela. Mexa até que o açúcar esteja dissolvido e a calda grossa. Acrescente as gemas, as claras e o limão, e mexa devagar, em fogo baixo. Deixe cozinhar por cerca de 20 minutos ou até que a maior parte do caldo tenha secado. Espere gelar e sirva!

Comidas típicas de Minas Gerais – Goiabada cascão

Assim como o doce de leite, a goiabada leva poucos ingredientes e pode ser consumida com vários acompanhamentos.

(Imagem: Receitasig)

Origem da goiabada cascão:

Em Minas, as goiabadas mais famosas são as das cidades de São Bartolomeu e de Ponte Nova, feitas em um tacho de cobre. Nessas cidades, é comum conhecer doceiros e doceiras que preparam esta iguaria há anos.

Ingredientes:

  • 1kg de goiabas maduras;
  • ½ kg de açúcar.

Como fazer goiabada cascão:

Lave as goiabas e corte-as ao meio, mas não as descasque. Retire as polpas e coloque-as em uma panela, deixando as cascas reservadas. Em fogo baixo, mexa por cerca de dez minutos. Retire as polpas já cozidas da panela e coloque-as em um liquidificador, batendo com meio copo de água. Coe essa mistura para que fique sem sementes. Na panela em que estão as cascas, coloque as polpas batidas e o açúcar. Mexa até que a mistura comece a desgrudar da panela, e então está pronto!

Comidas típicas de Minas Gerais – Pão de Queijo

Por último mas não menos importante, o famoso e clássico pão de queijo!

(Imagem: Wikipedia)

Origem do pão de queijo:

Embora seja uma das comidas que mais são a cara do brasil, a origem do pão de queijo é incerta. Porém, uma das histórias contadas é que, por conta da falta de ingredientes na época da colonização, as cozinheiras mineiras improvisaram como dava, utilizando a farinha de polvilho ao invés da de trigo, colocando queijos, ovos e leite, resultando no pão de queijo.

Ingredientes:

  • 1kg polvilho doce;
  • 1 copo de água;
  • 1 copo de óleo;
  • 2 copos de leite;
  • 1 prato do queijo minas;
  • 5 ovos;
  • 1 colher de sal.

Como fazer pão de queijo:

Em uma tigela grande, coloque o polvilho e reserve. Em uma panela, coloque o óleo, o leite e o sal, e mexa bem até ferver. Coloque essa mistura na tigela em que está o polvilho e mexa bem. Aguarde esfriar e acrescente, aos poucos, os ovos e o queijo, misturando bastante. Enrole essa massa em formato de bolinhas, colocando-as em uma assadeira antiaderente. Leve a assadeira ao forno, pré-aquecido à 180º. Asse até que as bolinhas fiquem douradas, o que pode levar até 30 minutos. Está pronto!

Agora que você conheceu um pouco mais sobre as comidas típicas de Minas Gerais e  aprendeu a fazer um almoço típico mineiro, com sobremesa inclusa, que tal aprender também um pouco mais sobre a culinária da Inglaterra? Acompanhe nos próximos posts!

 

 

 

 

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.