Oi pessoal, vamos falar sobre Como a rotina docente pode ajudar na preparação para concurso. São dicas e ideias legais para estudar diblando a rotina de ser professor.

Como a rotina docente pode ajudar na preparação para concurso

Todos os dias vejo notícias e propagandas sobre concursos públicos. Cursos preparatórios, apostilas, coaching para os chamados “concurseiros”. O sonho do cargo estável, com remuneração fixa e tantas outras vantagens faz parte do objetivo principal de muita gente.

Como a rotina docente pode ajudar na preparação para concurso

Depois de meses de preparação, às vezes anos, a fatídica prova chega. A sensação é que nunca estudamos o suficiente, não é mesmo?

Mas pode acontecer de o candidato ser um professor que tenha uma carga de trabalho puxada, com longas jornadas. Hoje em dia, a docência é uma das áreas que mais emprega, pois apesar de pouco reconhecida, é muito procurada por pessoas de todas as idades em nosso país.

Eis aí o ponto chave da relevância da docência, ela é uma preparação para um concurso público. Recorro a Michel Foucault para poder me explicar melhor: saber é poder. Quando detemos o conhecimento necessário, alcançamos a potência de realização do que almejamos. E em provas de concurso, quanto mais conhecimento palpável e flexível, melhor.

Como a rotina docente pode ajudar na preparação para concurso – Conteúdo

O professor, nas suas aulas diárias, manipula o saber e se torna íntimo dele. Os livros, a biblioteca e as ferramentas de pesquisa de conteúdo já são lugar conhecido daqueles que preparam atividades para a sala de aula.

Nenhuma pessoa sabe tudo e nunca saberá. Entretanto, o que faz a diferença é buscar formas de aprender de modo significativo, de forma que o saber se torne parte do indivíduo, e não uma aquisição temporária para um uso específico.

Talvez um detalhe que poucos percebem é que na sua didática cotidiana estabelecem análises estratégicas sobre a formulação de questionamentos, respostas e organização dos conteúdos. Sem notar a dinâmica do seu trabalho, esse professor entra no universo da elaboração da prova do concurso sobre o qual tanto sonha.

Vou explicar melhor: pensemos em um certo conteúdo. Para ensiná-lo, é preciso conhece-lo com propriedade, não é? Eis aí uma primeira lição. É preciso que se disseque o conteúdo, pedacinho por pedacinho, para que se compreenda sua estrutura.

Como a rotina docente pode ajudar na preparação para concurso – Estratégias de ensino

Em seguida, virão as estratégias de ensino. Como podemos passar esse conteúdo para o aluno de forma inteligível? De que forma alguém poderá aprender através que que poderei explicar?

Os caminhos do aprendizado são traçados nesse ponto. É nesse momento que acontece o principal aspecto que auxilia quem dá aula a se preparar para um concurso.

Como a rotina docente pode ajudar na preparação para concurso – Memorização

Uma das principais falhas dos candidatos é a memorização das matérias. Decoramos, esquematizamos, guardamos exaustivamente as fórmulas e conceitos. Só que poucos percebem que o momento da prova traz esgotamento emocional, físico e de concentração. Então, aquelas informações memorizadas ou decoradas a todo custo escapam da lembrança, se tornam desconectadas de qualquer questão.

Ensinar proporciona justamente o movimento contrário o que descrevi: além de relacionar os conteúdos entre si, através de uma transdisciplinaridade, possibilita encontrar estratégias de mobilizar o conhecimento de forma significativa, racional e útil. Um simples conceito pode ser desdobrado em muitos outros, uma fórmula tem sua natureza esclarecida e não é mais necessário decorá-la.

Como a rotina docente pode ajudar na preparação para concurso – Auto-ensino

Quando pensamos no que o outro aprende e como aprende através da nossa ação, estamos não apenas problematizando nossa prática, mas também refletindo sobre ela. No início pode parecer difícil fazer esse movimento de sair de si mesmo e se colocar no lugar do outro. Mas é justamente nesse ponto que aprendemos mais.

Esse aspecto é importante pois quando estamos ensinando, paramos institivamente para ouvir a nós mesmos. A aula acaba servindo para nós mesmos, sem perceber também nos tornamos alunos de nossa própria aula.

Como a rotina docente pode ajudar na preparação para concurso – Autoavaliação

Por último e não menos importante vem o processo da avaliação da aprendizagem. Quando elaboramos qualquer questão, por mais simples que seja, estamos estruturando o conhecimento aprendido e com isso, pensando em respostas mais assertivas, mais completas e mais seguras. Quando corrigimos essas questões, estamos exercitando também o quanto sabemos e o quanto aprendemos sobre o conteúdo.

Dar aulas todos os dias é fator importante para a preparação para um concurso, sim. Quando o conteúdo, as matérias, os esquemas de aprendizagem fazem parte do nosso dia a dia de preparação, nada melhor do que praticar também reproduzindo em forma de ensino.

Sejamos professores de nós mesmos enquanto nos preparamos para ensinar nossos alunos. Estejamos abertos a mudanças, a novos aprendizados, a reconhecer que o “decoreba” não precisa ser a ferramenta mais segura para estudar. Afinal, quem ensina também aprende!

Fim do post sobre Como a rotina docente pode ajudar na preparação para concurso

Obrigada por ter acompanhado esse post sobre como a rotina docente pode ajudar na preparação para concursos. Espero que tenha sido proveitosa a leitura para você.

Não deixe de contribuir com sua opinião sobre nossos posts.

Você também pode gostar de:

O papel do professor

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.