Como desengasgar um bebê

0

Ficar engasgado é definitivamente uma coisa super desagradável que estraga muitas boas sensações. Quando isso acontece com bebês então, o pavor só aumenta, afinal, é algo muito sério acontecendo com alguém que não pode se cuidar e precisa da sua ajuda pra isso.

Já que estamos lidando com bebês engasgados, precisamos lembrar que se trata de um corpo frágil e bastante sensível, portanto não podemos simplesmente dar uns tapas na criança, vamos conferir as alternativas.

Manobra de Heimlich

A Manobra de Heimlich é um procedimento a ser feito nos casos em que a criança está inconsciente. Ela consiste na compressão abdominal capaz de desobstruir as vias aéreas do bebê pela descompressão do diafragma, órgão responsável por regular a entrada e a saída de ar do corpo humano.

Para saber se a criança perdeu a consciência após um engasgo, se atente aos sintomas: ele não responde com nenhum movimento quando chamado ou tocado, não chora, não se mexe, não tem reação; está com a respiração agonizante; ou está desmaiado.

O que fazer quando o bebê está engasgado?

Como desengasgar um bebê
Como desengasgar um bebê

Ao identificar que o bebê está engasgado, seja durante a amamentação ou alimentação, siga esses passos para tentar desengasgar o bebê:

  1. Sente o bebê de frente para você;
  2. A mão mais forte (a direita se você for destro) será usada para fazer o golpe para desobstruir a via aérea;
  3. Com a outra mão, faça um V na frente do rosto do bebê e vire a criança de cabeça para baixo apoiando-a sobre o braço. Sempre com o bumbum mais alto que as costas ;
  4. Com a mão mais forte e a criança apoiada na perna, golpeie 5x entre as escápulas (na direção dos bracinhos);
  5. Feito o golpe, desvire o bebê e apoie a cabeça sobre a mão direita e observe se saiu o fragmento.
  6. Se não resolveu e a criança nem começou a chorar; a criança apoiada de barriga para cima sobre o braço direito, a pessoa fará pressão com 3 dedos no meio do tórax na direção dos mamilos, 5 vezes.

Você pode fazer, no máximo, de cem a cento e vinte compressões por minuto, para simular o coração do bebê batendo. É fundamental que após as compressões, você deixe o peito do bebê voltar ao normal, para que o coração consiga bombear sangue.

É ideal que antes que esse tipo de acidente aconteça, você tenha “treinado”, para agir com mais segurança e confiança.

Caso a criança piore e deixe de respirar, ligue imediatamente para alguém chamar o serviço médico especializado.

Sobre o engasgo

Como desengasgar um bebê
Como desengasgar um bebê

Pediatras costumam classificar o engasgo de duas formas: o parcial e o total. Seus sinais também variam de acordo com o tipo de episódio.

  • Os sinais mais comuns do engasgo parcial são respiração acelerada e ofegante; sinais incomuns de agitação; tosse muito frequente e choro incessante.
  • Já o engasgo total é um quadro mais grave, se percebe pela incapacidade da criança de chorar ou tossir, lábios e rosto arroxeados, devido à dificuldade para respirar indicando pela falta de ar e moleza no corpinho.

Observações importantes

Em hipótese alguma, coloque os dedos dentro da boca da criança, sob o risco de empurrar ainda mais o alimento.

Esteja atento a posição do bebê, nunca deixe as costas mais altas que o traseiro enquanto tenta o desengasgue.

Esteja preparado, não espere acontecer para procurar informações ou treinamento, quanto mais novo o bebê mais fácil desse tipo de situação ocorrer.

Quero aprender mais!

Muito bem, agora que você já sabe o que fazer em casos que o bebê estiver engasgado, aproveite e busque saber mais sobre bebês. Leia também: O que fazer quando o bebê está com febre.