Lucas 16 – 4 lições de uma só vez

Lucas 16 nos traz lições de grande importância para aqueles que desejam uma vida próxima de Deus. Nesse capitulo teremos pelo menos 4 exemplos de condutas que perduram em nossos dias.

Lucas 16 - 4 lições de uma só vez
Lucas 16 -4 lições de uma só vez

Os textos bíblicos, embora escritos há milhares de anos, sempre conseguem nos alcançar na atualidade. Se deseja saber quais e como se interpretam as mensagens de Lucas 16, nos acompanhe no texto, e se enriqueça de conhecimento com mensagens de Temas Cristãos.

Motivos para ler Lucas 16

Sabemos que toda Palavra de Deus, sem exessão é pura e traz conhecimento. Em Lucas 16 você encontrará o parecer de Jesus pelo menos em 4 situações diferentes, vejamos quais são:

  • Acerca da infidelidade na administração dos bens alheios
  • No que diz respeito aos avarentos com capa de espiritualidade
  • O conceito de Jesus com respeito ao divórcio
  • A falta de sensibilidade pelo sofrimento do outro, e o resultado que isso conduz o homem após sua morte

Não existe no mundo situação a qual Deus não veja, e nos deixe sem uma posição de sua parte

Lucas 16 do 1 ao 10 – O administrador infiel

Abaixo temos uma das parábolas do Senhor Jesus,na qual faz questão de mostrar o procedimento de um funcionário corrupto:

1 E dizia também aos seus discípulos: Havia um certo homem rico, o qual tinha um mordomo; e este foi acusado perante ele de dissipar os seus bens.

2 E ele, chamando-o, disse-lhe: Que é isto que ouço de ti? Dá contas da tua mordomia, porque já não poderás ser mais meu mordomo.

3 E o mordomo disse consigo: Que farei, pois que o meu senhor me tira a mordomia? Cavar, não posso; de mendigar, tenho vergonha.

4 Eu sei o que hei de fazer, para que, quando for desapossado da mordomia, me recebam em suas casas.

5 E, chamando a si cada um dos devedores do seu senhor, disse ao primeiro: Quanto deves ao meu senhor?

6 E ele respondeu: Cem medidas de azeite. E disse-lhe: Toma a tua obrigação, e assentando-te já, escreve cinqüenta.

7 Disse depois a outro: E tu, quanto deves? E ele respondeu: Cem alqueires de trigo. E disse-lhe: Toma a tua obrigação, e escreve oitenta.

8 E louvou aquele senhor o injusto mordomo por haver procedido prudentemente, porque os filhos deste mundo são mais prudentes na sua geração do que os filhos da luz.

9 E eu vos digo: Granjeai amigos com as riquezas da injustiça; para que, quando estas vos faltarem, vos recebam eles nos tabernáculos eternos.

10 Quem é fiel no mínimo, também é fiel no muito; quem é injusto no mínimo, também é injusto no muito.

Prova de fidelidade – Lucas 16: 11 a 13

11 Pois, se nas riquezas injustas não fostes fiéis, quem vos confiará as verdadeiras?

12 E, se no alheio não fostes fiéis, quem vos dará o que é vosso?

13 Nenhum servo pode servir dois senhores; porque, ou há de odiar um e amar o outro, ou se há de chegar a um e desprezar o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom.

Jesus reprova os fariseus -Lucas 16: 14 a 17

14 E os fariseus, que eram avarentos, ouviam todas estas coisas, e zombavam dele.

15 E disse-lhes: Vós sois os que vos justificais a vós mesmos diante dos homens, mas Deus conhece os vossos corações, porque o que entre os homens é elevado, perante Deus é abominação.

16 A lei e os profetas duraram até João; desde então é anunciado o reino de Deus, e todo o homem emprega força para entrar nele.

17 E é mais fácil passar o céu e a terra do que cair um til da lei.

Jesus fala sobre o divórcio – Lucas 16:18

18 Qualquer que deixa sua mulher, e casa com outra, adultera; e aquele que casa com a repudiada pelo marido, adultera também.

Dennis Allan comenta sobre o assunto. Embora o assunto seja delicado, não podemos distorcer as escrituras.

O autor menciona que existem pessoas as quais, ao tentarem alterar o significado do ensinamento bíblico limitam sua aplicação em modos em que Deus não o restringiu. Ele nos dá exemplos de restrições artificiais:

  • Ocasionalmente, alguém tentará excluir mulheres do ensinamento de Cristo, devido ao uso de pronomes masculinos (Lucas 16:18; Mateus 5:32; 19:9). Jesus esclareceu especificamente este ponto em Marcos 10:11-12, onde ele afirma o mesmo princípio visto das perspectivas masculinas e femininas.
  • Excluindo não cristãos. Outros excluem não cristãos do ensinamento de Cristo, sugerindo freqüentemente que 1 Coríntos 7:10-16 significa que Jesus não se dirigiu aos não cristãos. Além de ser uma interpretação insustentável, esta posição coloca os não cristãos numa situação difícil.
  • Se Jesus não lhes falou, eles continuam sob a mesma lei básica dada a todos os homens em Gênesis 2, onde não há menção a qualquer motivo para divórcio e novo casamento

     O casamento foi destinado por Deus e tem sido sempre governado por ele. Ainda que não aceitamos, isso somente sugere nosso entendimento impróprio  quanto a vontade de Deus (Isaías 55:8-9). Ele sempre tem razão e sempre busca nossos melhores interesses (Dennis Allan )

O rico e o mendigo – Lucas 16: 19 parte1

19 Ora, havia um homem rico, e vestia-se de púrpura e de linho finíssimo, e vivia todos os dias regalada e esplendidamente.

20 Havia também um certo mendigo, chamado Lázaro, que jazia cheio de chagas à porta daquele;

21 E desejava alimentar-se com as migalhas que caíam da mesa do rico; e os próprios cães vinham lamber-lhe as chagas.

22 E aconteceu que o mendigo morreu, e foi levado pelos anjos para o seio de Abraão; e morreu também o rico, e foi sepultado.

23 E no inferno, ergueu os olhos, estando em tormentos, e viu ao longe Abraão, e Lázaro no seu seio.

24 E, clamando, disse: Pai Abraão, tem misericórdia de mim, e manda a Lázaro, que molhe na água a ponta do seu dedo e me refresque a língua, porque estou atormentado nesta chama.

O rico e o mendigo – Lucas 16: 25 parte 2

25 Disse, porém, Abraão: Filho, lembra-te de que recebeste os teus bens em tua vida, e Lázaro somente males; e agora este é consolado e tu atormentado.

26 E, além disso, está posto um grande abismo entre nós e vós, de sorte que os que quisessem passar daqui para vós não poderiam, nem tampouco os de lá passar para cá.

27 E disse ele: Rogo-te, pois, ó pai, que o mandes à casa de meu pai,

28 Pois tenho cinco irmãos; para que lhes dê testemunho, a fim de que não venham também para este lugar de tormento.

29 Disse-lhe Abraão: Têm Moisés e os profetas; ouçam-nos.

30 E disse ele: Não, pai Abraão; mas, se algum dentre os mortos fosse ter com eles, arrepender-se-iam.

31 Porém, Abraão lhe disse: Se não ouvem a Moisés e aos profetas, tampouco acreditarão, ainda que algum dos mortos ressuscite.

Video com estudo sobre Lucas 16

Veja como em poucas palavras Augustos Nicodemos comenta a parábola do rico e Lázaro

https://www.youtube.com/watch?v=gxJO0qF1rSs

Fim

Se você gostou do texto de Lucas 16 e quer saber mais sobre passagens bíblicas continuem nos seguindo. Deixe seu comentário, compartilhe, e fique sempre com a gente!

Um grande abraço e até breve!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conteúdo Relacionado

Este é um site do grupo B20