Pai Nosso – A oração que Jesus ensinou

Pai nosso que estais no céu… Se todas as pessoas parassem para refletir a importância que existe em cada palavra dessa oração!

clinda 1
Pai nosso – A oração que Jesus nos ensinou

Foi o próprio Senhor Jesus quem ensinou esta oração aos seus discipulos, e desde então, ela se espalhou por todas as gerações, entre povos, tribos e linguas,

Oração do Pai nosso

A oração do Pai Nosso é completa! Ela nos ensina:

  • Reconhecer Deus como Pai que nos vê
  • Dar-lhe a Glória que o pertence
  • Entender que precisamos fazer sua vontade, como seus filhos
  • Saber que o perdão só nos é liberado quando aprendemos a perdoar
  • Podemos evitar de cair em diversos erros, quando oramos e paramos para ouvir a vontade de Deus.

Então ore:

Pai Nosso que estais no céu,
santificado seja o vosso nome,
vem a nós o vosso reino,

Seja feita a vossa vontade
assim na terra como no céu.

O pão nosso de cada dia nos daí hoje,
perdoai-nos as nossas ofensas,
assim como nós perdoamos
a quem nos tem ofendido,

Não nos deixei cair em tentação
mas livrai-nos do mal.

Amém.

dddddr54
Oração do Pai Nosso- o reino de Deus

Reflexão sobre a oração: Pai Nosso

Os discípulos de Jesus queriam aprender a forma correta de falar com Deus. Eles sabiam que os seguidores de João Batista haviam aprendido a fazer orações.

Eles, como seguidores de Cristo, desejavam conhecer a forma correta de se dirigir a Deus, então Jesus lhes ensinou:

” Pai nosso que estas nos céus!”

Usando este tratamento, Jesus mostrava que havia um Pai cuidando deles em todo o momento, e poderiam confiar nele, pois estava no céu, em um lugar alto, de onde se pode ver tudo, portanto, estaria sempre atento aos seus filhos.

“santificado seja o vosso nome, vem a nós o vosso reino,”

O Mestre desejava que seus discípulos aprendessem a reverenciar o nome do Pai, e ao mesmo tempo desejasse que o reino do Senhor se manifestasse entre eles.

Como é o Reino de Deus descrito no Pai nosso

O reino de Deus, não vem com aparência externa, mas se revela com o sentimento de amor, compaixão e justiça no coração daqueles que amam a Deus.

o reino que ha de vir
Pia nosso – Meu reino não é desse mundo

Os judeus não entendiam quando Jesus lhes falava de seu reino. Por pensar que ele era terreno, chegaram a cogitar que Jesus estaria de olho no trono de seus governantes, mas ele falava de outro reinado.

O reino de Deus anunciado por Jesus, como a maior parte das questões espirituais, não possuia apenas uma forma de ser visto.

Ele se manifestava quando a bondade e amor de Deus se fazia presente por meio dos filhos de Deus, sem contar que literalmente esse reino existe, e Jesus mesmo, mensiona a casa do Pai, como possuindo muitas moradas: ( João 14: 3).

O Senhor quis mostrar que o reino Dele não se igualava aos dos homens, portanto, não tinha interesse no lugar de ninguém na terra.

Seu reino era propagado pela disseminação do bem entre a humanidade, e na casa do Pai, estava sua glória e todo resplendor que o mundo jamais conheceu.

Quando questionado por Pilatos, no momento de sua crussificação sobre o fato de Ele realmente ser um rei , o Mestre respondeu: “Meu reino não é desse mundo!”

Seja feita tua vontade, assim na terra como no céu

Jesus mostrava para seus discípulos, que a vontade de Deus deveria ser aceita e obedecida pelos homens nesse mundo, assim como era feita por seus anjos na Glória!

É necessário que as pessoas entendam, que  os anjos não estão à nossa disposição. Estão à disposição de Deus, para servir conforme a ordem de Deus. Eles servem   apenas os salvos.

São seres criados,  para ministrarem a favor dos que herdarão a vida eterna, cuidam daqueles que guardam o testemunho de Cristo e de Sua Palavra, portanto são protetores a serviço dos filhos de Deus.

o anjo do Senhor

O anjo do Senhor acampa-se ao redor daqueles que O temem, e os livra’

sALMOS 34:7

Deus é intensamente interessado no bem-estar de cada um de Seus filhos e, apesar de sermos tantos, não se confunde nem nos esquece no meio da multidão.

Ele cuida como se não tivesse mais ninguém para cuidar, dando ordem a cada anjo a respeito de cada filho seu, para guarda-lo.

Pai nosso, o pão nosso de cada dia dai-nos hoje

“ O pão nosso de cada dia dá-nos hoje”

Interessante, que Jesus sempre ensinou que deveríamos suplicar pelo sustento de hoje!

pão nosso
o pão nosso de cada dia dai-nos hoje- Pai Nosso

As pessoas com frequência se preocupam em reservar tantas coisas para o futuro, que acabam se esquecendo de viver o hoje.

O Mestre aconselhou que não devíamos andar ansiosos quanto ao amanhã, e disse que bastava a cada dia seu mal! (Mateus 6:34)

Quando Deus tirou o povo de Israel do Egito, eles caminharam longos anos no deserto.

Naquele lugar, não havia plantações nem água, portanto   comida seria algo raro, mas, o Senhor fez chover maná do céu para eles e tirou água da rocha!

Contudo, Deus lhes orientou que colhessem apenas a medida certa para cada dia.

Quando alguns, por falta de confiar na providencia de Deus, guardava maná para o outro dia, ele acabava bichando! Apenas antes nos sábados poderiam colhe-lo e guardá-lo sem que se estragassem.

Não quer dizer que Deus seja contra a questão de economizar-mos ou administrar-mos nossas provisões para tempo de crise, não é isso!

Lembre-se de que José colheu todo trigo que sobrava nos anos de fartura, guardou-os em celeiros, para que pudessem ser repartidos em tempos de fome.

A prudência é de Deus, o que não podemos é duvidar de seus cuidados.

Perdoa nossa dividas como perdoamos nossos devedores

Quando erramos e tomamos consciência de nossas falhas, o primeiro desejo que temos, seria entrar na mente de quem machucamos e apagar a ofensa, contudo, não temos esse poder.

Porém, quando alguém nos machuca, fazemos questão de sempre trazer para fora as ofensas e expô-las, com a finalidade de torturar o ofensor.

perdoar

Jesus queria nos levar a ocupar o lugar do outro, sentir que as pessoas que nos machucam, podem também, na maioria dos casos, com raras exceções, estar buscando nosso perdão e esquecimento do que nos foi feito

Portanto, resolveu deixar essa receitinha:

Só podemos obter o perdão de Deus, quando perdoamos nossos ofensores!

” Perdoa nossa dividas como perdoamos nossos devedores”

Mateus 6:12

Pai nosso, não nos deixe cair em tentação, mas livra-nos do mal

Temos livre arbítrio, o direito de fazer escolhas conscientes, no entanto, nosso sucesso ou fracasso dependerá da escolha feita.

Quantas vezes optamos por algo prazeroso no momento, porém, em poucos instantes caímos na realidade e observamos o grande erro cometido. Nesse instante surge o arrependimento, mas, o vazio fica ali nos torturando.

Jesus sabendo disso, deixou a opção de orarmos pedindo a Deus que nos ajudasse a não cair em tentação, mas que pudesse nos livrar do mal!

Se dermos uma paradinha e escutar nosso coração antes de tomar-mos certas decisões, ouviremos o Pai nos dizer certinho, qual a melhor forma de não cairmos em tentação e nos darmos mal.

teu é o reino

Por que teu é o reino, o poder e a glória!

Após sua ressurreição, Jesus declarou aos discípulos: É me dado todo poder nos céus e na terra!

Tudo o que precisamos fazer é acreditar que:  Se somos filhos de um Deus poderoso e

“Podemos todas as coisas naquele que nos fortalece! “

Filipenses 4:13

Desta forma, o reconhecemos como “Todo poderoso”, aceitamos seu grande amor por nós, e desfrutamos de todas as bençãos que tem para seus filhos, isso não é maravilhoso ?

Fim

A oração do Pai nosso é mesmo magnífica! E se você gostou dessa postagem do Reino de Deus e deseja conhecer outras passagens biblicas comentadas, fique a vontade! Esse espaço foi construido com todo carinho para você!

Se deseja comentar, dar opinião ou realizar criticas, estamos abertos para conhecer o que tem a nos dizer, e só deixar registrado aqui. Estamos sempre dispostos a melhorar!

Um grande abraço e até breve!


 


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conteúdo Relacionado

Este é um site do grupo B20