Salmo 27

Salmo 27 foi escrito pelo rei Davi, aproximadamente no século lll antes de Cristo. Davi não o escreveu  em uma situação de paz, como os salmos anteriores. Davi estava sofrendo por causa da fúria e das tramas dos seus inimigos.

Entretanto, o tom que é demostrado nesse salmo não é reclamação ou angústia, mas muita  confiança e ânimo, embora em dias difíceis. Contudo, todo o salmo mostra que Davi, se deixa  guiar pela confiança em Deus, demonstrada desde seu início até o fim

salmo27 bom 300x169 7719631

Leia o Salmo 27

O SENHOR é a minha luz e a minha salvação; a quem temerei? O SENHOR é a força da minha vida; de quem me recearei?
Quando os malvados, meus adversários e meus inimigos, se chegaram contra mim, para comerem as minhas carnes, tropeçaram e caíram.

Ainda que um exército me cercasse, o meu coração não temeria; ainda que a guerra se levantasse contra mim, nisto confiaria.
Uma coisa pedi ao Senhor, e a buscarei: que possa morar na casa do Senhor todos os dias da minha vida, para contemplar a formosura do Senhor, e inquirir no seu templo.

Porque no dia da adversidade me esconderá no seu pavilhão; no oculto do seu tabernáculo me esconderá; pôr-me-á sobre uma rocha.
Também agora a minha cabeça será exaltada sobre os meus inimigos que estão em redor de mim; por isso oferecerei sacrifício de júbilo no seu tabernáculo; cantarei, sim, cantarei louvores ao Senhor.

Ouve, Senhor, a minha voz quando clamo; tem também piedade de mim, e responde-me.
Quando tu disseste: Buscai o meu rosto; o meu coração disse a ti: O teu rosto, Senhor, buscarei.

Não escondas de mim a tua face, não rejeites ao teu servo com ira; tu foste a minha ajuda, não me deixes nem me desampares, ó Deus da minha salvação.
Porque, quando meu pai e minha mãe me desampararem, o Senhor me recolherá.
Ensina-me, Senhor, o teu caminho, e guia-me pela vereda direita, por causa dos meus inimigos.

Não me entregues à vontade dos meus adversários; pois se levantaram falsas testemunhas contra mim, e os que respiram crueldade.
Pereceria sem dúvida, se não cresse que veria a bondade do Senhor na terra dos viventes.
Espera no Senhor, anima-te, e ele fortalecerá o teu coração; espera, pois, no Senhor.

Salmos 27:1-14

confiança

Por quem o Salmo 27 era cantado?

Como os demais salmos de Davi, ele era cantado anteriormente pelo rei Davi. Logo após pelos levitas e por todo povo. Hoje é cantado nas igrejas . Judeus  e Cristãos adoram ao Senhor com Salmos.

Salmo 27 cantado na voz de Alessandra Samadello

https://youtube.com/watch?v=_YcFypxYq3Q

 Maravilhoso louvor e oração em forma de canção, um alimento para o faminto, água para o sedento e força para o aflito.

Vede o Salmo 27 em vídeo – Narrado na voz de

Cid Moreira

Estudo sobre o Salmo 27

O presente estudo foi realizado pelo pastor Pr. Thomas Tronco, o qual merece ser compartilhado. Observe abaixo a preciosidade desse estudo:

No verso primeiro, o salmista diz: “O Senhor é a minha luz e a minha salvação; a quem temerei?”  Segundo Davi, quando seus inimigos o atacaram, “eles escorregaram e caíram.” Mesmo se a guerra fosse declarada e Jerusalém fosse cercada totalmente, Davi disse que, no Senhor confiaria.

Toda essa confiança não anula, contudo, a oração do salmista. Ele anda tem anseios e ora. O maior desejo de Davi, ao ver-se atacado por pessoas perigosas, é o de estar com Deus.

Sabendo do que tramam contra ele, conta ao Pai celestial seu anseio (v.4): “Assentar-me todos os dias da minha vida na casa do Senhor”. O contexto sugere que Davi, ao dizer “casa do Senhor”, tem em mente o tabernáculo localizado na cidade de Jerusalém.

Entretanto, os pedidos de Davi nos indicam que seu interesse maior não era o local em si, mas a presença de Deus. Ele queria se sentir acolhido pelo Senhor. Os motivos de se assentar diariamente na casa do Senhor são expostos: “A fim de contemplar a beleza do Senhor e para refletir no seu templo”

. “Contemplar” e “refletir” implicam a ideia da busca de um relacionamento íntimo com Deus. O salmista quer meditar sobre quem Deus é e sentir-se em comunhão com ele. Quer que sua felicidade venha do fato de ser amado pelo Senhor.

A preocupação primária de Davi – a contemplação do Senhor – é seguida pelo seu anseio por um refúgio seguro. Tal fortaleza, porém, não consiste de muralhas e de portas robustas, mas da proteção divina. Representando, ainda, a presença de Deus pela figura do tabernáculo.

Autor: Pr. Thomas Tronco

salmo 27 15k 5505595

Analise e mensagem do Salmo 27

O salmo 27, mostra claramente, que Davi confiava tanto quanto amava ao Senhor. Portanto, não o haveria de abandonar. Ele não o deixaria desamparado, nem que seu inimigo o encontrasse para fazer-lhe algum tipo de mal. E nessa confiança, descansa aquele que conhece e serve ao Senhor dos exércitos.

Portanto, o salmo 27, deve ser lido, sempre que estiver passando pelo medo, a aflição, mas, não esquecer que Deus quer ser seu amigo em todo tempo, e não periodicamente. Assim sendo, procure habitar na casa do Senhor.

Como trabalhar o Salmo 27 na escola com Crianças e adolescentes

No tempo do rei Davi, o povo de Israel ainda não tinha construído um templo, onde pudessem orar a Deus. Salomão, filho de Davi foi quem construiu o templo de Jerusalém. Portanto, nessa atividade poderemos conhecer um pouco mais sobre a tenda, o tabernáculo e o templo  que  Salomão construiu.

  1. Separe os grupos
  2. convide-os para uma exposição em sala de aula.
  3. Eles deverão colher informações e fotos do tabernáculos, tenda e do templo que Salomão construiu.
  4. Delegue a cada grupo que se prepare para apresentar  para as crianças o que encontraram, inclusive  o que havia dentro deles: ( arca da aliança com maná, a vara de Arão…)
  5.    Será uma experiencia única conhecendo  o espaço em que o povo Judeu fazia suas orações.
  6. Eles poderão levar imagens antigas, e comparar com os templos construídos hoje. O que é igual, o que é diferente?
  7. Conclua essa atividade pedindo que façam em casa uma construção textual, sobre a experiência que tiveram com esse trabalho.

Fim

Veja que o salmo 27 tem muita coisa boa para no ensinar, inclusive que, no momento de aperto e tristeza, devemos confiar no Senhor!

Se você  gostou deste estudo, continue conosco, temos mais salmos para compartilhar com você, pois a palavra do Senhor dá sabedoria aos símplices!

Um abraço e até breve!

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conteúdo Relacionado

Este é um site do grupo B20