Deuses americanos

0

Os deuses americanos que iremos comentar em : deuses e panteões, são aqueles  adaptados e criados por Neil Gaiman. O autor da série, faz questão de mostrar que,  os deuses americanos, apenas existirão se houver quem os adore. Usando a genialidade ele trás para a atualidade uma  competição acirrada entre os antigos deuses europeus, egípcios, e os deuses da atualidade que são a internet, as armas, a mídia, os vícios…

A  série mostra que os antigos deuses, ao sentirem que estavam perdendo a importância, diante da fé e dedicação prestadas a outas divindades, das quais boa parte da humanidade já se entregaram, resolveram reagir. Tomaram formas atuais e tentaram reconquistar seu espaço.

Deuses americanos – deuses e panteões

Os deuses americanos primitivos, que eram adorados pelos nativos, foram esquecidos e se enfraqueceram, quando mitos e lendas de outros povos chegaram no continente para tomar seu lugar. Hoje, na atualidade, a fé e a adoração dedicadas aos deuses são direcionadas para outras divindades.

Deuses americanos: Mr. Wednesday

Comparado ao deus nórdico Odin, Mr. Wuedesday é o principal do panteão moderno

Origem do deus americano: Wednesday

Com aparência inofensiva, o velho carismático,que de forma trapaceira, vive  sua vida criminosa, passando as pessoas para traz,  Mr. Wednesday é, na verdade, Odin, o deus  da mitologia nórdica. Também é o chefe dos deuses antigos no conflito contra os deuses novos.

Poderes do deus americano:Wednesday

Wednesday foi a principal divindade empenhada em travar guerra contra os deuses novos. Ele tentar reunir manifestações americanas dos Velhos Deuses da mitologia antiga, cujos poderes diminuíram por perderem seus crentes, para participarem numa batalha épica contra os Novos Deuses Americanos

Parentesco do deus americano:Wednesday

De Odin, a esposa era Frigg, deusa da sabedoria, o irmão  Loki, os outros deuses eram filhos.

Feitos do deus americano Wednesday

A principal tarefa de Wednesday, é  travar guerra contra os deuses novos. Seu nome que se traduz em quarta-feira, em algumas línguas latinas é conhecida como Mercúrio da mitologia romana. No entanto o nome de Mercúrio foi adaptado para um deus equivalenteWoden, outro nome para Odin. Assim surgiu o dia de Woden, Woden’s day. O nome dado ao Odin moderno.

Deuses americanos:Shadow Moon

Ele é um ex presidiário que ao conhecer um homem misterioso vive uma experiência surreal.

Origem do deus americano: Shadow Moon

Shadow Moon é um humano escolhido para intermediar a guerra entre os velhos e novos deuses. Ele faz parte do livro de contos e poemas de Gaiman “chamado Das Coisas Frágeis”. Shadow  representa  o bondoso Baldur, deus nórdico do bem que era filho de Odin e  representava a justiça e o perdão

Poderes do deus americano: Shadow Moon

Esse personagem está entre os mais importantes pois ele é intermediário nessa batalha pelo coração dos homens.

Parentesco do deus americano: Shadow Moon

esposa, Laura McCabe

Feitos do deus americano: Shadow Moon

Após cumprir pena em prisão por três anos, foi contratado para ser guarda costa de Wednesday. Ele acabou se tornando um intermediário entre os deuses antigos e os novos.Shadow conhece muitos deuses e criaturas mágicas, incluindo Mr. Nancy  Czernobog e um duen de chamado Mad Sweeney que lhe oferece uma moeda de ouro mágica. Shadow atira  a moeda na cova da mulher, o que faz com que ela volte dos mortos.

Deuses americanos: Vulcan

“Cada bala disparada em uma sala de cinema lotada é uma oração em meu nome.”

Esse deus foi criado exclusivamente para a série,  e representa toda devoção e amor que algumas pessoas sentem pelas armas. Eles atribuem a elas sua proteção, justiça e provisão.

Origem do deus americano: Vulcan

O nome vem de Vulcano, o antigo deus romano que controlava os vulcões,o fogo e os trabalhos com metal em geral. Equivale ao deus grego Hefesto. Nas  mitologias, ele é visto como o padroeiro da metalurgia e dos artesãos. A lenda defende que teria sido ele que ensinou aos humanos os vários ofícios artesanais

Poderes do deus americano: Vulcan

Seus poderes são expressos na utilização das armas de fogo e no incêndios ocorridos na fábricas para alimentar o seu poder. Sua personagem é uma alusão a obsessão americana por armamentos.

Feitos do deus americano: Vulcan

 O deus dos vulcões leva uma vida confortável em uma pequena cidade que o adora e onde possui uma fábrica de munições. A antiga divindade difunde a crença entre o povo, assim, ganha poder em cada bala fabricada, em cada gatilho acionado em uma arma de fogo.

A adoração a Vulcan na série consta um detalhe macabro: sacrifício humano. Ocasionalmente, “acidentes” acontecem na fábrica de munições e alguns trabalhadores são consumidos pelas chamas das fornalhas. Isto é algo que acontece anualmente, como forma de manter o poder.

Deuses americanos: World  Loki

Responsável por confusões e trapassas, bem o estilo do deus Loki nórdico

Origem do deus americano:World  Loki

Mr. World  Loki, deus nórdico conhecido como trapaceiro. Sua relação com os outros deuses é confusa e nunca se sabe o que está por trás de suas ações. Exerce na mitologia o papel decisivo na sequência de eventos conhecida como Ragnarok, onde a maior parte dos principais deuses é destruída.

Poderes do deus americano: World  Loki

Pai da mentira, do engano e da trapassa. Trabalhou ao lado de  Wednesday.

Parentesco do deus americano: World  Loki

Feitos do deus americano World  Loki

Loki foi responsável pelo o assassinato de Odin para que a batalha entre os Novos e os Velhos Deuses servisse como um sacrifício para Odin, o que restauraria os seus poderes, enquanto Loki se alimentaria do caos da batalha.

Deuses americanos: Technical Boy

Technical Boy.Novo deus que representa a tecnologia, em especial a Internet.

Origem do deus americano: Technical Boy

Ele faz parte do panteão dos deuses novos e representa a internet. Ele luta contra os deuses antigos.

Poderes do deus americano: Technical Boy

Sua força vem da devoção das pessoas à rede mundial de computadores. Os criadores da série dizem que ele é um dos personagens mais diferente da sua versão no livro, devido os avanços tecnológicos da internet desde a criação do livro.

Parentesco do deus americano: Technical Boy

Computador, celular e toda tecnologia

Feitos do deus americano: Technical Boy

Batalha para ganhar mais adeptos, adoradores acada dia. Supera os demais com a devoção das pessoas à rede mundial de computadores.

Deuses americanos: Bilquis

Uma apologia à rainha de Sabá, Bilquis trabalha como prostituta e mantém-se jovem e poderosa por se alimentar dos homens com quem dorme

Origem da deusa americana: Bilquis

Bilquis foi forjada, tendo como modelo a rainha de Sabá, personagem bíblica e tradicional, que ficou conhecida por honrar o rei Salomão em virtude de sua famosa sabedoria. Bilquis, na série, trata-se de uma entidade feminina meio mulher, meio demônio.

Poderes da deusa americana: Bilquis

Feiticeira e prostituta, em seus rituais, Bilquis se alimentava de seus amantes.

Feitos da deusa americana: Bilquis

Bilquis, nessa série, trabalha como prostituta e mantém-se jovem e poderosa por se alimentar dos homens com quem dorme

Deuses americanos: Mad Sweeney

Representando gnomos dos contos de fada, o personagem porem não é baixo, e gosta de popularidade.

Origem do deus americano: Mad Sweeney

Mad Sweeney, é uma figura que representa o rei medieval irlandês Suibhne Mac Colmain, que ficou louco após ser amaldiçoado por São Ronan por combater o avanço da Igreja na Irlanda. Na série  é um leprechaun bêbado e bom de briga.

Poderes do deus americano: Mad Sweeney

Ele gosta de fazer truques com moedas de ouro.

Feitos do deus americano: Mad Sweeney

Ele conhece Shadow Moon  em um bar  e faz alguns truques com moedas que o impressionam. Mas o temperamento de Mad Sweeney parece ser bem diferente da lenda dos gnomos, que não gostam de popularidade, alias ele gosta mesmo é de uma boa briga.

Deuses americanos: Zorya Vechernyaya

Possui o ar da sabedoria e aprendeu a arte da adivinhação para ganharem dinheiro.

Origem da deusa americana: Zorya Vechernyaya

Figuras importantes da mitologia eslava. Anteriormente guardavam os portões do universo. Ela era irmã do temível Czernobog e  mais 2 irmãs que vivem s em uma casa humilde.

Poderes da deusa americana: Zorya Vechernyaya

Sabedoria e a arte da adivinhação.

Feitos da deusa americana: Zorya Vechernyaya

 Zorya Vechernyaya junto com a irmã possuem um ar de sabedoria e uma atitude capaz de fazer frente até o mau humor de seu irmão. Elas que eram guardiãs do universo,com a mudança dos tempos e das pessoas,tiveram de aprender a adivinhar o futuro para ganharem dinheiro.

Deuses americanos: Mr. Jacquel

Comparado a Anubis, deus egípcio que tinha o corpo de homem e cabeça de cachorro. Era  protetor das tumbas, embalsamador e guia das almas dos mortos no além.

Origem do deus americano: Mr. Jacquel

Ele surge após a morte súbita de uma senhora egípcia. Quando ela morre na sua cozinha, Mr. Jacquel bate à sua porta para a levar até o seu julgamento no além, guiando a mulher na transição da vida para a morte.

Poderes do deus americano: Mr. Jacquel

O poder de conduzir os mortos ao julgamento

Feitos do deus americano: Mr. Jacquel

Anúbis coloca o coração da falecida em um prato da balança e uma pena em outro prato. Isso serve para julgar a vida da defunta e determinar se ela é merecedora de ir para o além dos deuses egípcios. Quando o seu coração se revela mais leve que a pena, a morta está preparada para ascender a um novo plano. Ela passa depois por uma das 5 portas que a levarão até o seu destino final, sempre acompanhada do seu gato fiel.

Deuses americanos: Jinn

Trata-se de um Gênio, na cultura árabe é uma entidade habitante dos desertos que tem o poder de realizar desejos.

Origem do deus americano: Jinn

Comparado ao gênio da lâmpada na mitologia, no entanto, esse jinn  é um taxista em Nova York, o qual trabalhando durante longas horas e sendo mal tratado a toda a hora pelos passageiros. E graças aos seus olhos flamejantes, ele tem de usar óculos de sol dia e noite.

Poderes do deus americano: Jinn

Ele passa uma visão de alguém que trabalha forçado em um taxi, escondendo os olhos flamejantes. Possui um caso com outro homem, o que tornou a série polêmica.

Feitos do deus americano: Jinn

No  Alcorão a referência de Jinn está e a sua criação no versículo 15:27 como tendo sido criados a partir de “fogo escaldante”. Estes espíritos sobrenaturais são vistos como demônios, mas é também claro na sua mitologia que eles possuem livre arbítrio, o que significa que se poderia encontrar bons ou maus de sua espécie.

FIM

A série deuses americanos continua, trazendo a mitologia dos antigos deuses disputando com os seres em evidencia na atualidade. Espero que vocês tenham gostado.

Até breve com mais postagens sobre deuses e panteões.