in

Deuses Celtas

deuses-celtas

Você conhece os Deuses Celtas?

Neste post você encontrará uma lista com os principais Deuses Celtas. Abaixo estarão descritas as características, as lendas, os nomes e os principais poderes dessas entidades, de forma a enaltecer esse traço cultural e difundir tal conhecimento.

Deuses Celtas

Os Celtas foram um povo originário do continente europeu. Eles utilizavam uma língua específica, a língua céltica, e se dividiam em diversas tribos, onde cada uma delas tinha sua própria crença e costumes. Caracterizada pelos mitos e contos fantásticos, a cultura céltica é considerada muito rica e suas lendas influenciaram e continuam influenciando o mundo atual, como ocorre, por exemplo, com as histórias do Rei Arthur e a espada Excalibur, dentre outras lendas.

deuses-celtas-lendas

Com religião politeísta, os Celtas cultuavam várias divindades, que possuíam poderes comumente relacionados a algum elemento ou fenômeno da natureza ou a algum animal. A seguir você encontrará os principais deuses celtas cultuados e as lendas difundidas por esse povo.

Sucellus – Deus da Agricultura

Considerado o Rei dos deuses celtas, Sucellus é deus da agricultura, das florestas e das bebidas alcoólicas. Seu nome significa “aquele que bate forte”.

Lenda de Sucellus

Diz a lenda que Sucellus usava o seu martelo para bater na terra e acordar as plantas, anunciando o início da primavera. Outras lendas afirmam que ele embebedava belas jovens e depois as violentava. Isso o tornou um deus de personalidade dúbia, que dividia o povo em relação ao seu culto.

Deuses Celtas 1

Símbolos/Armas

Martelo de cabo longo

Poderes

Embebedar pessoas e seres e controle sobre plantas

Parentesco

Casado com Nantosuelta (Deusa da fertilidade)

Cernunnos – Deus dos Animais, da fertilidade e da abundância

Cernunnos é o deus mais antigos dentre os deuses celtas, sendo comumente representado com chifres.

Lenda de Cernunnos

Uma de suas lendas diz que Cernunnos é filho da “Grande Deusa” (conhecida como o princípio feminino). Ao atingir a maturidade, no entanto, ele se apaixonou por ela e juntos conceberam um filho no Solstício de Verão. No Solstício de inverno, a “Grande Deusa” deu à luz ao próprio Cernunnos, que morreu e renasceu naquele momento, sendo pai e filho. Por esse motivo o deus representa os ciclos naturais da vida, início e fim.

Deuses Celtas 2

Símbolos

Chifre, cobra, torque e Caldeirão de Gunderstrup.

Poderes

Controla os animais, estimula a fertilidade e traz abundância à colheita

Parentesco

Filho da “Grande Deusa”

Taranis – Deus do Trovão

Considerado a personificação do trovão dentre os deuses celtas, Taranis é o deus das tempestades, trovões, raios, ruídos tenebrosos e forças da natureza raivosas.

Lenda de Taranis

Diz a lenda que a roda de biga que era sempre representada ao seu lado era cultuada como o sol. Essa roda era dividida em 8 raios e cada uma das 8 divisões representava uma parte do ano no calendário celta. Outra de suas lendas diz que os relâmpagos são as faíscas produzidas pelos cascos dos seus cavalos e o trovão é o barulho das rodas de sua carruagem.

Deuses Celtas 3

Símbolos

Roda de biga

Poderes

Controla os trovões, raios e as tempestades

Parentesco

Não possui

Dea Matrona – Deusa Mãe

Conhecida como “A divina deusa mãe” ou “Grande mãe”, Dea Matrona é a deusa associada à maternidade, fertilidade e prosperidade.

Lenda de Dea Matrona

Diz a lenda que ela é uma deusa tríplice, ou seja, é sempre representada por um grupo de três seres. O número 3 é muito importante na cultura celta, sendo encontrado em diversos elementos, tais como os 3 reinos: céu, terra e oceano.

Deuses Celtas 4

Símbolos

Lua

Poderes

Não possui

Parentesco

Mãe de Maponos (Deus da juventude)

Epona – Deusa da fertilidade e dos cavalos

Epona é entendida como a deusa da fertilidade, da terra e a deusa protetora dos cavalos, burros e mulas, dentre os deuses celtas. Seu nome significa “A grande égua”.

Lenda de Epona

Diz a lenda que a deusa Epona e seus cavalos eram os “líderes de almas” que conduziam os seres ao além do túmulo.

Deuses Celtas 5

Símbolos

Cavalos

Poderes

Estimula fertilidade

Parentesco

Não tem

Belenus – Deus do Fogo e da Luz

Belenus é conhecido por diversos nomes, tais como Belen, Belinus, Bel, Bilé, etc. Seu nome significa “Deus Brilhante” e ele é considerado uma divindade solar, associada à ciência e à cura.

Lenda de Belenus

Uma de suas lendas afirma que Belenus podia ser invocado em batalhas por guerreiros corajosos e ferozes e, quando invocado, ele ficava ao lado dos guerreiros passando sua força até à vitória. Portanto, ele e Morrigan podem ser considerados os deuses guerreiros e líderes de batalha entre os deuses celtas

Deuses Celtas 6

Símbolos

Cavalo e roda

Poderes

Força de batalha e poder restaurador do sol

Parentesco

Casado com Belisama

Morrigan – Deusa da Guerra

Conhecida, dentre os deuses celtas, a “deusa dos mil nomes”, Morrigan é a deusa da batalha, da morte e do ciclo da vida. É uma deusa tríplice assim como Dea Matrona.

Lenda de Morrigan

Diz a lenda que em qualquer batalha, de deuses ou mortais, ela liderava as tropas com um grito de guerra que ela tão alto quanto o grito de 10 mil homens. Ela usava duas lanças da mais pura prata que eram capazes de partir ao meio o avanço do exército inimigo.

Deuses Celtas 7

Símbolos

Corvo, coruja e espiral

Poderes

Prever o futuro (principalmente em batalhas)

Parentesco

Não possui

Manannan Mac Hur – Deus dos Mares e do Mundo dos Mortos

Deus dos mares na mitologia céltica, Manannan Mac Hur é um membro da Tuatha Dé Danann (raça de deuses e semideuses dotada de poderes mágicos e traços e personalidades humanas).

Lenda de Manannan Mac Hur

Diz a lenda que Manannan Mac Hur foi o primeiro governante da Ilha de Man, onde ele possuía um grande palácio. Seu cavalo, Aonbarr, podia galopar por cima das ondas. Manannan possuía vários itens mágicos. Dentre eles a manta das brumas (que lhe concedia invisibilidade), o capacete flamejante e a espada Fragarach.

Deuses Celtas 8

Símbolos

Trísale (símbolo formado por 3 espirais entrelaçadas)

Poderes

A

Parentesco

Filho de Lir (deus-mar primordial) e casado com Fand (deusa primeva do mar e rainha das fadas)

Dagda – Deus da Magia e da Sabedoria

Deus supremo do panteão celta, Dagda é tido como uma figura paterna e protetora. É o mais poderoso dos deuses celtas.

Lenda de Dagda

Diz a lenda que Dagda era um deus de imensa força, armado com uma clava. Uma de suas lendas afirma que, certa vez, capturou com uma só mão um ser de 100 pernas e 4 cabeças. Ele era associado ao caldeirão de sangue (Undry) que possuía diversas propriedades mágicas.  Histórias afirmam que ele tinha uma harpa mágica que controlava o início e o fim das estações.

Deuses Celtas 9

Símbolos

Bastão da vida e da morte, caldeirão inesgotável (Undry) e Harpa das estações

Poderes

Imensa força

Parentesco

Filho de Dana e Bilé (apesar de considerado o pai de todos) e casado com Morrigan

Lugh – Deus dos Ferreiros

Lugh é o deus ferreiro e de todos os ofícios na mitologia céltica. Ele representa o triunfo da luz sobre a escuridão e é conhecido com o “Senhor dos mil talentos”.

Lenda de Lugh

Diz a lenda que Lugh era o guardião da espada mágica e da lança invencível da cidade dos Gorias, um dos quatro tesouros da Tuatha Dé Danann.

Deuses Celtas 10

Símbolos

Cão, lança de Areadbhar e pele de javali mágica

Poderes

Poderes relacionados à luz e às forjas

Parentesco

Filho de Cian e Fomore e pai de Cuchúlain e Setanta

Fim do Artigo Sobre Deuses Celtas

Bom, aqui termina a lista dos Deuses Celtas. Espero que tenha gostado! Veja mais listas como essa, com outros deuses e entidades mitológicas das mais diferentes culturas e regiões do mundo, em breve aqui no blog!

Deuses Celtas 14

10 tutoriais artesanatos com reciclagem

Deuses Celtas 15

Filme Online: The Playhouse (1921) – Buster Keaton