Deuses romanos em sua maioria, são bem similares as divindades gregas. Quase todos eles possuem seus correspondentes. Por esse motivo, a adesão dessas culturas é conhecida como “mitologia greco-romana”.

Tais quais todos outros povos, os romanos também aderiram suas divindades como explicação aos fenômenos que ocorrem com a humanidade, atribuindo a cada uma delas a responsabilidade pelos benefícios ou tragédias ocorridas.

Deuses Romanos – Mitologia Romana

Quem adotava?

Os antigos romanos que viveram anos antes de Cristo, os quais foram altamente influenciados pela cultura dos antigos gregos.

O que é?

Na crença dos romanos, era necessário a comunhão entre homens e deuses,  confiança uns em outros. Os rituais e cultos feitos aos seus deuses, tinham como intenção agradá-los, pois  deles dependia a saúde e a prosperidade do povo.

Quais os dogmas?

Alguns deuses recebiam oferendas de sacrifícios de animais, como se fazia no templo da deusa Diana por exemplo, que era a irmã gêmea de Apolo.

Contudo, os romanos mais antigos tinham as crenças como deveres cívicos e se preocupavam mais em dirigir-se às suas divindades com intenção de vencer as guerras e conquistar terras, do que ocupar-se  com a espiritualidade. Com a chegada dos Etruscos, passaram a adorar  estatuas e realizar oferendas.

Deuses romanos- Apolo, o deus da música e das artes

Conhecido como o único deus que possui o mesmo nome na cultura grega e romana, Apolo era o deus da música da sabedoria, artes e curas.

Origem do deus romano Apolo

Conhecido como divindade solar, Apolo é deus da luz e juventude, filho de Zeus e Latona

Poderes do deus Apolo

Ajudou a destruir as muralhas de Troia e motivado por ele, Paris conseguiu acertar com uma flecha o calcanhar de Aquiles, que foi derrotado. Para honra-lo, coroas de louros foram jogadas ao seus pés, isso fez com que o louro, ainda hoje, seja a representação do triunfo nos jogos olímpicos

Parentesco do deus Apolo

Filho de Zeus e Latona, irmão gêmeo de Diana. Pai de Aristeu e Asclépios.

Feitos do deus Apolo

Conta a mitologia que com apenas 1 ano de idade, Apolo perseguiu a serpente Píton e a matou a flechada, após esse momento foi respeitado um grande arqueiro. O seu arco lançava dardos letais que matavam os homens com diversas moléstias, ou então mortes súbitas. O poder de Apolo abrangia  a todos os lugares da natureza e do homem.

Deuses romanos – Ceres  a deusa da colheita

A linda Ceres, era a deusa romana ligada aos campos de trigo e a fartura.

Origem da deusa Ceres

Considerada como a deusa das plantas que brotam, do trigo e da fabricação do pão,Ceres era desenhada ou pintada com um cetro, um cesto de flores e frutos e tinha uma coroa feita de espigas de trigo.

Poderes da deusa Ceres

Segundo a crença, ela possuía os poderes de fazer crescer o trigo e os demais cereais. A  adoração a Ceres era feita por classes que dominavam o comércio de cereais. Um dos poucos costumes que foram registados era uma prática de apertar ligas nas caudas das raposas e que eram largadas no meio do povo.

Parentesco da deusa Ceres

Filha de Saturno e Cibele, irmã de Netuno,Júpiter, Juno, Vesta e Plutão. Mãe de Perséfone.

Feitos da deusa Ceres

Segundo a tradição ela era  a deusa das colheitas de Cerais, responsável pela cerveja e protetora do amor materno.Ela possuía 12 deuses que eram responsáveis pela colheita e pela lavoura.

Deuses romanos -Baco o deus do vinho

Considerado deus romano responsável pelo vinho, o prazer e a folia

Origem do deus Baco

Comparado ao deus Dionísio da mitologia grega, na romana, Baco era o deus do vinho, das festas, do lazer, do prazer e da folia. Filho do de Júpiter  com a mortal Sêmele, Baco era adorado pelos romanos como um promotor da paz e  da civilização.

Poderes do deus Baco

De acordo com a mitologia romana, Baco foi o inventor  do vinho

Parentesco do deus Baco

Filho de Júpiter e Sibele.

Feitos do deus Baco

Em conformidade com a mitologia romana, Baco ao tornar-se adulto descobriu a forma de extrair o suco da uva e produzir o vinho. Porém a deusa Juno, com muito ciúmes,  transformou Baco num louco a vagar pelo mundo.Quando passou pela Frigia, foi curado e instruído nos rituais religiosos pela deusa Cibele.

Deuses romanos – Cibele a deusa da natureza

Cibele era considerada mãe dos deuses e da natureza, comparada à deusa  grega Reia .

Origem da deusa Cibele

 Cibele tem sua origem da Frigia. Era considerada como “mãe dos deuses” ,simbolizava a fertilidade  O seu culto iniciou-se na região da Ásia menor e espalhou-se por diversos territórios da Grécia Antiga. Sob o antigo título grego, Potnia Theron, também foi associada como “Senhora dos animais”.

Poderes da deusa Cibele

Cibele tornou-se uma divindade do ciclo de vida-morte-renascimento ligada à ressurreição de seu filho.

Feitos da deusa Cibele

Era representada com uma coroa de muralhas, que simboliza o seu poder militar como protetora e arrasadora de cidades, com leões por perto ou num carro puxado por esses animais  mostrando fertilidade e riqueza.

Deuses romanos -Cupido o deus da paixão

Considerado o deus do amor e da paixão, Cupido é o deus grego Heros, o grande amor  de Psiquê, a mortal com quem enamorou-se.

Origem do deus Cupido

Na mitologia romana, o deus Cupido é filho de Vênus, a deusa da beleza  e de Marte o deus da guerra. Quando na mitologia grega ele seria Heros, filho de Afrodite e Ares.

Poderes do deus Cupido

Cupido é considerado o deus do amor, o que conforme a mitologia é responsável por disparar suas flechas  em casais e fazê-los se apaixonarem.

Parentesco do deus Cupido

Filho de Vênus e Júpiter, casou-se com Psiquê

AVISOS!

Aviso 1:

Ja publiquei o ebook de ABRIL!!! O livro digital está super incrível e repleto das minhas melhores ideias: https://go.hotmart.com/B12518692G

Esse ebook tem 206 páginas, com 51 sequências de atividades completas para você trabalhar com seus alunos! https://go.hotmart.com/B12518692G

Comprando você vai me ajudar a manter o BLOG e a conseguir criar mais materiais nesta qualidade para vocês. Veja as vantagens deste ebook:

1 – 51 atividades para datas comemorativas;
2 – Atividades focadas na prática de escrita e leitura do estudante;
3 – Aulas com foco em produção;
4 – Cada atividade possui: brainstorm, atividade de leitura, produção escrita e feedback, para conseguir engajar seus estudantes.
5 – 100% dentro dos novas exigências da BNCC

Obs: O ebook também incluí atividades religiosas no acervo, seguindo os pedidos dos leitores!

De uma chance para o ebook, você não vai se arrepender! https://go.hotmart.com/B12518692G

Veja o vídeo onde sou entrevistado e apresento detalhes sobre o ebook:

O diferencial do produto está em conseguir se adequar as novas necessidades da educação brasileira, trazendo um método revolucionário e conseguindo atingir a o professor e seus alunos de maneira que a liberdade criativa e a atuação docente sejam próprias, inovadoras e embasadas.

Apenas 29,90: https://go.hotmart.com/B12518692G

AVISO 2:

Neste vídeo explicamos a importância de trabalhar datas comemorativas com nossos alunos:

Interessado? Da uma olhada nesse nosso ebook de atividades para o mês de Abril:

https://go.hotmart.com/B12518692G

Você já ouviu falar do Método HOPE? Nesse vídeo apresento o Método HOPE e explico ponto a ponto como você pode trabalhar higiene, participação e protagonismo estudantil com seus alunos:

Você gosta de brincadeiras? E que tal apresentarmos aos nossos filhos e alunos um pouco das brincadeiras dos nativos da terra? Vamos lá!?

Não deixe de se inscrever no meu canal do youtube: Vídeos diários para professores!

Feitos do deus Cupido

A mitologia conta que Vênus, a deusa da beleza, invejando a bela Psiquê possuidora da sabedoria, que atraia para si os amores e olhares de deuses e mortais, enviou cupido para faze-la se apaixonar por um ser que fosse tremendamente vil.

O jovem ao ver a formosura de Psiquê, distraiu-se e foi atingido com a própria lança, apaixonando-se imediatamente pela moça. Após um casamento enigmático e aventuras difíceis, eles conseguem recupera a união e viverem felizes.

Deuses romanos -Fauno deus protetor de animais

Fauno era conhecido como um deus romano, cultuado no norte palatino, protetor dos pastores e rebanhos.

Origem do deus Fauno

De acordo com a lenda, Fauno teria sido um rei que, em virtude dos bens feitos ao seu povo foi alçado à divindade após sua morte, sendo adorado como representante das matas e dos campos,. Outros lhe  outorgam a divindade, por  haver criado as leis e inventado a flauta. 

Poderes do deus Fauno

Protegia a natureza e os animais. Inventou a flauta.

Parentesco do deus Fauno

Pai de Latino e avô de Lavínia, segundo a lenda foram deles que descenderam os romanos.

Feitos do deus Fauno

Com o tempo, o deus Fauno deixou de ter caráter divino e passou apenas a ser uma divindade campestre e mortal que protegia os rebanhos e as plantações de trigo. Não se sabe exatamente se antes de se tornar mortal ele possuía essa forma, mas normalmente, a divindade é representada com cabeça de homem e corpo de bode.

Deuses romanos – Flora a deusa da primavera

Ovídio comparava o nome de Flora a um Mito helênico, supondo que, ela era uma ninfa grega denominada Clóris

Origem da deusa Flora

Flora foi introduzida em Roma como deusa, por Tito Tácito, juntamente com outras divindades sabinas. Era honrada quer por populações itálicas não latinas como latinas.

Poderes da deusa Flora

Poder de guardar e proteger a natureza , ofertando aos homens flores frutos e sementes.

Parentesco da deusa Flora

Zéfiro com quem se desposou.

Feitos da  deusa Flora

Em uma  primavera, Flora caminhava pelos campos, quando o deus do vento, Zéfiro viu-a, apaixonou-se por ela e raptou-a. Desposou-a, em seguida,  Zéfiro concedeu a Flora, como recompensa e por amor, o reinar sobre as flores, não só sobre as dos jardins como, também, sobre as dos campos . O mel é tido como um dos presentes que Flora ofertou aos homens, assim como as sementes das inumeráveis variedades de flores.

Deuses romanos – Jano o deus porteiro do céu

Jano era tido na mitologia romana, como o porteiro celestial

Origem do deus Jano

De acordo com os mitos, jano era o porteiro do céu. Suas duas cabeças representavam o passado e o futuro, o começo e o fim… Tudo leva a refletir que olhar para traz e para frente sempre será necessário para sobreviver.

Poderes do deus

Jano é o deus dos inícios, das decisões e escolhas. Representa o passado e o futuro.

Parentesco do deus Jano

Ele se casou com sua irmã Carmese e teve um filho chamado Aethex e uma filha chamada Olistene.

Feitos do deus Jano

 Foi ele quem  inventou as guirlandas, dos botes, e dos navios, e foi o primeiro a cunhar moedas de bronze; por isto que em várias cidades da Grécia, da Itália e da Sicília em suas moedas, trazem em um lado um rosto com duas faces e no outro um barco, uma guirlanda ou um navio. Desejando aumentar o seu poder, ele navegou até a Itália  e se instalou em uma montanha próxima de Roma, chamada Janúculo

Deuses romanos – Juno deusa da riqueza e beleza

Juno a deusa romana, era  a mesma Hera, deusa grega.  A moça era encarregada da partilha dos remos, dos impérios e das riquezas.

Origem da deusa Juno

Juno, era filha de Saturno e de Réia,

Poderes da deusa Juno

O culto de Hera era quase tão precioso e espalhado como o de Júpiter. Ela inspirava uma veneração misturada de receio. Era principalmente em Argos, Samos e Cartago que era venerada.

Parentesco da  deusa Juno

filha de Saturno e de Réia, irmã de Júpiter, de Netuno, de Plutão, de Ceres e de Vesta.

Feitos da deusa Juno

Dizia-se que tinha um zelo muito grande pelos atavios e ornatos das mulheres: é por isto que nas estátuas, os seus cabelos apareciam tão elegantemente arranjados. Presidia às núpcias, aos casamentos e aos panos.Também presidia à moeda, a que deu nome de Moneta.

Deuses romanos – Marte deus da Guerra

Considerado o deus da guerra e das armas, correspondia ao deus grego Ares

Origem do deus Marte

Na mitologia romana, Marte  era o deus da guerra. Era representado como um guerreiro, representante do poder militar que garantia a paz em Roma. Era também entendido como o guardião dos agricultores e da agricultura. Marte era filho de Júpiter  e Juno.

Poderes do deus Marte

Os romanos diziam que Marte possuía os poderes da destruição e desestabilização. Porém, usava estes poderes para manter a paz.Três animais sagrados eram associados ao deus Marte: urso, lobo e pica-pau.

Parentesco do deus Marte

Filho de Júpiter e Juno, Marte era o pai de Rômulo e Remo, gêmeos que foram criados por uma loba e também de Cupido filho dele com a deusa Vênus.

Feitos do deus Marte

Os romanos deram o nome do mês de março (primeiro mês do calendário romano) como uma homenagem ao deus Marte. Logo, grande parte dos festivais em homenagem a este deus ocorria no mês de março.

FIM

Então, gostou dessa postagem sobre os deuses romanos? Estamos trabalhando para trazer informações sobre deuses e panteões, para enriquecer seu conhecimento. Se esse material contribuiu para suas pesquisas escolares, ou mesmo para amenizar a curiosidade cultural, curta nossa página, deixe um sinal de que você passou por aqui!

Se desejar saber mais visite a página da Mitologia Grega para fazer comparações. Em nossa série você terá poderá acessar também outras mitologias, como a nórdica ou egípcia  ou até da modernidade como deuses americanos.

Se deseja que façamos mais postagens como estas, deixe logo abaixo seu comentário, teremos o prazer de trazer o que há de melhor para você.

Um grande abraço e até breve!

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.