Olá pessoal hoje o demonstre traz um trabalho diferenciado, onde fala das teorias da economia, e neste dia vamos falar da história da economia, com a Economia contemporânea (1970 – presente).

Onde vamos falar dessas etapas de desenvolvimento, do inicio ao fim falando e mostrando todas as etapas do processo do surgimento das teorias econômicas até os dias atuais, baseado nas origens.

Economia contemporânea (1970 – presente)

A economia contemporânea se posta como um grande desafio para as pessoas entenderem como ela está de posicionando, alguns fica com muito medo, outros não medem esforços e vão em busca de melhora.

O bombardeio de notícias nos meios de comunicação, o comentários das pessoas nas ruas e o uso de um vasto número de termos técnicos fazem com que essa pareça ser uma realidade distante para as pessoas.

É possível investir sem correr risco – engenharia financeira

Imagem relacionada

Não é possível investir sem correr risco pois não existe nada na vida que não tenha risco, mas acontece que os risco podem ser calculados e diminuir o tamanho do risco de acordo com o investimento.

Engenharia financeira é um campo multidisciplinar relativo à criação de novos instrumentos financeiros e estratégias, tipicamente opções exóticas e derivativos de taxa de juro e especializados.

Fischer Black e Myron Scholes

Fischer Sheffey Black foi uma economista americana, mais conhecida como uma das autoras da famosa equação Black-Scholes.

Myron Samuel Scholes é um economista canadense-estadunidense. Foi laureado com o Prémio de Ciências Económicas em Memória de Alfred Nobel de 1997.

Vídeo sobre Fischer Black e Myron Scholes:

As pessoas não são 100% racionais – economia comportamental

Resultado de imagem para economia comportamental

A Economia Comportamental é uma disciplina relativamente nova, decorrente da incorporação, pela economia, de desenvolvimentos teóricos e descobertas empíricas no campo da psicologia, da neurociência e de outras ciências sociais. Seus pesquisadores partem de uma crítica à abordagem econômica tradicional, apoiada na concepção do “homo economicus’ que é descrito como um tomador de decisão racional, ponderado, centrado no interesse pessoal e com capacidade ilimitada de processar informações.

Amos Tversky e Daniel Kahneman

Amos Tversky foi um pioneiro da ciência cognitiva, um colaborador de longa data de Daniel Kahneman, e uma figura chave na descoberta do enviezamento humano sistemático e a gestão do risco.

Daniel Kahneman é um teórico da economia comportamental, a qual combina a economia com a ciência cognitiva para explicar o comportamento aparentemente irracional da gestão do risco pelos seres humanos.

Vídeo sobre Amos Tversky e Daniel Kahneman:

Imposto menor pode significar receita maior – tributação e incentivos econômicos

Resultado de imagem para incentivos econômicos

Sim, no Brasil por exemplo quanto mais dinheiro a pessoa tenha pode ser abatido no valor de ser imposto de renda, pois quem ganha entre 13 mil paga 11% de imposto e já os que estão no topo pagam cerca de 9%.

Robert Mundell e Arthur Laffer

Robert Alexander Mundell é um economista canadense.

Arthur Laffer é um economista americano. Concentrou seus estudos no setor público, sendo o pai e forte defensor da corrente da Economia pelo lado da oferta e membro da equipe no governo Reagan.

Vídeo sobre Robert Mundell e Arthur Laffer:

Os preços dizem tudo – mercados eficientes

Resultado de imagem para mercados eficientes

Na maioria das hípoteses o preço representa bem o produto, mas em algumas situações o preço é bem mais alto que o valor real que poderia se pagara, mas mesmo em economia decaída muitas pessoas ainda compram o produto pelo preço e não porque ele lhe servirá.

Eugene Fama

Eugene “Gene” Francis Fama é um economista dos Estados Unidos. Conhecido pela suas contribuições teóricas e empíricas em teoria do portfólio e precificação de ativos. Foi laureado com o Prémio de Ciências Económicas em Memória de Alfred Nobel de 2013, juntamente com Lars Peter Hansen e Robert Shiller.

Vídeo sobre Eugene Fama:

Com o tempo, até o egoísta colabora com os outros – concorrência e cooperação

Resultado de imagem para concorrência e cooperação

Sim o egoísta quando se ver em uma situação complicada colabora com os concorrente mas pode observar que ele quer algo em troca, e nos dias atuais é muito comum esse tipo de acontecimento. Quando existe concorrência e cooperação entre empresas o mercado fica bem mais solido.

Robert Axelrod

Robert Marshall Axelrod é um cientista político estadunidense. Ele é professor de ciência política e políticas públicas na Universidade de Michigan, onde trabalha desde 1974. Axelrod é conhecido por seu trabalho interdisciplinar sobre a evolução da cooperação, que é frequentemente citado em artigos.

Vídeo sobre Robert Axelrod:

A maioria dos carros vendidos é “abacaxi” – incerteza do mercado

Resultado de imagem para incerteza do mercado

Na compra de um bem usado o vendedor tem menos informação que o comprador, essa assimetria de informação aumenta o grau de incerteza do comprador, tornando-os menos dispostos a pagar preços maiores por bens usados. Os vendedores dos bons produtos retiram seus bens por não aceitar preços baixos, isso se torna uma falha de mercado, pois gente disposta a pagar mais por produtos melhores não os encontram/não tem informação.

George Akerlof

George Arthur Akerlof é um economista estadunidense, professor de economia na Universidade de Berkeley. Seu pai era sueco e sua mãe judia estadunidense. Foi laureado com o Prémio de Ciências Económicas em Memória de Alfred Nobel de 2001, juntamente com Michael Spence e Joseph Stiglitz.

Vídeo sobre George Akerlof:

As promessas do governo são inacreditáveis – bancos centrais independentes

Resultado de imagem para bancos centrais independentes

Uso político dos bancos centrais levou os economistas a perceber que é importante que essas instituições possam zelar pela moeda sem intervenções dos governos. Alguns críticos também apontam desvantagens dessa independência. Quando um Banco Central baixa a taxa de juros, estimula a atividade econômica ao mesmo tempo em que facilita o financiamento das despesas do Estado.

Edward Prescott e Finn Kydland

Edward Christian Prescott é um economista estadunidense. Foi agraciado com o Prémio de Ciências Económicas em Memória de Alfred Nobel de 2004, por sua contribuição à macroeconomia dinâmica. É um crítico da ajuda financeira aos bancos.

Finn Erling Kydland é um economista norueguês. Foi agraciado com o Prémio de Ciências Económicas em Memória de Alfred Nobel de 2004.

Vídeo sobre Edward Prescott e Finn Kydland:

A economia é caótica, mesmo quando os indivíduos não o são – complexidade e caos

Resultado de imagem para complexidade e caos]

Se a economia constitui um sistema complexo, cada indivíduo pode alterar seu comportamento, agindo ligeiramente diferente que seja a qualquer acontecimento. Essas pequenas diferenças ocasionam uma miríade de resultados inesperados pelos modelos convencionais. Logo, a economia é caótica, mesmo que os agentes econômicos desejem a calmaria inercial. Os economistas nem sempre podem (e conseguem) prever o rumo das ações dos agentes econômicos – e seus resultados macroeconômicos.

René Thom

René Frédéric Thom foi um matemático francês. É pai da historiadora Françoise Thom.

Vídeo sobre René Thom:

Redes sociais são um tipo de capital – capital social

Resultado de imagem para capital social

Sim hoje as redes sociais são um tipo de capital, onde as pessoas fazem muitos negócios e uns ficam ricos através dela, podendo criar meios de vendas recorrentes, tendo sua renda residual.

Capital social é todos os valores decorrentes da associação com um grupo seriam considerados capital social (o que, de certa forma, deixa o conceito um tanto o quanto abstrato).

Robert Putnam

Robert David Putnam é um cientista político e professor norte-americano, com atuação na Universidade Harvard. Para Putnam, capital social refere-se a práticas sociais, normas e relações de confiança que existe entre cidadãos de uma dada sociedade. Sistema de participação que estimulam a cooperação.

Vídeo sobre Robert Putnam:

Formação é só um sinal de capacidade – sinalização e detecção

Resultado de imagem para sinalização e detecção

Sim formação é um sinal de capacidade, mas apenas um sinal como a expressão mesmo diz, porque muitos profissionais tem o diploma mas não sabem desenvolver o trabalho de acordo com sua profissão, muitos aprendem depois que são contratados.

Michael Spence e Joseph Stiglitz

Andrew Michael Spence é um economista estadunidense. Foi laureado com o Prémio de Ciências Económicas em Memória de Alfred Nobel de 2001. Defende a ideia que o sistema financeiro extorque dinheiro de prefeituras e governos estaduais no mundo todo.

Joseph Eugene Stiglitz é um economista estadunidense. Foi presidente do Conselho de Assessores Econômicos no governo do Presidente Bill Clinton, Vice-Presidente Sênior para Políticas de Desenvolvimento do Banco Mundial, onde se tornou o seu economista chefe. Recebeu, juntamente com A. Michael Spence e George A.

Vídeo sobre Michael Spence e Joseph Stiglitz:

FIM

Chegamos ao fim da lista que fala da Economia contemporânea (1970 – presente), falando e explicando como foi feito até os dias atuais, assim tanto nos negócios quanto na vida pessoal. Se você gostou compartilhe nas redes sociais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.