A caminhada ao ar livre é de grande importância para o seu cão e para si mesmo. Isso permite que você entenda situações diferentes das que você vive em casa. O contexto não é o mesmo, os perigos também. Mas há alguma ordem para respeitar? Qual é a caminhada ao ar livre para o seu animal de estimação?

schnauzer-andando-1024x768-4586580-8805915-7572728-4896202

EM CASA

Como mestre, você tende a colocar barreiras ao equipamento em sua casa. Não deve estragar as coisas, não deve fazer tudo cair e comer em qualquer lugar e em qualquer lugar. Estas são as coisas habituais que, uma vez adquiridas, não arriscam nada aos olhos do seu cão. No final, você não tem muito o que ensinar, então ele entendeu o que ele tinha que fazer. Além do fato de que ele pode brincar com você, sem muita emoção, para o resto ele sabe. Mas fora, é o mesmo?

basset-hound-andando-3978801-2342108-7522008-2087951

FORA

Não, claro que não é o mesmo. Seu protegido deve aprender a andar ao seu lado e não à sua frente. Ele não é o chefe, é você. Ele deve aprender e entender que não saltamos sobre todas as pessoas que conhecemos e que não fazemos latas de lixo, enquanto ele tem que comer em sua tigela ao lado de sua cesta. Ele também deve enfrentar carros que passam ou cruzá-lo, assim como ele não deve prestar atenção à mosca que assobia em seu ouvido. Tantas situações que ele deve saber imperativamente. Por quê?

cachorro-obedecendo-1024x684-3782447-9948379-9879626-7017624

REVISÃO DE “HISTÓRIA”

Porque por estar confinado demais a um casulo interior, ele terá medo de tudo assim que sair. Além disso, ele ficará tão empolgado em pegar o ar que vai querer pular em todas as direções e não respeitará mais suas ordens. Despertar sua curiosidade e colocá-lo diante de situações às vezes perigosas o faz “aprender a vida” diariamente. Para seu bem-estar, é essencial mostrar a ele que há dias felizes, como “infeliz”. A vida nem sempre é rosada, mesmo para aquele que se sente protegido pelo seu cuidado. Então o que você diz? Não é uma boa ideia desenvolver a mente?

griffon-fulvo-da-bretanha-andando-1024x640-5409000-8424551-7761443-6983979

Só há bom para tomar no passeio ao ar livre. Seu cão está feliz em acompanhá-lo, sentir-se perto de você, não se preocupar durante a sua ausência. Em casa, como no exterior, os momentos passados ​​com o seu cão abrem sua mente, em diferentes escalas. Não espere mais para levá-lo para passear e mostrar sua autoridade, sem ficar chateado!

QUAIS SÃO OS BENEFÍCIOS DO ESPORTE PARA O CÃO?

Sabemos que o esporte é importante para a saúde humana, mas para os cães é tão importante? Claro, sim, desde que seja praticado em boa e devida forma, sem exagero.

RAZÕES PARA PRATICAR ESPORTE

Para os homens, o esporte é parte integrante de um estilo de vida saudável, permitindo que você permaneça saudável por mais tempo. Enquanto a atividade física combate doenças cardiovasculares, diabetes, obesidade, osteoartrite ou artrite, assim como muitas outras patologias, o mesmo vale para o cão. Isso prolonga sua vida.

Não se pergunte se ele gosta ou não, a resposta é sim. Uma palavra que seu companheiro de quatro patas entende muito bem é “andar”. Basta dizer isso e seu cão se levanta imediatamente!

ALGUMAS DICAS PARA PRATICAR ESPORTES JUNTOS

Em primeiro lugar, o seu desempenho deve adaptar-se à idade do seu cão, às suas patologias (se as houver), ao seu desejo de ir mais longe e à sua frequência cardíaca que difere de acordo com a sua corpulência. . Se o seu cão não está acostumado a “se mover”, você terá que começar devagar. O tempo dos passeios e a distância aumentarão com o tempo.

O ideal é começar a andar, mas deve ser praticado regularmente. Você então vai correr se você sentir a coragem e seu cão pede mais. Em vista de seus esforços e dele, sua respectiva motivação será de rigor.

FAÇA TUDO QUE TUDO CORRER BEM

sua hairball terá a ideia de agradar você. Ele vai acompanhá-lo em todos os lugares, sem sequer ter consciência da distância percorrida e do tempo passado lá fora. Então não pergunte a ele mais do que ele pode fazer. Não se esqueça de aquecer o seu cão como você faz.

Seus músculos não devem forçar “frio”. Para evitar o risco de torção ou dilatação do estômago (equivalente a vômitos para humanos), você não deve sair antes que a digestão esteja completa. Para conhecer as habilidades físicas do seu cão, você deve mostrá-lo a um veterinário, qualificado apenas para responder. Um cão jovem, em pleno crescimento, não deve realizar exercícios prolongados ou muito violentos. Um cachorro velho prefere caminhar.

Finalmente, ao longo do tempo, você vai perceber que seu animal de estimação vive no mesmo ritmo que você. Então, o que você está esperando para compartilhar sua vida diária com ele, inclusive na prática do esporte? Esses momentos permanecerão privilegiados para você, como para ele!

Referências

https://akc.org
https://thesprucepets.com
https://cesarsway.com
https://rspca.org.uk