Você conhece o Cachorro do mato? Muito comum em áreas pouco impactadas no Cerrado brasileiro, o cachorro-do-mato pode ocorrer também na Caatinga e no Pantanal mato-grossense. Essa espécie mede cerca de 70 cm de comprimento e pode pesar até 11 quilos. seus hábitos são crepusculares e noturnos, normalmente caça solitariamente, mas há registros do forrageio em pequenos grupos familiares. São animais onívoros e oportunistas.

Cachorro do mato
Cachorro do mato

Alimentam-se de pequenos vertebrados como roedores, lagarto, aves, insetos, crustáceos e peixes. Eventualmente podem se alimentar de carniça, frutos também são uma importante fonte de alimento, que por esse motivo se tornam agentes dispersores de sementes. São animais monogâmicos.

A fêmea pode ter até duas crias por ano. A gestação dura em média dois meses nascendo de três a seis filhotes. A prole se torna independente aos seis meses de idade. A maturidade sexual chega aos onze meses.. Apesar de não ser um animal em risco de extinção, muitas populações sofrem impactos causados pela caça e atropelamentos nas rodovias do país.

Pouco se sabe sobre o maior canídeo da floresta amazônica, o raro cachorro-do-mato (Atelocynus microtis) . Afora três publicações onde foram reportadas a visualização de três indivíduos, sendo um no Brasil, um na Bolívia e outro na Colômbia, o que se sabe da espécie provém de poucos especímenes depositados em museus. Os poucos registros sobre a espécie, foram obtidos em extensas áreas de florestas primárias.

Informações básicas

O cachorro do mato é predominantemente marrom-acinzentado, com base amarelada na face e nas pernas, e orelhas e cauda de ponta preta. Tem pernas curtas e fortes e sua cauda é longa e espessa. Pode atingir um peso adulto entre 4,5 a 7,7 kg.

Cachorro do mato
Cachorro do mato

O comprimento da cabeça e do corpo é em média de 64,3 centímetros e o comprimento médio da cauda é de 28,5 centímetros. É principalmente noturno e também ativo ao entardecer, passando o dia em tocas escavadas por outros animais. Ele caça individualmente ou em pares.

Ameaças e Conservação

Não existe proteção específica na legislação para essa espécie em nenhum país e não há necessidade de medidas de proteção específicas atualmente. A principal ameaça potencial são doenças transmitidas por cães domésticos. No Parque Nacional da Serra da Canastra, Brasil, cachorros-do-mato se alimentam de lixo humano e ficam em contato com cães domésticos não-vacinados ao longo dos limites do seu lugar de convívio.

Habitat

O cachorro do mato é um canídeo que se espalha nas savanas; bosques; florestas subtropicais; arbustos espinhosos e arbustos; e savanas tropicais, como a caatinga, a planície e o campo, da Colômbia e do sul da Venezuela, no norte, até o Paraguai, o Uruguai e o norte da Argentina, no extremo sul de sua extensão. Foi também avistado no Panamá desde a década de 1990.

Cachorro do mato
Cachorro do mato

Seu habitat também inclui margens de rios arborizados, como a mata ciliar. Na estação das chuvas, o seu alcance sobe, enquanto nos tempos mais secos eles se movem para um terreno mais baixo. Seu habitat abrange todos os ambientes, exceto florestas tropicais, montanhas altas e savanas gramadas abertas. Na Amazônia, habitam o nordeste do rio Amazonas e rio Negro, sudeste do rio Amazonas e Araguaia.

Ciclo de vida

O cachorro do mato cria equipes monogâmicas para caçar e grupos de vários pares monogâmicos podem se formar durante a estação reprodutiva. O territorialismo foi notado durante a estação seca e durante as estações chuvosas, quando há mais comida, eles prestam menos atenção ao território. Os esconderijos são frequentemente encontrados em arbustos e em grama alta, e normalmente ficavam vários furos de entrada por caverna.

Apesar de serem capazes de fazer túneis, preferem se apossar de tocas de outros animais. Os métodos de caça são adaptados ao tipo de presa. Vários sons característicos são feitos pelo cachorro do mato, como latidos, zumbidos e uivos, que ocorrem frequentemente quando os casais perdem contato uns com os outros.

O que come o cachorro do mato?

Animal consome frutos e dispersa sementes. Distribuição: Desde a Venezuela e Colômbia até o Sul do Uruguai e Paraguai, excluindo as áreas baixas da Bacia Amazônica. Alimentação: Frutos, pequenos mamíferos, aves, répteis, anfíbios, peixes, insetos e carniça. Reprodução: O período de gestação é, em média, de 56 dias.

Como se chama o cachorro do mato?

É também conhecido como: lobinho, graxaim-do-mato, graxaim, raposa, lobete crab-eating fox, crab-eating zorro, common zorro, zorro de patas negras, perro de monte, lobo, zorro de monte, zorro perro, zorro común, zorro perruno; sendo esses nomes para diferentes regiões, sendo as últimas em espanhol.

O que o cachorro do mato faz a noite?

Segundo o biólogo, se alimentam de pequenos roedores, répteis, anfíbios, pequenas aves, insetos, carniça e frutas. São mais ativos durante a noite e mantém hábitos solitários. Estão em bando neste caso, por conta do pouco espaço e falta de comida.

Cachorro do mato e muito mais!

Se você gostou de conhecer um pouco sobre o Cachorro do mato e quer continuar aprendendo sobre temas diversos, aproveite para ler mais de nossos artigos.