Cachorro policial

A presença de cães como parte das equipes policiais pelo mundo não é novidade para ninguém. O cachorro policial precisa de um treinamento especial para assumir seu “cargo” na corporação, de maneira a assegurar que ele mantenha a calma em situações caóticas e emergenciais.

O treinamento específico só se inicia quando o cachorro policial tem cerca de um ano de idade, pois é necessário expor o faro do cão a odores pesados como o odor típico da droga, que são escondidas em diversos objetos para treinar o faro do cão.

Cachorro policial
Cachorro policial

Depois de um exaustivo treinamento do faro, o cão consegue captar o odor da droga até mesmo se ela estiver misturada a outros componentes com cheiros distintos na intenção de disfarçar o cheiro próprio da droga.

Após completo esse estágio, o cão policial é levado aos ambientes policiais para se acostumar com a agitação do lugar, pelos mesmos motivos do primeiro treinamento: socialização.

Quando já está trabalhando, no geral, o cão intercala períodos de descanso e trabalho de 50 minutos cada, para não afetar o faro do animal. Um cão policial costuma trabalhar ativamente até os 10 anos de idade, hoje em dia.

Treinamento começa com o cão ainda filhote, por volta dos dois meses de idade.

Antes do treinamento específico, os cachorros policiais selecionados, baseando-se nas raças com melhor faro, passam por adestramento para socialização e obediência de comandos básicos, como responder quando o policial o chama, sentar, entre outros. Isso serve para que ele obedeça ao policial quando estiverem em meio a muitas pessoas, evitando, assim, ataques por stress do animal em ambiente desconhecido.

Cachorro militar

Os cachorros em carreira militar atuam como patrulheiros, na detecção de bombas, drogas e ainda nas missões especiais. O cão militar desempenha também funções como busca em acidentes ou sentinela. São capazes de atuar como mensageiros e serem treinados para saltar de helicópteros com seu parceiro humano.

Cachorros no governo

Cães que gostam de estar em volta de humanos, como os beagles, são muito utilizados pelos departamentos de alfândega dos Estados Unidos (já vimos isso em muitos filmes, certo?). Eles também patrulham fronteiras atrás de importações ilegais, principalmente produtos de origem agrícola.

O Rottweiler

Especialmente usado pela polícia austríaca e alemã, o rottweiler é um bom cão policial devido a sua construção imponente, o que não impede que essa raça seja dotada de uma grande velocidade e seja bastante ágil. É também uma raça de cães muito inteligente, usada em missões de intervenção e proteção.

Pastor Alemão

O Pastor Alemão é certamente a raça de cães mais representada é mais conhecida na força policial. Suas muitas qualidades, incluindo seu talento excepcional e grande inteligência, fazem desta raça uma ferramenta perfeita para muitas tarefas.

Cachorro policial
Cachorro policial

O pastor alemão é usado na defesa do território, na busca de pessoas desaparecidas ou em fuga, na detecção de explosivos e drogas.

Além disso, esta raça também é conhecida por seu papel como cão pastor, cão de busca de detritos ou cão-guia.

Treinamento de um cão policial

O treinamento específico só se inicia quando o cachorro policial tem cerca de um ano de idade, pois é necessário expor o faro do cão a odores pesados como o odor típico da droga, que são escondidas em diversos objetos para treinar o faro do cão.

Depois de um exaustivo treinamento do faro, o cão consegue captar o odor da droga até mesmo se ela estiver misturada a outros componentes com cheiros distintos na intenção de disfarçar o cheiro próprio da droga.

Após completo esse estágio, o cão policial é levado aos ambientes policiais para se acostumar com a agitação do lugar, pelos mesmos motivos do primeiro treinamento: socialização.

Quando já está trabalhando, no geral, o cão intercala períodos de descanso e trabalho de 50 minutos cada, para não afetar o faro do animal. Um cão policial costuma trabalhar ativamente até os 10 anos de idade, hoje em dia.

Cachorro policial
Cachorro policial

Os cães policiais não se limitam ao trabalho como farejadores, o treinamento completo, conhecido como “schutzhund”, inclui também o treinamento para guarda que inclui o comando de ataque e imobilização do meliante, auxiliando em uma intervenção policial quando necessário.

Cachorro policial e muito mais!

Agora que você já sabe tudo sobre o treinamento de um Cachorro policial, aproveite para aprender ainda mais sobre o mundo dos Pets, para isso leia mais de nossos artigos recentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTEÚDO RELACIONADO

Este é um site do grupo B20