O gato Birmanês ou sagrado da birmania possui detalhes incomuns. Ele possui quatro patas brancas, face triangular e olhos extremamente azuis, porem sua face é tão larga que aparenta ser redonda, o nariz tem formato romano e as orelhas são de tamanho médio.

Gato Birmanês
Birmanes (2,5 anos) na frente de um fundo branco

O pelo possui um tamanho médio e costuma ser bastante macio e fácil de cuidar.

O birmanês é um gato mais reservado costuma se apegar apenas a uma pessoa, e podem demostrar ciumes se esta pessoa nao lhe der atenção, apesar de ser bastante territorialista, ele nao costuma ser agressivo.

Por ser um felino de grande porte, ele pode acabar ficando obeso por isso é importante dar atenção as atividades físicas do gato, além disso é necessário fazer uma escovação diária para que as partes finas do pelo não fiquem agrupadas.

Birmaneses fazem amizade com crianças, cães e outros gatos. Ao contrário da maioria dos felinos, eles não gostam de ser o “único pet da casa”, então talvez precise arrumar um companheiro para seu birmanês – ele não se importará se for outro da mesma raça, ou um gato de raça diferente, ele vai gostar até mesmo se for um cachorro.

A origem do gato Birmanês

birman-1-years-4419679
gato Birmanês de 1 ano

Assim como a maioria dos felinos a origem do Bimanês é inserta, no entanto existe uma bela lenda que tenta explicar um pouco sobre a origem dos gatos birmaneses.

Na Ásia existe um templo chamado Lao-Tsun, este templo foi feito para venerar a deusa Tsun-Kyan-Kse.

Essa deusa tinha o corpo dourado e olhos azuis safira. Um dos sacerdotes do templo chamado Mun Ha, costumava se ajoelhar diariamente perante a estatua da deusa acompanhado do gato branco que morava no templo, o gato se chamava Sinh e sempre seguia Mun Ha em suas preces.

birman-1-years-2-4142542
gato Birmanês deitado

Uma noite assassinos invadiram o templo e mataram Mun Ha enquanto ele estava adorando a deusa. Enquanto o sacerdote perdia a vida, Sihn colocou as patas em cima dele e encarou a deusa.

Naquele momento o corpo de Sihn passou de branco para dourado e seus olhos ficaram azuis como os da deusa. apenas suas patas que estavam em cima do seu dono não mudaram de cor. Todos os gatos, dentro e fora do templo sofreram a mesma mutação, Sihn permaneceu nesta posição por sete dias e então morreu levando a alma de Mun Ha para o paraíso.

Até hoje acreditam que sempre que um gato sagrado morre dentro do templo ele está levando um sacerdote para o paraíso.

Birmanês saindo do oriente

Em 1919 o templo foi invadido mais uma vez, desta vez Auguste Pavie e Gordon Russel ajudaram os sacerdotes do templo a resolver o problema. como forma de agradecimento, os sacerdotes deram a esses corajosos homens um casal reprodutor de birmaneses, este casal foi a base para toda a raça que vive no ocidente.

Os homens moravam na frança e os gatos viveram bem por um tempo, apos o fim da segunda guerra apenas um par de reprodutores restou. Então tiveram que trabalhar duro para manter a raça viva.

filhotes sagrados

Nos anos 60 o programa de procriação em cativeiro estava dando certo, por isso um casal reprodutor foi enviado para a Grã-Bretanha onde só foi reconhecido oficialmente em 1966,; Em 67 ele passou a ser reconhecido também nos Estados Unidos. Em toda a Europa, a raça é chamada tradicionalmente como O Gato Sagrado da Birmânia.

Saúde do gato sagrado da Birmânia

O gato sagrado pode ter problemas genéticos que afetam o nervo ótico. Além deste problema, ele pode nascer com outros defeitos genéticos como a hipotricose congênita, esta doença faz com que o gato nasça completamente sem pelo no corpo.

A aplasia timica também é comum entre os gatos da raça sagrado da birmânia, está imunodeficiência aumenta o risco de infecções. A degeneração espongiforme que causa fraqueza nos membros e descoordenação motora, é outro problema comum nesta raça.

Cuidados com a saúde

O birmanês se apega ao dono, e apenas a ele, por isso, quem tiver um gato birmanês precisa ter atenção dobrada com ele, porque se o gato começar a se sentir sozinho, ele pode desenvolver depressão e outros problemas de saúde.

Alimentação do Gato Birmanês

Se tratando de nutrição cada gato é único,  cada um tem seus próprios gostos, aversões e necessidades.

Os gatos são carnívoros e para ter uma vida saudável, todos os gatos devem ter 41 nutrientes diferentes e específicos em seus alimentos.

A proporção desses nutrientes varia de acordo com a idade, estilo de vida e saúde geral, portanto, não é surpreendente que um filhote em crescimento e cheio de energia precise de um equilíbrio diferente de nutrientes em sua dieta do que um gato mais velho e menos ativo.

 Outro detalhe a ser considerado é; dar ao animal a quantidade certa de alimento para manter a ‘condição corporal ideal’ de acordo com as diretrizes de alimentação e atender às preferências individuais em relação às receitas de alimentos molhados ou secos.

Higiene básica dos gatos sagrados

A pelagem de um gato sagrado da birmania é macia e sedosa, mas não é tão difícil de cuidar quanto a dos gatos persas. No entanto, para ajudar a manter o pelo dessa maneira, é necessário escovar os pelos completamente uma vez por semana, para isso pode ser usado pentes e pinceis. 

Os gatos Birmaneses são acostumados desde filhotes a aproveitar o máximo da atenção humana, e eles sabem aproveitar bem esse tempo extra, que pode ser usado para elaborar atividades regulares. Tal como acontece com todos os gatos, esta raça precisa de vacinas regulares, controle de parasitas e exames anuais de saúde.

Características:

Assim como outros gatos nobres, eles possuem um certo padrão.

  • Macho: grande: >5,5 kgs 
  • Fêmea: grande: >5,5 kgs
  • Cor do olho: Azul
  • Faixa de Longevidade: 9-13 anos
  • Necessidades Sociais/ de Atenção: Moderada
  • Pelagem:
  • Tamanho: Longa
  • Características: Sedosa
  • Cores: Frost, Azul, Chocolate, Foca (Seal), Vermelho, Creme, Canela (Cinnamon), Lilás, Fulvo (Fawn)

A raça foi importada pela primeira vez para os Estados Unidos na década de 1960.
Birmans devem ter quatro pés brancos, com um padrão descrito como “luvas de ataque”.
O Birman tem um nariz romano unico.
Estes são gatos inteligentes gostam de passar o tempo com jogos interativos, como brinquedos de quebra-cabeça.
Birmans estão fixamente na lista de 10 melhores gatos do mundo

Qual a estimativa de vida do gato sagrado?

Um birmanês vive em média de 15 a 18 anos.

O que fazer para evitar que o meu gato fique doente?

por se apegar apenas a uma pessoa é necessário dar muita atenção, e manter as vacinas em dia.

Qual a origem do nome da raça?

O nome da raça deriva da palavra francesa Birmanie , que significa Birmânia ou Mianmar

Quanto tempo leva para ele se desenvolver completamente?

 Os gatinhos Birman nascem brancos e começam a desenvolver sua coloração nas primeiras semanas da infância. A demão final geralmente não atinge o desenvolvimento completo até os dois anos de idade.

Eles arranham moveis?

É um extinto natural dos felinos aparar as unhas, e se nao tiver um arranhador por perto eles vão usar os moveis da casa para isso.