• Início
  • Animais
  • Meu cachorro está mordendo sua coleira – Como parar isso

Meu cachorro está mordendo sua coleira – Como parar isso

Quando você anda com seu cachorro, você não pode dar mais que alguns passos sem começar a mastigar sua coleira? Você sonha em poder (finalmente) dar um passeio com sua bola de pelo? Descubra como se certificar de que seu filhote não morda mais sua coleira!

cachorro com coleira

POR QUE MEU FILHOTE MORDE SUA COLEIRA?

Antes de chegar a um acordo com este hábito infeliz, é interessante conhecer as razões que incentivam o seu cão a morder sua coleira. Primeiro, esteja ciente de que esse comportamento está longe de ser um caso isolado, já que a maioria dos filhotes gosta de mastigar sua coleira. Então o seu não é uma exceção. No geral, aqui estão as razões pelas quais seu cão está se esforçando nesse freio:

Mastigar : durante este período, os pequenos mordem tudo o que encontram. E deixe isso não escapar da regra! Além disso, filhotes particularmente apreciam modelos de nylon ou couro. Estes materiais são firmes e flexíveis, o que efetivamente alivia a inflamação das gengivas causada por dentes de ruptura.

Para fortalecer a mandíbula: como todos os caninos, o cão tende a morder objetos para estimular sua mandíbula e dentes. Mordiscando e puxando a coleira, seu filhote trabalha toda a sua boca.

Para chamar a atenção: quando um cão morde a coleira, o que faz o seu mestre? Ele diz a ele para parar ou remover o freio de sua boca (tradução canina: “meu mestre cuida de mim”). Bingo! By the way, muitos filhotes têm um comportamento destrutivo para atrair a atenção. Mordendo a trela é, portanto, uma opção eficaz.

Para jogar: Nunca negligencie a importância do jogo para um filhote de cachorro. Quando ele morde a coleira, ele pode simplesmente estar no jogo e, por fim, mastiga como faria com outro brinquedo.

Agora que você conhece as motivações por trás desse comportamento, aqui estão algumas dicas para evitar que seu filhote morda sua coleira!

COMO POSSO IMPEDIR MEU FILHOTE DE MORDER SUA COLEIRA?

Quando o filhote mastiga em sua coleira, seu primeiro instinto é provavelmente a elevar o tom, em seguida, retire a correia de sua boca (ou puxando-o remotamente ou removendo-o com a mão). Mas, ao fazer isso, você presta atenção ao seu filhote. Mas lembre-se, morder sua coleira é uma maneira de fazer você se importar com ele. Então não encoraje isso!

GOLDEN RETRIEVER correndo

É, portanto, para agir de forma diferente … e especialmente de forma inteligente, para combater sua bola de pelo. Você também terá que ser paciente; a aprendizagem é um trabalho a longo prazo! É claro que nunca podemos dizer o suficiente: a violência é inútil. Para corrigir o mau comportamento em um cão, não o brutalize. Além de ineficiente, esta solução é muito prejudicial para o seu relacionamento.

Em vez disso, adote os métodos positivos. O objetivo é fazer com que seu filhote queira parar de mastigar sua coleira. Para isso, aqui estão algumas boas práticas:

O FILHOTE DE CACHORRO INVISÍVEL

Como você pode ver, quando seu cachorro morde a coleira, você não deve dar atenção a ele ou ele vai começar de novo. Pelo contrário, a atitude correta a adotar é … ignorá-lo.

Assim que ele mastiga seu freio, seu cão se torna invisível: sem atenção, sem olhar, sem palavra. Se o seu comportamento não causar qualquer reação da sua parte, o seu cachorro ficará rapidamente cansado. A indiferença é, portanto, o primeiro passo.

A RECOMPENSA

Além disso, você também deve recompensar seu cão quando ele não morder sua coleira. Isso vai contrastar com o ponto anterior (indiferença), reforçando seu efeito.

Concretamente, recompense o pequeno quando ele não mastigar sua coleira. Elogie-o (“é bom”, “bom cão”) e dê-lhe um presente. Repita o processo a cada caminhada e você verá que sua mania desaparecerá rapidamente.

Precisão pequena: quando você dá um tratamento ao seu cão, solte-o no chão ou aproxime-o com a boca. Não segure-o sobre sua cabeça para pegá-lo saltando. De fato, o hábito de saltar sendo um dos comportamentos de cachorro ruim que é difícil se livrar, é melhor não encorajá-lo!

O EXERCÍCIO DE “FOCO” COM UM CLICKER

Muito popular nos países anglo-saxônicos, o clicker é um pequeno estojo de plástico que cabe na mão. No interior é uma língua de metal, que emite um “clique” quando pressionado.

Útil no treinamento do cão, este dispositivo ajuda a fortalecer o bom comportamento, combinando uma ação desejada com uma recompensa. Para simplificar, quando o cachorro faz algo bom, você clica e dá a ele uma guloseima. Assim, um clique se torna sinônimo de recompensa. A vantagem é que esse “clique” (diferente de qualquer outro som) canaliza a atenção do cão e aumenta o efeito da recompensa.

Então você pode aplicar essa técnica para evitar que seu filhote morda sua coleira. Quando for sábio, recompense-o com um clique e depois com um deleite. Deste modo, o seu cachorro rapidamente assimilará a seguinte associação: ”  Eu não mordo minha coleira = clique = delicadeza  “.

O SUBSTITUTO PARA MASTIGAR

Finalmente, se o seu cachorro roer sua coleira porque ele precisa escovar os dentes, você também pode dar a ele um substituto para mastigar. Lembre-se que morder é um comportamento natural nos caninos. Você não pode erradicá-lo. No entanto, você pode encontrar um compromisso para que seu cabeludo possa morder objetos, com a sua permissão.

É claro que nem sempre é possível levar seus brinquedos para passear, mas você pode dar-lhe uma bengala. Desta forma, o seu cachorro terá um objeto para mastigar, sem ter que atacar sua coleira.

Além disso, você também pode usar uma trela de metal: uma corrente presa ao colarinho é muito menos elástica do que couro!

Conclusão

Então, um cachorrinho que morde sua coleira não faz isso mal. Esse comportamento é principalmente sobre diversão e atenção. Devemos, portanto, combinar pedagogia e paciência para corrigir essa feia mania.

Referências

https://akc.org
https://thesprucepets.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTEÚDO RELACIONADO

Este é um site do grupo B20