Apetite feroz, alimentos muito ricos, falta de atividade, predisposições genéticas. A Obesidade em gatos pode ter vários motivos. independente da cusa, seu felino acaba ficando enorme e com um grande risco a vida.

Obesidade em gatos

 É necessário agir o mais rápido possível. Como saber se o seu gato é obeso? Quais são as consequências? Como consertar isso? Damos-lhe as dicas para a ação.

Quando um gato é considerado obeso?

Há uma diferença importante entre o excesso de peso e a obesidade felina. O termo obesidade só pode ser aplicado a um gato caso ele esteja 20% acima do seu peso ideal.

Cada raça tem um peso ideal. Você deve, portanto, ser particularmente cuidadoso se os sinais de sobrepeso forem óbvios. 

O primeiro é, obviamente, pesar. A outra maneira de acompanhar a evolução do peso do seu felino é a palpação. Para um gato com peso ideal Você deve sentir as costelas sob a gordura. Por outro lado, você não sentirá nada se seu animal for obeso.

Causas da obesidade em gatos

Seu gato é obeso . Acima de tudo, é importante entender suas origens . Eles são múltiplos.

  •  Não ativa o suficiente, não pratica exercício físico.
  • Ele come demais
  • idade dele. Entre 5 e 10 anos, é mais provável que um gato se torne obeso.
  • Sua raçaAlgumas raças, como as europeias, são mais propensas a se tornarem assim. 
  • Seu sexo. Se o seu gato é macho, é mais provável que ele se torne obeso. Especialmente se for esterilizado.
  • Seu comportamento. Seu gato pode estar ansioso ou deprimido. Ele encontrará conforto, como ser humano, na comida.

As conseqüências da obesidade

Como a obesidade humana, a do gato pode causar muitas patologias, algumas das quais são fatais. Claro, o diabetes é o número um. 

A grande maioria dos gatos obesos sofre de diabetes mellitus, que pode desaparecer com o tempo. Seu gato pode ter lipidose hepática. Lipídios (gorduras) em seu sangue, que pode causar danos permanentes ao fígado. Isso leva à insuficiência hepática.

A obesidade também causa distúrbios urinários, porque o seu gato porque seu gato tera dificuldades para caminhar até a caixa de areia.  Um gato obeso verá seu corpo ser transformado. Seus tendões terão mais dificuldade em suportar seu peso. De osteoartrite não deve ser excluída, o que irá restringir seus movimentos e agravar o seu peso. 

A obesidade também vai causar problemas respiratórios.

Por causa da obesidade a expectativa de vida de um felino é reduzida drasticamente, e ninguém quer ver o seu bichinho perdendo a vida gradualmente.

Como tratar a obesidade?

O diagnóstico definitivo de obesidade será dado pelo seu veterinário. Com ajuda deste profissional, você poderá criar um programa alimentar que vai beneficiar a saúde do gato, além disso, quando o veterinário analisar os dados causados pela obesidade, ele poderá introduzir algum medicamento animal para redução de peso o que vai ajudar na dieta.

Uma mudança na dieta não precisa afetar a qualidade da alimentação. Você pode optar por rações de alta qualidade para minimizar a ingestão de carboidratos.

 Por outro lado, a ingestão de proteína terá que ser reduzida Enquanto o número de fibras aumenta. A redução na quantidade de alimento pode ser feita de forma gradativa, assim o felino não vai passar muito tempo sem comer nada.

Este plano de perda de peso só vai dar certo se o animal fizer exercícios físicos regulares. Para estimular seu gato a fazer exercícios, vai precisar criar uma série de jogos e brincadeiras que faça seu gato se movimentar o suficiente, mas não a ponto dele perder completamente o folego e ficar exausto.

Erros que precisam ser evitados

Diante da obesidade óbvia do seu gato, você pode querer resolver esse problema sozinho. Afinal, por que passar por um veterinário quando as causas são óbvias? Então, você imediatamente age de acordo com a dieta dele, reduzindo-a drasticamente, depois certifica-se de que seu gato está mais leve. Evite fazer isso.

Uma dieta inadequada pode causar deficiências e desencadear outras doenças. Um excesso de atividade física pode ter efeitos prejudiciais sobre um corpo que já sofre. Em qualquer caso, passe por um profissional de saúde!

saiba mais sobre gatos aqui.