Caso contrário, chamado “Little Japanese dog”, o Shiba não falta elegância e leveza. Em relação ao seu caráter, saúde, condições de vida, características e origem, tudo é explicado nas seguintes linhas. Aproveite o tempo para lê-los, você aprenderá muito mais e fará sua escolha em boa consciência.

Raça Shiba inu na grama

AS CARACTERÍSTICAS DO SHIBA

Integrado no grupo de Spitz e tipo primitivo, o Shiba é pequeno, mas de proporções regulares. Sua estrutura óssea é inegável, sua corpulência revela seus músculos. Ele tenderia a se parecer com um Akita Inu,  mas menor. Sua testa é larga, com vista para bochechas “gordinhas”. Seu chanfro direito termina uma trufa de corvo preta, com um focinho bem curto, não muito grosso, e tudo no ponto. Seus olhos são muito pequenos, quase invisíveis.

Raça Shiba inu na coleira

Você vai vê-los, graças ao seu tom escuro e sua forma triangular. Os ouvidos também têm a forma de um triângulo, um pouco inclinado para a frente enquanto estão realmente retos. Suas costas retas e curtas parecem aumentar seu alto torniquete. Os membros são musculosos, bem desenvolvidos, retos e bem proporcionados. Prumo é, portanto, irrepreensível. A cauda é fornecida, parece grande e permanece alta. Ela parece uma foice.

Seu casaco é duro e reto, vermelho e branco, preto e fogo. Há um matiz chamado “gergelim”, que é uma mistura de branco e preto ou vermelho e preto. Olhando assim, tem-se a impressão de que o número de cabelos de cada cor é idêntico. O Shiba não é muito pesado, não excede dez quilos. Tamanho lateral, é pequeno, variando de 36,5 a 39,5 cm.

ORIGEM

O Shiba, desde tempos imemoriais, sempre viveu em uma região montanhosa, sempre de frente para o Mar do Japão. “Shiba” significa “pouco”. Por causa de seu tamanho, eles eram muito “práticos” para caça ou pássaros. Três tipos de Shiba existiram em sua criação. Infelizmente, o shiba de raça pura tornou-se raro no início do século XX.

Raça Shiba inu filhote

Em 1928, o Dr. Saito acabou por resolver o assunto com as próprias mãos. Vendo que o shiba “puro” se tornou raro, ele decidiu começar um plano de criação. Sua operação foi um grande sucesso desde que em 1937, o clube de cachorro “Nippo” foi reconhecido. Foi em 1932 que a primeira exposição de Shiba aconteceu, considerando-a um “monumento natural” em 1937.

É somente a partir da Segunda Guerra Mundial que o Shiba é o que conhecemos hoje. Desde aquele dia, Shiba é uma “peça única” que todos os donos caninos amam e amam.

CARÁTER DESTA RAÇA DE CACHORRO

Este cão, você vai perceber por si mesmo, é muito ativo. Gosta de jogar, de brincar com a sua comitiva, mas late muito. Amado como um cão de estimação, ele tem um caráter dócil que lhe permite participar de todos os tipos de exposições. Para os entusiastas da caça, você pode trazer seu shiba com ele. Ele tem a alma do caçador de raposas, ursos e lebres. É pequeno, sim, mas pode manter sua casa sem se preocupar.

Shiba inu deitada

As crianças o amam por sua participação em todos os jogos, por seu bom humor e sua simpatia. Pelo contrário, ele tem seus momentos de calma e independência. Confiante e charmoso, ele também é intrépido e está sempre atento ao menor fato e gesto. Como para todos os cães pequenos, você pode levá-lo em uma viagem com você sem qualquer problema, pois ele ficará feliz em ficar com seus mestres.

CONDIÇÕES DE VIDA

Dado o seu pequeno tamanho, é evidente que pode viver em qualquer lugar, tanto na cidade como no campo. No entanto, um jardim o encanta, podendo combinar o exercício físico e a vida com seus mestres. No apartamento, vai ser bom, mas é imperativo tirá-lo várias vezes ao dia e levá-lo para um lugar seguro para desabafar. Se estas poucas condições não forem respeitadas, ele seria muito infeliz e tenderia a destruir tudo o que encontra em seu caminho.

Tanto para agradá-lo desde o começo, escolhendo-o sabiamente. É melhor não confiar isso aos idosos. Este último pode não ter a energia para andar várias vezes ao dia.

SUA SAÚDE

Ele pode viver até 15 anos. Sua pelagem é muito fácil de manter, especialmente se você fizer isso diariamente. Em contraste, do lado da saúde, o macho é mais sujeito a problemas orais, problemas digestivos, bem como alergias. A fêmea é mais preservada, sem ser poupada.

Você deve levar seu shiba regularmente ao veterinário para realizar todas as verificações necessárias. Suas doenças podem ser curadas, desde que sejam tomadas no começo.

SEU TREINAMENTO

Deve ser firme e sem violência. O método gentil não é realmente aplicável, já que o Shiba não é muito obediente.

Um pouco mais de “aderência” é recomendado. Enquanto de um lado você terá a “coragem” de enfrentá-lo, devemos também reconhecer sua performance e parabenizá-lo como deveria.

ALGUMAS DICAS

Cão de companhia muito bom, fará a sua felicidade, contanto que você respeite suas necessidades vitais, como comida, passeios e descanso.

Referências

https://akc.org
https://thesprucepets.com
https://cesarsway.com
https://rspca.org.uk