Livro: Políticas públicas para a Educação Infantil no Brasil (1990-2001)

0
767
Livro: Políticas públicas para a Educação Infantil no Brasil (1990-2001) 3

Olá pessoal, o post de hoje é sobre o livro Políticas públicas para a Educação Infantil no Brasil (1990-2001), que faz parte da série de posts com recomendações de livros super maravilhosos para professores!

Livro: Políticas públicas para a Educação Infantil no Brasil (1990-2001)

As políticas públicas influenciam todas as áreas da sociedade e por esse motivo se faz necessário entender como suas ações e mecanismos interferem em determinada área. Para a educação não é diferente. Dessa forma, a interação das políticas públicas com a educação é algo necessário para entender o formato atual que ela possui. Começar a analizar as causas e consequências do passado é um primeiro passo para entender os mecanismos dessa interação.

Pensando nessa interação foi que Jani Alves da Silva Moreira e Angela Marde de Barros Lara decidiram investigar o cenário da educação infantil no contexto das políticas públicas entre os anos de 1990 e 2001. A ideia delas foi ver como os veículos escritos passaram esse contexto da política educacional para a comunidade de professores-leitores.

Além disso, o trabalho analisou como essa comunidade de leitores da educação infantil reproduziu o discurso passado por veículos escritos, no caso duas revistas. Todo esse estudo teve a intenção de entender como todas as mudanças que ocorreram na última década do século XX refletiram nas políticas públicas e em consequência na educação infantil. Assim como também foi objetivo desse trabalho subsídiar a implantação de futuras políticas públicas educacionais.

As autoras do livro: Políticas públicas para a Educação Infantil no Brasil (1990-2001)

Jani Alves da Silva Moreira é pedagoga e educadora e trabalha com Políticas e gestão do financiamento da educação; Estudo comparado sobre políticas educacionais; Políticas educacionais e gestão da educação. Além disso, ela é líder do GEPEFI/CNPq – Grupo de Estudos e Pesquisa em Políticas Educacionais, Gestão e Financiamento da Educação.

Angela Marde de Barros Lara é pedagoga e educadora com longa experiência na área da educação pré-escolar. Ela é professora e trabalha com temas como educação infantil, Estado, educação, políticas públicas e políticas educacionais.

Gostou do livro? Clique no botão para comprar:

Capa do livro: Políticas públicas para a Educação Infantil no Brasil (1990-2001)


Price: [price_with_discount]
(as of [price_update_date] – Details)

Anúncios do Demonstre que vão te interessar:

Primeiro anúncio:

Estamos com o nosso aplicativo de formação de professores baseado em QUIZ já na Google Play. Baixe agora e teste suas habilidade docentes.

https://play.google.com/store/apps/details?id=com.demonstre.quizapp

O aplicativo é gratuito e recebe um teste novo por semana. Ideal para quem quer revisar o conteúdo ou estudar para concurso.

Obs: o aplicativo é preparado com uma metodologia baseada em reflexão de tarefa, então, cada questão e resposta são apresentadas de maneira a validar e construir o conhecimento do usuário.

Segundo anúncio:

Compre o nosso ebook de atividades educativas para o mês de julho. Material 100 ilustrado, com atividades e roteiros de atividades únicas e focadas no ensino de leitura e escrito:

31 atividades escolares para o mês de julho

Clique aqui ou na imagem para comprar o ebook por apenas 10 reais!

Terceiro anúncio:

Continuamos com o projeto Poema de bom dia firme e forte, com mais de 30 publicações. Para ter acesso basta visitar o canal do Demonstre no Youtube: https://www.youtube.com/user/demonstrec ou clicar no play aqui na nossa playlist:

Para enviar o seu poema, basta encaminhar o mp3 + o texto para o e-mail: [email protected].

Sinopse do livro: Políticas públicas para a Educação Infantil no Brasil (1990-2001)

[ad_1]
Este livro é resultado de uma pesquisa de análise documental desenvolvida no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual de Maringá no período 2004-2006. A idéia das autoras em abordar o tema política educacional para a Educação Infantil no período 1990 a 2001 na imprensa periódica surgiu da preocupação em compreender como os professores-leitores apreenderam o discurso veiculado sobre a configuração das políticas nesse período de intensas reformas educacionais. Desta maneira, levantar a forma com que os textos e suas enunciações reproduziram esse contexto e colaborar para a implementação das políticas é essencial. As duas revistas escolhidas para essa assimilação foram selecionadas porque são as mais lidas e conhecidas pelos professores da Educação Infantil no Brasil. O fato de uma ser de cunho mercadológico e a outra de cunho oficial foi um aspecto propositalmente estabelecido, pois havia o interesse em diferenciá-las quanto à maneira que representam as políticas educacionais nas enunciações. Foi tomado como universo representativo para a análise, as enunciações das revistas Nova Escola (Editora Abril) e Criança (MEC), alguns documentos de organismos internacionais e documentos oficiais. Distinguiu-se que as categorias discursivas que compõem a trama de conceitos politicamente estratégicos para a Educação Infantil foram a Qualidade, a Descentralização e a Focalização. Com o intuito de evidenciar os vínculos das análises ao contexto macroeconômico, as políticas para a Educação Infantil foram abordadas por meio da mediação com a contextualização da mundialização do capital. No primeiro capítulo do livro, apresentamos a Educação Infantil inserida na contextualização histórica da atual fase de desenvolvimento do capital, a mundialização econômica, bem como a redefinição do papel do Estado e os ajustes neoliberais que determinaram as políticas públicas educacionais na década de 1990. No segundo capítulo, discutimos sobre as políticas para a Educação Infantil tendo como base a história desta etapa de ensino no Brasil e as orientações políticas das agências internacionais tais como a UNESCO, CEPAL e o Banco Mundial. Apresentamos também a estrutura políticas dos documentos oficiais destinadas a regulamentar a Educação Infantil no Brasil. A análise das categorias políticas Qualidade, Descentralização e Focalização foi o foco do terceiro capítulo. Tal abordagem colaborou para evidenciar que as políticas de ajustes neoliberais propaladas pelas agências internacionais foram acopladas nas políticas públicas destinadas à Educação Infantil e, também, foram estrategicamente veiculadas nos textos das revistas dirigidas aos profissionais dessa área. O enfoque para as análises foi pautado na concepção de que o texto é discurso produzido no embate da luta de classes. A análise mostrou que o caráter dos textos veiculados sugeriu uma continuidade aos ajustes neoliberais estruturais na educação infantil.

[ad_2]

Características do livro: Políticas públicas para a Educação Infantil no Brasil (1990-2001)

  • Número de páginas: 246.
  • Editora: EDUEM.
  • Data de publicação: 2012.
  • Idioma: Português.
  • País de origem: Brasil.

FIM

Brigada por ter acompanhado até aqui. Por favor não deixe de comentar e compartilhar esse post. Se gostou desse post, você também pode gostar do livro Educação Infantil – Da Construção do Ambiente às Práticas Pedagógicas.

Também não deixe de curtir nossa fanpage e nos dar um feedback do que achou dessa sugestão de livro ou se você tem outras super sugestões de livros para professores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.