Olá pessoal hoje o demonstre traz um trabalho diferenciado, onde fala das teorias da sociologia, e neste dia vamos falar da história da sociologia, com o desenvolvimento profissional e pessoal.

Onde vamos falar sobre “Famílias e intimidades”, do inicio ao fim falando e mostrando todas as etapas do processo da criação da sociologia até os dias atuais, baseado nas origens.

Famílias e intimidades

A  família é espaço de intimidade e de ternura. Certamente é também lugar de vivência profunda da fé, nesse mesmo clima de delicadeza. As famílias estão muitos dispersas nos dias atuais, ainda mais hoje que a grande atenção das pessoas está voltada as redes sociais e a vida, o amor e o carinho fica despedaçada por falta da própria falta de respeito das pessoas umas com as outras.

A intimidade das famílias hoje estão muito inquietas, por experiência do cansaço e de um estado de inquietação interior que preocupa e que leva a todos a um estado de  não identidade com sua realidade mais profunda. Há o estresse no trabalho, no trânsito, da vida que, em casa,  se traduz em violência, reações abruptas e rudes, falta de efetivo e carinhoso interesse de uns pelos outros.

Variações no papel dos gêneros em diferentes culturas

Acerca dos conceitos de gênero discutidos neste tópico iremos abordar a importância que está em mostrar que certos modelos de conduta e expectativa para homens e mulheres são construídos socialmente através dos tempos e não determinados pelo sexo. Estes são desenvolvidos a partir das relações durante todo o processo de crescimento e desenvolvimento dos seres humanos, determinando papéis e funções, impostos e adaptados ao período histórico, ideologia1, cultura e religião, acompanhando o desenvolvimento econômico, simbolizando, portanto, uma retradução cultural do biológico, definido por qualidades opostas atribuídas ao homem e a mulher.

Margaret Mead

Margaret Mead foi uma antropóloga cultural norte-americana. Nasceu na Pensilvânia, criada na localidade de Doylestown por um pai professor universitário e uma mãe activista social. Graduou-se no Barbard College em 1923 e fez doutorado na Universidade de Columbia em 1929.

Vídeo sobre gêneros em diferentes culturas:

Socialização das crianças e estabilização dos adultos

Cada categoria surgida nas conversas ou nas brincadeiras infantis era preenchida de significado a partir da elaboração das crianças sobre o assunto; neste sentido, a autora buscou a interpretação “nativa” dos fatos, histórias e termos verbais, numa linha muito próxima do comportamento de um antropólogo no campo – em que pese a intervenção da pesquisadora, neste caso, ser bem mais incisiva que a tradicionalmente associada ao etnógrafo.

jogos-6109876-7878373-5929289-9194434

Talcott Parsons

Talcott Edgar Frederick Parsons foi um sociólogo estadunidense. Seu trabalho teve grande influência nas décadas de 1950 e 1960. A mais proeminente tentativa de reviver o pensamento parsoniano, sob o título de “Neofuncionalismo”, pertence ao sociólogo Jeffrey Alexander, da Universidade Yale.

Vídeo sobre Socialização das crianças:

A vontade da verdade

É uma experiência que correlaciona aquilo que é dito como verdade e a subjetividade ligada a este dizer reforça e esclarece o conteúdo do que foi dito pelo filósofo acerca do discurso e da subjetividade. No presente trabalho apontaremos para o tipo de discurso produzido pelo próprio filósofo e para a forma da vontade que lhe é subjacente.

kefren_contra_a_verdade_a_vontade_nao_pode_l473pzg-1569913-4138218-8226605-5187515

Michel Foucault

Michel Foucault; Poitiers, 15 de outubro de 1926 — Paris, 25 de junho de 1984 foi um filósofo, historiador das ideias, teórico social, filólogo, crítico literário e professor da cátedra História dos Sistemas do Pensamento, no célebre Collège de France, de 1970 até 1984.

Vídeo sobre A vontade da verdade:

Heterossexualidade compulsória

A heterossexualidade compulsória refere-se à concepção social de que a heterossexualidade é a inclinação natural dos seres humanos e que, por tanto, pode ser adotada de maneira independente das possíveis preferências sexuais da cada pessoa.

Adrienne Rich

Adrienne Rich foi uma feminista radical, poeta, professora e escritora dos Estados Unidos. Filha de pai judeu e mãe cristã e, portanto, segundo o judaísmo ortodoxo, não judia ela própria, Adrienne escolheu identificar-se como judia.

Vídeo sobre Heterossexualidade compulsória:

A família pós-moderna

A comunicação tenta-se demonstrar a necessidade de utilizar uma “lente” mais ampla para analisar e ter em conta as mudanças estruturais e uma “lente” mais reduzida para perceber os problemas e conflitos que as referidas mudanças implicam para o papel de pais, homem e mulher, estilo de educação parental, etc.

famc3adlia1-1370800-9690575-4205445-4206909

Judith Stacey

Judith Stacey é autora e professora de Análise Social e Cultural e Sociologia na New York University. Suas principais áreas de foco incluem estudos familiares, estudos de gênero, estudos queer e sexualidade.

Vídeo sobre A família pós-moderna:

Feminismo materialista

Feminismo materialista destaca o capitalismo e o patriarcado como essencial para a compreensão da opressão das mulheres. A teoria centra na mudança social em vez de buscar a transformação dentro do sistema capitalista.

marxismo-e-feminismo-2276550-4314839-1837892-2394991

Christine Delphy

Christine Delphy é uma socióloga francesa, pesquisadora do CNRS, desde 1966, no campo dos estudos feministas e de gênero.

Vídeo sobre Feminismo materialista:

O trabalho doméstico como alienação

Essa é uma questão que a maioria das pessoas se deixam levar com o tempo, uma pessoa se dedicar-se exclusivamente ao serviço domestico não haverá tempo para outro trabalho, se a pessoa retirar um tempo para trabalhar em outro serviço todo dia será um grande passo para acabar com a alienação.

mulher-abertura1-3449966-1359194-2170230-7919773

Ann Oakley

Ann Rosamund Oakley é professora e fundadora da Unidade de Pesquisa em Ciências Sociais no Instituto de Educação , Universidade de Londres e, em 2005 parcialmente aposentado de trabalho acadêmico em tempo integral para se concentrar em sua escrita e, especialmente, novos romances.

Vídeo sobre O trabalho doméstico como alienação:

O caos do amor

Nos dias atuais é muito comum a falta de amor nas famílias e em todos os tipos de relacionamentos, uns colocam a culpa no trabalho, outros no tempo, alguns falam que é a tecnologia. Deveria ser feito um pensamento pelas pessoas para para refletir sobre isso.

thumbs-web_-sapo_-5075326-6630856-1161018-6405863

Ulrich Beck e Elisabeth Beck-Gernsheim

Ulrich Beck foi um sociólogo alemão que lecionou na Universidade de Munique e na London School of Economics.

Elisabeth Beck-Gernsheim, é uma socióloga, psicóloga e filósofa alemã. É autora do livro O Caos normal do amor, o qual escreveu em conjunto com seu mario Ulrich Beck.

Vídeo sobre O caos do amor:

A construção social da sexualidade

A sexualidade é uma questão que, por sua característica biológica, necessariamente se faz presente na vida de todos os indivíduos. Entretanto, além de seu caráter fisiológico, a sexualidade possui características sociais. Insere-se, portanto, como tema que exige tratamento público. Verifica-se, porém, que a sexualidade não é um tema tratado rotineiramente de maneira específica nas políticas públicas, aparecendo muito mais em políticas relacionadas à criminalidade, educação e, sobretudo, saúde, em uma abordagem negativista que relaciona o sexo à proliferação de doenças e à gravidez indesejada.

femininoemasculino-2312884-9081729-3780197-6866688

Jeffrey Weeks

Jeffrey Weeks é um historiador e sociólogo que se especializou em sexualidade, e é também um activista gay. É autor de vários livros, incluindo Sexuality and its Discontents, Sex, Politics and Society e Coming Out.

Vídeo sobre A construção social da sexualidade:

https://youtube.com/watch?v=s5L2dPMJuEE

Teoria queer

Teoria queer é uma teoria sobre o gênero que afirma que a orientação sexual e a identidade sexual ou de gênero dos indivíduos são o resultado de um constructo social e que, portanto, não existem papéis sexuais essencial ou biologicamente inscritos na natureza humana, antes formas socialmente variáveis de desempenhar um ou vários papéis sexuais.

12241641_757368777722511_4660816214388502717_n-9433222-3116478-1836614-7641128

Steven Seidman

Steven Seidman é sociólogo, atualmente professor da Universidade Estadual de Nova York, em Albany. Ele é um teórico social que trabalha as áreas de teoria social, cultura, sexualidade, sociologia comparada, teoria da democracia, nacionalismo e globalização.

Vídeo sobre Teoria queer:

FIM

Chegamos ao fim da lista que fala sobre Famílias e intimidades, falando e explicando como foi feito até os dias atuais, assim tanto nos negócios quanto na vida pessoal. Se você gostou compartilhe nas redes sociais.