Mitologia Egípcia – deuses e divindades do Egito

0

A mitologia Egípcia foi preservada, devido ao grande número de achados, encontrados por arqueólogos e estudantes de histórias antigas. Na realidade, não há como não ficar fascinado e cheio de pontos de interrogações, quando nos deparamos com as imagens dos hierógrafos e as gigantes pirâmides do Egito, concordam?

O Egito é localizado no continente africano, sendo considerado como um dos países habitados mais antigos do mundo, povo politeísta, tendo relatos históricos com mais de 10 mil anos antes de Cristo. Eles adoravam diversas divindades, atribuindo a cada uma delas a responsabilidade pelos efeitos da natureza, da vida e morte.

Mitologia Egípcia: deuses e divindades do Egito

Vamos falar aqui um pouco sobre os deuses da mitologia Egípcia. Um povo responsável por grande parte do conhecimento sobre medicina, estética, arquitetura, agronomia dentre outros.

O que é?

Mitologia Egípcia, é sempre repleta de enigmas e histórias fantásticas. Embora boa parte das pessoas desconheçam, muitos costumes oriundos do Egito estão presente no dia a dia, influenciando a forma de viver de diversos povos.

Por exemplo, você sabia que ao pintar os olhos, reproduz um habito que veio do Egito antigo? Na mitologia Egípcia “Horus e Ra” protegia de infecções visuais os que assim procediam. Não apenas isso, mas, tem muita coisa curiosa e interessante, que está relacionada a fascinante Mitologia Egípcia. Quer saber um pouco sobre suas crenças? é só nos acompanhar na leitura!

Quem adotava?

Vamos dizer que a mitologia do Egito não foi simplesmente adotada pelos antigos egípcios. Ela permanece ainda hoje, influenciando em descobertas e conhecimento sobre medicina, estética, arquitetura, agronomia dentre outros.

Quais os dogmas?

Para que possamos entender melhor, como os egípcios temiam suas divindades, será necessário, verificarmos o que cada uma delas representava para o povo, por isso aqui estamos apresentando a você:

Sabendo que as divindades, em toda história da humanidade, sempre serviram para explicar fenômenos, difíceis de serem entendidos, em resposta à perguntas dos humanos:  Por que isso é assim? Ou, o que houve antes disso?

O nascimento do sol, o período da seca, as enchentes do Rio Nilo, o nascimento de Descendentes do Faraós, sempre estariam ligadas a divindades. Portanto, conheçamos algumas delas:

Mitologia Egípcia: Rá-atum ou deus-sol

“A divindade central do panteão egípcio, Rá-atum é  um deus primordial e criador dos deuses e da ordem divina” (Toda matéria)

Também conhecido como o maior dentre os deuses. Era reverenciado no Egito, adorado,  e temido pelos egípcios, os quais evitavam sair durante a noite, pois  acreditavam que se Rá-atum não estivesse no céu eles corriam perigos. Aos Faraós, por diversas vezes foi atribuído o título de “Faraó Rá – Atum”  pois eles eram tidos com encarnação dos deuses.

Origem de Rá-atum

A cidade de Lunu era considerada o santuário ou lugar de culto a Rá -atum. Ela ficava  localizada ao norte do país. Posteriormente,  os gregos denominaram aquela cidade como Heliópolis (“cidade do sol”) pois lá reinava o deus solar local, Atum, daí a fusão Atum-Rá ou Rá-atum.

Poderes de Rá-atum

Rá-atum era considerado aquele que possuía todo poder, sobre a natureza e os homens, portanto devia ser grandemente respeitado por todos.

Parentesco de Rá- atum

Os demais deuses do panteão, sendo ele o pai de todos eles.

Feitos de Rá- atum

A essa divindade, consideravam como sendo o criador dos demais deuses, e também  da humanidade, portanto não nasceu de ninguém. Grandes colheitas e fertilidade, vinham dele, devendo ser reverenciado e receber ofertas, para não ficar aborrecido. Em dias nublados, muitas ofertas deviam ser feitas para que Rá-atum não abandonasse o Egito.

Mitologia Egípcia: Set, o deus do caos escuridão e da guerra

” Set é chamado “O Senhor dos Céus do Norte” e é considerado responsável pelas tempestades e o mau tempo” (Ocultura)

Os faraós acreditavam serem possuídos tanto pela força de  Osíris quanto de Set. A explicação seria a necessidade de ter tanto o bem quanto o mal internalizado dentro deles. Essa fórmula permitia o equilíbrio de suas forças e autoridade , para que pudessem governar com sucesso.

Origem do deus Set

Set é o deus da violência e da desordem, da traição, do ciúme, da inveja, do deserto, da guerra, dos animais e serpentes. Ele representava o espírito do mal, era irmão de Osíris, o deus  que civilizou  o Egito.

Poderes do deus Set

sua força negativa de acordo com a crença egípcia, colaborava para o equilíbrio do cosmos.

Parentesco do deus Set

Ele era irmão de Osíris, filho de Nut, irmão e marido de Néftis.

Feitos do deus Set

Set era considerado o responsável pela escuridão,confusão, pelas guerras, traições, perturbações e mortandades. Contudo,equilibrava o espaço. Lutava de forma ferrenha contra Osíris que era o deus da forças positivas. Seu arque inimigo era Horus, com quem sempre se debatia.

Mitologia Egípcia: Ísis, a deusa da proteção e piedade

“É cultuada como modelo da mãe e da esposa ideal, protetora da natureza e trabalhadores” ( Wikipédia).

 Ísis é conhecida como a deusa da simplicidade, benfeitora dos mortos e deusa das crianças. É a senhora dos acontecimentos mágicos e da natureza.

Origem da deusa Ísis

Adorada a mais de 2500 anos ante de Cristo, Ísis era venerada não apenas no Egito, se tornando famosa, por sua bondade e cuidados com os pobres no mundo inteiro.

Parentesco da deusa Ísis

De acordo com a mitologia, a deusa era casada com Osíris de quem também era irmã. Era também mãe de Hórus.

Feitos da deusa Ísis

Quanto aos feitos da deusa, além de sua bondade e proteção, os antigos egípcios, acreditavam que o transbordar do rio Nilo, que aconteciam todos os anos, eram as lágrimas de Ísis, por causa de seu marido, Osíris que foi assassinado por Set.

Mitologia Egípcia: Osíris o primeiro Faraó do Egito

“Osíris foi conhecido como o mais importante deus do antigo império do Egito” ( Info-escola).

Ele foi conhecido pelo mito de ser um importante faraó que governou o Egito em tempos imemoriais. Quando morto tornou-se o deus dos funerais de nobres faraós, e posteriormente de todos os egípcios.

Origem do deus Osíris

O seu nome é uma palavra derivada do grego que significa muitos olhos, pois representa os raios de Sol que tocam todos os lugares. Porém o significado exato do nome é desconhecido.Foi morto pelo próprio irmão Set que queria o trono. Ísis sua mulher o ajudou vencer a morte, reviver no Além.

Poderes do deus Osíris

Após se tornar o Senhor da vida existente,  após a morte se tornou  julgador junto com Ísis,  dos mortos que lá chegam.

Parentesco do deus Osíris

Marido de Ísis, irmão de Set, pais de Horús.

Feitos do deus Osíris

Enquanto vivo Osíris é sitado como sendo o primeiro Faraó do Egito. Era comparado e adorado como fosse o próprio deus sol. Após sua morte se tornou o deus que encomendava os funerais dos nobres e ainda o juiz dos mortos.

Mitologia Egípcia Principais deuses e divindades: Nephthy

Não há históricos de que houvesse alguém que a cultuasse, embora seu nome fosse, traduzido como “Senhora do Templo”.

O mistério que cerca Néftis é que, embora ela fosse classificada como deusa do mal, opondo-se a Ísis, que era do bem. Em outra versão mitológica, após a morte de Osíris, ela separou-se de Set e juntou-se a Ísis sua irmã para chorar o luto.

Origem da deusa Nephthy

Conhecida como deusa fúnebre, Normalmente as suas imagens aparecem, mostrando uma mulher, que trazia na cabeça uma coroa com seu nome escrito e trajando um vestindo longo, portanto, acredita-se que era sacerdotisa.

Poderes da deusa Nephthy

Embora fosse interpretada como deusa do mal, há vestígios de que as egípcias a tinham como protetora no momento de gerarem seus filhos.

Parentesco da deusa Nephthy

Nephthy era a irmã e esposa de Set e mãe de Anúbis e irmã de Ísis.

Feitos atribuídos a deusa Nephthy

Protetora do parto das egípcias  e sacerdotisa. Chorou a morte de Osíris junto com Ísis.

Mitologia Egípcia Principais deuses e divindades: Hórus

“Hórus representa aforça e o domínio da luz”

O filho de Osíris e Ísis, possuía domínio sobre a luz e calor do sol.

Origem do deus Hórus

A mitologia conta que Hórus foi gerado após a morte de seu pai Osíris, o qual foi morto por Set seu irmão e picado em 13 pedaços, os quais foram espalhados pelo Egito. Quando Ísis sua esposa juntou os pedaços do marido para sepultá-lo, faltava-lhe o órgão genital. No lugar dele, estava um talo de vegetal. Uma ave do céu copulando com Osíris gerou a Horús.

Poderes do deus Hórus

Domínio do firmamento e das forças da luz. O deus que representa o poder e calor do sol.

Parentesco do deus Hórus

Filho de Osíris, gerado após sua morte e de Ísis.

Feitos atribuídos ao deus Hórus

O deus Hórus, conhecido como deus solar, trata-se de um dos mais importantes deuses da mitologia egípcia.  Hórus traz sempre sua imagem relacionada ao firmamento, considerado representante de toda luz, do poder e de tudo ligado a realiza e domínio.

Mitologia Egípcia: Hathor, protetora das mulheres gravidas e dos amantes

“Protetora dos amantes e das grávidas, Hathor era tida como responsável pela existência das pedras preciosas”.

A deusa Hathor foi muito importante na crença egípcia. Algumas vezes ela foi comparada a Ísis  era vista como a deusa dos mineiros, da turquesa, que era uma pedra altamente valorizada no antigo Egito. Uma outra peça que lhe identificava era o colar de pedras preciosas que simbolizava a alegria

Origem da deusa Hathor

A deusa Hathor era conhecida como a filha de Rá, e o culto prestado precedia  aos períodos pré-dinásticos, ocasião em que a vaca era vista como símbolo da fertilidade. Ela sempre foi representada de formas variadas, e os egípcios diziam que as plantações de papiros eram o sua casa.

Poderes da deusa Hathor

Era defensora e detentora da alegria, riqueza e prosperidade

Parentesco da deusa Hathor

Filha de Rá-atum

Feitos da deusa Hathor

Protegia os amantes, as grávidas, o mineradores. A origem das pedras preciosas eram atribuídos à ela.

Mitologia Egípcia: Bastet, deusa da sexualidade e fertilidade e do parto

Com a chegada dos gregos  no Egito,  Bastet foi comparada com Ártemis, a partir disso, e ela deixou de ser a deusa do sol para ser a deusa da lua.

 Bastet possuía seu local de culto na cidade de Bubastis, localizado na região oriental do Delta do Nilo.

Origem da deusa Bastet

Bastet, era conhecida como a deusa solar e da fertilidade, a deusa gata era vista como, protetora das mulheres grávidas. Os mitos atribuíam a ela também,  o domínio sobre os eclipses solares.

Poderes da deusa Bastet

Controlava os eclipses solares e protegia as gestantes.

Parentesco da deusa Bastet

Seu parentesco seriam com o deus sol e a deusa lua.

Feitos da deusa Bastet

Nos  templos dedicados a ela, foram criados gatos que eram vistos pelos egípcios  como se fosse a encarnação da própria deusa. Devido a essa crença, os felinos eram cuidados da melhor maneira possível. Quando os gatos  morriam eram mumificados, e enterrados em locais reservados para eles.

Mitologia Egípcia: Sekhmeth, deusa destruidora, que castigava por meio do sol

“Sekhmeth era considerada uma deusa detentora da força e coragem. “

A mitologia conta que em certa feita, Rá ordenou a Sekhmet que punisse a humanidade por causa de sua rebeldia. A deusa obedeceu e cumpriu, porém utilizou de grande violência. Rá precisou dar-lhe vinho para que ela ficasse calma, e não destruísse o restante dos humanos, sendo essa a explicação de sua roupa cor de sangue.

Origem da deusa Sekmet

Sekmet é aquela que aplica a justiça de um ângulo que auxilia aos que conservam o bom caráter. Em suma, Sekmet e Rá estão dentro do ser humano durante a sua vida, uma vez que são as consciências  que estão presentes dentro do  humano

Poderes da deusa Sekmet

Aplicar  castigo aos rebeldes por meio do sol.Cuidava em punir aqueles que tentavam corromper a terra e desequilibra-la

Parentesco da deusa Sekmet

Rá-atum com quem segundo a mitologia ela se une.

Feitos da deusa Sekmet

Ela possuía como missão, proteger o deus Rá e o faraó. Considerada como protetora das pessoas de alta posição social, Sekmeth  era vista como  guardadora dos líderes que governam para o bem de todos.

Mitologia Egípcia: Thoth  deus responsável pela sabedoria, cura e da influência da lua

A imagem de Thoth normalmente é apresentada com corpo de homem e cabeça de Íbis (pássaro).

Pelo fato de ela ter um bico parecido com a lua, eles também consideravam o Íbis um animal sagrado. Em outras versões, ele é apresentado  com cabeça de babuíno.

Origem do deus Thoth

Conhecido como o deus da escrita e da sabedoria, para os egípcios  Thoth, foi o responsável pela  criação dos Hieróglifos.  Ele também era visto como conhecedor da matemática, astronomia, magia e o condutor de todos os conhecimentos científicos.

Poderes do deus Thoth

Possuía o poder de dominar o conhecimento e a ciência e a escrita egípcia.

Parentesco do deus Thoth

Era casado com Maat filha de Rá

Feitos do deus Thoth

Criação da escrita e de toda sorte de ciências.Thoth aparece em diversas histórias do antigo Egito. Em uma das versões do mito entre Hórus e Seth, o deus da escrita restaurou o olho de Hórus que tinha sido arrancado por Seth. Ele ensinou feitiços a Ísis para  que ela ressuscitasse Osíris. Já na interminável batalha do deus sol Rá contra a serpente Apópis, Thoth é também visto como um ajudador nessa batalha. No tribunal de Osíris, Thoth  é quem registra o resultado da vida de quem estava sendo julgado e as entrega para Osíris.

Finalmente

Encerramos aqui, a exposição sobre a mitologia egípcia e seus principais deuses. Um mundo extramente curioso, que permaneceu registrado por milhares de anos.

Se você gostou  da exposição fique atento, ainda temos muito mais para vocês! Enquanto isso acompanhe a última publicação sobre Mitologia Brasileira e veja o que encontra.

Um grande abraço

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.