Dragões Coreanos

Ao contrário do que muitos imaginam os dragões não são seres cruéis que querem destruir a humanidade com fogo; os Dragões Coreanos são seres pacíficos e constantemente apresentados como responsáveis pelas nuvens e pela chuva. Sua função é ajudar o homem na agricultura e proteger rios, lagos e montanhas, sendo alguns deles, inclusive, tão sensíveis às emoções humanas que são capazes de compreendê-las.

Dragões Coreanos
Dragões Coreanos

Os Dragões Coreanos surgiram dos dragões chines; no geral os dragões europeus são vistos associados a fogo e destruição, mas os dragões coreanos são ligados a água e agricultura. Geralmente são eles os responsáveis por chuva e nuvens, acreditam que eles moram nos rios, lagos, oceanos e lagoas formadas em grandes montanhas.

O Coelho e o Rei Dragão

Dragões coreanos

Existe uma antiga lenda que conta o seguinte:

O Rei Dragão reinava em seu palácio nas profundezas do oceano.
Ele era um bom rei e começou a acreditar que estava muito doente e tinha pouco tempo de vida.
Os sábios e magos da corte disseram ao rei que a cura para sua doença seria comer o fígado de uma lebre.
Uma tartaruga se dispõe a ajudar o Rei Dragão e nada até a superfície, onde encontra uma bela praia e vê uma lebre saltitando pela areia.

A tartaruga diz à lebre que o Rei Dragão o havia convidado como hóspede em seu maravilhoso palácio no fundo do oceano e assim a lebre aceita ir até lá.
Quando finalmente se vê face à face com o Rei Dragão, a lebre percebe que foi enganado e a princípio fica muito assustado.

Mas então ele tem uma ideia muito inteligente e diz ao rei:
— Sua majestade, eu me sentiria muito honrado em ser aquele que curaria você. Mas receio dizer que meu fígado é um bem tão valioso que eu não costumo viajar com ele, então o deixei escondido num lugar secreto na floresta. Por favor, permita que a tartaruga me leve de volta até a superfície e então eu ficarei honrado em pegar meu fígado para trazer até o senhor.
O Rei Dragão, impressionado com a devoção da lebre ordenou que a tartaruga o levasse até a praia onde o havia encontrado.
Ao chegar à superfície a lebre salta do casco da tartaruga.
— Obrigado pela carona. – diz a lebre, saltitando apressada para o meio da floresta. – Você não achou mesmo que eu deixaria o Rei Dragão comer meu fígado, não é?
(Conto datado do século XII, publicado recentemente em forma de livro com o título “The Habbit and The Dragon King”, em inglês.)
Nas lendas também aparece mais dois tipos de Dragão, diferentes dos dragões originais

Cocatrice – Os Galinhas-Dragão

Dragões coreanos

O nome Cocatriz ou Cocatrice, em coreano gye-ryong, significa literalmente “galinha-dragão”. Conhecido como réptil alado, ele é uma mistura de ave e réptil com diversas variações de “morfologia” na literatura.

Primo do Cockatrice Europeu, é no entanto mais inteligente, ágil e só petrifica com o olhar quando é coagido, ao contrário de se primo europeu que petrifica sem motivos.

Procriam por conta própria em grandes ovos cuidadosamente chocados e segundo as lendas, ele pode ser visto puxando figuras e heróis lendários, visto sua docilidade e tamanho próximo de um pônei.

Imoogi – Dragões Serpentes do Mar

Dragões coreanos

Os Imoogis são criaturas benevolentes que vivem na água e nas cavernas e trazem boa sorte que parecem uma grande serpente do mar.

A maioria dos dragões foi um dia um Imoogi e algumas lendas contam que os Imoogis só poderão se transformar em dragões se eles passarem dos mil anos de vida. Após isso uma pérola cairá do céu e se o Imoogi conseguir pegá-la com a boca, ele se transformará num dragão. Porém se falhar deverá esperar mais mil anos por uma nova oportunidade.

Curiosidades sobre os Dragões Coreanos

Dragões coreanos

Sabe porque os dragões chineses, coreanos e japoneses tem quantidades diferentes de dedos em seus pés?

A lenda diz que todos os dragões tem origem na China. E quando alguns deles foram para a Coreia, perderam um dedo do pé, ficando com quatro dedos.
Depois, ao irem para o Japão, perderam mais um dedo e ficaram com apenas três.

Essa lenda explica que esse é o motivo dos dragões originais existirem apenas no oriente – se eles se afastassem mais, acabariam ficando sem nenhum dedo!

O Cocatrice, apesar de ser pouco mencionado nas lendas, foi bastante explorado em jogos e desenhos animados. Por exemplo, no desenho animado do Hércules, o Cocatrice aparece como uma galinha gigante.

Já no desenho Digimon, temos o monstrinho Cockatrimon, que é capitão de um navio que se move sobre as areias do deserto no Digimundo. Também são encontrados Cocatrices em jogos das séries Final Fantasy, Castlevania, Legend of Mana, Valkyrie Profile e The Witcher.

Onde existe Dragão?

Conhecida em inglês como blue u003cstrongu003edragonu003c/strongu003e nudibranch (u0022nudibrânquio-u003cstrongu003edragãou003c/strongu003e azulu0022), esta espécie de lesma-do-mar (Glaucus atlanticus)já foi avistada em praias da Austrália, da África e do sudeste dos Estados Unidos, e recentemente foram encontradas na costa leste da Índia

Qual é a origem dos dragões?

Os u003cstrongu003edragõesu003c/strongu003e talvez sejam uma das primeiras manifestações culturais ou mitos criados pela humanidade. … Em geral, acredita-se que possam ter surgido da observação pelos povos antigos de fósseis de dinossauros e outras grandes criaturas, como baleias, crocodilos ou rinocerontes, tomados por eles como ossos de u003cstrongu003edragõesu003c/strongu003e.

Quando existiram os dragões?

Os u003cstrongu003edragõesu003c/strongu003e talvez sejam uma das primeiras manifestações culturais ou mitos criados pela humanidade. … Em geral, acredita-se que possam ter surgido da observação pelos povos antigos de fósseis de dinossauros e outras grandes criaturas, como baleias, crocodilos ou rinocerontes, tomados por eles como ossos de u003cstrongu003edragõesu003c/strongu003e.

Veja mais aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

CONTEÚDO RELACIONADO

Este é um site do grupo B20