Lobisomens existe? Bem, a lenda do lobisomem é decerto uma das mais antigas da cultura popular. E isto foge de nacionalidades, etnias ou línguas, inúmeros países guardam em sua tradição a história da criatura meio homem meio lobo que aterroriza as noites.

Origem

Embora não se saiba precisamente a origem da lenda, foi na mitologia grega que se encontrou referências e acredita-se que tenha vindo para América juntamente com os europeus.

Fato é que vários povos terão em sua cultura popular a representatividade lendária de uma figura que associe homem e lobo, mas alguns detalhes desta metamorfose serão diferentes de região para região.

Segundo a lenda, um homem teria sido amaldiçoado por seus atos ou por conta da condição de seu nascimento.

Lobisomens existem?
Lobisomens existem?

Homens que teriam se relacionado com suas comadres seriam condenados a se transformar em lobo nas noites de lua-cheia para toda a eternidade, ou ainda o sétimo filho de uma sequência de meninos numa mesma família seria lobisomem.

Pode ser reconhecido por seu comportamento distinto dos demais, sempre solitário, pálido e com olheiras, uma vez que vaga acordado nas noites de transformação. Fisicamente é um homem magro, alto e com orelhas grandes ligeiramente pontiagudas.

A transformação do lobisomem

De acordo com a lenda é a partir do 13o aniversário, ou seja, quando está chegando a puberdade, que o jovem inicia o processo de transformação.

Em algumas regiões é dito que o homem se transforma inteiramente em lobo, já em outras culturas se diz que ele se apresenta meio homem meio lobo.

Ele se transformaria sempre em noite de sexta-feira quando é lua cheia, vagando pela cidade atacando qualquer ser que cruze seu caminho.

O lobisomem permanece nesta forma durante toda a noite, voltando à forma humana quando é próximo o amanhecer. Aí então ele precisa retornar ao mesmo local onde se transformou para voltar a ser um homem.

Lobisomens existem?

Contudo, há quem afirme que antes deste retorno ele teria algumas obrigações como, por exemplo, percorrer setes cemitérios, sete cidades ou sete encruzilhadas antes do amanhecer, correndo o risco de permanecer como o lobo para sempre caso não consiga.

Em algumas regiões dizem que ele se transforma em algum local onde os bichos (jumentos ou porcos) costumam se espojar e também tem de retornar ali para voltar à sua forma natural.

Sendo preciso que quando se dispa para a transformação tenha o cuidado de não deixar a roupa pelo lado avesso, pois em seu retorno, por conta do tamanho das patas e garras não conseguiria vesti-las a tempo.

Ele teria o costume de atacar também bebês ainda pagãos, por isso as famílias batizariam os filhos logo ao nascer para prevenir-se deste tipo de perigo.

Há provas de que lobisomens existam?

Bem, até o momento tudo o que circula de informações a este respeito não ultrapassou a condição de lenda ou foram coisas criadas propositalmente por alguém para despertar o temor das pessoas, como montagens com supostas fotos, por exemplo, do que seria um lobisomem.

Ainda assim, pessoas mais velhas e que moram em zona rural principalmente, afirmam com toda certeza que estes seres já foram vistos, atacaram seus galinheiros ou bateram à porta bafejando ferozes.

Se pensarmos somente na condição física do homem, a existência de um lobisomem seria algo totalmente impossível de acontecer, já que se trataria de uma mutação, o que não pode ocorrer em questão de segundos, mas depende de alguns anos para se manifestar e de um fator determinante para isto.

Lobisomens existem?

Porém, se seguirmos a linha do sobrenatural, que foge às regras da ciência, poderíamos imaginar a existência de seres como um lobisomem, cujas características e funções de existência estariam ligadas a algo que foge da nossa compreensão.

Seria como maldição ou castigo por conta de atos ou condições de vida, da mesma forma como vemos em outras lendas similares, criaturas com histórias únicas carregando um carma monstruoso e deixando um rastro de medo por onde passam.

Enfim, seja somente história para assustar crianças ou roteiro de filme no cinema, pensar numa criatura semelhante ao que costumam contar dá até um frio na espinha, não é mesmo?

Fato é que, no escuro, tarde da noite, numa sexta-feira, com lua cheia, um uivo…Pode ser um cachorro qualquer, ou um lobo comum, mas o que primeiro vem à mente é: Ai, meu Deus! Será? Lobisomens existem?

Qual o significado da palavra Lobisomem?

Lobisomem ou licantropo não tem um significado especifico, apenas a palavra lobisomem se refere a um ser mitológico com uma aparência de um homem e um lobo.

Quais os tipos de lobisomens ?

Na mitologia não há tipos de lobisomens específicos, mas alguns gostam de separar em nomes as formas que o lobisomem entra, Hominídea seria a forma onde ele esta 100% humano, Glabro uma forma onde o ser esta em estado de transformação assim ele fica ainda como humano mas bem mais alto que o normal, Crinos já é a forma onde ele começa a parecer um monstro, fica meio lobo meio humano, pelos garras começam a aparecer, Hispo uma forma de um lobo alto porém não muito forte, suas habilidades de focam em agilidade e por ultimo Lupu basicamente a forma completa do lobo.

Este foi nosso post sobre os lobisomens, se curtiu compartilhe nas redes sociais e visite nosso site para mais post como esse.