in

O que fazer em Chicago – EUA

O que fazer em Chicago - EUA 11

Como sabemos o mundo é um lugar cheio de diversidades, com lugares exuberantes, com diversas culturas, e modo de ser viver. Em meio a lugares remotos sempre á pontos turísticos que encanta e fascina facilmente, com suas belezas.

Chicago – Estados Unidos

Chicago é a cidade mais populosa do estado de Illinois, nos Estados Unidos. É a sede do Condado de Cook, o segundo condado mais populoso dos Estados Unidos depois do Condado de Los Angeles, na Califórnia. Possui menos de 1% de seu território no Condado de DuPage. Foi fundada em 1833, perto de um varadouro entre os Grandes Lagos e a bacia do rio Mississipi. Com cerca de 2,7 milhões de habitantes, segundo o censo de 2010, é a cidade mais populosa da região Centro-Oeste e a terceira mais populosa dos Estados Unidos, depois de Nova York e Los Angeles. É a quinta localidade mais densamente povoada de Illinois. Sua área metropolitana, vulgarmente conhecida por “Grande Chicago”, é a 27ª aglomeração urbana mais populosa do mundo, abrigando um número estimado de 9,5 milhões de pessoas espalhadas pelos estados estadunidenses de Illinois, Indiana e Wisconsin.

Hoje, a cidade mantém o seu status como um importante polo para a indústria das telecomunicações, transporte e infra-estrutura, com o Aeroporto Internacional O’Hare, sendo o segundo aeroporto mais movimentado, em termos de movimentos de tráfego, em todo o mundo. Em 2008, a cidade recebeu 45,6 milhões de visitantes nacionais e estrangeiros. Em 2010, a área metropolitana de Chicago tinha o 4º maior Produto Interno Bruto (PIB) entre as áreas metropolitanas do mundo. É um centro de negócios e finanças e é listada como um dos dez melhores do mundo pela Índice de Centros Financeiros Globais. O Grupo de Estudos de Cidades Globais da Universidade de Loughborough avaliou Chicago como uma “cidade global alfa”. Em uma pesquisa de 2010 feita pela Foreign Policy e a A.T. Kearney, Chicago foi classificada na sexta posição, logo depois de Paris e Hong Kong. A classificação avalia cinco dimensões: o valor do mercado de capitais, a diversidade do capital humano, os recursos de informação internacionais, os recursos internacionais culturais e a influência política. Chicago foi classificada pela revista Forbes como a quinta cidade mais economicamente poderosa do mundo. Chicago é um reduto do Partido Democrata e foi o lar de muitos políticos influentes, incluindo o ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

10 Pontos Turísticos de Chicago:

John Hancock Observatory

O John Hancock Center é um dos arranha-céus mais altos do mundo, com 344 metros (1127 pés). Edificado na cidade de Chicago, Estados Unidos, foi concluído em 1969 com 100 andares, passando a ser o edifício mais alto da década de 1960 fora de Nova Iorque. Com 36 elevadores e um observatório a 94 andares de altura, foi feito para resistir a violentos sismos. Fica situado junto ao Lago Michigan e proporciona belas visões da cidade.

Foi projetado pelo engenheiro Fazlur Khan da firma Skidmore, Owings and Merrill LLP (SOM). Atualmente é o 4º arranha-céu mais alto em Chicago e o 6º mais alto nos Estados Unidos, depois do One World Trade Center, da Wilis Tower, do Empire State Building, da Trump Tower e do Aon Center. Contém escritórios, restaurantes, condomínios e residências. Possui a piscina mais alta dos Estados Unidos.

O que Fazer no John Hancock Observatory:

A vista para o azul do Lago Michigan misturado ao céu impressiona os turistas que chegam ao 360 Chicago. No 94º andar de um dos mais famosos prédios da cidade, o John Hancock, esse observatório atrai os apaixonados por diferentes pontos de vista. E esta é, sem dúvida, uma das mais belas maneiras que explorar a Wind City. O anoitecer no alto do 360º é especialmente encantador. É possível ter uma ampla visão do pôr do sol e logo em seguida do acender das luzes nos prédios. É passeio para algumas horas. Aproveite a lanchonete para passar o tempo enquanto espera as fases do dia. A cada hora as fotos ficam ainda mais belas. Se preferir um evento mais elegante, suba até o 95º, onde o restaurante Signature Room oferece a mesma vista e ainda um bar com ótimos drinks.

Curiosidades do John Hancock Observatory:

As grandes janelas de vidro, que vão do chão ao teto, permitem ampla visão da cidade. No entanto, o que atrai mesmo os turistas é o lado do observatório onde está o “Tilt”. O brinquedo oferece aos visitantes a experiência de se deslocar, sobre uma parede de vidro, em direção à Chicago. É como uma tentativa de se jogar na paisagem, porém minimamente protegido pelo anteparo de vidro. O brinquedo curva-se para fora do prédio e é capaz de causar vertigem nos mais sensíveis à altura, ao mesmo tempo em que oferece um novo ângulo da cidade.

Como Chegar no John Hancock Observatory:

Fica situado junto ao Lago Michigan e proporciona belas visões da cidade. Quem quiser escapar das longas filas, poderá recorrer a um dos passes vendidos na cidade. O Go Chicago Card, City Pass e Fast Pass oferecem vantagens como pular trechos da fila.

Adler Planetarium

O Planetário Adler é um museu público em Chicago dedicado ao estudo da astronomia e da astrofísica. Foi fundado em 1930 por Max Adler.

O Adler Planetarium faz parte do complexo cultural conhecido como Museum Campus, onde também estão o Shedd Aquarium e o Field Museum. É uma das mais fascinantes experiências para os turistas que chegam à cidade e têm uma queda pela área das ciências naturais. O passeio agrada crianças e adultos.

O que Fazer no Adler Planetarium:

A principal atração do Adler são as três salas de projeção, onde são exibidos diversos filmes sobre o universo. Apesar de ser o primeiro planetário dos EUA, o Adler não está nem um pouco ultrapassado, pelo contrário. Os auditórios são equipados com modernos aparelhos que dão ao turista a nítida sensação de estarem inseridos no ambiente espacial. A maior sala é a Grainger Sky. Além das projeções, o Adler oferece aos visitantes vários ambientes interativos. Você poderá simular uma caminha pela lua, entrar em uma nave espacial e até olhar o espaço em um telescópio de verdade.

Curiosidades do Adler Planetarium:

O preço da entrada custa a partir de US$ 19,95 para crianças (de 3 a 11 anos) e US$ 24,95 para adultos. O ingresso faz parte do pacote do City Pass e do Go Chicago Card. Apesar de ser o primeiro planetário dos EUA, o Adler não está nem um pouco ultrapassado, pelo contrário. Os auditórios são equipados com modernos aparelhos que dão ao turista a nítida sensação de estarem inseridos no ambiente espacial.

Como Chegar no Adler Planetarium:

Localizado às margens do Lago Michigan, ao lado do Grant Park e com uma das mais belas vistas de Chicago, este museu encanta os visitantes antes mesmo de eles entrarem no prédio.

Chicago Architecture Center

O Chicago Architecture Center ( CAC ), anteriormente a Chicago Architecture Foundation, é uma organização cultural sem fins lucrativos com sede em Chicago , Illinois , Estados Unidos, cuja missão é inspirar as pessoas a descobrir por que o design é importante.

Fundada em 1966, seus programas incluem passeios e programas públicos, com destaque para o cruzeiro de arquitetura conduzido por docentes no Rio Chicago e outros passeios pela região de Chicago. O cruzeiro no rio está classificado entre as 10 melhores excursões nos EUA pelos usuários do TripAdvisor. CAC inclui espaço para conferências e exposições, incluindo um modelo em escala do centro de Chicago.

O que Fazer no Chicago Architecture Center:

Responsável por um dos mais famosos passeios de Chicago, a Architecture Foundation apresenta aos visitantes todas as belezas dos prédios da cidade. O mais procurado é o tour de barco, que mostra as importantes construções ao longo do Chicago River. A fundação oferece outras dezenas de tours por dia por diferentes roteiros e meios de transporte, como segway, bicicleta, trolley e L Trains. Cada um deles apresenta uma diferente faceta de Chicago. Todos os passeios – com custo a partir de US$ 15 – são comandados por arquitetos.

Curiosidades do Chicago Architecture Center:

Os passeios devem ser reservados na sede da fundação, que por si só já proporciona um belo passeio. O prédio, localizado na Michigan Avenue e de frente para o Millennium Park, é um dos mais belos da cidade. A lojinha onde são feitas as reservas dos tours é incrível! Difícil sair de lá sem uma lembrança do arquiteto Frank Lloyd. No hall do edifício é possível ver uma enorme maquete da cidade de Chicago. Aos domingos, das 13h às 15h, a fundação convida crianças e adultos a montarem alguns dos icônicos edifícios da cidade com peças de Lego. O evento tem custo de US$ 10.

Como Chegar no Chicago Architecture Center:

Os passeios devem ser reservados na sede da fundação, que por si só já proporciona um belo passeio. O prédio, localizado na Michigan Avenue e de frente para o Millennium Park, é um dos mais belos da cidade. A lojinha onde são feitas as reservas dos tours é incrível! Difícil sair de lá sem uma lembrança do arquiteto Frank Lloyd.

Chicago Riverwalk

Chamada de ‘Second Lakefront ‘ da cidade, o Riverwalk contém restaurantes, assentos em parques, aluguel de barcos e outras atividades. Sua extensão atual e planejada foi aberta para Wolf Point em 2017. 

A extensa calçada percorre a margem dos principais pontos do Chicago River. Ao longo da água em tom de esmeralda, o rio é realmente de um verde inacreditável – você passeará por um dos mais belos cartões postais da cidade. Entre prédios com arquiteturas incríveis, cafés charmosos e restaurantes badalados é possível curtir calmamente uma das mais cativantes rotas de Chicago.

O que Fazer no Chicago Riverwalk:

À noite, o espetáculo é ainda mais deslumbrante. Quando as luzes se acendem, o reflexo nas águas calmas é encantador. Não deixe de percorrer um longo trecho desta rota. Cruze as pontes, passeie por cima e por baixo e, se der sorte, você ainda verá uma das pontes elevadas para a passagem de navios. É um passeio para se apaixonar definitivamente por Chicago.

Curiosidades do Chicago Riverwalk:

À noite, o espetáculo é ainda mais deslumbrante. Quando as luzes se acendem, o reflexo nas águas calmas é encantador. Não deixe de percorrer um longo trecho desta rota. Cruze as pontes, passeie por cima e por baixo e, se der sorte, você ainda verá uma das pontes elevadas para a passagem de navios. É um passeio para se apaixonar definitivamente por Chicago.

Como Chegar no Chicago Riverwalk:

O Chicago Riverwalk é uma orla aberta para pedestres localizada na margem sul da filial principal do rio Chicago, no centro de Chicago , Illinois , gerenciada pela MB Real Estate. Ele vai de Lake Shore Drive a Lake Street.

Teatro Chicago

Ele não é o maior, nem é palco das principais apresentações de Chicago, mas certamente é o teatro que guarda mais história na cidade. Quando foi inaugurado, em 1921, de tão belo o Chicago Theatre foi chamado “the Wonder Theatre of the World”.

O primeiro grande cinema dos Estados Unidos deslumbrava o público pela beleza da arquitetura em estilo barroco francês e também pelos lindos filmes que eram exibidos. O interior – marcado pelos detalhes e a imponente escadaria – tem inspiração em marcos parisienses, com o Arco do Triunfo e a Ópera de Paris.

O que Fazer no Teatro Chicago:

O Chicago Theatre vai além dos espetáculos. Ele oferece aos turistas a oportunidade de visitar os bastidores e conhecer mais sobre a sua história. Atrás da coxia você verá milhares de autógrafos de grandes artistas e nomes desconhecidos que já se apresentaram naquele palco antes de se tornarem grandes estrelas. O tour é belíssimo, mas emocionante mesmo é ver uma apresentação ao vivo na grandiosa sala de espetáculos.

Curiosidades do Teatro Chicago:

Quando o cinema foi inaugurado, os filmes ainda eram apresentados com orquestras ao vivo e os convidados recebidos por elegantes funcionários em trajes de gala. O preço do ingresso mais barato era US$ 0,25 e o mais caro US$ 0,50. Os bons tempos foram até os anos 50. A partir daí o cinema começou a passar por reformulações e modernizações que na verdade afastaram o público, até fechar as portas em 1985. Sob risco de demolição, o Chicago Theatre foi salvo por uma associação que o restaurou e trouxe de volta o glamour dos anos 20. A reabertura, em 1986, foi em grande estilo, com um show de Frank Sinatra. Desde então o teatro voltou a receber grandes nomes da música.

Como Chegar no Teatro Chicago:

O Teatro Chicago (Chicago Theatre), originalmente conhecido como Balaban and Katz Chicago Theatre, é um teatro localizado em Loop, Chicago, Illinois. Construído em 1921, foi adicionado ao Registro Nacional de Lugares Históricos em 6 de junho de 1979 e listado como um marco de Chicago em 28 de janeiro de 1983.

Chicago Water Tower

A torre foi construída para abrigar uma grande bomba de água, destinada a tirar água do Lago Michigan . Construído em 1869, é a segunda torre de água mais antiga dos Estados Unidos, depois da Louisville Water Tower em Louisville, Kentucky.

A Chicago Water Tower agora serve como uma galeria de arte do Escritório de Turismo de Chicago, conhecida como City Gallery na Historic Water Tower . Ele apresenta o trabalho de fotógrafos e artistas locais e cineastas.

O que Fazer no Chicago Water Tower:

No prédio, atualmente, funciona o Centro de Atendimento ao Turista e também a City Gallery, especialmente dedicada à arte da fotografia. A Chicago Water Tower é uma propriedade contribuinte e ponto de referência no Old Chicago Water Tower District, em Chicago, Illinois, Estados Unidos, que está listado no Registro Nacional de Locais Históricos.

Curiosidades do Chicago Water Tower:

Nem todos os prédios de Chicago foram vencidos pelo grande incêndio que destruiu a cidade em 1871. Um dos sobreviventes, e único prédio público a permanecer de pé, foi o Water Tower. Construído entre 1867 e 1869, por ironia do destino, o lugar funcionava como distribuidor de água para cidade. O estilo arquitetônico hoje destoa do moderno centro de compras onde está localizado, no entanto, ele ajuda a lembrar o passado de Chicago.

Como Chegar no Chicago Water Tower:

Ele está localizado na 806 North Michigan Avenue, ao longo do distrito comercial Magnificent Mile, na área da comunidade Near North Side, em Chicago, Illinois, em um pequeno parque, o Jane M. Byrne Plaza.

Grant Park

Grant Park é um grande parque público da cidade de Chicago, Illinois, que ocupa grande parte da área do Loop e abriga algumas das maiores atrações turísticas da região. Possui uma área de 1,29 km² e abriga o Millennium Park, o Museu Field de História Natural e o Art Institute of Chicago. Em 4 de novembro de 2008, o parque recebeu Barack Obama para seu discurso da vitória.

 

O jardim da frente. Assim pode ser classificado o Grant Park em relação à cidade de Chicago. Com 319 acres de tamanho, essa enorme área verde engloba o Millennium Park, quatro museus (Field Museum, Art Institute of Chicago, Adler Planetarium e Shedd Aquarium), uma extensa marina, um longo trecho da Lakefront Trail, a Buckingham Fountain e várias obras de arte ao ar livre. O parque nasceu junto com a cidade e deste então se moderniza e adapta-se a ela. É um dos lugares preferidos dos moradores e também é extremamente popular entre os turistas.

O que Fazer no Grant Park:

Com o Loop de um lado e o Michigan Lake do outro, o Grant Park oferece um dos mais belos passeios para os visitantes. Percorrer toda a extensão do parque é tarefa árdua, porém extremamente prazerosa. Se o clima permitir, alugue uma bicicleta e siga pela ciclovia, só assim para ver toda a beleza que o espaço oferece.

Curiosidades do Grant Park:

Palco dos mais populares festivais locais – como o Tast of Chicago e o Lollapalooza – o Grant Park vai além da tarefa de tornar a cidade ainda mais bela. Ele é agregador e extremamente convidativo a momentos para flanar. Aproveite para sentar-se na grama, fazer um piquenique, ou assistir a um filme no Jay Pritzker Pavilion. As atividades estão entre as preferidas dos locais.

Como Chegar no Grant Park:

Localizado dentro do distrito comercial central da cidade, as características mais notáveis ​​do parque são o Millennium Park, a Buckingham Fountain , o Art Institute of Chicago e o Museum Campus. Originalmente conhecido como Lake Park, e datado da fundação da cidade, foi renomeado em 1901 para homenagear o presidente dos EUA, Ulysses S. Grant.

Aquário Shedd

Shedd Aquarium (formalmente o John G. Shedd Aquarium ) é um aquário público indoor em Chicago , Illinois nos Estados Unidos, que abriu em 30 de maio de 1930. O aquário contém 32.000 animais, e foi durante algum tempo o maior aquário indoor no mundo com 5.000.000 galões americanos (19.000.000 l; 4.200.000 imp gal) de água. O Shedd Aquarium foi o primeiro aquário interno com uma coleção permanente de peixes de água salgada.

Foi o aquário mais visitado nos EUA em 2005 e, em 2007, superou o Field Museum como a atração cultural mais popular de Chicago. O aquário contém 1.500 espécies, incluindo peixes, mamíferos marinhos, pássaros, cobras, anfíbios e insetos. O aquário recebeu prêmios de “melhor exposição” da Associação de Zoológicos e Aquários (AZA) para a Seahorse Symphony em 1999, Amazon Rising em 2001 e Wild Reef em 2004. Foi designado National Historic Landmark em 1987.

O que Fazer no Aquário Shedd:

O espaço central é divido entre diferentes ambientes aquáticos. Amazônia, oceanos, grandes lagos, ilhas e rios de várias partes do mundo ajudam a organizar os aquários onde estão em exposição animais incríveis. Tudo é tão ambientado e extremamente decorado que você se sentirá em cada um dos habitats. Quem quiser ir ainda mais a fundo, poderá comprar um pacote para passar a noite no aquário e viver uma experiência única. Um ponto, no entanto, pode não soar positivo para muitos visitantes. O aquário mantém apresentações com animais como golfinhos, baleias beluga e leões marinhos.

Curiosidades do Aquário Shedd:

Parte do complexo cultural Museum Campus, o Shedd Aquarium atrai adultos e crianças interessados em conhecer um pouco mais sobre o ambiente marinho. O espaço é enorme e oferece uma grande variedade de atividades para os visitantes, de filmes 4D a shows aquáticos. São mais de 32 mil animais que compõem o aquário. O ingresso custa a partir de US$6 para crianças até 11 anos e US$ 8 para adultos. Cada atração escolhida a mais faz com que o valor aumente. O ingresso para o Shedd Aquarium faz parte dos pacotes do Go Chicago Card e do City Pass.

Como Chegar no Aquário Shedd:

Localizado no Lago Michigan, está localizado no Museum Campus Chicago, que compartilha com o Adler Planetarium e com o Museu Field de História Natural. Em 2015, o aquário teve 2,02 milhões de visitantes.

Lago Michigan

O lago Michigan ou Michigan é um dos cinco Grandes Lagos da América do Norte. É o único dos cinco Grandes Lagos completamente dentro das fronteiras dos Estados Unidos; os outros quatro são partilhados com o Canadá. O lago Michigan limita-se, em sentido horário a partir do sul, pelos Estados americanos de Indiana, Illinois, Wisconsin, e Michigan, cujo nome deriva do lago.

Com uma superfície de 57 750 km², é o maior lago de água doce nos EUA, e o quinto no mundo. O seu ponto mais profundo é a 281 m e contém um volume de cerca de 4 918 km³ de água. A sua superfície fica a 580 pés acima do nível do mar, o mesmo que o lago Huron, com que está ligado através dos estreitos de Mackinac. Geologicamente, o Michigan e o Huron formam uma única massa de água.

O que Fazer no Lago Michigan:

Para realmente aproveitar tudo o que o Michigan Lake tem a oferecer, o ideal é viajar nos meses de verão do hemisfério norte. As possibilidades de diversão são muitas. Para curtir boa parte da orla, nada como um passeio pela Michigan Trail. O circuito percorre 28km à margem do lago e é excelente opção para um passeio de bicicleta ou uma longa caminhada pelas praias e parques. Outro passeio bem popular é o de barco. O visual é incrível em todos eles, mas o melhor para curtir a paisagem é o veleiro que parte do Navy Pier.

Curiosidades do Lago Michigan:

O azul claro e profundo toma conta da imensidão do Lago Michigan. E quando dizemos “imensidão” nos referimos ao maior lago de água doce dos Estados Unidos. São 58 mil km² de água pura que atrai moradores e turistas na cidade de Chicago. É bem verdade que ele muda bastante entre o verão e o inverno. Enquanto no mês de julho é possível ir à praia, pegar sol e dar um mergulho para se refrescar nas águas frias do lago, no inverno o que se vê é uma imensidão de gelo e vento forte, capaz de assustar até o mais apaixonado dos turistas.

Como Chegar no Lago Michigan:

Quem quiser ter ideia da dimensão do lago não pode deixar de subir nos principais mirantes da cidade. A partir do John Hancock Observatory ou do Skydeck é possível ver quão grande é o espetáculo do lago. As águas do lago Michigan desembocam no lago Huron, pelo estreito de Mackinac, e é parte da Hidrovia dos Grandes Lagos.

Lurie Garden

Lurie Jardim é um 2,5-acre (10.000 m 2 jardim), localizado no extremo sul do Millennium Park, no Circuito área de Chicago no Condado de Cook, Illinois, Estados Unidos. Projetado por GGN ( Gustafson Guthrie Nichol), Piet Oudolf e Robert Israel, foi inaugurado em 16 de julho de 2004. O jardim é uma combinação de plantas perenes, bulbos, gramíneas, arbustos e árvores.

É o componente natural do maior telhado verde do mundo. O jardim custou US $ 13,2 milhões e tem US $ 10 milhões de doação para manutenção. Foi nomeado após Ann Lurie, que doou a dotação de US $ 10 milhões. Para os visitantes, o jardim apresenta passeios guiados, palestras, demonstrações interativas, festivais familiares e piqueniques.

O que Fazer no Lurie Garden:

Entre cliques fotográficos, turistas e moradores passeiam pelos corredores repletos de cores. Difícil resistir a uma parada para apenas observar tanta variedade, especialmente em contraposição aos grandiosos edifícios do centro da cidade. As espécies que ornam o jardim ao ar livre mudam a cada estação, o que torna o espetáculo ainda mais belo. Seja debaixo de neve seja no auge da primavera, sempre haverá beleza para ser vista do Lurie Garden.

Curiosidades do Lurie Garden:

O jardim é composto de duas “placas” protegidas em dois lados por grandes sebes. A placa escura retrata a história de Chicago, apresentando material vegetal que adora a sombra. O prato escuro tem uma combinação de árvores que fornecerão um dossel de sombra para essas plantas quando elas forem preenchidas. O prato de luz, que não inclui árvores, representa o futuro da cidade com plantas perenes que gostam de sol e prosperam no calor e no sol.

Como Chegar no Lurie Garden:

Localizado no Millenium Park, vizinho ao Art Institute of Chicago, este jardim encanta os visitantes. Um pequeno pedaço de paraíso se esconde na imensidão da cidade e atrai olhares curiosos para a diversidade de flores e plantas ornamentais.

FIM

Hoje o demonstre vai trazer para você, os melhores pontos turísticos de “Chicago – EUA” com costumes e convivência do povo local. Portanto esperamos que você acompanhe e curta bastante o conteúdo, aproveite e compartilhe com seus amigos para tornar nossa página ainda melhor.

Deixe uma resposta

Passado do Papai - Brincadeiras de Chá Revelação

Passado do Papai – Brincadeiras de Chá Revelação

Teste da tesoura - Brincadeiras de Chá Revelação

Teste da tesoura – Brincadeiras de Chá Revelação