O que fazer em Monte Verde- Minas Gerais

0

Como sabemos o mundo é um lugar cheio de diversidades, com lugares exuberantes, com diversas culturas, e modo de ser viver. Em meio a lugares remotos sempre á pontos turísticos que encanta e fascina facilmente, com suas belezas.

Monte Verde-MG

Monte Verde é um distrito do município de Camanducaia, no estado brasileiro de Minas Gerais. O Censo de 2010 do IBGE aferiu a sua população em 4 132 habitantes. Monte Verde está a 1555,5 metros de altitude. Seu clima é tropical de altitude (Cwb, segundo a classificação climática de Köppen-Geiger), com características de clima subtropical devido a seu relevo montanhoso. Mesmo em baixa latitude, 22º51’47” S, sua temperatura atinge valores negativos no inverno (Julho). Seus verões são amenos e chuvosos e seus invernos são frios e pouco secos.

O que fazer em Monte Verde- Minas Gerais
O que fazer em Monte Verde- Minas Gerais

Fica no extremo sudoeste do estado, na Serra da Mantiqueira, a 484 km da capital, Belo Horizonte, a 164 km de São Paulo e a 459 km do Rio de Janeiro. Tem acesso pela Rodovia Fernão Dias, parte da BR-381, com os 30 km finais (da sede do município ao distrito) em estrada íngreme. Outra opção de acesso é a estrada de terra que liga Monte Verde ao distrito de São Francisco Xavier, no município de São José dos Campos, estado de São Paulo, com acesso pela Rodovia Monteiro Lobato (SP-50).

10 Pontos Turísticos de Monte Verde-MG:

Pedra Redonda

Com 926 metros de extensão, é a trilha mais conhecida e frequentada da região. Sua inclinação é bem acentuada e exige um grande esforço do turista na subida.

Ao longo do trecho há escadas de madeira em locais estratégicos para deter o deslocamento do solo e  permite que a trilha continue acessível aos turistas, apesar do movimento intenso.

O que Fazer na Pedra Redonda:

O passeio para a Pedra Redonda é obrigatório para quem visita Monte Verde. Ele proporciona um contato com a mata nativa e intocada. Do pico temos uma das melhores vistas aéreas da região. Conseguimos ver a Serra da Mantiqueira, o Vale da Paraíba, a Vila de Monte Verde e em dias claros até Campos de Jordão.

Curiosidades da Pedra Redonda:

A trilha tem início em uma altitude de 1849 metros e no pico de 1950 metros. Sua extensão é de 900 metros e é indicada mesmo para aqueles que não têm muita prática. Não tem necessidade de guias, já que é bem demarcada e na parte mais inclinada foram colocadas escadas de madeira para facilitar o acesso.

Como Chegar na Pedra Redonda:

A trilha tem início no final da Av. das Montanhas. Tomando essa avenida pela Av. Monte Verde seguimos até o final. É possível estacionar o carro próximo à trilha. O caminho é quase todo de estrada de terra e é mais indicado usar um carro alto. Uma opção é contratar um jipe para levar até o local. Lembrando que um carro baixo consegue chegar à trilha, apenas necessitando uma direção mais cuidadosa.

Pedra Rachada

Essa trilha é uma continuação do caminho até a Pedra Redonda e tem nível de dificuldade um pouco maior, por isso não é recomendado para crianças. No total, são aproximadamente 2 horas de subida para chegar ao topo dos 2046 metros de altitude, de onde, em dias limpos, é possível enxergar até a cidade de Campos do Jordão.

Quando chegar à Pedra Partida, não tenha pressa de voltar. Aprecie o lindo visual e tome o seu lanche em harmonia com a paisagem.

O que Fazer em Pedra Rachada:

O início da trilha é o mesmo para a Pedra Redonda,com muitos trechos onde o piso é bem irregular. É uma caminhada cuja recompensa vem no trecho final, quando atingimos o cume da Serra da Mantiqueira e passamos por abismos muito altos, onde a emoção é intensa. A vista que se tem do alto da Pedra Partida é espetacular e, por si só, já vale a caminhada. Além dos belos visuais que este passeio proporciona, ao longo da trilha também podem ser observadas várias espécies de bromélias e outras plantas que crescem em toda a região.

Curiosidades de Pedra Rachada:

A trilha da Pedra Partida é uma continuação do caminho para a Pedra Redonda. Por ser mais longa e mais cansativa, esta trilha tem um grau de dificuldade um pouco maior, não sendo indicada para crianças pequenas. Com disposição e um mínimo de condicionamento físico, é perfeitamente possível visitar as duas pedras em um único passeio.

Como Chegar em Pedra Rachada:

Partindo do estacionamento, após percorrer os primeiros 650 metros chega-se a uma bifurcação onde há uma placa sinalizando o caminho para a Pedra Partida. A partir daí, a trilha fica mais fechada e, depois de passar por um pequeno vale, o resto do percurso é praticamente em subida constante até alcançar o segundo pico mais alto da região.

Mirante do Aeroporto

Os belos cenários que envolvem Monte Verde e a região da Serra da Mantiqueira também podem ser apreciados de cima, a bordo de um avião monomotor.

No aeroporto mais alto do Brasil são realizados voos panorâmicos nos finais de semana e durante a temporada d

O que Fazer no Mirante do Aeroporto:

No mirante  é possível ver a cidade em meio às árvores da região, formando uma linda paisagem para fotos. O local possui acesso mais simples que as trilhas e é uma boa opção para quem não gosta de andar pela mata.

Curiosidades do Mirante do Aeroporto:

O passeio de 15 minutos sobrevoa a vila e permite também vislumbrar os picos mais altos da região. Um outro percurso, com duração de 25 minutos, inclui a Cachoeira dos Pretos, no município vizinho de Joanópolis. O circuito mais longo dura 1 hora e vai até Campos do Jordão, passando pela Pedra do Baú.

Como Chegar no Mirante do Aeroporto:

Este mirante fica no aeroporto de Monte Verde, a 1.560 m de altitude, e oferece vista panorâmica para a cidade com as montanhas por plano de fundo para belas fotos! Localizado: Di Venetto Ristoranti, ao lado do Aeroporto de Monte Verde – R. do Aeroporto

Cachoeira dos Pretos

A Cachoeira dos Pretos é uma queda d’água no estado de São Paulo. Localiza-se no município de Joanópolis e possui queda livre de 154 metros.

Para quem dispõe de mais tempo, vale a pena conhecer a Cachoeira dos Pretos (a 31 km de distância da vila).

O que Fazer na Cachoeira dos Pretos:

Além das várias quedas d’água e corredeiras, o local conta com trilhas em meio à mata ciliar, piscina natural, bicas para banho e muito mais.Nas noites em que ocorrem eventos especiais, a cachoeira é totalmente iluminada, proporcionando um belíssimo espetáculo visual.

Curiosidades da Cachoeira dos Pretos:

A queda d’água tem 154 metros de altura e é considerada uma das mais bonitas do Estado de Minas Gerais. O caminho pode ser difícil para alguns carros, então uma possibilidade é contratar um guia com um veículo 4×4 para que trajeto seja feito sem problemas. A prefeitura ilumina a cachoeira em algumas noites do ano, deixando o local lindo também sob as estrelas.

Como Chegar na Cachoeira dos Pretos:

O melhor acesso é pelo município do Joanópolis, mas pode ser feitos de São Francisco Xavier e Monte Verde, porém por estradas de terra. É a maior cachoeira iluminada do Estado de São Paulo.

Trilha do Pinheiro Velho

Um passeio muito agradável aguarda você bem no centro de Monte Verde. Toda a faixa de vegetação situada entre a avenida principal e o aeroporto é uma área preservada de mata nativa que inclui araucárias centenárias e o mais antigo pinheiro de Monte Verde, que dá o nome a esta trilha.

Grande parte da trilha acompanha a margem do Córrego do Cadete (o mesmo que, 3 quilômetros adiante, forma as bonitas corredeiras do Itapuá, outro interessante passeio na região). Nesse trecho está localizada a Fonte do Pinheiro Velho, uma nascente de água potável.

O que Fazer na Trilha do Pinheiro Velho:

Esta é uma caminhada muito fácil e tranquila, praticamente plana, perfeita para se fazer em família e conhecer um pouco da mata original da região. Passarelas, pontes rústicas, degraus e corrimões facilitam a passagem em pontos mais difíceis. Todo o percurso é bem sinalizado com placas que indicam as distâncias dos principais atrativos e saídas. Um belo trabalho voluntário feito pelo grupo “Amigos da Trilha”.

Curiosidades da Trilha do Pinheiro Velho:

Depois de conhecer o pinheiro mais antigo da região, o ideal é seguir até o aeroporto (na verdade, apenas uma pequena pista de pouso com um hangar, mas que ostenta orgulhosamente uma placa com os dizeres: “AEROPORTO DE MONTE VERDE – O mais alto do Brasil – ALT. 1560 m”).

Como Chegar na Trilha do Pinheiro Velho:

Localizada em plena região central de Monte Verde, a Trilha do Pinheiro Velho possui 5 entradas em diferentes pontos da vila . Todas as entradas são indicadas por placas numeradas:

Pico Selado

Esta trilha é mais longa que as demais e exige disposição (são quase 5 quilômetros de ida e volta do Platô); por esse motivo, ela é classificada como difícil e não recomendada para crianças pequenas. Mas, exceto pela distância, não há maiores dificuldades: a trilha segue pela crista da serra, com subidas e descidas suaves em quase todo o percurso e apenas o trecho final um pouco mais íngreme.

O percurso é bem demarcado e pode ser feito sem o acompanhamento de guias, seguindo-se alguns cuidados básicos. A caminhada é longa, por isso o ideal é começar logo de manhã para garantir o retorno antes do anoitecer.

O que Fazer em Pico Selado:

Embora não seja uma trilha muito frequentada devido à distância, esta é uma das melhores caminhadas que Monte Verde oferece. Ela proporciona belíssimos visuais e leva ao ponto mais alto de toda a região: com 2082 metros de altitude, o Pico do Selado fica no municipio de São José dos Campos, sendo o 9º ponto mais alto do estado de São Paulo.

Curiosidades de Pico Selado:

A Trilha do Pico do Selado é considerada uma das  melhores  da  região. Ela começa em  um  bosque muito agradável, passa por locais belíssimos e chega a um platô de onde se tem um visual maravilhoso. Aliás, assistir ao pôr-do-sol daquele platô  e  ficar observando  as primeiras estrelas surgir em no céu é coisa do outro mundo . Só  não se  esqueça de levar uma lanterna bem confiável, pilhas extras e um agasalho impermeável para o caminho de volta, senão o passeio vai virar  uma roubada.

Como Chegar em Pico Selado:

Para alcançar o Pico do Selado é preciso chegar primeiro ao Platô, onde começa esta trilha. O acesso pode ser feito pela Trilha do Platô (no final da Rua da Mantiqueira) ou, alternativamente, pela Trilha do Chapéu do Bispo (no final da Avenida das Montanhas). Esses dois caminhos têm quase a mesma extensão, mas a Trilha do Platô é bem mais íngreme e cansativa; se você quiser poupar energia para a caminhada, prefira a Trilha do Chapéu do Bispo.

Mega Tirolesa

A Mega Tirolesa é considerada uma das melhores no Brasil.

A tirolesa atravessa um vale por quase um quilômetro, por cima de uma plantação de eucaliptos – a setenta metros de altura.

O que Fazer na Mega Tirolesa:

O circuito dispõe de duas tirolesas, uma com 450 metros e outra com 475 metros, totalizando em uma diversão que percorrerá 925 metros. Você poderá desfrutar de uma vista de 360° da região, com total segurança.E até crianças podem ir!

Curiosidades da Mega Tirolesa:

A mega tirolesa consiste em duas tirolesas totalizando 925 metros. É o passeio perfeito para todos. Aqueles que procuram fortes emoções e adrenalina com certeza gostarão dessa aventura. Os menos audaciosos desfrutarão de uma vista magnífica de 360 graus pelo meio de muita mata virgem e de uma floresta de eucaliptos. Com 70 metros de altura o aventureiro cruza o vale admirando uma paisagem indescritível.

Como Chegar na Mega Tirolesa:

A atração possui horários de funcionamento que vão de segunda a domingo – 9h até as 16h, encontrada na Fazenda Verde-Camanducaia.

Orquidário

Vindo a Monte verde não deixe de visitar o orquidário MV, que conta com grande acervo em orquídeas, bromélias e plantas carnívoras, além de coleção de cactos e suculentas.

O Orquidário de Monte Verde é uma excelente opção para um passeio tranquilo e agradável.

O que Fazer no Orquidário:

Você poderá desfrutar com a experiência maravilhosa das orquídeas, além de poder admirar diversas outras flores, incluindo plantas carnívoras! O lugar contém cerca de 1500 tipos diferentes de orquídeas, 150 espécies de plantas carnívoras, além de uma seleção extensa contendo outras plantas exóticas. Você pode comprar orquídeas e arranjos para presentes, além de participar de cursos e palestras presentes nas instalações.

Curiosidades do Orquidário:

A estufa é aberta à visitação pública e também comercializa as plantas, além de oferecer orquídeas e arranjos para presente. O empreendimento é de propriedade do biólogo José Mauricio Piliackas, que oferece também nas instalações do orquidário cursos e palestras para escolas e excursões.

Como Chegar no Orquidário:

O orquidário encontra-se na Avenida Sol Nascente, 1000, aberto ao público todas as sextas (10h-15hs), finais de semana e feriados (10h-17hs).

Avenida Monte Verde

O Centro Comercial, com suas lojinhas e restaurantes concentra praticamente todo o movimento de turistas e tudo gira em torno da Avenida Monte Verde, a avenida principal da cidade, a qual você tem acesso assim que passa pelo Portal de Entrada de Monte Verde.

À noite, o agito é ainda maior, muita gente nos shoppings, galerias, restaurantes e nas chocolaterias, e a avenida Monte Verde fica ainda mais agitada.

O que Fazer na Avenida Monte Verde:

Aproveite para visitar alguns dos principais shoppings e galerias, como a Vila Europa, Galeria Primavera, Oak, Inverness, Galeria Suíça e Celeiro.

Curiosidades da Avenida Monte Verde:

O termômetro da cidade (também na Avenida Monte Verde) faz sucesso principalmente no inverno, quando moradores e turistas ficam na expectativa de temperaturas cada vez mais baixas.

Como Chegar na Avenida Monte Verde:

A Avenida Monte Verde é a principal da cidade, localizada após o Portal de Entrada de Monte Verde.

Galeria de Arte

A Unger’s Pottery House – Art Gallery é um espaço de 3.000 m² que une natureza e arte, em uma maravilhosa experiência criativa.

É uma das atrações turísticas em Monte Verde que permite apreciar belas paisagens, além de ser um espaço harmonioso e pacífico. A galeria fica aberta de segunda a domingo (10h-17h).

O que Fazer na Galeria de Arte:

A galeria é aberta ao público, contando com a exposição de inúmeros artistas modernos, especializados em cerâmicas, pinturas e escultras, como: Paula Unger, Megumi Yuasa, Percival Tirapeli, Malu Siqueira, dentre outros.

Curiosidades da Galeria de Arte:

A galeria é dedicada a artes contemporâneas, expondo peças de jardim e interior. Você poderá encontrar objetos decorativos, obras de arte, utilitários e peças para jardim, como fontes, banheiras e comedouros de passarinhos.

Como Chegar na Galeria de Arte:

A galeria possui 3.000m2, expõe obras da artista Paula Unger e diversos outros criadores contemporâneos em um espaço aberto ao público (não é preciso pagar entrada). Lá você encontrará peças de ambiente interno e de jardim que trazem um toque de harmonia em meio à natureza de Monte Verde.

FIM

Hoje o demonstre vai trazer para você, os melhores pontos turísticos de “Monte Verde-MG” com costumes e convivência do povo local. Portanto esperamos que você acompanhe e curta bastante o conteúdo, aproveite e compartilhe com seus amigos para tornar nossa página ainda melhor.

Veja: https://demonstre.com/o-que-fazer-em-socorro-sao-paulo/