O que fazer em Natal – RN

0

Como sabemos o mundo é um lugar cheio de diversidades, com lugares exuberantes, com diversas culturas, e modo de ser viver. Em meio a lugares remotos sempre á pontos turísticos que encanta e fascina facilmente, com suas belezas.

Natal – RN

Natal é um município brasileiro, capital do estado do Rio Grande do Norte, na Região Nordeste do país. Com uma área de aproximadamente 167 km², é a segunda capital brasileira com a menor área territorial e a sexta maior capital do país em densidade populacional, distando 2 227 quilômetros de Brasília, a capital federal.

Fundada em 1599, às margens do Rio Potengi, conta com importantes monumentos, parques e museus e pontos turísticos, como o Teatro Alberto Maranhão e a Coluna Capitolina Del Pretti, no Centro Histórico, além de outras atrações, entre elas a Ponte Newton Navarro, o Museu Câmara Cascudo, o Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte, o Museu de Cultura Popular, o Parque das Dunas, a Catedral Metropolitana e praias como Ponta Negra e dos Artistas, e eventos de grande repercussão, tais como a Feira Internacional de Artesanato (FIART), o Carnaval, as festas juninas e as comemorações natalinas.

10 Pontos Turísticos de Natal:

Centro de Lançamento da Barreira do Inferno

Foi em Natal onde construíram a primeira base aérea da América do Sul. O Centro de Lançamento da Barreira do Inferno, o CLBI, ou simplesmente Barreira do Inferno como é popularmente chamado, foi inaugurado no ano de 1965 e tem como função o lançamento de foguetes.

A necessidade da criação de um centro de lançamento nesta região partiu da missão de coletar dados de cargas úteis que se encontram no espaço e analisar cada uma delas. Da mesma forma, o centro faz o rastreio de diversos engenhos aeroespaciais, realiza estudos, testes, pesquisas e diversos outros experimentos que possam ajudar a desenvolver tecnologicamente o sistema da Aeronáutica brasileira.

O que Fazer no Centro de Lançamento da Barreira do Inferno:

Por ser um projeto bem único e muito interessante, vale bem a pena conhecer seu funcionamento e entender mais de sua implantação em Natal.

Curiosidades do Centro de Lançamento da Barreira do Inferno:

A ideia do nome não guarda nada tenebroso como pode ser imaginado. Este centro do lançamento foi batizado com esse nome devido a sua localização. Ele fica em uma zona de dunas na Praia da Ponta Negra e esta faixa litorânea é chamada popularmente pelos pescadores locais da Barreira do Inferno. A denominação veio a partir de suas falésias que ficam sempre muito vermelhas ao amanhecer e parecem uma mureta de fogo.

Como Chegar  no Centro de Lançamento da Barreira do Inferno:

Ele fica em uma zona de dunas na Praia da Ponta Negra e esta faixa litorânea é chamada popularmente pelos pescadores locais da Barreira do Inferno.

Ponte Newton Navarro

A sua construção teve inicio em 24 de outubro de 2004 e levou 6 anos para ser concluída. A imponência do projeto sempre foi grande, assinado pelo engenheiro Mario de Miranda, um italiano contratado exclusivamente para tal feito.

Quando foi terminada a sua construção, em 2007 e inaugurada no mesmo ano, ninguém imaginava que a Ponte Newton Navarro fosse se tornar um atrativo turístico tão interessante da cidade de Natal.

O que Fazer na Ponte Newton Navarro:

Por toda a extensão da Ponte Newton Navarro existem placas de sinalização informando que não é permitido parar o carro, mas quem passa por aqui dificilmente resiste à linda vista do Rio Potengi e da cidade de Natal. Principalmente no final da tarde, quando o sol se põe, é fácil encontrar carros estacionados e pessoas tirando foto ou simplesmente aproveitando a paisagem.

Curiosidades da Ponte Newton Navarro:

O projeto da iluminação também foi do arquiteto italiano, tendo um trabalho cênico e outro rodoviário. A ideia é de que além de iluminar a ponte, ela também seja favorecida, recebendo aquele ar de ponte cinematográfica e digna de competir com outras tão suntuosas que se encontram pelo mundo.

Como Chegar na Ponte Newton Navarro:

Ao todo são 1.8 quilômetros de extensão que levam pedestres e motoristas de um lado ao outro do Rio Potengi. Destes, 500 metros são sustentados apenas por cabos de aço. Estes por sua vez, ficam presos em apenas dois blocos gigantes, sendo cada um de 110 metros de altura. Já o resto da ponte recebe sustentação por barras convencionais.

Orla de Ponta Negra

Praia de Ponta Negra é a mais badalada da orla de Natal. Por lá você encontra restaurantes, hotéis, bares, boates e muito mais para deixar sua viagem inesquecível.

É possível até não ficar nessa região se você deseja economizar um pouco mais, mas não tem desculpas e deixar de visitar a praia. Tire um dia de suas férias para passar na Praia de Ponta Negra e conhecer tudo de perto.

O que Fazer na Orla de Ponta Negra:

Você pode aproveitar muito a praia de Ponta Negra durante o dia, tomar seu banho de mar e aproveitar o sol da cidade de Natal. A noite o forró predomina na orla. Diversas casas de show, boates e bares apostam no forró pé de serra para animar os turistas e moradores da capital do Rio Grande do Norte.

Curiosidades da Orla de Ponta Negra:

Por toda a orla de Ponta Negra você encontra empresas de turismo que realizam passeios pelo litoral de Natal por preços bem sugestivos. Se você não tem como se locomover dessa parte da cidade para outros locais e não quer deixar de conhecê-los, contrate um guia e um pacote para aproveitar melhor.

Como Chegar na Orla de Ponta Negra:

É na Orla de Ponta Negra que você encontra o maior cartão postal de Natal, o Morro do Careca. Esta é a duna mais famosa da cidade, com 107 metros de altura e recebeu este apelido porque o espaço único de areia que existe nela parece uma careca humana. Não é possível mais visitar o Morro do Careca, mas da beira mar você consegue ótimos registros.

Barreira do Inferno

O nome a princípio pode assustar, mas não tem nada de perigoso ou maléfico. O título não passa de uma brincadeira feita por pescadores e que ganhou popularidade entre moradores e turistas que visitam Natal.

Se você já ouviu falar da Barreira do Inferno, mas ainda não a visitou, veja o que lhe aguarda por aqui e o que não pode ser deixado de lado!

O que Fazer na Barreira do Inferno:

Você pode começar conhecendo o vilarejo de Pium e desfrutar de uma feira super conhecida na capital potiguar inteira. O mercado chama a atenção não apenas pela qualidade dos produtos vendidos, pois todos são sempre frescos e bem cuidados, mas pela disposição que eles se encontram. Tal organização acaba fazendo com que o caminho seja sempre colorido e com um cheiro bem agradável de fruta fresquinha.

Curiosidades da Barreira do Inferno:

O nome Barreira do Inferno foi dado por pescadores locais porque as falésias dessa parte do litoral de Natal mudam completamente de cor todos os dias ao amanhecer. Tal fato acontece porque sempre no nascer do sol os raios ao entrarem em contato com tais formações geográficas as deixam totalmente vermelhas feito fogo. Ao serem observadas ao longe parece na verdade uma grande barreira de fogo.

Como Chegar na Barreira do Inferno:

Existem também pontos estratégicos por todo esse litoral onde você pode contratar um guia turístico para conhecer tudo e saber não apenas um pouco mais sobre as belezas naturais do lugar, mas sobre a sua importância histórica. Tais guias podem ser encontrados em pontos estratégicos e você não terá dificuldade em contratá-los. Atenção apenas para pagar somente aqueles devidamente credenciados.

Farol de Mãe Luiza

São 37 metros de altura que compõem o farol mais importante de Natal. O Farol de Mãe Luiza apresenta uma das vistas mais belas da cidade a partir da Praia da Areia Preta, bem no início da Via Costeira.

Esta construção era um dos cartões postais da capital do Rio Grande do Norte, infelizmente hoje ele não está mais aberto para visitações.

O que Fazer no Farol de Mãe Luiza:

A construção do farol aconteceu entre os anos de 1949 e 1951 sob a administração da Capitania dos Portos do Rio Grande do Norte. Ele é todo movido a energia elétrica e os seus pontos de luz giram a 12 segundos e atingem até 44 quilômetros de distância.

Curiosidades do Farol de Mãe Luiza:

Caso falte energia para seu abastecimento, o mesmo passa a funcionar a partir de baterias que são operadas manualmente. O Farol de Mãe Luiza recebeu esse nome devido o bairro onde está localizado, que tem o mesmo nome. Como infelizmente hoje ele não está mais aberto para visitações, você pode admirá-lo e observá-lo diretamente da Via Costeira.

Como Chegar no Farol de Mãe Luiza:

A localização do Farol de Mãe Luiza é no alto de uma duna. Como resultado você consegue ter uma vista perfeita do litoral de Natal e poder desfrutar de uma visão panorâmica da cidade inteira, principalmente da orla da Via Costeira, da Praia de Genipabu que fica ao Norte e da Praia de Ponta Negra, que fica ao sul.

Palácio Potengi

Sediado no bairro da Cidade Alta, em Natal, o Palácio Potengi foi construído no século 19 e até meados dos anos 80 serviu como sede para o governo do Rio Grande do Norte. Hoje funciona um magnífico espaço cultural com uma pinacoteca de acervo incrível e importante.

Durante suas férias na cidade, não deixe de visitar o espaço e conhecer um pouquinho mais da herança cultural que a cidade de Natal tem para oferecer.

O que Fazer no Palácio Potengi:

Como você pode ver, esse espaço é incrível e vale a pena visita-lo para conhecer um pouco mais sobre a história do Rio Grande do Norte, assim como do Brasil. Dependendo da época é possível também conferir alguma exposição ou um evento cultural que sempre acontece por aqui.

Curiosidades do Palácio Potengi:

A construção do Palácio Potengi aconteceu entre os anos de 1865 e 1873. O engenheiro responsável pelo projeto foi Ernesto Augusto Amorim, instituído pelo então chefe da província de Natal, Olindo José Meira. A intenção de criar o prédio foi para que ele servisse como Tribunal do Júri e também como Assembleia Legislativa.

Como Chegar no Palácio Potengi:

O Espaço Cultural Palácio Potengi, ou simplesmente Palácio Potengi ou Palácio da Cultura, é um imponente prédio histórico que data do século XIX localizado na Praça Sete de Setembro, na cidade de Natal, capital do estado do Rio Grande do Norte.

Igreja Matriz de Natal

Durante todo o período de colonização do Brasil, todas as cidades fundadas sempre começavam a partir de uma igreja. Eram os padres jesuítas que ficavam com a responsabilidade de catequizar a população, que em sua maioria era de índios.

No caso da Igreja Matriz de Natal foi inaugurada no início do século XVII e até hoje é um dos pontos turísticos em destaque na cidade.

O que Fazer na Igreja Matriz de Natal:

A partir de tal ano a igreja ganhou impotência em Natal e tornou-se a principal catedral da cidade. Hoje não somente missas são realizadas, mas visitas com intuito de conhecer mais a história da capital potiguar em suas diversas fases de construção.

Curiosidades da Igreja Matriz de Natal:

A capelinha foi construída em 1599 para a missa de fundação da capital do Rio Grande do Norte. Alguns anos depois, em 1605, o padre Gaspar Gonçalves da Rocha elevou a categoria da capelinha para a igreja nomeando-a de Nossa Senhora da Apresentação, permanecendo até hoje com tal batismo.

Como Chegar na Igreja Matriz de Natal:

Não somente por ter sido a primeira igreja da cidade, mas pela herança cultural que ela guarda, a matriz da capital foi tombada pelo Governo do Estado e atualmente é um monumento pertencente à Arquidiocese de Natal. Ela fica localizada na Praça André de Albuquerque, onde em tempos passados era conhecido como Rua Grande.

Iate Clube de Natal

Os esportistas Sólon Galvão, Antônio Dantas, Ulisses Cavalcanti e Fernando Pedrosa resolveram criar um espaço que pudessem incentivar e concentrar melhor a prática e conhecimento dos desportos de vela na cidade de Natal. Juntamente com outros amigos, fundaram em 6 de janeiro de 1952 a Flotilha de Snipes do Rio Grande do Norte.

Logo a Flotilha recebeu apoio da Base Aérea de Parnamirim e além de ceder um espaço físicos para os esportistas, deram suporte também na parte técnica. Exatamente três anos depois, em 6 de janeiro de 1955, o local recebia a denominação e categorização de um Iate Clube.

O que Fazer no Iate Clube de Natal:

Localizado à beira do Rio Potengi, o Iate Clube de Natal conta com uma infraestrutura maravilhosa, o que proporciona também um cenário único no local. A partir de então as atividades voltada para atividades náuticas com vela passaram a acontecer no Iate Clube e o mesmo deu total suporte para a capital potiguar criando eventos especiais no setor.

Curiosidades do Iate Clube de Natal:

Localizado no bairro de Santos Reis, o Iate Clube de Natal tem como principal atividade o incentivo da prática do iatismo na cidade. Ele foi inaugurado em janeiro de 1952 e desde então vem sendo um centro desta atividade na cidade.

Como Chegar no Iate Clube de Natal:

O Iate Clube de Natal está localizado na Rua Coronel Flamínio, sem número, no bairro de Santos Reis, em Natal.

Via Costeira de Natal

Via Costeira é como popularmente é chamada a Avenida Senador Dinarte Mariz, na cidade de Natal. Ela naturalmente chama a atenção de todos que passam pelo local não apenas pela sua extensão, mas também pela sua beleza. Esta via expressa faz a ligação entre a zona sul e a zona leste de Natal, no Rio Grande do Norte.

Além de uma bonita avenida, esta via guarda algumas belezas bem particulares e tornou-se acesso para muitas praias da capital potiguar.

O que Fazer na Via Costeira de Natal:

Toda a extensão da Via Costeira você poderá aproveitar a praia que recebe o mesmo nome dessa grande avenida. O local é bastante tranquilo e a maioria das pessoas que frequentam este litoral é de hóspedes que estão por aqui. A Via Costeira também é a continuação da Praia de Ponta Negra e da Praia da Mãe Luiza, duas outras partes litorâneas muito populares de Natal.

Curiosidades da Via Costeira de Natal:

Em toda a Via Costeira, sempre do lado oposto ao da praia, você poderá observar muitas dunas e terrenos de vegetação conservada. Apesar de não existir um destaque para tal, esta zona pertence ao Parque Estadual das Dunas de Natal. A área é utilizada para pesquisas, estudos e desenvolvimento de projetos voltados à manutenção da biosfera.

Como Chegar na Via Costeira de Natal:

Por toda a extensão da Via Costeira de Natal e todo Rio Grande do Norte você poderá encontrar dezenas de opções de hotéis de luxo e categoria mediana. Algumas das principais redes hoteleiras se encontram nesta parte de Natal e a maioria deles oferece apenas pacotes com serviço all inclusive. Esta via expressa faz a ligação entre a zona sul e a zona leste de Natal, no Rio Grande do Norte.

Morro do Careca

Cartão-Postal de Natal, o Morro do Careca fica na Praia de Ponta Negra e no bairro de mesmo nome. É parada obrigatória para qualquer turista que deseja registrar sua passagem por Natal.

O lugar antes era aberto para visitação, mas hoje você pode apenas conhecê-lo observando ao longe.

O que Fazer no Morro do Careca:

Por ser uma região preservada e com fiscalização controlada, o acesso à área que se esconde atrás do Morro do Careca é quase que impossível. Contudo, com o aluguel de lancha ou outras embarcações dá para conhecer as lindas praias que há por aqui. A Praia das Tartarugas é a única que dá para ser visitada, mas não possui estrutura, sendo completamente deserta.

Curiosidades do Morro do Careca:

Essa duna tem 107 metros de altura e recebeu o nome porque há uma vasta faixa de areia em meio a dois lotes de vegetação e quando é observada ao longe, assemelha-se bastante à careca de uma pessoa. O morro foi o principal atrativo da região sul de ponta Negra até a década de 90. Pessoas vinham para cá praticar o esquibunda ou apenas para observar a paisagem. Foi por muito tempo, o ponto preferido dos natalenses para ver o pôr-do-sol da capital. O motivo da interdição foi apenas com a intenção de preservar a restinga, vegetação abundante nessa área e que estava sendo destruída pelos visitantes.

Como Chegar no Morro do Careca:

O  Morro do Careca fica na Praia de Ponta Negra e no bairro de mesmo nome. É parada obrigatória para qualquer turista que deseja registrar sua passagem por Natal. Devido a prática intensa de skibunda, a formação do Morro do Careca passou a mudar e a areia descer completamente. Pensando em evitar que o morro acabasse de vez a prefeitura também cortou o acesso para o esporte nessa região.

FIM

Hoje o demonstre vai trazer para você, os melhores pontos turísticos de “Natal – RN” com costumes e convivência do povo local. Portanto esperamos que você acompanhe e curta bastante o conteúdo, aproveite e compartilhe com seus amigos para tornar nossa página ainda melhor.