O rei dos macacos e dois homens 9

O rei dos macacos e dois homens, estão entre as fábulas de Esopo, com suas lições profundas sobre moral, as quais nos revelam verdades atemporais. Sabemos que bajulações sempre foram o ponto forte dos interesseiros, tanto quando, ser bajulado é da vontade dos envaidecidos, mesmo que seja  sejam pura mentira, mas, desejam ouvir elogios!

O rei dos macacos e dois homens- história Infantil

A fantástica fábula de Esopo sobre o rei dos macacos e dois homens, traduz bem a vida de muitos que estão em destaque, no entanto, não aceitam que as verdades a respeito  de sua pessoa sejam manifestas. Os sinceros sempre correm riscos. Vejamos nesse conto:  

O rei dos macacos e dois homens – Fábula de Esopo

Dois amigos resolveram sair para uma aventura na floresta. Após caminharem por uma longa distância, acabaram por perderem o caminho de volta. Sem saber como fazer, prosseguiram em frente, até que avistaram um lugar diferenciado, o qual parecia um reino, mas, não de humanos.

Logo que os súditos daquele reino avistaram os dois amigos, os capturaram e os levaram até seu rei. Ao chegarem à sala do trono, avistaram um enorme gorila assentado.

O mesmo, observando detalhadamente os humanos, fez uma pergunta ao primeiro deles:

– Da terra de onde viestes, o que dizem sobre minha pessoa por lá?

– Ó soberano! Por certo só coisas boas! Dizem que és magnífico! O imbatível rei dos macacos, o fabuloso guerreiro invencível!

-Muito bem! Gostei de você! É muito sincero e sabe dar valor e se comportar diante de um rei! Portanto, merece ser recompensado. Criado, leve esse humano para o banquete,  dê-lhe o tratamento que merece!

Assim, aquele individuo bajulador, porquanto havia extravasado o ego do vaidoso monarca dos macacos, foi altamente bem servido.

A hora da verdade

No entanto, chegou o momento de seu parceiro. Entrando na presença do monarca, sem saber o que havia dito seu companheiro, foi com a sinceridade que lhe era peculiar. E o rei dos macacos, foi logo perguntando:

-De onde vens homem, o que dizem os humanos sobre minha pessoa?

– Que és um macaco!  ( respondeu o viajante)

– Mas apenas isso? O que dizem de minha soberania e autoridade, minha influência sobre os demais?

– Quer saber a verdade? Em minha terra és um macaco e nada mais! Não passa de mais uma espécie dos animais!

Enraivecido, o rei dos macacos mando prender o homem que lhe disse a verdade, enquanto o mentiroso desfrutava dos prazeres, por alimentar-lhe a vaidade!

Moral da história:

“Verifica-se nesta Fábula o que diz Terêncio, que a verdade causa ódio e o elogio ganha amigos. Com um Rei ignorante não há sábios nem virtuosos, apenas chocarreiros e aduladores. Daqui resulta que frequentemente os bons são rebaixados e obedecem aos maus, que o Rei Macaco tem ódio a quem o desengana, mas ao mentiroso favorece!”

Fábula de Esopo – Adaptação: Elaine Costa

Sobre Esopo autor da Fábula : O rei dos macacos e dois homens

Pouco se sabe sobre Esopo. A primeira alusão ao escritor foi feita por Heródoto, que comentou o fato de um contador de fábulas ter sido escravo.  

Nascido de maneira suposta no século VI a.C. ou VII a.C., na Ásia Menor, Esopo foi um contador de histórias de desmedida cultura, contudo, o foi apanhado e levado para a Grécia para servir como escravo, mas, continuou influenciando.

Esopo fez sucesso na Grécia, portanto, o escultor Lisipes ergueu uma estátua em sua homenagem. Contudo, o contador de fábulas teve um final de vida trágico, sendo condenado à morte por um crime que não cometeu, mas, isso não impediu que seu saber se espalhasse pelo mundo.

Exercícios de leitura para fundamental I: O rei dos macacos e dois homens

  1. O que você achou dessa fábula, o que ela nos ensina?
  2.  Se você estivesse no lugar do segundo homem o que faria?
  3. Se ficasse perdido em algum lugar, qual seria sua primeira providência?
  4. Você já se perdeu alguma vez e algum lugar? Como foi essa experiencia, anote no caderno.
  5. Vamos pesquisar os sinônimos das seguintes palavras?

Súditos – magnífico – imbatível – extravasado – ego

6.E qual seria o antônimo das mesmas palavras?

Proposta de atividade/dinâmica

Desafio- Mentira e verdade

Se fosse considerar nossos princípios éticos e morais, os verdadeiros recompensados deveriam ser os verdadeiros e os mentirosos, portanto, seriam punidos. Mas como nem tudo funciona dessa forma, o que se pode fazer?

Podemos realizar uma dinâmica bem legal não é mesmo?Portanto,vamos ver o que a Duda e a clara sugeriram logo abaixo?

Se você não quiser usar comida para essa dinâmica, poderemos adaptá-las, vamos lá?

  1.  Use um papelzinho  em  cada uma das mãos, com uma prenda a ser paga
  2. Em uma das mão deve conter algo agradável como: Pegar abala que está escondida no armário, cantar um verso de uma canção… o que você quiser
  3. Na outra mão deverá conter uma missão difícil, por exemplo: ir de joelho até a porta, cantar com a boca cheia d’água…  Invente e se divirta com a turminha!

Outra versão em vídeo: O rei dos macacos e dois homens

Fim

Que tal essa  fábula de Esopo: O rei dos macacos e dois homens ? é mesmo interessante como as pessoas preferem a mentira, quando esta, serve para alimentar o seu ego! Portanto, que essa fábula possa nos servir de Lição!  Se você gostou da fábula, quer ler outra como essa, ou que ver as pérolas da Demonstre, viste o blog! Esse é uns dois blogs mais incríveis que existe com relação à material para sua aula se tornar incrível! Não perca essa oportunidade!

Um grande abraço e até breve! Nosso prazer é ajudar você!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.