Poluição Da Água

0

Em primeiro lugar, a poluição da água acontece quando não podemos consumir nem os seres vivos do ecossistema possuem condições de viver no ambiente por causa de alterações em sua qualidade.

Nesse sentido, a água poluída pode causar danos aos seres vivos e comprometer o equilíbrio do bioma.

Poluição da água: alterações físicas

No momento em que são depositados materiais orgânicos na água de rios e mares, ela se torna turva e seu consumo não é aconselhável.

A água, quando limpa, é:

  • Inodora
  • Insípida
  • Incolor

Isto quer dizer que ela não tem cheiro nem sabor e é totalmente transparente.

Poluição da água: alterações químicas

Sob o mesmo ponto de vista, a poluição da água causada por materiais tóxicos pode alterar os níveis de:

  • Cálcio
  • Magnésio
  • Chumbo
  • Cádmio
  • Arsênico
  • Mercúrio

Os metais pesados existem em alguns processos industriais e, seus rejeitos acabam danificando a estrutura da água quando o descarte indevido acontece.

Poluição da água: alterações biológicas

Uma vez poluída, a água apresenta organismos patogênicos, provenientes de material orgânico.

Tais organismos podem conter germes como vírus e bactérias e causar uma série de doenças e alergias em contato com a pele.

Poluição da água: causas principais

Contudo, quem vivem nas cidades pode perceber que as indústrias poluem o curso d’água com compostos inorgânicos derivados de suas atividades comerciais.

Outros danos podem vir da indústria agrícola e de transformação:

  • Inseticidas
  • Plásticos
  • Solventes
  • Tintas
  • Detergentes
  • Fertilizantes

Períodos de chuva intensa podem agravar o problema, já que a água da chuva pode levar a contaminação para o solo, ou, no caso dos rios, até o oceano.

Surpreendentemente, a falta de saneamento básico é outro fator que aumenta a poluição da água.

Cidades que não possuem sistema de tratamento de esgoto, aliás, podem ter redes clandestinas, onde a água servida acaba se misturando a tubulação de águas fluviais, comprometendo o ambiente.

Por fim, em alto mar, embarcações de grande porte e plataformas de petróleo são um risco potencial, isto é, se houver qualquer tipo de acidente com vazamento de petróleo ou combustível os animais marinhos podem correr perigo, assim como as cidades costeiras.

Poluição da água: como perceber

Se acaso a água estiver coberta por algas na cor verde, isso significa, certamente que aconteceu uma eutrofização.

As cianobactérias vindas do fitoplâncton crescem muito rápido por causa dos níveis de fósforo e nitrogênio da água poluída.

Esse tapete verde é uma resposta da natureza ao desequilíbrio ambiental, porém, quando não controlado, impede a luminosidade do sol e diminui a oxigenação da água, gerando mortandade de peixes.

Poluição da água: doenças comuns

A mistura de fezes humanas e de outros animais com o lixo e esgoto despejado na água gera doenças graves.

Esquistossomose: verminose que causa problemas intestinais e renais)

Giardíase: problemas intestinais causados pela Giardia lamblia

Cólera: doença grave caracterizada por diarréia e vômitos. A bactéria Vibrio Cholerae é a causadora da enfermidade.

Desenteria: enfermidade causada pela água contaminada com ameba ou bactéria shigella.

Hepatite: a hepatite A pode se manifestar 15 a 20 dias após o contato com água contaminada pelo vírus A (HAV).

Leptospirose: infecção grave que pode ocorrer quando a água poluída está infectada com a urina de roedores.

Em resumo, saber as consequências da poluição da água é importante para evitar problemas de saúde, além de ser um conteúdo cobrado em vestibulares e concursos.

Poluição da água: exercícios

(ETEs-2007) Uma comunidade de uma determinada cidade resolveu adotar um rio para que ele continue sendo vital ao ecossistema de sua região. Para identificar os passos a serem dados visando à elaboração de um plano de recuperação de um rio, é necessário verificar as seguintes possibilidades:

I. Água Verde: pode significar algas demais na água; isso torna difícil a existência de qualquer outra vida no rio.

II. Água Turva: terra demais na água; isso torna difícil a respiração dos peixes.

 

III. Cheiro de ovo podre: esgotos podem estar sendo descarregados no rio.

IV. Camada laranja ou vermelha sobre a água: pode indicar que uma fábrica está despejando poluentes no rio.

V. Espumas ou bolhas na água: podem ser o sinal de um vazamento de sabão de residências ou fábricas.

 

(Adaptado de: 50 pequenas coisas que você pode fazer para salvar a Terra, Rio de Janeiro: Record, s/d. p. 94)

 

Identifique a alternativa que apresenta uma proposta adequada para melhorar a vida de um rio.

 

a) Para combater as algas mencionadas no item I, é preciso derramar grande quantidade de óleo diesel a fim de eliminá-las.

 

b) Para diminuir a quantidade de terra na água, conforme o item II, torna-se importante plantar mais plantas nativas nas margens a fim de evitar a erosão.

 

c) O problema descrito no item III pode ser facilmente resolvido, colocando-se água sanitária nas margens do rio.

 

d) O problema presente no item IV somente poderá ser solucionado com uma proposta apresentada à Câmara Municipal de retirar as indústrias da cidade.

 

e) Com o objetivo de resolver a situação presente no item V, deve-se substituir o consumo de sabão por detergente líquido.

 

(PUC – SP-2008) (…) Como se não bastasse a sujeira no ar, os chineses convivem com outra praga ecológica, a poluição das águas por algas tóxicas. Há vários anos as marés vermelhas, formadas por essas algas, ocupam vastas áreas do litoral chinês, reduzindo drasticamente a pesca e afugentando os turistas.

 

“O Avanço das Algas Tóxicas” in Revista Veja, 3 de outubro de 2007

 

O trecho acima faz referência a um fenômeno causado pela:

 

a) multiplicação acentuada de várias espécies de produtores e consumidores marinhos, geralmente devido à eutroficação do ambiente.

 

b) multiplicação acentuada de dinoflagelados, geralmente devido à eutroficação do ambiente.

 

c) multiplicação acentuada de várias espécies de produtores e consumidores marinhos devido ao aumento do nível de oxigênio no ambiente.

 

d) baixa capacidade de reprodução de dinoflagelados, geralmente devido à eutroficação do ambiente.

 

e) baixa capacidade de reprodução do zooplâncton e do fitoplâncton devido ao aumento do nível de oxigênio no ambiente.

 

Respostas: 1-b 2-b

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.