Pregação para o Natal

Pregação para o Natal, ou seja, falar sobre as comemorações natalícias, é praticamente ressuscitar memórias de infância em grande parte das pessoas, principalmente quando nascemos e crescemos no continente americano.

Pregação para o Natal

Trouxemos hoje, o esboço de uma pregação para o Natal, a qual, se você desejar, poderá compartilhar com sua comunidade, igreja ou família, portanto, vamos lá!

Pregação para o Natal

Natal, em boa parte das percepções humanas, combina com neve; presente; festa, amigo oculto; família…  Mas, o que seria o Natal de verdade? Por que nós, principalmente que habitamos nos países americanos comemoramos? E qual será sua verdadeira mensagem? Vamos descobrir?

O que é o Natal?

O Natal é uma data comemorada principalmente por cristãos, pois trata-se da comemoração da vinda do filho de Deus, Jesus Cristo ao mundo. Por certo, 25 de dezembro não foi a data exata de tal acontecimento, visto que alguns estudiosos, ao asssociarem os sinais atribuidos ao grande evento discordam.

Alegam que, o aparecimento da grande estrela, o fato de pastores estarem no campo e outras evidencias associadas ao nascimento do Messias, diferem das situações climaticas do oriente médio e seus arredores nesta época do ano.

Para alguns pesquisadores, tais sinais poderiam ter acontecido no mês de outubro, enquanto outros preferem defender que seja o Mês de março.

No entanto, o importante quando não se sabe exatamente a data de nascimento de alguém, é comemora-lo, seja qual for o dia ou mês, concordam?

Portanto, convencionou-se que no dia 25 de dezembro seja comemorado pelos cristãos o nascimento de Jesus Cristo na terra. A esse evento atentam os católicos, evangélicos ou espíritas, e todos os que acreditam em Jesus Cristo, sendo que as comemorações mais aquecidas acontecem nas Américas.

Quais os motivos para escolher uma Pregação para o Natal

Escolher uma pregação para o Natal , talvez seja a melhor forma de um líder religioso, seja um padre, pastor ou pregador, trazer para seu fiéis uma reflexão sobre o acontecimento visto pelos cristãos como o mais importante e belo de todos os tempos, o que se trata da vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo ao mundo.

Ele deixou sua glória, a beleza paz e resplendor que o cercava, para experimentar as dores e trabalhos na terra, e entregando aos 33 anos, sua própria vida em sacrifício para nos resgatar para Ele e o Pai.

Quem são os preletores de pregação para o Natal?

Por certo temos grandes pregadores que discorrem sobre os acontecimento natalícios, dentre eles estaria o pastor Leandro B. Peixoto , confiram conosco:

O Natal tem sido combatido por alguns cristãos, que alegam que ele é a festa pagã do culto ao Sol. Estabanamento puro. Escolheu-se esta data, entre outras, porque Cristo é o sol da justiça (Ml 4.6).

Outros combatem a árvore de Natal, dizendo-a vir de culto pagão às árvores. Mas a Bíblia se abre e se fecha com a presença de uma árvore (Gn 3.9 e Ap 22.14). A prática veio de Lutero, que enfeitou uma árvore em seu quintal, para comemorar o Natal.

Aplicações culturais

O cristianismo e a Bíblia expressam as verdades de Deus na cultura existente. Também é hábito adaptar passagens do Antigo Testamento para firmar conceitos. Seguem alguns exemplos.

Aplicamos o nome “Emanuel” a Jesus, mas o Emanuel de Isaías 7.14 é Ezequias, filho do rei Acaz, a quem o profeta se dirigiu; tanto que em Isaías 8.8 o Emanuel está vivo e recebe uma mensagem de Isaías.

A “virgem” de Isaías 7.14 foi aplicada a Maria, mas refere-se, incialmente, à esposa de Acaz, mãe de Ezequias. No entanto, isso não invalida o nascimento virginal de Jesus. O Novo Testamento o afirma (Mt 1.18).

Os quatro títulos aplicados a Jesus, em Isaías 9.6 – “Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz” – eram usados na sagração do novo Faraó, no Egito.

O profeta os aplicou a Jesus. Ele é o Messias, mas Deus diz que Ciro é “seu ungido” (Is 45.1), em hebraico, messhyhu, “messias dele”.

Entender o sentido não significa desacreditar

Natal não é festa pagã. Dizer isso é falta de inteligência. Natal é a comemoração do nascimento de Jesus.

Se a data não foi 25 de dezembro, qual é o problema?  A Páscoa, quando se comemora a morte de Cristo, cada ano cai num dia, mas não invalida a morte vicária de Cristo.

A postura de alguns em reinventar e redescobrir o evangelho é prejudicial. Pergunte a um cristão sincero, não desses que estão reinventando o evangelho, o que ele comemora no dia 25 de dezembro. Ele dirá: “O nascimento de Jesus”.

Na falta da data certa, ficou-se com esta. Qualquer outra suscitaria uma crítica de alguém. Que critiquem.

O erro não é comemorar o Natal de Jesus. O erro é esquecer o aspecto espiritual dele. 

Por isso, comemore o Natal. Com gratidão a Deus. Louve-o por seu Filho, Jesus Cristo, nosso Salvador. E ignore a rabugice de outros. Natal é para lembrarmos que Deus se fez homem e habitou entre nós.

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho

Extraído de pastoral do boletim da Igreja Batista Central de Macapá, 19/12/2010 ( fonte)

Como iniciar a pregação para o Natal

Como toda pregação, anteriormente, o preletor deverá fazer sua oração, preparando-se para transmitir a mensagem com unção, a fim de que faça efeito na vida daqueles que o ouvirão.

Leitura da Biblia e oração são indispensáveis na vida de um bom pregador. Antes de se dirigir para o local da pregação, faça um estudo bem feito, procure o significado das palavras, suas referências e contexto histórico.

Leia e releia a passagem bíblica, pedindo a Deus discernimento de forma correta. Ao receber oportunidade para pregar, primeiro busque sintonia com o público, assim eles o ouvirão melhor.

Comece comentando sobre algo interessante para todos, como por exemplo, a alegria de estarem reunidos para compartilharem de uma data importante… Crie um clima descontraído, porém respeitoso e ganhe a atenção do público.

Esboço de uma pregação para o Natal

Esse é um esboço objetivo, o qual intenciona apenas direcionar a mensagem e ajudar o pregador a se organizar. Contudo, o segredo maior, está na oração e leitura prática da Palavra de Deus. É o Senhor quem dará a revelação da Palavra.

A prática  continua da oração e leitura da bíblia, adicionando estudos e pesquisa, transformam um simples leigo em fenomenal pregador.

Tema – introdução da Pregação para o Natal

Primeiro, após ter já em casa, escolhido o verso chave da pregação, faça a Leitura do texto bíblico para a igreja. Exemplo:

“Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus forte; Pai da Eternidade e Príncipe da Paz” (Isaias 9:6)

Sabe-se que o tema aqui é pregação para o Natal, mas você poderá embelezar a mensagem dando um título como: “ O Natal que desejei”;  “ Por que se come e bebe no Natal”; “ Fazer caridade apenas no Natal está certo?”    Esses e outros títulos poderão abrir sua mensagem

Se você for daqueles pregadores que gostam de fazer o povo se movimentar, poderá pedir que aperte a mão do irmão do lado e diga por exemplo: ” Seu Natal nesse ano será diferente”! Ou outra frase que se encaixe em sua mensagem.

Desenvolvimento – Explicação do texto

Você poderá iniciar trazendo para o público, o contexto histórico no qual os judeus viviam no tempo do nascimento de Jesus:

  • Por que José precisou viajar a fim de se alistar,
  • As leis daquele tempo e suas punições,
  • O que acontecia com uma virgem que engravidava fora do casamento
  • O dominio do romanos e outras passagens, levando o povo a uma viagem no tempo.

Argumentação

(Aqui entram as separações em pontos: ponto 1, ponto 2, ponto 3 …)

Ponto 1

Pode-se usar o ponto 1 por exemplo, para ligar outro versículo, ao texto chave. Nesse caso, poderá ligar Isaias 9:6 e ater-se ao termo: ” Um menino nos nasceu, e um filho se nos deu”, fale um pouco, sobre o filho primogenito, e sua importancia para os judeus daquele tempo, quando eram nascidos meninos.

Ana quando orou por um filho homem, ( l Samuel 1:11) , naquele tempo, era muito importante o nascimento de um menino ( pesquise mais e discorra sobre isso).

Pode-se esclarecer que Jesus foi o filho primogenito de Maria e José, no contexto terreno. De Deus porém, ele é trtatado como filho “Unigênito” ( João :16)

Ponto 2

No segundo tempo associe o nascimento de Jesus, as expectativas do povo hebreu daquele tempo e por qual motivo queriam um libertador

Ponto 3

No ponto 3 fale de alguma experiencia vivida, onde você ou alguém conhecido tinha necessidade de algo pelo qual orou e pediu a Deus intensamente até que recebeu. Um milagre, um presente uma providencia, algo que chegou no tempo certo de sua necessidade.

Compare a chegada de Jesus para os pastores do campo, para os estudiosos que vieram do oriente acompanhando a estrela. Aponte os contrastes:

  • Para os pastores do campo, ao virem à jesus, encontraram o Deus menino que havia vindo ao mundo
  • Para os magos do oriente, a chave de ouro e resposta de seus estudos de longos tempos
  • Para José e Maria, o filho de Deus e salvador de seu povo acabara de nascer
  • Para Herodes, nasceu um adversário, pelo qual temia perder seu trono, por isso o quis matar.
  • Conclua essa parte perguntando aos congregados: ” E para você, o que representa o nascimento de Jesus?”

Você poderá desenvolver mais de acordo com o tempo que se tem disponível para pregar. Adicione experiências e outras passagens bíblicas ligadas ao assunto, contudo, cuidado para não sair fora do tema, da pregação para o Natal.

Conclusão da pregação para o Natal

É na conclusão portanto, que geralmente, que ocorrem os resultados e o emocional é tocado. Nela você fará a comparação dos tópicos desenvolvidos, e os interpretará à luz da bíblia.

Por isso é necessário oração, para que o efeito seja poderoso, e uma verdadeira pregação para o Natal possa deixar seu efeito na vida dos ouvintes.

Alguns pregadores costumam chamar o público a frente para orar por eles, outros sugerem que façam a oração do próprio lugar, em seu caso, faça conforme desejar. Contudo, se for para chamá-los à frente, é bom pedir permição a quem está liderando a reunião antes, se este for o responsável pelo evento.

Convide as pessoas que entendenderam a mensagem e desejam entregar suas vidas nas mão de Jesus, aceitando-o como salvador que veio ao mundo buscar e restaurar aqueles que se haviam perdido

Uma pregação para o Natal bem feita, traz para as pessoas,  renovação de  esperanças. Frases como: “Jesus nasceu para ser nosso salvador! ” Entregue seus caminhos ao Senhor, confie Nele e o mais Ele fará “- Salmo 37:5, podem mudar a vida de muitas pessoas e enche-las de esperança e paz!

Então, ore, estude a biblia, busque argumentos históricos e fale a boa Palavra de Deus, em forma de uma pregação para o Natal.

Exercícios com o texto: Pregação para o Natal

Para exercitar um pouco e aumentar nossos conhecimentos, sugerimos um pequeno questionário, que poderá ser utilizado por você, a fim de pesquisar e enriquecer seu sermão, vamos lá?

Questionário

  1. A quem os judeus se submetiam politicamente no tempo em que Jesus nasceu?
  2. Por que eles esperavam que o nascimento do Messias lhes traria liberdade?
  3. De acordo com a cronologia, Jesus era descendente de Davi, por meio de Maria ou de José?
  4. O que Maria teria feito com os presentes que Jesus recebeu ( Incenso, ouro e mirra? ) Se não descobrir, crie suas hipóteses ( mas, não afirme nada sem provas, apenas dê sua opinião, e deixe isso claro ao povo).
  5. De acordo com os estudos do pastor Leandro Peixoto, é errado comemorarmos o natal?

Fim

Terminamos aqui um texto com Pregação para o Natal, esperando que seja de grande valia para todos os interessados em saber mais sobre essa importante data, e como elaborar uma pregação básica sobre o tema.

Se você gostou de nosso material, ou tem alguma critica a fazer, estamos abertos ao diálogo, portanto, nos envie seu comentário, sugestão ou crítica.Temos mais textos com pregações, e se desejar poderá acessá-los.

Tenham todos um Feliz Natal e um ano novo cheio de Bençãos!

Add Comment