Problemas de socialização em cachorros – Como lidar

0

Os problemas de socialização em cachorros é um problema. Em caso de mudança de ambiente ou na presença de estranhos, alguns cães são muito desconfortáveis, ansiosos ou mesmo agressivos. 

Muitas vezes, a causa não é senão a falta de socialização. Portanto, descubra 7 comportamentos inadequados, relacionados à falta de socialização do cão.

SOCIALIZAÇÃO DO CACHORRO: DO QUE ESTAMOS FALANDO?

A socialização é um processo de aprender a se comunicar com outras pessoas. No caso do cão, diz respeito tanto às relações com seus congêneres quanto aos humanos e outros animais.

Essa socialização é, portanto, um elemento essencial da educação de um filhote. Isso é para ensiná-lo que tudo novo e / ou diferente não é necessariamente ruim e / ou assustador. 

Com uma boa socialização, você promoverá a confiança de seu cãozinho e o ajudará a responder adequadamente a novas coisas que ele encontrará ao longo de sua vida.

Por outro lado, a falta de socialização pode ter consequências muito prejudiciais … Aqui estão 7 comportamentos irritantes que um cão pode desenvolver se ele não tiver sido suficientemente socializado.

1. COMPORTAMENTO TEMEROSO

A falta de socialização pode levar a uma atitude geral de medo em cães. Desacostumado à novidade, o menor elemento anormal assusta, até mesmo a ansiedade. 

Em suma, seu companheiro tem medo de tudo! Ele pode estar assustado com algo tão inofensivo quanto um saco plástico que voa com uma rajada de vento ou um objeto grande demais para o seu gosto (e, portanto, percebido como ameaçador).

Em alguns casos, essa ansiedade pode até se tornar paralisante. Tanto é assim que o cão irá recusar qualquer mudança de ambiente ou nova situação.

cachorro-correndo

2. REAÇÕES EXCESSIVAS, AGRESSÃO

O medo às vezes gera uma resposta de defesa excessiva, resultando em comportamento agressivo. Sentindo-se ameaçado, o cão se torna agressivo para combater a “ameaça” que identificou. Essa reação também mascara seu medo do inimigo.

Apenas um cão que é muito socializado tende a considerar qualquer novidade – positiva ou negativa – como uma ameaça. A única maneira de impedir que o seu cão seja ameaçado por um simples guarda-chuva ou folha voando no seu quintal é socializá-lo com antecedência suficiente.

3. DIFÍCIL DE ADMINISTRAR DIARIAMENTE

Para um cão não socializado, a novidade (e, portanto, o perigo) está em toda parte! Nestas condições, é difícil ou impossível fazer algumas ações simples da vida cotidiana.

Limpeza, escovação, manutenção de garras, etc. Essas manipulações são imediatamente vistas como tortura. Você deve, portanto, levar seu cão ao veterinário, que fará isso por você. Vinculando … e caro!

4. (HYPER) SENSIBILIDADE AOS SONS

Muitos cães têm medo de fogos de artifício e de raios. Até então nada anormal. Mas quando uma falta cão de socialização, torna-se temerosa ao menor ruído inesperado: os sinais sonoros de microondas, as pás do ventilador, um alarme de carro na rua, etc. Assustado por seus ruídos, ele se afastará o máximo possível, ou até se esconderá.

5. MEDO DE NOVOS AMBIENTES

Claro, se um cão mal socializado tem medo de tudo, ele também está relutante em sair. Para ele, desviar-se da sua caminhada habitual é extremamente perturbador. Alguns cães temerosos têm medo de colocar o nariz para fora! Isso é chamado de agorafobia: para os cães que sofrem com isso, qualquer coisa fora de casa é potencialmente perigosa.

6. NERVOSISMO EM CONTATO COM PESSOAS

A socialização passa pelo encontro de humanos amigáveis. Para um cachorro com medo, as pessoas são incríveis.

bull terrier jogando

Para evitar essa preocupação, é importante apresentar ao seu companheiro seres humanos de todos os tipos, estilos e etnias: adulto / criança / idoso, homem / mulher, com barba / chapéu / óculos, etc. Esta variedade irá tranquilizar o seu cão e mostrar-lhe que nem todos os estrangeiros são uma ameaça. Caso contrário, ele ficará com medo e / ou agressivo assim que encontrar uma pessoa nova ou uma pessoa fora do comum.

7. MAL-ESTAR COM OUTROS CÃES

Você gostaria que sua hairball tivesse amigos de cachorro? A socialização também é fundamental!

Leia também Cachorro Pode Comer Chocolate?

Se o seu companheiro não estiver acostumado a conhecer congêneres desde tenra idade, ele ficará atento ao menor contato. De fato, os cachorrinhos têm comportamentos sociais bastante marcados, especialmente para brincar. 

Se o seu não aprendeu esta língua de outros confrades, não saberá como reagir quando chegar a hora. Aqui novamente, sua reação padrão será certamente medo e / ou agressão. Não é ideal para fazer amigos …

COMO SOCIALIZAR MEU CACHORRO?

Para evitar esses comportamentos irritantes, apenas uma solução: socialize seu cão  !

Na prática, o período de desenvolvimento social do filhote é bastante curto, como acontece nas 8 a 14 semanas de idade. Esse aprendizado da vida envolve encontros (com pessoas e outros animais) e a descoberta de coisas novas e lugares diferentes. Um cachorro é naturalmente curioso, divirta-se!

Para isso, você pode primeiro inscrever seu filhote em uma classe social. Lá, ele conhecerá outras pessoas e poderá aprender as regras do jogo amistoso com elas.

Em seguida, aproveite o tempo para explorar com seu companheiro:

  • Toque todas as partes de seu corpo (patas, garras, orelhas, trufas, barriga, etc.) para que ele se acostume com esse tipo de contato e se deixe fazer durante suas futuras manipulações.
  • Peça a uma variedade de amigos que conheçam o seu cão no seu próprio ritmo.
  • Exponha-o a diferentes ruídos fracos, depois mais fortes (eletrodomésticos, televisão, campainha etc.).
  • Deixe-o explorar por conta própria, especialmente durante as caminhadas. No início da socialização, no entanto, evite os locais freqüentados por outros cães.

E mesmo quando o seu cão é um adulto, certifique-se de manter esse aprendizado vivo, acostumando-o a coisas novas, fazendo com que ele conheça outras pessoas e animais. Em seguida, falamos de “socialização”, a continuidade da socialização.

Conclusão

A socialização é, portanto, um processo de aprendizado que leva seu filhote a novos patamares e gera confiança de maneira geral. 

Para melhores resultados, seja paciente e ajuste ao ritmo do seu cachorrinho! Ao conviver cedo, você dá a ele todas as cartas necessárias para administrar novas experiências durante sua vida.

Referências

https://www.akc.org
https://www.thesprucepets.com

Fim do post sobre Problemas de socialização em cachorros

Obrigada por ter acompanhado mais este post sobre cachorros com conflito em socializar!

Deixe seus comentários neste post e contribua!

Siga o Demonstre no Instagram e Facebook!

Até o próximo post!