Brincadeiras de criança… Parando para pensar em como está o universo infantil atualmente, me deparei com a seguinte questão: já que tudo evoluiu, quais são as diferenças atuais no quesito diversão para os pequenos? Você com certeza irá se surpreender com a mudança nos hábitos das nossas crianças, além de reviver boas memórias. Confira comigo neste artigo!

As crianças de hoje e suas brincadeiras: uma comparação com as gerações passadas

Com o advento das novas revoluções tecnológicas e digitais a sociedade vem tendo grandes mudanças no seu comportamento. E é claro que as crianças não ficariam de fora. Se você é nascido antes dos anos dois mil, provavelmente as suas brincadeiras do passado são,em sua grande parte, muito diferentes do que estamos acostumados a ver hoje em dia.

Amarelinha, pião, bolinhas de gude, passa anel e outros jogos fizeram parte da sua infância? Aposto que grandes lembranças começaram a surgir. Realidade virtual, videogames e jogos eletrônicos sofisticados pareciam estar a anos-luz de distância daquela época. Mas, em poucas décadas, a tecnologia avançou extremamente rápido e mudou para sempre a vida das pessoas. E em todos os sentidos.

Hoje, se você conversar com adultos que possuam mais de 35 anos, é possível perceber que muitos deles criavam os seus próprios brinquedos, ainda mais os habitantes de cidades de interior e comunidades rurais. Parte do nosso povo trabalhou durante a infância e juventude, porque muitas famílias precisavam complementar a renda. Para muitos brasileiros que hoje relembram o seu passado, a realidade está cada vez mais distante da antiga vida.

É, os tempos mudaram…

Para os nascidos após a virada do milênio, algumas das brincadeiras antigas são desconhecidas. Nunca estivemos tão conectados ao mundo virtual e, desde cedo, as crianças já estão em contato com a tecnologia. Para eles tudo isso é muito natural, ainda que seus pais e avós algumas vezes passem dificuldade para entender tal naturalidade.

E para os corujas de plantão que se vangloriam porque o filho ou neto sabe usar o touch screen eu tenho uma notícia assustadora: não há nada de genial nisso, (risos). Boa parte dos conhecimentos e habilidades das crianças atuais são tão normais para elas quanto foram os antigos jogos para seus pais e avós no passado. A única coisa que mudou nesse sentido foram as tecnologias utilizadas.

Infelizmente no quesito saúde pública as coisas mudaram, e para pior.

Diferentemente das gerações passadas, as crianças de hoje passam muito mais tempo em frente à TV, computador, tablets e afins. Isso acaba por distanciá-las dos jogos e brincadeiras que levam à prática de atividades físicas. Não é atoa que os índices de sedentarismo e obesidade infantil estão aumentando à cada dia.

Jogos eletrônicos no geral costumam fazer uma criança passar horas em completa ociosidade. Infelizmente, o Brasil é um dos líderes no ranking da obesidade infantil (fonte). É fato que as crianças de antigamente eram mais ligadas aos esportes e atividades físicas.

Como podemos lidar com as mudanças e resolver os problemas decorridos dela

A solução para os problemas discorridos até então é composta por vários aspectos. Talvez parte do segredo esteja em certas brincadeiras e jogos do passado. Quem diria, não é mesmo?

Precisamos aproximar nossas crianças dos esportes e todas as atividades que ajudem no desenvolvimento físico saudável. Algumas brincadeiras, jogos e esportes estimulam o hábito do exercício físico:

  • Queimada, Futebol.

  • Amarelinha, Pular corda.

  • Bete-ombro (jogo com tacos, semelhante ao basebol).

  • Esconde-esconde, Pega-pega.

Dicas importantes:

  • Evite deixar que a criança passe horas vendo TV.

  • Controle o acesso ao computador, tablet e celular. Essa inclusive é uma questão de segurança.

  • Incentive jogos e brincadeiras que exercitem o corpo e fique atendo às dicas de médicos e nutricionistas.

  • Tenha em conta quaisquer limitações físicas da criança antes de iniciá-la na prática de algum esporte ou atividade que exija esforço físico. Busque sempre por opções seguras de brincadeiras.

Vale lembrar que existem jogos eletrônicos que ajudam no desenvolvimento da criança. Tanto no quesito educacional quanto no desenvolvimento intelectual. Há bons aplicativos que podem estimular uma criança a raciocinar e a adquirir novos conhecimentos. É extremamente importante observar os benefícios que o avanço tecnológico nos trouxe. E é exatamente isso o que devemos fazer: tirar proveito dos benefícios e evitar o comodismo sedentário que hoje nos ronda.

A própria tecnologia também pode colaborar nesse sentido. Já existem alguns jogos e simuladores com sensores de movimento que permitem ao usuário ter diversão e ainda se exercitar ao mesmo tempo. Tal tecnologia ainda não é acessível e tampouco se sabe quanto virá a tornar-se popular. Enquanto isso, aproveitemos as brincadeiras e coisas simples da vida!

Para você que se interessou, nós temos uma sessão chamada Lista de Brincadeiras. Para conferir, é só clicar neste link.

Se você gostou, por favor nos ajude a divulgar. É importante levar esse conteúdo até pais, professores e adultos responsáveis por crianças. Além de trazer boas memórias podemos incentivar a prática de exercícios físicos e ajudar a melhorar a qualidade de vida dos nossos futuros adultos. Compartilhe no facebook, twitter e nas redes sociais que você desejar.

Obrigado e até a próxima!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.