Religião do Japão ou a crença predominante entre os japoneses é um assunto muito interessante, principalmente para aqueles que são fascinados por conhecer práticas e costumes de diversos povos ao redor do mundo!

Bom, já sabemos que cada país possui sempre uma religião predominante, ainda que uma porcentagem seja praticante de outras crenças, por isso torna-se super interessante saber em que creem os japoneses, concordam? Por esse motivo, trouxemos para vocês algo muito interessante:

Qual é a religião do Japão ou crença predominante

No Japão embora existam outras religiões amplamente difundidas como o budismo e o confucianismo, e mesmo uma porcentagem muito pequena de adeptos do Cristianismo, a religião predominante no entanto, é o Xintoísmo.

A palavra xintoísmo nasceu da expressão Kami-no-Michi, que na tradução exata significa “Caminho dos deuses”. Uma antiga mitologia desenvolvida pelo líder xintoísta nos séculos VI e VII, o clã Yamato, mais tarde conhecidos como a família imperial, sustenta que o líder do clã, o imperador, era descendente da deusa do sol, que era chamada de Amaterasu.

Acredita-se que aproximadamente 119 milhões de pessoas pratiquem o xintoísmo no Japão. O número é elevado por causa da falta de exclusividade do xintoísmo como religião, ou seja, muitos japoneses possuem outras crenças e mesmo assim praticam rituais caracteristicamente xintoístas em casa ou nos templos.

O xintoísmo ganhou proeminência no Japão a partir do século VI. Esta era considerada a religião oficial do império japonês, pois, de acordo com a mitologia local os imperadores do país eram descendentes dos kamis criadores do Japão.

Grandes guerreiros e poetas, também eram reconhecidos como divindades em virtude de suas habilidades especiais.

Quem adota o Xintoísmo, a religião do Japão

O Xintoísmo é praticado com muita dedicação pela maior parte dos japoneses, embora possa ter seguidores no mundo inteiro.

Principal liderança do Xintoísmo, a religião do Japão

Não exitem fundadores ou livros sagrados de onde houvesse derivado o Xintoísmo. No entanto, as práticas xintoístas foram apontadas pela primeira  nos escritos históricos do Kojiki e Nihon Shoki antes do budismo.

Esse é o mês da consciência negra no Brasil. Você conhece as leis que se relacionam com a história dos negros no Brasil?

E aí, você acha que a pedagogia de Paulo Freire é Marxista? Veja isto!

Não deixe de se inscrever no meu canal do youtube: Vídeos diários para professores!

Confira também as entrevistas que estamos realizando no canal do Demonstre:

Não deixe de se inscrever no canal do youtube do Demonstre: Vídeos diários de poesia!

 

Regras e costumes na religião do Japão

As cerimônias xintoístas podem ser realizadas em casa ou nos templos, tendo quatro importantes etapas:

  • A purificação com limpeza da boca e das mãos com água
  • As oferendas , com pequenos amuletos, pinturas e demais objetos
  • As preces
  • A festa sagrada.

Nos rituais xintoístas prioriza-se a necessidade de estabelecer um equilíbrio entre o ser humano e a natureza, que é considerada uma parceira do homem. Para que o homem consiga chegar a este equilíbrio, é imprescindível a purificação do corpo e da alma.

Dogmas da religião do Japão : Xintoísmo

O xintoísmo, ou o “Caminho dos Deuses”, começou a tomar forma no período pré-histórico do Japão. Nesta fase inicial, era a religião de uma sociedade pré-letrada, que formava uma espécie de clã. As divindades xintoístas eram árvores, montanhas, rios e rochas, tudo poderia ser considerado divino, incluindo os seres humanos.

Seus atributos:

  1. É uma religião baseada no respeito e culto da natureza, sendo que a relação homem-natureza é primordial ao xintoísmo
  2. Trata-se de uma crença panteísta, ou seja, acreditam que todos os elementos são deus ou é mesclado pelas substâncias, forças e leis da natureza.
  3. Para eles existem vários deuses (kami), cada um responsável por um elemento específico da natureza e do Cosmos.

  4. Os kamis (deuses) podem ter diversas formas, desde seres humanos, animais, tempestades, pedras, rios, estrelas e etc
  5. A principal divindade do xintoísmo é a deusa do Sol Amaterasu Omikami, que, de acordo com a lenda, nasceu a partir do olho esquerdo do deus da criação, Azanagui.

O que torna o xintoísmo uma religião importante é sua influência sobre os mais variados aspectos da vida de seus seguidores, que adotam a filosofia xintoísta em seus cotidianos mesmo que já tenham outro tipo de crença.

Concluindo

O Xintoísmo não se comporta como uma crença exclusivista. Ela é formado por um conjunto de crenças típicas, sendo que é a unica legitimamente considerada como a religião do Japão.E para finalizarmos, esperamos que você tenha gostado desta postagem, e que ela possa contribuir para acrescentar o seu conhecimento sobre as religiões existentes em diferentes nações.

Um grande abraço e até breve!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.