Salmo 63 mostra, a sede que o salmista possuía da presença de Deus! Ele o desejava mais que tudo, pois a presença do Senhor sentida por meio da oração, aliviava sua alma. Portanto, ele se comprazia em buscá-lo pela madrugada.

A madrugada aqui seria uma ambiguidade, representado não apenas o período que compreende o horário de meia noite à seis da manhã, mas também, madrugada, como uma figura de linguagem, na tentativa de dizer que ele iria buscar a Deus, antes de todas as coisas.

Leia o Salmo 63

Ó Deus, tu és o meu Deus, de madrugada te buscarei; a minha alma tem sede de ti; a minha carne te deseja muito em uma terra seca e cansada, onde não há água;

Para ver a tua força e a tua glória, como te vi no santuário.Porque a tua benignidade é melhor do que a vida, os meus lábios te louvarão.

Assim eu te bendirei enquanto viver; em teu nome levantarei as minhas mãos.A minha alma se fartará, como de tutano e de gordura; e a minha boca te louvará com alegres lábios, quando me lembrar de ti na minha cama, e meditar em ti nas vigílias da noite.

Porque tu tens sido o meu auxílio; então, à sombra das tuas asas me regozijarei.
A minha alma te segue de perto; a tua destra me sustenta.

Mas aqueles que procuram a minha alma para a destruir, irão para as profundezas da terra.
Cairão à espada; serão uma ração para as raposas.

Mas o rei se regozijará em Deus; qualquer que por ele jurar se gloriará; porque se taparão as bocas dos que falam a mentira.

Por quem o Salmo 63 era cantado?

O Salmo 63, foi escrito pelo rei Davi, possivelmente no deserto de Judá, quando enfrentava problemas com a perseguição de Saul. Posteriormente, como os demais salmos, teria sido entregue aos levitas, para compor o hinário, ou saltério como se referem os estudiosos, ao rico tesouro poético que continha a coleção dos salmos de Israel.

Ainda hoje, esse salmo pode ser cantado por Judeus ou Cristãos ao redor do mundo. Veja logo abaixo:

Vede o Salmo 63 em vídeo – Narrado na voz de Cid Moreira

Breve estudo sobre o Salmo 63

Aqui temos um breve estudo sobre esse maravilhoso salmo, cuja fonte se encontra na biblioteca Bíblica.

A sequencia do salmo 63:

Existe uma busca por  renovada sensação da presença de Deus (v. 1,2); Davi mostra sua fé no Senhor no v. 3-5; é vista a expressão de confiança em Deus, mesmo sob o manto da noite silenciosa nos v. 6-8; tanto quanto, a previsão do fim de seus inimigos nos versos 9,10;  e a renovação da profissão de fé de Davi em Deus, o grande Rei (v. 11).

63.1, 2 — O Deus, tu és o meu Deus. As palavras de abertura deste salmo demonstram fé em Deus, mas também sugerem uma época atribulada (Sl 22.1). Tem sede […] te deseja. O poeta está longe do lugar onde se adora a Deus e sente fortemente esta distância (Sl 42.1,2). O santuário estivera em Nobe (1 Sm 21.1), e foi aí onde Davi buscara a presença do Senhor. Mais tarde, foi transportado para Jerusalém (Sl 76.1,2).

63.3-5 O salmista expressa sua alegria por conhecer Deus, assim como sua determinação em louvá-Lo por toda a vida. Benignidade também pode ser traduzida por amor fiel (Sl 13.5).

Ao dizer: ” Te louvarão”, ele mostra que louvar é um ato vocal e público, como é visto nos Salmos (Sl 134-2).

Levantar as mãos ao Senhor expressa nossa dependência a Ele e reconhecimento de Seu poder, esplendor e majestade. Se fartará […] te louvará com alegres lábios. Ao entrar na presença do Senhor louvando-O, o poeta encontra o refrigério que procurava (v. 1).

Analise e mensagem do Salmo 63

 Deitado em sua cama, Davi permanecia mantendo seu pensamento em Deus, e isso acontecia durante as Vigílias da noite.

Os israelitas contavam a noite em três vigílias. Pode ser que, Davi estava com problema de dormir e desta forma dirigia sua alma à adoração. Meditar pode significar falar sobre coisas de Deus ou preencher a mente com Sua sabedoria .

Quando ele se refere estar à sombra das asas de Deus, faz uma referencia  de sua fé na proteção de Deus. Quando diz: “Tua destra”, seria o mesmo que  dizer sobre sua confiança na mão e no poder de Deus que libertou Israel do Egito (Ex 15.6) Davi esperava essa ajuda por parte do Senhor.

No 63.9,10 Davi prevê a destruição de seus inimigos, prevendo que eles seriam levados para locais desolados, onde apenas vivem, em estado selvagem, as raposas do deserto.

63.11  Davi se refere a ele próprio quando finalmente se tornou rei, portanto,Davi mostra sua plena alegria, encontrada em Deus. Qualquer que por ele jurar refere-se a todo aquele que crê no Senhor

Como trabalhar o Salmo 63 na escola com Crianças e

adolescentes

O rei Davi, quando era perseguido por Saul, as vezes se escondia no deserto. Onde será que ele dormia?  No livro de  1 Samuel 22:1 ao 5, diz que ele morou um tempo na “caverna de Adulão”, Já pensou como seria isso?   Vamos pesquisar?

  1. Divida os grupos, distribuindo as tarefas de pesquisa entre eles para ficar mais emocionante o trabalho.
  2. Um grupo irá pesquisar de que são formadas as cavernas,O material que as compõe, e o que as torna uma forma de abrigo ou casa dentro de uma necessidade( principalmente as cavernas existentes em Israel, onde Davi se escondeu)
  3. outro grupo deverá pesquisar como conseguiam água para beber e comida para se alimentarem ali.
  4. Algumas perguntas deverão ser respondidas ou debatidas, quando os alunos trouxerem os relatórios. Elas poderão ser entregues junto com as perguntas:
  5. Existem cavernas habitáveis no mundo? E no Brasil? Se existem onde ficam? Seria seguro um ser humano morar muito tempo em uma caverna? Por que acham isso?

Abra uma conversa animada mostrando para eles as vária formas encontradas pelos humanos para se abrigarem do frio, calor e ataques externos. Mostre para eles que os humanos variam muito em sua forma de moradia. Contudo, os animais,  moram instintivamente em lugares adequados a proteção de sua espécie.

Portanto, o rato mora nos bueiros, buracos, lixões… Os pássaros não combinam com lugares sujos, a não ser os abutres. Os macacos vivem em árvores…  Vocês terão assunto para valer!

Fim

Maravilhoso o salmo 63 não acha? Ele nos leva até Davi em sua reflexão profunda e entrega total a Deus! Os salmos são verdadeiras riquezas, as quais vamos desfrutando pouco a pouco, portanto, não perca as demais postagens.

Se você está gostando e deseja conhecer mais sobre esse assunto, ou outro referente a educação, poderá acessar outras páginas do Demonstre, e encontrará estudos e dicas maravilhosas para alimentar seu conhecimento, sobre salmos e tantas outras novidades.

Um grande abraço e até breve!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.