Como fazer um chá? – Segredos e Cuidados!

Não há comadre ou avó que não tenha receitinhas “milagrosas” de chá para curar qualquer tipo de mal estar.

Algumas até já super conhecidas, como o chá de camomila, que acalma, e o de boldo, para problemas digestivo. Mas você já ouviu falar em chá de rooibos, que combate problemas estomacais, de bergamota, ótimo para a digestão e anti-estresse ou em chá de crisântemo, relaxante e indicado contra dores de cabeça?

A natureza nos presenteou com essas e muitas outras ervas, flores e frutas que, se consumidas como chá, oferecem diversos benefícios para a saúde – e poucas calorias!

chá

No entanto, não são todas as plantas que têm princípios ativos benéficos. Muitas contêm vitaminas como a pró-vitamina B e a vitamina C, além de minerais, mas o efeito terapêutico só é eficaz se a extração da planta for correta e se a parte utilizada no chá tiver o ativo adequado.

É mito, por exemplo, quando dizem que suco de maracujá causa sonolência, já que o princípio ativo responsável por esse efeito está nas folhas da fruta. O chá feito com as folhas do maracujá, aí sim, é tranquilizante, explica ela.

Por isso, não vale usar ou misturar quaisquer ervas para obter uma bebida curativa. Até porque a mistura pode potencializar o efeito terapêutico ou afetá-lo de forma negativa, devido a ativos não compatíveis.

Assim, se você não tiver certeza quanto aos efeitos das plantas, consulte um especialista, já que algumas podem ser inclusive tóxicas para o organismo.

A preparação do chá também exige alguns cuidados para que ele não perca o efeito. O primeiro passo é aquecer a água, mas sem deixá-la ferver. Temperaturas muito altas podem cortar o princípio ativo. Então, retire a panela do fogo quando as primeiras bolhinhas começarem a aparecer.

Como fazer um chá? – segredos e cuidados!

Aí, hora de fazer a infusão: coloque a erva na água e tampe a panela, mantendo-a assim entre cinco e dez minutos. Tampar o recipiente é importante, já que muitos princípios ativos são voláteis, avisa a farmacêutica. Por fim, é só coar e saborear a bebida!

é muito importante que o recipiente utilizado no preparo da bebida não seja de inox ou alumínio. Senão, ela pode perder o princípio ativo. Além disso, os chás preparados em casa contêm maiores propriedades quando utilizamos a erva correta, fresca e limpa.

O ideal é tomar até três xícaras de chá por dia. O excesso daqueles que contêm cafeína, por exemplo, pode levar à ansiedade, irritabilidade, insônia e até mesmo à piora da TPM.

Quem tem insônia, então, deve evitar tomar chás ricos em cafeína, como o verde, antes de dormir. A temperatura da bebida é outro fator importante. Normalmente é bom que ela seja consumida quente, logo após o preparo. Mas se o objetivo é só dar uma relaxada, o chá morno é o indicado. Já o gelado é ideal para combater o desarranjo intestinal.

Como fazer um chá? – segredos e cuidados!

Com ou sem açúcar? O açúcar da cana-de-açúcar é quimicamente processado, o que não é legal para a saúde. O aconselhável, na verdade, é tomar o chá puro. Quanto mais puro, sem leite ou açúcar, melhor ele irá conservar suas propriedades.

No entanto, se você gosta da bebida adoçada, o recomenda utilizar mel, açúcar mascavo ou cristal. Também podemos adicionar stévia no preparo do chá. Esta erva deixa um gostinho adocicado na bebida.

Lembre-se, entretanto, que o chá, sozinho, não faz milagres. Ele ajuda a prevenir certas doenças e combate os primeiros sintomas, mas é, na verdade, complementar ao tratamento médico. Pintou mal estar? Tome um chazinho, mas não deixe de procurar o médico!

O SEGREDO DOS CHÁS

Depois da água, o chá é a bebida mais consumida no mundo inteiro. São cerca de 36 mil xícaras por segundo! Os gregos antigos tomavam chá para tratar asma e constipações, enquanto os chineses o bebem há milhares de anos para ajudar na digestão e no desempenho físico e mental. Além de saboroso, o chá é, indiscutivelmente, um santo remédio, com efeitos terapêuticos comprovados pela Ciência – é só escolher o seu!

Como fazer um chá? – segredos e cuidados!

Reza a lenda que um imperador da China só bebia água fervida. Um dia, folhas dos ramos de uma árvore caíram na panela de água fervente, conferindo-lhe um delicioso aroma e sabor. Estava descoberto o chá! Serví-lo e bebê-lo fazem parte importante da cultura chinesa. Há vários festivais de chá no país e alguns.

locais são famosos pelo chá que produzem, como a cidade de Hangzhou, onde é produzido um dos melhores chás-verdes da China.

Esse tipo de chá é, inclusive, servido em vários restaurantes enquanto a comida não chega. Os tipos variam conforme a variedade da Camellia Sinensis e também dependem de como as folhas da árvore são processadas. Os mais conhecidos são o chá verde, branco e preto (na China, chamado de vermelho). Todos eles são ricos em catequinas e polifenóis, antioxidantes potentes. Por isso, previnem doenças como o câncer e a pressão alta.

Chá verde:

Ele reduz o colesterol ruim (LDL) e inibe a formação de coágulos sanguíneos anormais, podendo evitar a trombose. O chá-verde pode, ainda, ajudar na prevenção de cáries e placas dentárias, além de ser poderoso desintoxicante.

Não existe chá emagrecedor. Eles são apenas coadjuvantes no emagrecimento e devem ser acompanhados por uma rotina de exercícios físicos e pela mudança dos hábitos alimentares.

Chá branco:

É o “chá da saúde”, que contém os maiores níveis de antioxidantes. Ele reduz o colesterol ruim (LDL), ajudando no fluxo sanguíneo e protegendo o coração. O chá branco deixa, também, os dentes mais resistentes a cáries e os ossos mais fortes.

Estudos mostram que pessoas que bebem esse chá regularmente têm densidade óssea maior do que quem não bebe, o que é bom para prevenir a artrite e a osteoporose.

Como fazer um chá? – segredos e cuidados!

Ele pode, ainda, diminuir o nível de açúcar no sangue e ajudar a prevenir ou atenuar os sintomas da diabetes. Além disso, o “chá da saúde” combate vírus e bactérias, protegendo o organismo contra inúmeras doenças, como a gripe.

Chá preto (ou vermelho):

Tornou-se grande aliado da medicina ortomolecular, principalmente pelo efeito “depurador de gorduras”. São inúmeros seus benefícios para o bem-estar, inclusive emocional, já que ele ajuda a combater a depressão. Apresenta, também, propriedades antioxidantes, que previnem o envelhecimento celular e as doenças degenerativas.

Tem efeito analgésico, anticoagulante, antibiótico, antidiarréico, anticárie e protege as artérias. É rico em componentes essenciais que aceleram o metabolismo e reduzem o colesterol, melhorando, ainda, a digestão. Se tomado em excesso, o chá vermelho aumenta a ansiedade, a insônia, a TPM e a possibilidade de cálculos renais, por conta do alto teor de oxalatos.

Qual é o melhor chá para a saúde?

Chá branco ajuda no combate ao envelhecimentou003cbru003eChá verde acelera o metabolismou003cbru003eChá mate ajuda na diabetes

Quantos tipos de chá posso tomar por dia?

 De uma forma geral, é melhor não u003cstrongu003etomaru003c/strongu003e mais que 4 ou 5 xícaras dessa bebida por u003cstrongu003ediau003c/strongu003e.

Qual é o melhor chá do mundo?

Chá Verde. O chá verde é derivado da planta do chá conhecida como Camellia Sinensis

Veja novas dicas aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTEÚDO RELACIONADO

Este é um site do grupo B20