O que é Diabetes?

Você sabe o que é Diabetes? Começamos uma nova série com uma responsabilidade fora do comum, que é a apresentar e conceituar dúvidas constantes no dia a dia escolar e cotidiano do aluno e professor

Atualmente a taxa de obesidade entre crianças, no Brasil, cresceu em 10 vezes nas últimas 4 décadas visto o maior consumo de fast food. Esse fato, tem múltiplas consequências, como complicações no nos rins, o “pé diabético” e a obesidade.

Segundo informações da Sociedade Brasileira de Diabetes, existem mais de 214 milhões portadores de diabetes e a cada cinco segundos, uma pessoa descobre que é portadora de diabetes no mundo. No Brasil, esta estimativa é de 2 minutos e 18 segundos, ou seja, quando você terminar de ler este artigo, alguém terá descoberto que tem a doença. Alarmante? Sim, com certeza, mas o pior é que poucas pessoas têm conhecimento sobre os sintomas da doença e como tratá-la.

O que é Diabetes?

diabetes-9930390-3308360-6452676

A Diabetes, ou Diabetes Mellitus, é um síndrome que possui variadas causas com a mesma consequência: A falta de insulina ou o má funcionamento dessa para digerir o açúcar. Essa síndrome acontece porque pâncreas para de produzir ou produz erroneamente o hormônio insulina, responsável por diminuir a glicose em partes menores para que fique adequada para a absorção dessa substância pelo organismo.Como consequência, ocorre um decréscimo na taxa de glicose no corpo, interrompendo, assim, a utilização dessa para a produção de energia pelas células por meio do ciclo de Krebs.

Tipos de Diabetes

O sistema para que ocorra a “digestão” da glicose acontece a partir de uma cadeia de reações. Primeiro, o organismo identifica a presença( elevada) do nível de açúcar no organismo, em seguida as células betas, que ficam no pâncreas são acionadas e começam a produzir insulina. Depois, a insulina entra em contato com a glicose quebrando-a em pequenos pedaços para a absorção. A partir daí o próprio organismo irá decidir se essa glicose será utilizada para produzir energia, ou para armazenamento, fazendo com que os níveis de açúcar no sangue se normalize.

o-5365176-8795341-4452526

Entretanto, algumas pessoas nascem com uma deficiência na produção dessa insulina, ou adquirem essa síndrome ao longo da vida. Dessa forma, a diabetes tem um “leque” de tipologias , que serão descritas a seguir:

Diabetes Tipo 1:

O sistema imunológico de algumas pessoas atacam as células beta fazendo com que a fonte de produção da insulina libere muito pouco ou nenhum hormônio. Essa tipologia geralmente aparece em crianças e adolescentes, sendo tratado com mudança da dieta e coma injeção de insulina.

O diabetes tipo 1 aparece quando o organismo começa a eliminar as células produtoras de insulina por engano, achando que são corpos estranhos. O diabetes tipo 2 possui caráter hereditário e tem relação com a obesidade e o sedentarismo. Estima-se que 60% a 90% dos portadores da doença sejam obesos. A incidência é maior após os 40 anos. Este tipo de diabetes ocorre por uma contínua produção de insulina pelo pâncreas, sem que ela seja metabolizada pelas células.

Diabetes  Tipo 2:

Essa tipologia é caracterizada pela produção de insulina pelo corpo, porém a sua utilização é errônea ou sua produção é insuficiente para regular o índice glicêmico.É mais comum em adultos e é tratada com planejamento alimentar e atividade física.

No caso do diabetes tipo 2, é comum que não se tenha nenhum sintoma, por isso é essencial que todas as pessoas com mais de 40 anos façam um acompanhamento anual da sua taxa de glicose no sangue. O ideal é que a glicemia de jejum esteja entre 70 mg/dl e 99 mg/dl e inferior a 140 mg/dl 2 horas após sobrecarga de glicose.

O tipo 2 é quase dez vezes mais comum que o tipo 1 e pode ser controlado e até eliminado com a adoção de uma dieta equilibrada e exercícios físicos. Em outros casos, é necessário utilizar medicamentos orais junto com a insulina, mas apenas um médico poderá prescrever o melhor tratamento.

Diabetes Gestacional:

Devido as mudanças ocorridas no organismo durante a gestação os hormônios podem ser afetados, desregulando, assim, a insulina. Com o surgimento da placenta, o funcionamento da insulina é reduzido, e a sua prodição no pâncreas também. Entretanto, algumas mulheres não realizam esse processo, e há um aumento no nível de glicose no sangue que pode afetar o crescimento do feto.

Pessoas com alto nível de glicose no sangue podem ter os seguintes sintomas:

– Sede excessiva;

– Muita vontade de urinar;

– Perda de peso mesmo comendo mais que o normal;

– Fome exagerada;

– Visão embaçada;

– Infecções de pele ou mucosas;

– Dificuldade de cicatrização;

– Fadiga;

– Dores nas pernas e má circulação.

O que o diabetes pode causar

– Alterações vasculares na retina podendo causar sangramentos e perda de visão;

– Problemas no funcionamento dos rins, podendo chegar a parada total destes órgão;

– Neuropatia Diabética, ou seja, problemas motores, dores e formigamentos de membros inferiores, assim como a impotência sexual;

– Feridas que não cicatrizam podem ser muito perigosas, principalmente nos pés;

– Infarto do miocárdio;

– Infecções em áreas sensíveis como áreas como boca, gengiva, pulmões, pele, pés e genitais.

De olho na prevenção da diabetes

Para evitar a diabetes, é preciso investir na dupla dinâmica que todos nós já conhecemos: uma alimentação balanceada, ou seja, com pouca gordura e açúcar, e prática de atividade física. Quem é portador da doença também deve investir nesta combinação, que ajuda a diminuir os efeitos e pode até normalizar a glicose no sangue, no caso do diabetes tipo 2. Previna-se!

O que é Diabetes e sua Relação com o meio escolar

O índice de crianças com diabetes tem crescido nos últimos anos. Portanto, é necessário que o professor tome cuidado com o que os seus alunos consomem para evitar que eles possam desenvolver a diabetes por causa da alimentação. Para isso o professor poderá fazer atividades de conscientização sobre alimentação saudável.

Proposta de aula para trabalhar sobre Diabetes em sala de aula:

Tema:

Diabetes

Objetivos sobre falar sobre Diabetes :

Objetivos Gerais sobre a aula de Diabetes:

Conscientização sobre os benefícios de uma alimentação saudável.

Objetivos Específicos sobre a aula de Diabetes:

  • Entender sobre a importância da ingestão de frutas e legumes;
  • Entender os efeitos dos alimentos no nosso organismo e como esse são digeridos;
  • Entender o que é diabetes e o que acontece no nosso corpo;
  • Conhecer hábitos alimentares saudáveis.

Conteúdos para desenvolver uma aula de Diabetes:

Vídeo 01: https://youtube.com/watch?v=nyvu2euX8tM

ver-2682676-9526725-9975485

Texto: https://infoescola.com/doencas/diabetes/

Metodologia sobre a aula de Diabetes:

A aula pode começar com a apresentação do imagem 01 , onde o professor poderá debater com os alunos sobre quais frutas e legumes se encontram na figura e quais os benefícios de sua ingestão. A partir disso, o professor poderá falar que a ausência de uma alimentação saudável pode acarretar em uma série de doenças, e assim introduzir a síndrome de diabetes. Dessa maneira, o professor apresentará o vídeo 01, onde os alunos aprenderão o conceito, como ocorre, os sintomas e tratamentos da diabetes. E para finalizar, o professor pode passar o texto 01 como fonte de apoio ao conteúdo.

Avaliação sobre a aula de Diabetes

O professor juntamente aos alunos poderão desenvolver uma mini orta para o consumo interno da escola. Dessa forma, poderiam ser implantado um sistema de alimentação saudável na escola, incentivando, assim, o hábito de consumir frutas e legumes.

Filmes sobre Diabetes

Fed Up, 2014.

fed-up-crtaz-4569225-3013771-7671604

A indústria alimentícia americana é apresentada como desprezível e desleal. Cada vez mais os estadunidenses e, sobretudo, as crianças adoecem pela má alimentação. A preocupação com o corpo e a aparência é colocada em questão e relacionada aos níveis tão altos de obesidade infantil do país. As cineasta Stephanie Soechtig e a jornalista Katie Couric mostram como as crianças podem chegar a ter vidas mais curtas do que a dos pais.

Livros sobre Diabetes

Diabetes Controlada: O Programa Alimentar Para Controlar A Diabetes E Voltar A Viver Bem Em 30 Dias

Autor: Dr. Patrick Rocha

dia-4648872-4634528-2451606

 O Programa Alimentar Para Controlar A Diabetes E Voltar A Viver Bem Em 30 Dias apresenta soluções para os milhões de brasileiros que sofrem de diabetes não virarem reféns de remédios. O autor Patrick Rocha que é medico especializado em nutrição trás orientações e uma dieta real e saudável para controlar a doença sem fazer mudanças drásticas. Conheça as verdades e mentiras sobre a diabetes, quais os melhores alimentos e hábitos para sua saúde, causas, sintomas e soluções. Patrick Rocha, através do Programa Diabetes Controlada, já transformou a vida de 40 mil diabéticos.

Questionário sobre Diabetes

01. ENEM – 2016 Portadores de diabetes insipidus reclamam da confusão feita pelos profissionais da saúde quanto aos dois tipos de diabetes: mellitus e insipidus. Enquanto o primeiro tipo está associado aos níveis ou à ação da insulina, o segundo não está ligado à deficiência desse hormônio. O diabetes insipidus é caracterizado por um distúrbio na produção ou no funcionamento do hormônio antidiurético (na sigla em inglês, ADH), secretado pela neuro-hipófise para controlar a reabsorção de água pelos túbulos renais.

Tendo em vista o papel funcional do ADH, qual é um sintoma clássico de um paciente acometido por diabetes insipidus?

(A) Alta taxa de glicose no sangue.
(B) Aumento da pressão arterial.
(C) Ganho de massa corporal.
(D) Anemia crônica.
(E) Desidratação.

Respostas

1- E

Fontes

Creche Segura, link: https://crechesegura.com.br/escola-inclusiva-o-aluno-com-diabetes-o-que-o-professor-precisa-saber/

Manual com diretrizes para professores de crianças diabéticas, link: https://debemcomavida.accuchek.com.br/media/14152/guia_dbcv_professores_a4.pdf

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTEÚDO RELACIONADO

Este é um site do grupo B20