Riscos das dietas da moda -A dieta dos pontos

Dieta da lua, do abacaxi, da sopa, dos três pulinhos… sempre existe alguma novidade magica que ajuda a perder peso milagrosamente em pouco tempo.

Como cada um que conta aumenta um ponto, as fórmulas milagrosas ganham novos ingredientes e conseguem sempre espaço nas capas de publicações nem sempre confiáveis.

A famosa dieta dos pontos

Foi assim que a Dieta dos Pontos, um método que dá notas para cada tipo de alimento em vez de considerar apenas suas calorias, se tornou popular e conquistou adeptos.

O principal problema é que, depois que se mostra uma maneira de emagrecer, abre-se espaço para que cada pessoa altere a forma de seguir a dieta.

Riscos das dietas da moda -a dieta dos pontos

Mesmo que a nutricionista responsável afirme que o cardápio só pode ser seguido por uma ou duas semanas, há quem passe a adotar dietas restritivas como estilo de vida.

Os perigos da dieta dos pontos

Doenças como hepatite, anemia, desnutrição e hipovitaminose (carência de vitaminas) estão intimamente relacionadas com a má alimentação.

Até distúrbios normalmente ligados aos obesos, tais como hipertensão e diabetes, também podem atingir as pessoas que vivem “eternamente” de dieta.

A Dieta dos Pontos é baseada em um cálculo das necessidades energéticas diárias da pessoa. Esse total de calorias é dividido por um valor padrão – em torno de 3,6 – que é equivalente a 1 ponto. a partir daí, é possível chegar ao total de pontos que a pessoa precisa por dia.

Riscos das dietas da moda -a dieta dos pontos

A questão é que, como não está regida pelos princípios da reeducação alimentar, a Dieta dos Pontos pode virar uma arapuca para a saúde.

Não considera a qualidade da alimentação: o que interessa são apenas as calorias ingeridas no dia. Para facilitar, são estabelecidos pontos para todos os alimentos baseados também apenas nas calorias de cada alimento.

Já deu para perceber como é fácil se perder no meio tantas “facilidades”? Funciona assim: se uma pessoa precisa consumir 26 pontos diariamente, ela pode tanto equilibrar a alimentação e comer de forma saudável, quanto passar o dia ingerindo doces e frituras dentro da cota.

Os erros nesse tipo de dieta

Quem segue direitinho a quantidade de pontos estabelecida pode até emagrecer, mas não necessariamente perderá gordura.

Como consultora de nutrição, eu não recomendaria este tipo de dieta de forma alguma. Não é possível comparar um bombom com muitos bagos de uva, por exemplo.

O tipo de caloria é diferente, o bombom fornece muita gordura, o que não acontece com as uvas. No entanto, elas não poderiam ser consideradas substitutas na dieta dos pontos.

Riscos das dietas da moda -a dieta dos pontos

A pessoa pode até perder peso, mas não vai reeducar seus hábitos. A tendência depois que acaba a Dieta dos Pontos é que se volte a comer como antes, o que leva ao efeito sanfona.

Além disso, pode haver uma neurose na contagem de pontos que também não é nada saudável. Para uma nutrição de qualidade, é preciso evitar alimentos gordurosos, dar preferência aos grãos integrais e consumir muitas frutas, verduras e legumes, além de buscar um equilíbrio entre a ingestão dos nutrientes.

Riscos das dietas da moda -a dieta dos pontos

Não vale a pena pôr a saúde em risco. Fazer dieta sem orientação, deixando de lado os princípios da reeducação alimentar, pode causar aumento do perfil lipídico do sangue, o que eleva as taxas de colesterol e triglicéridos, um perigo para o coração.

Quem acha mais fácil seguir o método de pontos deve ter acompanhamento com um nutricionista ou médico de confiança.

Como iniciar uma dieta para perder peso?

O primeiro passo, sem dúvida, é tomar a decisão de emagrecer! o segundo passo é procurar ajuda profissinal.

O que posso fazer para perder peso em uma semana?

Para u003cstrongu003eperder pesou003c/strongu003e em uma u003cstrongu003esemanau003c/strongu003e e ainda 10 kg você deve buscar além da dieta uma atividade física para trabalhar os músculos. 

É possível perder quantos quilos em um mês?

Quanto peso é u003cstrongu003epossível perder em um mêsu003c/strongu003e. Em um u003cstrongu003emêsu003c/strongu003e, você pode u003cstrongu003eperderu003c/strongu003e, em média, de 3 a 4 u003cstrongu003equilosu003c/strongu003e se seguir um plano bastante rígido.

Saiba mais aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTEÚDO RELACIONADO

Este é um site do grupo B20