Transtorno do Estresse Pós-traumático

Olá! No texto de hoje iremos abordar sobre o transtorno do estresse pós-traumático, conhecido também pela sigla TEPT. Boa leitura!

Transtorno do Estresse Pós-Traumático

O Transtorno do Estresse Pós-Traumático caracteriza-se como um transtorno de ansiedade no qual há presença de uma série de sintomas físicos e emocionais em decorrência de uma situação traumática.

transtorno do estresse pós-traumático
Transtorno do Estresse Pós-traumático

O indivíduo portador do TEPT acaba lembrando do evento traumático e, com isso, passa a ter a sensação de que está vivenciando aquele acontecimento outra vez. Geralmente o transtorno surge em indivíduos que já viveram situações de abuso sexual, violência, situações de tortura ou assaltos.

Causas do Transtorno do Estresse Pós-Traumático

O transtorno pode surgir após uma exposição a um evento traumático, como situações de violência, abuso sexual, tortura ou assalto, por exemplo. Entretanto, a intensidade do evento traumático contribui para o aparecimento do TEPT, apesar de não ser um fator determinante.

Um aspecto que também deve ser levado em consideração, é se o indivíduo apresenta histórico de ansiedade, por exemplo.

Sintomas

Os sintomas de TEPT costumam estar divididos entre três categorias, sendo elas:

  • Reexperiência traumática: essa categoria reúne pensamentos que remetem à lembrança do episódio traumático, surge também com a presença de flashbacks e/ou pesadelos;
  • Esquiva e isolamento social: o indivíduo utiliza um mecanismo de fuga, isto é, ele começa a fugir de situações e atividades que possam ativar as lembranças do trauma vivido;
  • Hiperexcitabilidade psíquica e psicomotora: os sintomas dessa categoria incluem sudorese, tonturas e dores de cabeça, taquicardia, alteração no sono, entre outros.
transtorno do estresse pós-traumático
Transtorno do Estresse Pós-traumático

É válido ressaltar a importância de perceber os sintomas e sinais caso tenha vivenciado uma situação traumática, a fim de identificar a presença do Transtorno de Estresse Pós-Traumático e, assim, obter um diagnóstico e tratamento efetivo para o controle dos sintomas.

Diagnóstico

O diagnóstico clínico se dá com base nos critérios do DSM-IV (Manual de Diagnóstico dos Distúrbios Mentais) e o CID-10 (Classificação Internacional das Doenças), no qual evidencia a importância de identificar, primeiramente, o evento traumático.

O transtorno pode ser identificado no paciente de acordo com a repetição e frequência dos sintomas.

Tratamento

O tratamento do transtorno é realizado a fim de controlar os sintomas apresentados, podendo ser feito através da psicoterapia. As sessões de psicoterapia permitem que o paciente possa entender o que está acontecendo, revivendo a situação traumática, mas dessa vez com o objetivo de expor como se sente com relação ao evento traumático.

Além disso, a psicoterapia também oferece ao indivíduo técnicas de relaxamento e de respiração para manejar o transtorno através do controle dos sintomas.

transtorno do estresse pós-traumático
Transtorno do Estresse Pós-traumático

Dependendo do caso, o tratamento também pode necessitar de medicamentos, variando de acordo com o quadro clínico e sintomas de cada paciente.

Perguntas frequentes sobre transtorno do estresse pós-traumático

Confira abaixo algumas das perguntas mais frequentes sobre o transtorno de estresse pós-traumático

O que é transtorno do estresse pós-traumático?

O transtorno é caracterizado como um distúrbio de ansiedade que surge com uma exposição do indivíduo a eventos traumáticos.

Quais os sintomas mais frequentes?

O transtorno pode reunir sintomas físicos e emocionais, aparecendo de forma mais frequente por meio de taquicardia, fuga de situações que desencadeiam a lembrança do evento traumático, alterações no sono, tonturas e dores de cabeça, dificuldade para se concentrar, comportamentos autodestrutivos, entre outros.

Como identificar o transtorno?

O primeiro critério para identificá-lo é se houve exposição a algum evento traumático, mesmo que tenha acontecido há mais tempo. Com isso, é importante avaliar os sintomas apresentados e se eles possuem relação com o evento traumático.

O que causa o transtorno do estresse pós-traumático?

O surgimento do transtorno se dá através da exposição do indivíduo a um evento traumático, podendo ser uma situação de violência, abuso sexual, assalto, acidentes, tortura, entre outros.

Como é o tratamento para o transtorno?

O tratamento pode incluir, além da psicoterapia, o uso de medicamentos. A melhor forma para conduzir o manejo do transtorno vai depender do quadro clínico do paciente, os sintomas apresentados e a frequência.

Transtorno do Estresse Pós-traumático e muito mais!

Espero ter esclarecido suas dúvidas sobre o assunto. Obrigada por acompanhar o post até aqui! Fique de olho em outros textos do Blog Demonstre, separei um especialmente para você: 10 Doenças nos ossos.

Comentar

  • […] Espero ter esclarecido suas dúvidas. Lembre-se: é muito importante estar atento ao desenvolvimento infantil para que qualquer sinal seja percebido e, se necessário, diagnosticado mais cedo. Obrigada por acompanhar o post até aqui! Confira outros textos do Blog Demonstre, separei um especialmente para você: Transtorno do Estresse Pós-traumático. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTEÚDO RELACIONADO

Este é um site do grupo B20