0i pessoal, o post de hoje traz o poema Soneto do amigo de Vinicius de Moraes. Espero que vocês curtam mais esse poema do projeto Poema de bom dia!

Soneto do amigo – Vinicius de Moraes

Soneto do amigo de Vinicius de Moraes fala sobre os conflitos e os bons momentos que uma amizade passa. Uma velha amizade não tem igual, é um lugar de conforto e segurança. Com quem mais podemos ser nós mesmos e confiar nossos segredos? Vamos ao poema Soneto do amigo?

Veja este vídeo completo sobre o Escola Sem Partido e a realidade do professor. Vamos bater de frente nesta discussão e argumentar como professores, pois nós entendemos a realidade escolar!

Não deixe de se inscrever no meu canal do youtube: Vídeos diários para professores!

Temos um anunciante!!! Clique na imagem ou no link e confira o material deste anunciante que está ajudando a manter o Demonstre:

Você já parou para pensar que uma dieta real faz a diferença? Estou fazendo e me sinto bem melhor!

dieta de 21 dias demonstre

O que me impressionou neste dieta foi esse teste que mede o grau de inflamação celular, muito interessante!

Link do quiz de inflamação celular: https://goo.gl/vCPzVJ

Você conhece Froebel? Neste vídeo apresento este teórico da educação infantil, responsável pela criação dos jardins de infância como conhecemos hoje, assim como do conceito do brinquedo pedagógico.

Não deixe de se inscrever no meu canal do youtube: Vídeos diários para professores!

Confira também as entrevistas com poetas que estamos realizando no canal do Demonstre:

Não deixe de se inscrever no canal do youtube do Demonstre: Vídeos diários de poesia!

E ainda temos os vídeos de poesias, sempre maravilhosos e diários no canal do Demonstre:

Não deixe de se inscrever no canal do youtube do Demonstre: Vídeos diários de poesia!

 

Soneto do amigo – Vinicius de Moraes

 

Enfim, depois de tanto erro passado

Tantas retaliações, tanto perigo

Eis que ressurge noutro o velho amigo

Nunca perdido, sempre reencontrado.

É bom sentá-lo novamente ao lado

Com olhos que contêm o olhar antigo

Sempre comigo um pouco atribulado

E como sempre singular comigo.

Um bicho igual a mim, simples e humano

Sabendo se mover e comover

E a disfarçar com o meu próprio engano.

O amigo: um ser que a vida não explica

Que só se vai ao ver outro nascer

E o espelho de minha alma multiplica.

 

FIM do poema Soneto do amigo de Vinicius de Moraes

Muito obrigada por ter nos acompanhado até aqui em mais esse poema do Projeto de Poema de bom dia. Espero que tenhas gostado do poema Soneto de amigo do Vinícius de Morais!

Comente e deixe as suas sugestões de novos poemas e poetas para adicionarmos no projeto Poema de bom dia. Siga o nosso canal de youtube e a nossa página do facebook!

Até o próximo poema do projeto Poema de bom dia!

Você pode gostar de:

Tenho tanto sentimento – Poema de Fernando Pessoa

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.