Tipos de fantasmas ou espíritos são classificações que se baseiam na forma e na apresentação destes seres sobrenaturais. Entretanto, fantasma é o nome vulgar como conhecemos os espíritos, a desencarnação de corpos, podendo ser entendidos como termos sinônimos.

Tipos de fantasmas e espíritos

tipos de fantasmas e espíritos

Certamente, há quem creia que estes seres podem vagar entre os vivos e causar perturbações ou mesmo morte de pessoas. Alguns seriam visíveis e se mostrariam para nós, enquanto outros se manteriam em segredo se manifestando de outra forma.

Apesar de no geral serem considerados todos num único patamar do sobrenatural, considera-se diferentes tipos de fantasmas e espíritos.  Suas formas, objetivos, modo de comunicação, tudo isto pode distinguir um dos outros

Quais são os tipos de fantasmas e espíritos?

Segue a lista:

tipos de fantasmas e espíritos

Fantasmas inorgânicos – Tipos de fantasmas e espíritos

Este tipo de fantasmas e espíritos representam-se por meio de objetos inanimados. Casas e bonecos por exemplo, entretanto estes objetos não deixam de ser acesso para um fantasma humano.

Afinal, por algum motivo se agregou àquele objeto específico e atormenta as pessoas que tenham acesso a ele. É o caso das casas mal-assombradas, às quais os donos se apegam e não abandonam nem mesmo depois da morte.

Fantasmas sazonais – Tipos de fantasmas e espíritos

Fantasmas sazonais são aqueles que se manifestam de tempos em tempos num processo reprodutivo. Fantasmas de pessoas que morreram em acidentes trágicos por exemplo, como em estradas, e permanecem no local assombrando passantes.

E ainda aqueles que têm num fenômeno natural o marco de “volta”, como o início da primavera ou outra estação. A lenda do holandês voador é exemplo, o navio que volta a cada 10 anos para assombrar os vivos.

Fantasmas animais – Tipos de fantasmas e espíritos

Acredita-se que animais muito apegados a seus donos quando morrem seu espírito permanece ao lado do dono.

O dono pode muitas vezes sentir uma “presença” constante e não se dá conta de que seja o seu animal. Há quem ache que animais por supostamente não possuírem consciência não teriam como vagar sem o corpo físico. Mas este tipo de fantasma e espírito pode ser mais comum do que se pensa.

Entidades – Tipos de fantasmas e espíritos

Estes são extremamente perigosos. Geralmente são fantasmas de pessoas que morreram sob algum tipo de grande injustiça. Por isso elas acabam se tornando a própria representação do mal, ferem e machucam pessoas sem distinção. Enquanto não atingem seu objetivo de vingança ou recuperação do que se perdeu.

Fantasmas drenadores – Tipos de fantasmas e espíritos

Este tipo de fantasmas e espíritos também é muito danoso. Eles são espíritos de pessoas que morreram, mas se apegam fortemente a algum humano. Permanecem ligados a esta pessoa inseparavelmente e até mesmo acham que as protege.

Porém estão na verdade causando um dano terrível a esta pessoa drenando suas energias vitais, são os obsessores. Geralmente querem inclusive induzir a pessoa a morte para tê-la consigo no mesmo plano.

Poltergeist – Tipos de fantasmas e espíritos

Este fantasma é bem explorado no cinema, significa literalmente fantasma barulhento. São aqueles que se contentam em atormentar pessoas manipulando objetos no ambiente.

Jogar panelas no chão, derrubar quadros de paredes, estourar lâmpadas. Muitas pessoas atormentadas por este tipo de fantasma acabam enlouquecendo ou cometendo suicídio ou simplesmente desaparecendo misteriosamente. Sua origem e o porquê de sua atuação são desconhecidos.

Por trás dos tipos de fantasmas e espíritos

tipos de fantasmas e espíritos

A maioria dos tipos de fantasmas e espíritos não possui noção de tempo nem espaço. Contudo, interagem com esta dimensão agindo costumeiramente à noite, quando os humanos estão mais vulneráveis a seus ataques.

Há quem acredite que notando a presença de um deles deva-se perguntar o que deseja. Já outros que qualquer tipo de comunicação iniciada o colocaria direto na intenção do fantasma. Verdade é que ninguém prevê sequer a própria reação diante de uma aparição fantasmagórica.

A maioria dos fantasmas estarão sempre ligados a um assunto inacabado, a não aceitação da morte ou a vingança. Estes seres são objetos de estudo e de caça, e tais profissionais costumam divulgar determinados aspectos comuns.

Um destes aspectos seria a alteração no campo elétrico, o que faz com que lâmpadas e aparelhos elétricos falhem. Um fantasma é definido como um espectro de pura energia, portanto seria capaz de interferir no circuito elétrico quando presente. Por isso este seria um indicativo de presença de um fantasma no ambiente.

Bem, difícil é saber o que fazer quando se encontrar com um. Aliás, o melhor é mesmo não encontrar, não é verdade?  Você já viveu uma experiência deste tipo? Comente aqui!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.