Será que fazer um curso tecnólogo é bom? Concluir o ensino superior é um passo importante para ganhar destaque no mercado de trabalho.

Porém, passar quatro ou cinco anos na faculdade nem sempre é uma opção acessível. E é aí que surge o curso tecnólogo, uma modalidade de graduação mais rápida e de grande empregabilidade.

Então, venha com a gente conhecer mais detalhes sobre essa formação e entenda porque ela é tão valorizada no mercado. Boa leitura!

Sobre o curso tecnólogo

O curso tecnólogo, ou de tecnologia, começou a implantado no Brasil em 1969, por meio do Decreto nº 547. Contudo, ele ganhou destaque nacional apenas no final da década de 1990.

Essa formação possui o mesmo peso do bacharelado ou da licenciatura, contudo pode ser finalizada em menos tempo. Em geral, dentro de dois a três anos.

O período reduzido é consequência de uma grade curricular mais focada. Afinal, o objetivo do curso não é formar profissionais generalistas, que possam atuar em diferentes áreas, mas sim especialistas.

Desse modo, você estuda conteúdos que são direcionados à área na qual pretende atuar, ficando dispensando de matérias que envolvem conceitos amplos.

Curso tecnólogo e curso técnico

Algumas pessoas ainda confundem essas duas formações. Porém, o tecnólogo possui diploma de nível superior. Assim, ele pode realizar especializações, mestrados e doutorados depois da faculdade. Bem como tem salários elevados, correspondentes ao maior nível de formação.

O técnico, por sua vez, possui diploma de nível médio, sendo assim, não é alguém graduado. Além disso, ele atua nas áreas mais operacionais do mercado de trabalho.

Diferenciais para o mercado de trabalho

Existem vários diferenciais que o curso tecnólogo oferece e que ajudam os alunos a serem contratados mais rapidamente. Aqui, vamos listar os principais.

Tempo reduzido

O tempo reduzido de um curso tecnólogo é seu principal destaque para o mercado de trabalho. Afinal, você não precisa aguardar um grande período para colocar em prática tudo aquilo que estudou na faculdade.

Isso é vantajoso para os alunos, que terão renda econômica de forma mais imediata, e para os empregadores, que poderão contar com profissionais capacitados mais rapidamente.

Conhecimento especializado

O tecnólogo tem conhecimento especializado. Como o curso é focado em uma área de interesse específica, o aluno consegue ter conhecimentos aprofundados sobre determinado campo de estudo.

Assim, enquanto um bacharel em Administração saberá superficialmente conteúdos de marketing, logística e estratégia. Um tecnólogo em Logística, por exemplo, estará muito mais preparado para atuar nessa área, pois conhecerá a fundo os processos que envolvem o setor.

Conteúdos práticos e demanda do mercado

Outro diferencial do curso tecnólogo é que você consegue ter uma qualificação muito mais prática do que teórica na faculdade. Sendo assim, além de entender os conteúdos estudados, saberá aplicá-los com facilidade no cotidiano profissional.

E, para finalizar, as formações em tecnologia são, em geral, criadas atendendo a uma demanda do mercado. Sendo assim, elas estão ligadas a profissões mais inovadoras e que possuem uma alta taxa de empregabilidade.

Por tudo o que citamos ao longo do artigo, fica claro que a formação em tecnologia o ajuda a conseguir um emprego mais rapidamente. Desse modo, não perca tempo e comece a estudar.

Aproveite e conte para a gente, aqui nos comentários, qual curso tecnólogo você pretende fazer.