Conteúdo ocultar
1 O que fazer em Bruxelas – 10 Pontos Turísticos

O que fazer em Bruxelas – 10 Pontos Turísticos

Como sabemos o mundo é um lugar cheio de diversidades, com lugares exuberantes, com diversas culturas, e modo de ser viver.

Em meio a lugares remotos sempre á pontos turísticos que encanta e fascina facilmente, com suas belezas.

Bruxelas – Bélgica

Bruxelas oficialmente a Região de Bruxelas ou Região de Bruxelas-Capital  é a maior área urbana na Bélgica e a capital de facto da União Europeia (UE). 

É composta por 19 comunas, incluindo a Cidade de Bruxelas, propriamente dita, que é a capital da Bélgica, Flandres e da Comunidade francesa da Bélgica.

Bruxelas - Bélgica

Desde o fim da Segunda Guerra Mundial Bruxelas é um importante centro de política internacional.

A presença das principais instituições da União Europeia, bem como da sede da Organização do Tratado do Atlântico Norte(OTAN), fez da cidade uma sede poliglota de muitas organizações internacionais, políticos, diplomatas e de funcionários públicos.

Embora historicamente seja uma região de falantes do neerlandês, Bruxelas tornou-se uma cidade com cada vez mais falantes da língua francesa ao longo dos séculos XIX e XX. Hoje, a maioria dos habitantes são falantes nativos do francês, embora ambas as línguas tenham estatuto oficial na cidade.

Tensões linguísticas ainda se mantém e as leis que regem o uso de línguas nos municípios em torno de Bruxelas são um tema de muita controvérsia na Bélgica.

10 Pontos Turísticos de Bruxelas:

Listamos abaixo os 10 melhores lugares de Bruxelas – Bélgica com muitos detalhes.

Grand Place

A Grand-Place de Bruxelas é a praça central de Bruxelas. Nela ficam a Câmara Municipal e a Casa do Rei. Alguns autores, entre os quais Victor Hugo, consideram-na a mais bela praça do mundo.

lugares-visitar-bruxelas-6506623-9261734-5094303

Foi inscrita em 1998 na lista de Patrimônio Mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura – UNESCO.

O que Fazer no Gran Place:

Principal atração turística da cidade e considerada Patrimônio Mundial da UNESCO, a Grand Place possui um dos mais belos conjuntos de edificações da Europa, agrupando construções góticas, barrocas, neogóticas e clássicas, datadas dos séculos XV a XVIII, que representam a histórica tradição arquitetônica da Bélgica.

Curiosidades do Grand Place:

A outra construção que está entre os lugares mais visitados da praça é a Casa do Rei (Maison du Roi), também referente ao século XV, onde se localiza o Museu de Bruxelas.

A cada dois anos, no mês de agosto, o centro da praça é preenchido por um magnífico tapete florido, constituído por begônias coloridas que montam um lindo desenho.

Como Chegar no Grand Place:

A Grand Place é o centro geográfico, histórico e comercial de Bruxelas, e o primeiro local a ser visitado por quase todos os turistas.

Esta movimentada praça empedrada mantém-se o centro cívico da cidade, passados séculos da sua criação, e o melhor exemplo da arquitetura belga do século XVII.

Atomium

O Atomium foi construído em 1958 em Bruxelas no âmbito da Expo 58. Com 103 metros de altura, o Atomium representa um cristal elementar de ferro ampliado 165 milhões de vezes, com tubos que ligam as 9 partes formando 8 vértices.

atomium_320_by_240_ccby20_flickr_mike_cattell-7198143-2554650-7545421

As esferas de ferro com cerca de 18 metros de diâmetro estão ligadas por tubos com escadas no seu interior com um comprimento de cerca de 35 metros. As janelas instaladas na esfera do topo oferecem aos visitantes uma vista panorâmica da cidade.

Outras esferas têm exposições sobre os anos 50. As três esferas, às quais só se tem acesso por tubos verticais, estão fechadas ao público por razões de segurança.

O que Fazer no Atomium:

É considerada a ‘Torre Eiffel’ da cidade. Possui exposições itinerantes além da visita interna, onde cada esfera conta detalhadamente a história do monumento. A vista do topo do Atomium é imperdível!

Curiosidades do Atomium:

Em março de 2004, começaram as reparações no monumento, com a substituição das folhas de alumínio já gastas pelo tempo.

Para ajudar no financiamento das obras, as velhas placas de alumínio foram vendidas ao público como lembrança. O Atomium esteve fechado ao público até janeiro de 2006.

Como Chegar no Atomium:

Planejada inicialmente para durar apenas seis meses pelo arquiteto André Waterkeyn, sobreviveu tornando-se um local de visita obrigatória para os turistas.

Muitos consideram o Atomium um ícone nacional, rivalizando com o Manneken Pis. Situa-se junto ao Estádio Balduíno I em Heysel Parque. Junto destes estão o centro de congressos e o Parque da Mini-Europa.

Mini Europe

Mini-Europa tem reproduções de monumentos da União Europeia. Cerca de 80 cidades e 350 edifícios estão representados.

O que fazer em bruxelas – 10 pontos turísticos

O parque contém modelos de paisagens, trem, moinhos, montes, teleféricos e outros. O parque foi construído em uma área de 24.000 m². O investimento inicial foi de € 10 milhões em 1989, em sua inauguração deu-se pelo príncipe Philip da Bélgica.

O que Fazer na Mini Europe:

O parque reúne as principais atrações turísticas e monumentos históricos da Europa em reproduções muito detalhadas, de escala 1:25.

Algumas maquetes são animadas, tornando a visita mais divertida. O passeio completo dura cerca de 90 minutos e é ideal para crianças!

Curiosidades da Mini Europe:

Ele é um dos principais parques de miniaturas da Europa e um dos principais pontos turísticos de Bruxelas. Construído numa área de mais de 24 mil m², a Mini Europa tem atualmente mais de 310 atrações de 82 cidades turísticas europeias.

Como Chegar na Mini Europe:

Mini-Europa é um parque em miniatura localizado em Bruparck, próximo ao Atomium, em Bruxelas, na Bélgica.

Manneken Pis

Manneken Pis (garoto a urinar) é um monumento de Bruxelas, Bélgica. É uma pequena fonte em bronze de um menino a urinar para a bacia da fonte.

pontos-interesse-bruxelas-3781684-9023984-3124379

O sucesso do Manneken Pis foi tão grande que a população local construiu posteriormente duas versões similares (Jeanneke-Pis, uma menina fazendo xixi; e Zinneke-Pis, um cachorro com a patinha levantada fazendo o mesmo).

Vale a pena se divertir vendo as três estátuas, cada uma em um local da cidade.

O que Fazer no Manneken Pis:

Nas festividades a estátua é enfeitada com diversos disfarces. O seu “guarda-roupa” conta, hoje em dia, com mais de 800 peças.

As fotografias normalmente tiradas à estátua dão uma sensação errada da sua verdadeira estatura; muitos turistas ficam desapontados ao descobrirem uma pequena estátua em vez de uma maior.

Curiosidades do Manneken Pis:

Aportuguesado para “Manequinho”, a famosíssima estátua de bronze representa um menino pelado fazendo xixi. Não vá com expetativa altíssima, pois alguns se decepcionam com o tamanho da escultura.

O melhor dela é a representatividade do bom humor do povo belga, já que cada dia o Manequinho veste uma roupa diferente e inusitada.

Como Chegar no Manneken Pis:

A inspiração para tão famosa estátua continua desconhecida, e o mistério levou à criação de rumores e fantasias, aumentando o encanto deste rapazinho.

Uma das versões conta que, no final do século XII, o filho de um duque foi encontrado a urinar contra uma árvore no meio de uma batalha e foi por isso celebrizado numa estátua de bronze como símbolo da coragem militar do país.

Igreja Notre Dame du Sablon

A história da igreja remonta ao início do século XIII, quando Henrique I (1165-1235), o duque de Brabante, reconheceu o Nobre Sero dos Besteiros como uma guilda e concedeu-lhes certos privilégios, incluindo o direito de usar uma parcela na Sablon / Zavel (um pedaço de terra de argila arenosa fora dos muros da cidade) como um campo de exercício.

763px-notre-dame_du_sablon_brussels-6765112-7231619-6348568

Quase um século depois, em 1304, a guilda dos irmãos e irmãs do Hospital de São João cedeu ao Clã uma área adjacente ao Sablon / Zavel, onde o Grêmio procedeu a construção de uma modesta capela em honra da Mãe de Deus . Esta capela tornou-se a capela da Guilda da Besta.

O que Fazer na Igreja Dame du Sablon:

Construída em estilo gótico entre os séculos XV e XVI a Igreja Notre Dame du Sablon impressiona por seu interior!

Detalhada em vitrais coloridos, arcos góticos nas paredes e duas capelas em estilo barroco, é um dos principais templos religiosos do país.

Curiosidades da Igreja Dame du Sablon:

Acredita-se que a construção da igreja, que substituiu a capela, tenha começado por volta da virada do século XV. Todo o processo de construção levou cerca de um século.

O coro foi terminado em 1435, como testemunhado por pinturas murais dessa data. As obras foram interrompidas por causa dos problemas após a morte de Charles the Bold , em 1477, mas recomeçadas no final do século.

A nave foi construída com sete baías, as duas últimas devem ter sido encimadas por uma torre que nunca foi concluída. O sacrário construído atrás do coro data de 1549.

Como Chegar na Igreja Dame du Sablon:

É uma igreja católica do século XV localizada no distrito de Sablon / Zavel , no centro histórico de Bruxelas. , que foi patrocinado pela nobreza e cidadãos ricos de Bruxelas. 

Place des Palais

A Place des Palais é um lugar em Bruxelas entre Ducale Street e Rue Royale . Com 350 metros de comprimento e 70 metros de largura, é limitado a norte pelo Parque de Bruxelas e a sul pelo Palácio Real .

800px-bruxelles_palais_royal-5446664-4938402-7543788

Sua história é inseparável da do Palácio Real. Atualmente é difícil imaginar o local original, tanto a configuração da terra foi perturbada ao longo dos séculos: originalmente o lugar era um vale cavado por um riacho, o Coperbeek (isto é, o cobre ribeiro em holandês ), que separou o antigo palácio de Coudenberg de Warande (isto é, o warren em holandês).

Após o incêndio do palácio em 1731 , o local permaneceu abandonado até o desenvolvimento do atual parque de Bruxelas.

O que Fazer no Place des Palais:

Tanto pelo seu tamanho como pela sua localização privilegiada, em frente ao Palácio Real, a Place des Palais presta-se a cerimônias oficiais.

No dia 21 de julho, dia do Dia Nacional , é aqui que geralmente se realiza a parada militar e civil, com a presença da família real, dos corpos constituídos e do corpo diplomático.

Curiosidades do Place des Palais:

Belíssimo prédio, sede do poder executivo do país, onde o Rei Albert II exerce seu reinado. A fachada do Palais Royal, em estilo neoclássico, é deslumbrante e há mais de duzentos anos está intacta.

Como Chegar no Place des Palais:

A construção original é datada do fim do século XVIII, já o terreno onde se localiza pertence à monarquia belga desde a idade média, quando se ergueu o primeiro complexo do palácio monarca, entre os séculos XI e XII. As salas e os jardins do palácio são abertos todo ano para visitação, entre o final de julho e o começo de setembro.

Le Quartier Européen

O Quartier Européen é a região onde se encontram os principais órgãos da União Europeia: o Parlamento Europeu, a Praça de Luxemburgo e a Comissão Europeia, além do Parque do Centenário.

800px-parc_du_cinquantenaire_30-05-06-3651804-3045905-9126122

O distrito do Parlamento era uma área residencial antes de se tornar um local chave para a política da Comunidade Europeia . 

Os edifícios altos são cercados por três grandes espaços verdes a leste da cidade; o Parc de Bruxelles , o Palácio Cinquentenário e o Parque Leopold.

O que Fazer no Le Quartier Européen:

As construções são extremamente modernas e as visitações (grátis em sua maioria) trazem toda história política e organizacional da principal organização internacional do mundo.

O Parque do Centenário é belíssimo e, à companhia do Arco do Triunfo (construído em 1905), vira local ideal para um piquenique ou um passeio sob o sol.

Curiosidades do Le Quartier Européen:

O distrito europeu está em constante movimento durante a semana. Muitos trabalhadores aproveitam a pausa para o almoço para frequentar os parques, assim que um tímido raio de sol vem à tona. 

Na quinta-feira à noite, a Place du Luxembourg torna-se um local ideal para se libertar do stress do trabalho .

Como Chegar no Le Quartier Européen:

Um dos edifícios mais representativos da União Europeia é chamado Berlaymont . Este edifício de 14 andares em forma de cruz foi construído em 1967 para servir como sede da Comissão Europeia.

Mont des Arts

O Mont des Arts é um complexo urbano da Biblioteca Real , os Arquivos do Estado , o centro de convenções Praça e um jardim projetado pelo paisagista René Pechère.

800px-mont_des_arts_bruxelles-8416405-2834618-8661697

Localizada em Bruxelas , entre o distrito real e do centro da cidade abaixo. A configuração atual data de seu redesenvolvimento entre 1954 e 1965 .

O que Fazer no Mont des Arts:

Em um de seus magníficos prédios, você encontra o Museu da Música com mais de oito mil peças em seu acervo, a maior coleção do mundo!

Não deixe de visitar também o carrilhão com sinos e figuras históricas e que representam o tradicional folclore belga.

Curiosidades do Mont des Arts:

Região histórica e tradicional da cidade, o Mont des Arts (também conhecido como “quarteirão dos museus) encontra-se em um ladeira formada por belos mirantes e diversos museus fechados e à céu aberto!

A centenária L’Albertine Square é cenário perfeito para lindas fotografias, com seus belos jardins e a vista dos principais pontos turísticos da cidade.

Como Chegar no Mont des Arts:

Localizada em Bruxelas, entre o distrito real e do centro da cidade abaixo. A configuração atual data de seu redesenvolvimento entre 1954 e 1965 .

Bairro de Marolles – Palais de Justice

Construído no topo de uma colina, é quase impossível não ver o majestoso Palácio de Justiça, datado do fim do século XIX, sendo a maior construção do país no período.

800px-palais_de_justice_from_hilton-5817444-5018763-2753721

Sua cúpula passa dos cem metros de altura e o interior do prédio torna-o ainda mais charmoso pelas suas escadarias de mármore e centenas de estátuas de tamanho real.

O que Fazer no Bairro de Marolles – Palais de Justice:

Lá é possível encontrar pequenos tesouros entre mobílias, artefatos de arte e objetos de segunda mão.

Curiosidades do Bairro de Marolles – Palais de Justice:

Quando sua construção terminou, em 1883, o Palácio da Justiça era o maior edifício do mundo. Atualmente, segue sendo um dos mais espetaculares.

O Palácio da Justiça de Bruxelas (Palais de Justice) é um dos maiores e mais impressionantes edifícios que podemos contemplar na Europa.Hoje em dia continua sendo a sede dos tribunais de justiça da Bélgica.

Como Chegar no Bairro de Marolles – Palais de Justice:

Perto do palácio localiza-se a região de Marolles, tradicional recanto boêmio de Bruxelas, além do popular Mercado de Pulgas, diariamente realizado na Place du Jeu de Balle.

Por seu tamanho, 26.000 metros quadrados de superfície e 104 metros de altura, e sua localização, na zona alta de Bruxelas, o edifício é visível de quase toda a cidade.

Bois de la Cambre e Foret de Soignes

O Bois de la Cambre é um parque público urbano à beira da Floresta Soniana, em Bruxelas , na Bélgica.

O que fazer em bruxelas – 10 pontos turísticos

O parque compreende um pequeno lago com uma ilha no centro, chamado Robinson’s Island. Sua água é poluída com cianobactérias e os sinais são postados em intervalos regulares, alertando para o risco de botulismo.

O que Fazer no Bois de la Cambre e Foret de Soignes:

O parque oferece diversos locais para piquenique, além de um restaurante muito gostoso no meio do lago. Faça frio ou faça sol, o passeio é recomendadíssimo para relaxar, meditar ou descansar de uma viagem prolongada!

Curiosidades do Bois de la Cambre e Foret de Soignes:

Parque mais visitado na cidade, encanta por suas trilhas, caminhos entre as árvores e pelo seu lago. Alugue uma bicicleta e perca-se no meio da exuberante natureza do Bois de la Cambre.

Como Chegar no Bois de la Cambre e Foret de Soignes:

O parque fica no sul da região de Bruxelas-Capital , e no município da cidade de Bruxelas e abrange uma área de 1,23 quilômetros quadrados (0,47 milhas quadradas). Está ligado ao resto do município pela Avenue Louise, construída em 1861, no mesmo período em que o parque foi construído.

Perguntas frequentes

Qual a língua que se fala na Bélgica?

A Bélgica tem três línguas oficiais: francês, holandês e alemão, faladas em uma pequena comunidade germânica no leste do país.

Quantos habitantes tem em Bruxelas?

174.383

Como se chama quem nasce em Bruxelas?

Bruxelense

Esperamos que tenham gostado da matéria sobre Bruxelas. Para saber mais sobre o turismo no Brasil e no mundo clique aqui.

CONTEÚDO RELACIONADO

Demonstre Turismo
Um blog falando sobre Turismo.
Este é um site do grupo B20