Como sabemos o mundo é um lugar cheio de diversidades, com lugares exuberantes, com diversas culturas, e modo de ser viver. Em meio a lugares remotos sempre á pontos turísticos que encanta e fascina facilmente, com suas belezas.

Morro de São Paulo – Bahia

Morro de São Paulo é uma vila situada na Ilha de Tinharé, no município de Cairu, na região conhecida como Costa do Dendê, no estado da Bahia, no Brasil. Possui suas raízes históricas no Brasil Colônia. Atualmente, suas praias (Primeira, Segunda, Terceira, Quarta, Quinta (ou do Encanto), Gamboa, do Pontal e Garapuá) são frequentadas por turistas de todo o Brasil e de outros países.

Morro de São Paulo protegia a chamada “barra falsa da Baía de Todos os Santos”, entrada estratégica para o Canal de Itaparica até o Forte de Santo Antônio (atual Farol da Barra). O canal de Tinharé era essencial no escoamento da produção dos principais centros para o abastecimento da capital, Salvador. A importância geográfica da ilha durante o período colonial justifica a riqueza de monumentos históricos, hoje protegidos pelo Patrimônio Histórico Nacional.

10 Pontos Turísticos de Morro de São Paulo:

Mirante da Tirolesa

Falar do Morro de São Paulo – Bahia, sem falar da tirolesa é algo impossível, pois é a maior tirolesa que deságua no mar do Brasil. Ela está instalada no Mirante da Tirolesa, que é um dos pontos turísticos do destino, proporcionando uma belíssima vista panorâmica das praias da vila.

tirolesamorro2-3790011-5165023-9325289

A empresa que opera é a Tirolesa Morro de São Paulo, que com cuidado e segurança oferece aos clientes uma aventura de 70 metros de altura, deslizando em 2 cordas com 300 metros de extensão, onde termina mergulhando no mar, fazendo com que todos tenham uma experiência bem prazerosa.

O que Fazer no Mirante da Tirolesa:

É um lugar propício não só para quem pretende descer pela tirolesa de 320m de altura (R$ 30), como para quem quer ter uma vista geral de Morro de São Paulo. Fotografias ficam muito bonitas no lugar porque é possível observar a primeira, a segunda, a terceira e a quarta praias de lá.

Curiosidades do Mirante da Tirolesa:

A adrenalina é sentida somente dependendo do peso da pessoa, pois os mais leves dificilmente sentirão, já que não fará muito peso sobre as cordas e não descerá tão rapidamente, mas a sensação boa de estar descendo no mar, com a linda vista que o mirante proporciona, certamente não terá igual!

Como Chegar no Mirante da Tirolesa:

Mesmo que você não vá descer da tirolesa, você tem acesso livre ao local e pode aproveitar para tirar fotos da paisagem. A vista desse mirante é boa também para entender a divisão das praias – dá para ver a Primeira, a Segunda, Terceira, além da Ilha da Saudade.

Toca do Morcego

Grande parte do sucesso da Toca do Morcego é devido à sua localização estratégica, logo no começo da subida que leva até o Farol do Morro e ao Mirante da Tirolesa, na Rua Caminho do Farol, n° 13.

morro-de-sao-paulo-bahia-toca-do-morcego-mesas-5595210-7922086-8197387

Permite uma visão superior do mar, sem que seja necessário um grande esforço para chegar até lá. Além disso, o ambiente em meio à natureza fica ainda mais gostoso com um fundo musical e cardápio variado, detalhes que vou detalhar a seguir.

O que Fazer na Toca do Morcego:

Pela infraestrutura e pela organização, a Toca do Morcego é o melhor lugar para ver o sol se pondo. Esse espaço cobra R$ 5 pela entrada e oferece esteira, almofadas e, ainda, um cardápio com bebidas e petiscos; ou seja, você fica debaixo das árvores, deitado numa espreguiçadeira, ouvindo música, vendo o sol se pôr e se refrescando com alguma bebida.

Curiosidades da Toca do Morcego:

Para quem quer curtir realmente o pôr-do-sol, a principal dica é chegar cedo. E quando eu digo cedo, quero esfregar nessa sua cara bronzeada que é preciso verificar e chegar no horário de abertura do local – geralmente por volta das 16h30. Isso porque, apesar de ser grande e ter várias mesas, o melhor é ficar na borda, de onde se tem uma visão privilegiada.

Como Chegar na Toca do Morcego:

Grande parte do sucesso da Toca do Morcego é devido à sua localização estratégica, logo no começo da subida que leva até o Farol do Morro e ao Mirante da Tirolesa, na Rua Caminho do Farol, n° 13.

Farol

O Farol do Morro de São Paulo teve o inicio de suas obras em 1848, porém seu termino foi apenas no ano 1855.

b4a0c03bb08576295695929aabc9c009e4abec58-1417159-8838429-9981696

Nesta época era o mais moderno do litoral do Brasil. É do Farol que podemos visualizar de cima a vila, suas ruelas e praias paradisíacas de águas cristalinas e coqueirais. Este é o mais belo cartão postal de Morro de São Paulo.

O que Fazer no Farol:

No meio da mata, depois da subida de 120 degraus e de mais uma caminhada, você chegará ao Farol de Morro de São Paulo. Próximo há um mirante que proporciona uma vista linda do lugar. Do mirante, olhando para baixo, você pode enxergar a Praia do Forte – pequena, mas muito bonita e tranquila. Ao fundo, bem distante, fica a cidade de Salvador – dá para ver minúsculos edifícios no horizonte.

Curiosidades do Farol:

Sua importância é para que os marinheiros o tenham como ponto de referência se o objetivo for chegar ao Arquipélago de Tinharé. Além de ter feito parte com seu mirante lateral do conjunto defensivo das invasões holandesas da época e assim protegendo a tanto o arquipélago todo como a Baía de todos os Santos – locais onde passava todo centro de abastecimento de Salvador.

Como Chegar no Farol:

Para chegar ao Farol é só seguir a trilha que existe em frente a Igreja Nossa Senhora da Luz. Aproximadamente 10 minutos de caminhada e já está no Farol, a sua direita existe um mirante com uma vista privilegiada e a maior Tiroleza dentro d’água da América Latina. Lá de cima pode se enxergar as praias com areia branca e águas claras, coqueirais e a vila. Um visual alucinante que merece ser visitado.

Forte

A Fortaleza de Tapirandú de Morro de São Paulo, atualmente conhecida como O Forte pelos moradores e visitantes no remete ao século XVII onde foi palco de inúmeras batalhas e conflitos na defesa da Baía de Todos os Santos.

forte-1-morro-sao-paulo-8801897-4196390-1051564

Em 1630 as obras de construção iniciaram, a Fortaleza foi feita a base de pedras e óleo de baleia. A localização estratégica permitia tanto a proteção de todo o arquipélago de Tinharé, onde passava toda a produção de abastecimento da capital, e também a defesa de invasões de outras embarcações na barra falsa da Baía de Todos os Santos. Pode ser considerado o maior sistema defensivo da época do país.

O que Fazer no Forte:

O forte é visto logo na chegada do Morro de São Paulo. Ele foi usado como ponto estratégico, principalmente para proteger a cidade de Salvador. Hoje está em péssimas condições de conservação – o que é uma pena, pois o lugar tem potencial para ser muito mais atrativo. Junto do forte fica uma antiga senzala ou prisão (não se sabe ao certo) com um túnel que vai até a igreja principal. O forte é escolhido pelos visitantes da ilha, principalmente para admirar o pôr do sol. Vale a pena uma passada por lá no final da tarde.

Curiosidades do Forte:

No inicio de seus 678 metros de extensão existe um Pórtico de entrada do Forte, hoje em dia este Pórtico é também a porta de entrada para aqueles que chegam pelo cais de Morro de São Paulo. Os turistas que chegam por via marítima são obrigados a passarem embaixo deste portal cheio de história.

Como Chegar no Forte:

Localiza-se na ponta noroeste da ilha de Tinharé, a rigor, não se trata de uma única fortificação, mas sim de um conjunto de baterias e fortes. A Fortaleza do Tapirandu, o Forte de Morro de São Paulo, é considerado um dos maiores conjuntos defensivos do Brasil, a Fortaleza de Morro de São Paulo ainda conserva 678 m da sua cortina de muralhas e ruínas, hoje protegidas pelo Patrimônio Histórico Nacional.

Igreja Nossa Senhora da Luz

A Igreja Nossa Senhora da Luz de Morro de São Paulo foi construída em várias etapas ao longo de muitos anos. A mudança da antiga capela que estava desabando situada ao lado do Farol para o centro da vila teve seu inicio em 1628. O seu termino foi no final do século 18, inicio do século 19. O nome da Igreja é uma homenagem a padroeira do local.

igreja-nossa-senhora-da-luz-morro-de-sao-paulo-bahia-5000679-1162274-6125435

Construída no estilo barroco, a Igreja de Morro de São Paulo teve em sua trajetória uma história rica com ouro, prata e imagens sacras. Foi alvo de muitos roubos e pirataria, tendo sido saqueada várias vezes. O último e maior de todos durou aproximadamente 8 anos, tendo inicio em 1996 e seu termino em 2004. Praticamente todo o acervo foi roubado, haviam peças datadas em 1630 como uma coroa comprada em Portugal. O autor desses roubos foi um nativo do local.

O que Fazer na Igreja Nossa Senhora da Luz:

Considerada um patrimônio histórico, mas não tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional, a Igreja sobre com o desgaste que o próprio tempo vem fazendo. As imagens e o altar feitos de madeira em seu estilo neoclássicos barroco foram destruídos pelos cupins, uma amostra do descaso por parte do governo e comunidade de Morro de São Paulo. Desde o ano de 2004 uma restauração vem sido feita tanto no exterior como nas suas imagens sacras e instalações externas. O custo desta reforma é inteiramente doado por moradores e turistas que fazem suas doações para manter este belíssimo pedaço da história em pé.

Curiosidades da Igreja Nossa Senhora da Luz:

Uma curiosidade é que se olharmos o chão da Igreja Nossa Senhora da Luz veremos várias lápides de antigos nativos e moradores foram enterrados. A data mais antiga é de 1869.

Como Chegar na Igreja da Nossa Senhora da Luz:

A igreja, de 1845, fica na entrada de Morro de São Paulo e todos que chegam podem vê-la. Ela é pequena, sem muita coisa, mas é simpática. Vale uma passada rápida quando você estiver andando por ali.

Praia do Encanto

O romance e a privacidade são uma das caracteristicas da praia que conta com um mar de águas azul esverdeadas e ondas tranquilas que atraem o visitante para um banho de mar.

ba-morro-de-sao-paulo-praia-do-encanto-010-4162243-7864243-4044213

É conhecida também como a Quinta Praia, próxima à famosa Quarta Praia do Morro de São Paulo. O acesso a praia é feito através de barco pelo mar aberto, onde visualiza-se coqueirais por toda parte, ou a pé, durante a maré baixa e atravessando manguezais e rios.

O que Fazer na Praia do Encanto:

A praia é pouquíssimo frequentada, quase exclusiva para quem se hospeda no lugar, por conta do acesso – a caminhada de seis quilômetros pode ficar ainda mais complicada se a maré subir. Sossegada e sem estrutura de bares, é perfeita para banhos e caminhadas. Uma alternativa para curtir o pedacinho do paraíso é embarcar nas charretes da Quarta praia que levam à Quinta.

Curiosidades da Praia do Encanto:

A imensidão de areias molhadas e de cor creme incentiva a uma caminhada, passeios de bicicleta ou mesmo a prática de esportes na areia. Não há uma infraestrutura adequada para atender os turistas em sua orla, portanto é uma praia semideserta e bem particular, principalmente para aqueles que se hospedam nas proximidades.

Como Chegar na Praia do Encanto:

Separada da Quarta Praia por um pequeno manguezal que pode ser atravessado sem dificuldades na maré baixa, tem dois quilômetros de praia praticamente deserta. Tem piscinas naturais mais profundas, boas na maré baixa. É a praia mais bem preservada de Morro de São Paulo, mais tranquila, e o lugar ideal para quem busca paz e contato com a natureza.

Piscinas de Garapuá

O passeio para Garapuá é realizado em carros 4×4 que partem da estrada paralela situada atrás da Segunda Praia de Morro de São Paulo, o chamado Receptivo. A saída para este tour é em torno das 9h30min e o retorno previsto é às 16h, no mesmo local de saída. O passeio tem uma duração em média de 6h30min.

morro-de-sp-garapua-capa-740x431-2954201-4105929-1921042

Do ponto de partida, o Receptivo, o carro segue por uma estrada a qual passa por um bairro de Morro de São Paulo, o Zimbo, onde moram muitos nativos da ilha e segue até a praia de Garapuá sem paradas. O tempo da viagem é de aproximadamente 1h30min.

O que Fazer nas Piscinas de Garapuá:

A praia de Garapuá não conta com grandes estruturas turísticas como Pousadas e Hotéis, mas possui ótimas barracas na praia que atendem perfeitamente os visitantes. Ao chegar à praia o turista pode dar uma caminhada pela grande faixa de areia da praia para conhecer as paisagens que a cercam ou ainda simplesmente relaxar junto às barracas localizadas na beira da praia.

Curiosidades das Piscinas de Garapuá:

A praia de Garapuá tem dois quilômetros e é rodeada por coqueiros e trechos preservados da Mata Atlântica. O mar é calmo com águas cristalinas e a praia tem uma característica que a torna diferente das outras praias de Morro de São Paulo: o fundo do mar é com areia, já que as outras praias da ilha possuem corais no fundo do mar.

Como Chegar nas Piscinas de Garapuá:

O passeio para a tranquila e bela praia de Garapuá é uma ótima dica de passeio em Morro de São Paulo. Garapuá é uma das surpresas do arquipélago de Tinharé.  A praia de Garapuá fica localizada após a Quinta Praia de Morro de São Paulo e é separada desta por um manguezal.

Fonte Grande

Fonte Grande ou Fonte do Imperador como também é chamada, construída em 1746 pelo vice-rei do Brasil na época André de Melo de Castro.

fonte-grande-3257513-2171899-2989941

Exemplo de tecnologia no Brasil Colonial, a Fonte era o maior abastecimento de água potável do vilarejo e do presídio que ficava localizado próximo a Fortaleza de Tapirandú.

O que Fazer na Fonte Grande:

Atualmente na Rua da Fonte Grande e em seus arredores já existe um próprio comércio, mercados, cyber café, padaria, restaurante e pousadas. É por aqui que vivem muitos dos moradores e nativos. A Fonte hoje em dia é apenas visitada e fotografada por turistas de todo o mundo por ter feito parte da história de Morro de São Paulo e do Brasil.

Curiosidades da Fonte Grande:

Existe um motivo para a Fonte ser conhecida como Fonte do Imperador. No ano de 1859, Dom Pedro II esteve na cidade de Valença para conhecer a Companhia Têxtil e fez uma visita a Morro de São Paulo onde teria tomado um banho na Fonte Grande junto com a Marquesa de Santos. Nos seus escritos sobre a viagem, deixou registrada a importância desta fonte de 3 bicas.

Como Chegar na Fonte Grande:

Mas não foi apenas Dom Pedro quem tomou banho na Fonte Grande. Antigos moradores contam que a não tanto tempo atrás os moradores tomavam banhos coletivos devido a falta de água encanada. Viam-se assim tendo que achar formas alternativas de higiene pessoal. Formavam-se longas filas, a prioridade era das mulheres e crianças, depois os homens. Todos carregavam seus pertences necessários como sabonete e toalhas. No ano de 1943 a Fonte Grande foi tombada pelo Patrimônio Histórico Nacional.

Casarão

Um dos cartões postais de Morro de São Paulo, O Casarão como é chamado foi a primeira obra de grande porte na ilha. Construído em 1608 pela família Saraiva, assim como A Igreja Nossa Senhora da Luz.

o-casarao-morro-de-sao-paulo-7043922-3761859-7595196

Ambas as construções remetem ao passado e a colonização dos portugueses. Nesta época servia como depósito de farinha. Mais tarde uma de suas salas virou uma escola. E desta forma o casarão passou por vários donos e muitas reformas, mas sempre respeitando e mantendo sua estrutura original.

O que Fazer no Casarão:

Atualmente trabalha como Pousada e Restaurante O Casarão com uma boa área verde e infra-estrutura no centro da ilha em frente à Praça Aureliano Lima.

Curiosidades do Casarão:

Entre tantas lendas e história que envolvem O Casarão está o fato desta casa já ter abrigado ninguém menos que o Imperador Dom Pedro II, a Marquesa de Santos e o alto escalão da corte quando esteve em Morro de São Paulo seguido de uma visita a cidade de Valença em 1859. Os registros da veracidade deste fato estão em suas anotações de viagem em seu diário no Museu do Ipiranga, no Rio de Janeiro.

Como Chegar no Casarão:

Para alguns nativos e moradores mais antigos, existem espíritos que vivem ali. Alguns contam já terem ouvido barulhos a noite ou até mesmo vultos. Claro, estas lendas nunca espantaram turista algum. Lendas a parte O Casarão merece ser conhecido seja para dormir em uma pousada aconchegante e cheia de histórias, ou para relaxar e saborear uma deliciosa comida em seu restaurante agradabilíssimo, com uma vista privilegiada no alto da Praça onde se pode avistar todo o vilarejo e quase todas as noites têm música ao vivo.

FIM do post sobre Morro de São Paulo – Bahia

Hoje o demonstre vai trazer para você, os melhores pontos turísticos de “Morro de SP” com costumes e convivência do povo local. Portanto esperamos que você acompanhe e curta bastante o conteúdo, aproveite e compartilhe com seus amigos para tornar nossa página ainda melhor.