Conteúdo ocultar
1 O que fazer em Portugal – 10 Pontos Turísticos

O que fazer em Portugal – 10 Pontos Turísticos

Como sabemos o mundo é um lugar cheio de diversidades, com lugares exuberantes, com diversas culturas, e modo de ser viver.

Em meio a lugares remotos sempre á pontos turísticos que encanta e fascina facilmente, com suas belezas.

Portugal

Portugal, oficialmente República Portuguesa, é um país soberano unitário localizado no sudoeste da Europa, cujo território se situa na zona ocidental da Península Ibérica e em arquipélagos no Atlântico Norte.

O território português tem uma área total de 92 090 km², sendo delimitado a norte e leste por Espanha e a sul e oeste pelo oceano Atlântico, compreendendo uma parte continental e duas regiões autónomas:

Os arquipélagos dos Açores e da Madeira. Portugal é a nação mais a ocidente do continente europeu. O nome do país provém da sua segunda maior cidade, Porto, cujo nome latino-celta era Portus Cale.

Encante-se pelos azulejos e vielas das colinas de Lisboa, surpreenda-se com a rica gastronomia do Alentejo, embrenhe-se nas adegas do Porto e perca-se na incrível paisagem rural do interior.

Em Évora estão as marcas dos romanos, em Fátima, os mistérios católicos. Uma esticada a Sintra nos deixa diante de três Patrimônios da Humanidade, tão encantadores e distintos entre si: o castelo mouro, o extenso palácio nacional e o romântico palácio da Pena.

De volta a Lisboa, antes da obrigatória passagem pelo Mosteiro dos Jerônimos e a Torre de Belém, reconforte-se com um copo de café com leite e dois ou três (ou quatro) pastéis de nata.

10 Pontos Turísticos de Portugal:

Vamos listar abaixo os 10 melhores lugares de Portugal para você curtir muito.

Torre de Belém – Lisboa

Um dos ex libris da cidade, o monumento é um ícone da arquitetura do reinado de D. Manuel I, numa síntese entre a torre de menagem de tradição medieval e o baluarte moderno, onde se dispunham peças de artilharia.

torre-de-belem-lisboa-2-2876700-1228157-7298013

Ao longo do tempo, a torre foi perdendo a sua função de defesa da barra do Tejo e, a partir da ocupação filipina, os antigos paióis deram lugar a masmorras.

Nos quatro pisos da torre, mantêm-se a Sala do Governador, a Sala dos Reis, a Sala de Audiências e, finalmente, a Capela com as suas características abóbadas quinhentistas.

O que Fazer na Torre de Belém – Lisboa:

Esse ícone do estilo Manuelino é um emblema do tempo dos Descobrimentos e uma das Sete Maravilhas de Portugal.

Reserve uma manhã para passear a pé por Belém, já que tem vários pontos turísticos para conhecer por lá. Comece com um café expresso e o famoso pastel de Belém, entre nos Pastéis de Belém e vá explorando os corredores forrados de azulejos.

Tem várias salas, com mesas para os clientes sentarem e comerem um ou dois pasteizinhos tranquilamente.

Curiosidades da Torre de Belém – Lisboa:

O monumento destaca-se pelo nacionalismo implícito, visto que é todo rodeado por decorações do Brasão de armas de Portugal, incluindo inscrições de cruzes da Ordem de Cristo nas janelas de baluarte; tais características remetem principalmente à arquitetura típica de uma época em que o país era uma potência global (a do início da Idade Moderna).

Classificada como patrimônio Mundial pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) desde 1983, foi eleita como uma das Sete Maravilhas de Portugal a 7 de julho de 2007.

Como Chegar na Torre de Belém – Lisboa:

A Torre de Belém localiza-se na freguesia de Belém, concelho e distrito de Lisboa, em Portugal. Na margem direita do rio Tejo, onde existiu outrora a praia de Belém, era primitivamente cercada pelas águas em todo o seu perímetro.

Ao longo dos séculos foi envolvida pela praia, até se incorporar hoje a terra firme.

Alfama – Lisboa

Alfama é o mais antigo e um dos mais típicos bairros da cidade de Lisboa. Atualmente, abrange uma parte da freguesia de Santa Maria Maior e outra da freguesia de São Vicente. O seu nome deriva do árabe al-hamma , que significa banhos ou fontes.

lisboa-bairro-a-bairro-alfama-miradouro-das-portas-do-sol-7913537-1406425-8438345

As vistas mais espetaculares sobre Alfama têm-se do passeio público formado pelos miradouros das Portas do Sol e de Santa Luzia. Por cima e envolvendo Alfama ficam a colina do Castelo de São Jorge, fortaleza e palácio real até ao século XVI, e a colina de São Vicente.

Para além do Castelo, os principais monumentos da zona são a Sé, a Igreja de Santo Estêvão e a Igreja de São Vicente de Fora.

O que Fazer em Alfama – Lisboa:

O bairro de Alfama é o mais antigo de Lisboa e por isso berço de muitas tradições como o Fado, as festas de Santo António e o jeitinho do povo Português.

Para visitar as ruazinhas estreitas que sobem e descem, o legal é pegar um tuk-tuk ou fazer a pé mesmo.

Curiosidades de Alfama – Lisboa:

Durante esse passeio, você vai poder conhecer de perto as inspirações de algumas músicas portuguesas.

É que ali é possível visitar o Museu do Fado, que conta como essa paixão foi passando de geração em geração. Uma experiência incrível é reservar uma mesa no restaurante Clube de Fado, do lado da Sé, e jantar com fado acompanhado da guitarra portuguesa.

Como Chegar em Alfama – Lisboa:

Alfama é um bairro muito peculiar em se assemelhar a uma antiga aldeia não só em aspecto como por ter uma comunidade relativamente pequena e próxima.

O bairro é frequentado diariamente por turistas portugueses e estrangeiros, sendo considerado como o mais seguro de toda a cidade de Lisboa.

É conhecido pelos seus restaurantes e casas de fado, assim como pelos festejos dos Santos Populares, em especial na noite de Santo António, de 12 para 13 de Junho.

Palácio Nacional da Pena – Sintra

O Palácio Nacional da Pena, popularmente referido apenas por Palácio da Pena ou Castelo da Pena, localiza-se na vila de Sintra, freguesia de São Pedro de Penaferrim, concelho de Sintra, no distrito de Lisboa, em Portugal.

Representa uma das principais expressões do Romantismo arquitetônico do século XIX no mundo, constituindo-se no primeiro palácio nesse estilo na Europa, erguido cerca de 30 anos antes do Castelo de Neuschwanstein, na Baviera.

images-6-4740209-6271952-9702535

O Palácio da Pena foi classificado como Patrimônio Mundial da UNESCO em 1995. Em 7 de julho de 2007 foi eleito como uma das Sete Maravilhas de Portugal.

O que Fazer no Palácio Nacional da Pena – Sintra:

O Palácio Nacional da Pena é uma parada obrigatória, um dos lugares mais belos de Portugal. Vale a pena ficar algum tempo admirando as salas, mobílias e símbolos do tempo dos reis.

Não deixe de visitar o Castelo dos Mouros, o Palácio de Seteais e a Quinta da Regaleira, lugares que parecem saídos de contos de fadas. Depois do passeio, faça uma pausa no café “A Piriquita” e peça um “Travesseiro”, o delicioso doce da região. É um must entre os pontos turísticos de Portugal.

Curiosidades da Palácio Nacional da Pena – Sintra:

A ocupação do topo escarpado da serra de Sintra, onde se localiza o atual palácio, ocorreu com a construção de uma pequena capela sob a invocação de Nossa Senhora da Pena, durante o reinado de João II de Portugal. No século XVI, Manuel I de Portugal no cumprimento de uma promessa, ordenou a sua reconstrução de raiz.

Doou-a à Ordem de São Jerônimo, determinando a construção de um convento de madeira, e substituindo-o, pouco mais tarde, por um edifício de cantaria, com acomodações para 18 monges.

Como Chegar no Palácio Nacional da Pena – Sintra:

Sintra é sem dúvida uma das maravilhas de Portugal. Essa serra cheia de monumentos no estilo Romântico e ambiente místico, fica apenas a trinta minutos de Lisboa. Você pode ir até lá de trem, saindo da Estação do Rossio no centro da cidade.

Cabo da Roca e Azenhas do Mar – Sintra

Com seus belos palácios e castelos, Sintra é o principal destino dos arredores de Lisboa.

Depois de conhecer o rico patrimônio arquitetônico e cultural da cidade, vale seguir em direção ao litoral para conhecer dois pontos turísticos singulares: o povoado de Azenhas do Mar e o Cabo da Roca.

istock-507152674-e1481309481265-4686092-9019358-9594703

A pequena Azenhas do Mar forma um cenário encantador e muito fotografado por turistas. Ali, várias casinhas brancas de telhados vermelhos foram erguidas na beira de uma falésia que segue direto em direção ao mar.

Entre as encostas rochosas, há uma praia bem pequena, delimitada por uma piscina de água do mar. O povoado ganhou esse nome pois ali existiam moinhos movidos a água, ou “azenhas”.

O que Fazer no Cabo da Roca e Azenhas do Mar – Sintra:

E se você continuar subindo a estrada de carro pelo litoral, vai passar por várias praias lindas com formações rochosas, como a Praia Grande e a Praia da Ursa. 

A nossa dica é ir até à aldeia das Azenhas do Mar, com as casinhas brancas empoleiradas na falésia. Pare o carro e peça uma mesa no Restaurante Azenhas do Mar, onde você vai comer o melhor peixe e marisco da região.

Curiosidades do Cabo da Roca e Azenhas do Mar – Sintra:

A partir de Azenhas do Mar, ao seguir no sentido sul por uma estrada de 13 km, chega-se ao Cabo da Roca. Parte do Parque Natural de Sintra-Cascais, esse é o ponto mais ocidental da Europa continental.

Também ali existem imponentes falésias, com cerca de 150 metros de altura. Há alguns séculos, existia ali um forte que teve um papel importante na defesa de Lisboa. Hoje, são encontradas apenas algumas ruínas dessa construção.

Como Chegar no Cabo da Roca e Azenhas do Mar – Sintra:

Descendo a Serra de Sintra no sentido do mar, você vai chegar no ponto mais ocidental de Portugal Continental: o Cabo da Roca.

Vale a pena ir até lá e admirar a paisagem e o sol se pondo no mar.

Castelo de Óbidos – Leiria

Uma das maravilhas de Portugal, e da Europa na verdade, é a possibilidade de visitar lugares que parecem ter saído de livros de princesas.

Se você procura cenários como esse, então vá até o Castelo de Óbidos em Leiria, a 80 quilômetros de Lisboa.

imagem-do-castelo-de-obidos-3-6079721-2209690-6552426

Um verdadeiro símbolo histórico de Portugal, o Castelo de Óbidos está completamente restaurado nos dias de hoje, sendo este um dos mais belos castelos em atividade.

O que Fazer no Castelo de Óbidos – Leiria:

Caminhe em cima das muralhas do castelo, descobrindo lá em baixo as casinhas e ruelas protegidas por elas. S

e perca pela vila medieval do tempo de D. Afonso Henriques – o primeiro Rei de Portugal – com detalhes de estilo manuelino bem preservados. Termine seu passeio provando uma iguaria local, a famosa Ginjinha de Óbidos – o licor famoso da região que é servida num copinho de chocolate.

Curiosidades do Castelo de Óbidos – Leiria:

Formando um quadrado, com cerca de 30 metros de lado, a muralha casteleira reforçada de torreões cilíndricos nas faces setentrional e austral, bem como nos vértices de noroeste e sudoeste, e de torres quadrangulares nos de nordeste e sueste, este cerca um terreiro no qual se erguia o Paço do Alcaide, cujas ruínas deram uma nova vida.

Foi trabalhado um projeto há poucos anos que continha a intenção de restaurar o Castelo. Tendo sido aplicada esta restauração, por intermédio da Direção Geral dos Edifícios e Monumentos Nacionais.

Como Chegar no Castelo de Óbidos – Leiria:

O Castelo de Óbidos está localizado no distrito de Leiria, numa vila que detém o mesmo nome, a vila de Óbidos, pertencente à freguesia de Santa Maria.

Universidade de Coimbra – Coimbra

Sua história remonta ao século seguinte ao da fundação da nação portuguesa, dado que foi criada a 1° de março de 1290, quando o rei D. Dinis I assinou na cidade de Leiria o documento Scientiae thesaurus mirabilis, criando a universidade, o qual foi intermediado e confirmado pelo Papa.

Fixada definitivamente na cidade de Coimbra em 1537, sete anos depois todas as suas faculdades se instalam no antigo Paço Real da Alcáçova (denominado Paço das Escolas após a sua aquisição pela Universidade de Coimbra em 1597).

universidade-de-coimbra-6377730-7490648-9414850

Organizada em oito faculdades, de acordo com uma variedade de campos de conhecimento, a universidade oferece todos os graus acadêmicos em Arquitetura, Educação, Engenharia, Humanidades, Direito, Matemática, Medicina, Ciências Naturais, Psicologia, Ciências Sociais e Desporto.

O que Fazer na Universidade de Coimbra – Coimbra:

A mais antiga universidade do país fica situada na cidade de Coimbra, e é um dos pontos turísticos de Portugal que você tem que visitar.

O Paço das Escolas, onde fica o edifício histórico da Universidade é simplesmente de tirar o fôlego. Não deixe de visitar também a biblioteca joanina. Tente visitar durante a semana, para ver o movimento animado, já que esta é uma cidade de estudantes.

Curiosidades da Universidade de Coimbra – Coimbra:

A Universidade de Coimbra possui aproximadamente 25 mil estudantes, abrangendo uma das maiores comunidades de estudantes internacionais em Portugal, sendo a sua universidade mais cosmopolita. 

Além disso, é o membro-criador do chamado Grupo Coimbra, uma rede de universidades europeias cujo objetivo é a colaboração acadêmica entre os elementos do grupo.

Em 22 de junho de 2013 foi declarada Patrimônio Mundial pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO).

Como Chegar na Universidade de Coimbra – Coimbra:

A Universidade de Coimbra (UC) GCSE é uma universidade pública localizada na cidade de Coimbra, em Portugal.

É uma das universidades mais antigas do mundo ainda em operação, sendo a mais antiga e uma das maiores do país. Composta por 3 polos, 8 faculdades e 18 museus, a instituição conta ainda com o Jardim Botânico e o Estádio Universitário de Coimbra em um espaço com 24,815 alunos em 2010.

Museu Vista Alegre – Aveiro

No caminho para a cidade do Porto, faça uma parada em Ílhavo, ao lado de Aveiro. É que foi aqui que a tradição da porcelana Vista Alegre começou, no século XIX.

mva_1_1024_2500-7006519-4655031-7838209

Esse é um ponto turístico ainda pouco conhecido, mas vale a pena visitar a fábrica de porcelanas mais antiga da península Ibérica.

O que Fazer no Museu Vista Alegre – Aveiro:

Em Ílhavo, o Museu Vista Alegre revela a história da fábrica, como foi pioneira em muitas vertentes, e a evolução da produção da cerâmica, assim como mostrar a sua importância nos séculos XIX e XX.

São mais de 30 mil peças que aqui estão reunidas e que podem ser vistas de perto. Mas, mais do que uma exposição de peças, este museu conta uma história que faz parte da História.

Um projeto museológico e museográfico desenvolvido pelo Museu Nacional de Arte Antiga.

Curiosidades do Museu Vista Alegre – Aveiro:

Na fachada principal exibe a imagem da Nossa Senhora da Penha de França, Padroeira da Vista Alegre. No interior, admire os azulejos seiscentistas de Gabriel del Barco, os retábulos em mármore e talha dourada e as abóbadas decoradas com frescos.

No vão da Capela-Mor está o túmulo episcopal de D. Manuel de Moura Manuel, num trabalho em pedra de Ançã, da autoria do artista Claude Laprade.

Como Chegar no Museu Vista Alegre – Aveiro:

Situado no terreno da fábrica de porcelanas com o mesmo nome, o Museu Vista Alegre expõe o registo da evolução no fabrico da porcelana portuguesa.

Inaugurado no ano de 1964, e tendo recentemente sido objeto de um profundo processo de ampliação e requalificação, tem patente ao público uma vasta gama de magníficos exemplares da porcelana decorativa e doméstica.

Palácio da Bolsa – Cidade do Porto

O Palácio da Bolsa, ou Palácio da Associação Comercial do Porto, na cidade do Porto, em Portugal, começou a ser construído em Outubro de 1842, em virtude do encerramento da Casa da Bolsa do Comércio, o que obrigou temporariamente os comerciantes portuenses a discutirem os seus negócios na Rua dos Ingleses, em pleno ar livre.

download-5-7538311-6242841-1373692

Com uma mistura de estilos arquitetônicos o edifício apresenta em todo o seu esplendor, traços do neoclássico oitocentista, arquitetura toscana, assim como o neopaladiano inglês.

O que Fazer no Palácio da Bolsa – Cidade do Porto:

Sede da Associação Comercial do Porto, serve agora para os mais diversos eventos culturais, sociais e políticos da cidade.

O Salão Árabedetém o maior destaque de todas as salas do palácio devido, como o nome indica, a estuques do século XIX legendados a ouro com caracteres arábicos que preenchem as paredes e tecto da sala. É neste salão que tem lugar as homenagens a chefes-de-estado que visitam a cidade.

Curiosidades do Palácio da Bolsa – Cidade do Porto:

O ingresso inclui a visita guiada, que percorre uma sala mais incrível do que a outra, numa verdadeira viagem no tempo. É também aqui que são recebidos os chefes-de-estado que visitam a cidade, no impressionante Salão Árabe.

Como Chegar no Palácio da Bolsa – Cidade do Porto:

Um dos pontos turisticos de Portugal mais visitados é o magnífico Palácio da Bolsa. Aqui é onde fica a Sede da Associação Comercial do Porto e durante a sua construção, em 1842, os comerciantes foram obrigados a negociar ao ar livre. Mas esse contra-tempo valeu a pena, pois o resultado foi um dos melhores exemplos de arquitetura neoclássica da cidade.

Ponte Dom Luís I – Porto

Esta construção veio substituir a antiga ponte pênsil que existia no mesmo local e foi realizada mediante o projeto do engenheiro belga Théophile Seyrig, que já tinha colaborado anteriormente com Gustave Eiffel na construção da Ponte de D. Maria Pia, ferroviária.

factos-e-mitos-sobre-as-6-pontes-do-porto-luis-3431423-4398294-3744880

A ponte foi inaugurada em 1886 (tabuleiro superior) e 1888 (tabuleiro inferior e entrada em total funcionamento).

O que Fazer no Ponte Dom Luís I – Porto:

Enquanto a parte de cima da ponte é reservada para o metrô – e também para pedestres, de onde se tem vistas muito bonitas do Rio Douro – a parte de baixo é exclusiva para o trânsito de carros, entretanto, também tem uma passagem, bem mais estreita, para aqueles que estão a pé.

Aproveite para explorar as duas passagens, você não irá se arrepender! As paisagens são de tirar o fôlego!

Curiosidades do Ponte Dom Luís I – Porto:

A estrutura da nova ponte, verdadeira filigrana de ferro, que passou a ser, juntamente com a Torre dos Clérigos, o ex libris por excelência do Porto, pesava no seu conjunto 3 045 toneladas. A ponte ficou iluminada por meio de artísticos candeeiros de gás, 24 no tabuleiro superior, 8 no inferior e 8 nos encontros.

Como Chegar no Ponte Dom Luís I – Porto:

A Ponte de D. Luís I ou Ponte Luiz I, é uma ponte em estrutura metálica com dois tabuleiros, construída entre os anos 1881 e 1888, ligando as cidades do Porto e Vila Nova de Gaia (margem norte e sul, respetivamente) separadas pelo rio Douro, em Portugal.

Praia da Ponta da Piedade – Algarve

Outras maravilhas de Portugal são as praias. É impressionante como um território desse tamanho tem tanta diversidade. Tem praia de areia branca fininha, outras com as melhores ondas no mundo para surfar e falésias altíssimas protegendo a baía.

download-1-1-2368959-2056930-6575902

A região do Algarve é perfeita para conhecer as praias de Portugal e é um dos lugares mais badalados no verão daqui. Vale a pena ir até a cidade de Lagos e fazer o passeio de barco até à Ponta da Piedade, uma das mais bonitas praias do país.

O que Fazer na Praia da Ponta da Piedade – Algarve:

Durante 1h25 você vai navegar por entre formações rochosas que se elevam do mar e entrar em cavernas que escondem lugares maravilhosos. Se, por outro lado estiver a fim de fazer um passeio romântico, a boa dica é fazer um passeio de veleiro ou alugar um caiaque e partir à descoberta por conta própria (só tome cuidado com o vento).

Curiosidades da Praia da Ponta da Piedade – Algarve:

A Ponta de Piedade é um monumento natural turísticos de Lagos, no Algarve em Portugal. É composta de várias formações rochosas do tipo falésia, com até 20 metros de altura aproximadamente, sendo um dos pontos turísticos de maior interesse fotográfico da região.

No local, é possível de se visitar as diversas grutas existentes garantido uma experiência turística agradável e única.

Como Chegar na Praia da Ponta da Piedade – Algarve:

A Ponta da Piedade estende-se a 3km para sul de Lagos e encontra-se no extremo sul da baía de Lagos. A única estrada de acesso atravessa as Praias da Dona Ana e do Camilo e finaliza no farol, que possui imensos lugares vagos de estacionamento.

Alcançando a base requer uma descida (e subida) de 128 degraus, portanto os menos ágeis devem considerar alugar um barco diretamente de Lagos.

Perguntas frequentes

Qual a melhor época para conhecer Portugal?

Para voce conseguir tirar melhor proveito de Portugal, vá nos meses de Julho e Agosto que é no Verão.

Quais os melhores lugares para ir com as crianças em Portugal?

– Oceanário;u003cbru003e- Telecabine Lisboa;u003cbru003e- Pavilhão do Conhecimento;u003cbru003e- Lisboa Zoo;u003cbru003e- Museo da Marionete.u003cbru003eCom certeza irão se divertir nesses lugares.

Quais os meses mais baratos para conhecer Portugal?

São entre os meses de Dezembro e Março.

Esperamos que tenha gostado desses lugares lindos de Portugal. Para saber mais sobre o turismo no Brasil e no Mundo clique aqui.

CONTEÚDO RELACIONADO

Demonstre Turismo
Um blog falando sobre Turismo.
Este é um site do grupo B20