Conteúdo ocultar
1 O que fazer em Roma – 10 Pontos Turísticos

O que fazer em Roma – 10 Pontos Turísticos

Como sabemos o mundo é um lugar cheio de diversidades, com lugares exuberantes, com diversas culturas, e modo de ser viver.

Em meio a lugares remotos sempre á pontos turísticos que encanta e fascina facilmente, com suas belezas.

Roma

Roma é uma cidade e uma comuna especial (chamada “Roma Capitale“) da Itália. É a capital do país, da província homônima e também da região do Lácio.

Com 2,8 milhões de habitantes em 1285,3 km² de área, também é a maior cidade italiana e a quarta cidade mais populosa da União Europeia. A área urbana de Roma se estende além dos limites administrativos da cidade com uma população de cerca de 3,8 milhões. 

Entre 3,2 e 4,2 milhões de pessoas vivem na área metropolitana da capital italiana. A cidade está localizada na porção centro-ocidental da península itálica, cortada pelo rio Tibre, dentro do Lácio. Roma é a única cidade no mundo que tem em seu interior um país inteiro, o enclave do Vaticano.

Roma é uma das cidades mais importantes da história da humanidade, exercendo uma influência sem igual no desenvolvimento da história e da cultura dos europeus durante milênios e na construção da Civilização Ocidental.

Sua história abrange mais de 2500 anos, desde a sua fundação lendária em 753 a.C. Roma é uma das mais antigas cidades continuamente ocupadas na Europa e é conhecida como “A Cidade Eterna”, uma ideia expressa por poetas escritores da Roma Antiga.

No mundo antigo, foi sucessivamente a capital do Reino de Roma, da República Romana e do Império Romano e é considerada um dos berços da civilização ocidental.

10 Pontos Turísticos de Roma:

Vou citar abaixo os 10 pontos turísticos mais incríveis para você não deixar de conhecer esses pontos impressionantes de Roma

Igreja San Luigi dei Francesi

San Luigi dei Francesi ou Igreja de São Luís dos Franceses (em francês: Saint Louis des Français) é uma igreja titular de Roma, Itália, localizada perto da Piazza Navona, no rione Sant’Eustachio, e dedicada à Virgem Maria, a São Dênis, o Areopagita e a São Luís, rei da França.

rome_san_luigi_dei_francesi_10-01-2011_12-05-37-6439948-4514601-8367893

Foi projetada por Giacomo della Porta, construída por Domenico Fontana entre 1518 e 1589 e completada somente depois de uma intervenção pessoal de Catarina de Médici, que doou para a igreja algumas propriedades suas na região. É uma das igrejas nacionais da França em Roma.

O que Fazer no Igreja San Luigi dei Francesi:

Na Capela Contarelli podemos admirar a famosa tríade caravagesca com: Martirio di San Matteo, San Matteo e l’angelo e Vocazione di San Matteo. Três belíssimos quadros!.

A Igreja de San Luigi dei Francesi é repleta de decorações barrocas, certamente não faltam coisas para se ver. Contudo, a maior atração é a série de três pinturas de São Mateus feitas por Caravaggio.

Curiosidades da Igreja San Luigi dei Francesi:

Não se deixe enganar pelos olhares discretos desta pequena igreja Católica. No interior, esconde alguns dos mais belos afrescos de Roma, bem como as magníficas pinturas feitas pelo pintor barroco Caravaggio.

Essas três pinturas contam a história de São Mateus e sua vida, e podem ser encontradas escondidas na Capela Contarelli.

Como Chegar na Igreja San Luigi dei Francesi:

A Igreja de São Luigi dei francesi está localizada no centro de Roma perto da Piazza Navona, é aberta de sexta a quarta-feira das 10h às 12:30 e das 15:00 às 19:00, as quintas-feiras das 10h às 12:30.

Coliseu

O edifício era usado para combates de gladiadores e espetáculos públicos, tais como simulações de batalhas marítimas (em um curto período de tempo como o hipogeu era inundado através de mecanismos de apoio), caças de animais selvagens, execuções, encenações de batalhas famosas e dramas baseados na mitologia clássica.

coliseu-roma-8479324-4589165-6630110

O prédio deixou de ser usado para entretenimento na era medieval. Mais tarde foi reutilizado para vários fins, tais como habitação, oficinas, sede uma ordem religiosa, uma fortaleza, uma pedreira e um santuário cristão.

Em 2007, o monumento foi eleito informalmente como uma das sete maravilhas do mundo moderno.

O que Fazer no Coliseu:

Embora parcialmente arruinado por causa de danos causados ​​por terremotos e saques, o Coliseu é ainda um símbolo da Roma Imperial.

É uma das atrações turísticas mais populares da capital italiana e tem também conexões com a Igreja Católica Romana, pois a cada Sexta-feira Santa, o Papa guia a Via Crúcis que começa na área em torno do Coliseu. 

O Coliseu também é retratado na versão italiana da moeda de euro de cinco cêntimos.

Curiosidades do Coliseu:

Durante o Império Romano e sob o lema de “Pan et Circus”, o Coliseu Romano (conhecido então como Anfiteatro Flávio) permitia a mais de 50.000 pessoas desfrutar de seus espetáculos preferidos.

As exibições de animais exóticos, execuções de prisioneiros, recreações de batalhase lutas de gladiadores acompanharam durante anos o povo romano. O Coliseu permaneceu ativo durante mais de 500 anos. Os últimos jogos da história aconteceram no século VI.

Como Chegar no Coliseu:

Coliseu , também conhecido como Anfiteatro Flaviano , é um anfiteatro oval localizado no centro da cidade de Roma, capital da Itália. Construído com concreto e areia, é o maior anfiteatro já construído e está situado a leste do Fórum Romano.

Fórum Romano

O Fórum Romano era a região onde acontecia a vida pública e religiosa na antiga Roma.O Fórum é, junto com o Coliseu, a maior mostra da grandeza do Império Romano que se pode ver na atualidade.

1200px-forum_romanum_rom-3912979-1353796-1681979

Ao finalizar o Império, o Fórum Romano ficou no esquecimento e pouco a pouco foi enterrado. Embora no século XVI já se conhecia a existência e a localização do Fórum,foi só no século XX quando foram feitas as excavações.

Curiosidades do Fórum Romano:

A maioria das estruturas arquitectónicas mais importantes da antiga cidade foram encontradas no fórum ou perto deste.

Os santuários e templos do reino romano localizavam-se na parte sudeste da cidade. Dentre estes situava-se a antiga residência real, a Régia (século VIII a.C.), o Templo de Vesta (século VII a.C.) e ainda o complexo da Casa das Vestais, os quais foram reconstruídos após a ascensão de Roma Imperial.

Como Chegar no Fórum Romano:

O Fórum Romano  localizado no centro de Roma, é um fórum (praça) rectangular, circundado pelas ruínas de várias construções públicas de grande importância cultural.

O principal centro comercial da Roma Imperial, este espaço era popularmente conhecido como Fórum Magno (Forum Magnum) ou, simplesmente, Fórum.

Arco Triunfal de Constantino

O Arco de Constantino, que foi construído entre 312 e 315, foi inaugurado oficialmente em 25 de julho de 315 e deu início a uma série de jogos e orações comemorativos. 

O próprio Constantino, porém, entrou em triunfo na cidade em 29 de outubro de 312, a data na qual o Senado encomendou a obra, mas deixou a cidade em menos de dois meses e só retornou em 326.

images-1-1-7765979-9110829-1235075

Foi o último e o maior dos arcos triunfais construídos em Roma e é também o único a fazer extensivo uso de spolia.

Reutilizando diversas grandes esculturas retiradas de outros monumentos imperiais da época dos imperadores Trajano (r. 98–117), Adriano (r. 117–138) e Marco Aurélio (r. 161–180) em notável contraste estilístico com as esculturas recém-criadas para o arco.

Esta mistura lhe valeu o jocoso apelido de “Cornacchia di Esopo” (“O Corvo de Esopo”).

O que Fazer no Arco Triunfal de Constantino:

O Arco de Constantino é um dos monumentos melhor conservados da Roma Antiga. Graças à sua excelente localização, é um dos pontos mais fotografados e representativos da cidade.

Curiosidades do Arco Triunfal de Constantino:

O Arco de Constantino é muito decorado e incorpora partes elementos decorativos de monumentos mais antigos. Como ele celebra uma vitória de Constantino, o novo friso “histórico” ilustrando sua campanha na Itália reflete o tema central: a glória do imperador, tanto em combate quanto em seus deveres civis.

Os demais elementos dão suporte a este tema: a decoração emprestada dos “anos dourados” do século II sob o comando dos imperadores da dinastia nerva-antonina reforça o lugar de Constantino entre os “bons imperadores” enquanto o conteúdo das peças evoca imagens de um governante piedoso e vitorioso.

Como Chegar no Arco Triunfal de Constantino:

Localizado praticamente ao lado do Coliseu e em frente ao acesso à Via Sacra do Fórum Romano.

A localização escolhida , entre o monte Palatino e o monte Célio, era o ponto onde a antiga Via Triunfal se juntava à Via Sacra, a rota seguida pelos imperadores quando entravam na cidade para celebrar um triunfo — ela começava no Campo de Marte.

Atravessava toda a extensão do Circo Máximo e contornava o monte Palatino; no ponto onde estava o arco, a rota fazia uma curva à esquerda na Meta Sudans e seguia pela Via Sacra através do Fórum Romano até chegar no monte Capitolino, passando através do Arco de Tito e do Arco de Sétimo Severo no caminho.

Mercado de Trajano

O complexo, que originalmente se estendia para além da moderna área arqueológica, locais que hoje são ocupados por prédios modernos, era utilizado principalmente como sede das atividades administrativas do Império Romano realizadas nos fóruns imperiais.

Apenas de forma limitada a atividades comerciais, possivelmente nos ambientes a céu aberto aos lados das ruas internas.

Ele foi construído na mesma época que o Fórum de Trajano, no início do século II, para ocupar e sustentar um recorte realizado na encosta do monte Quirinal, é separado deste por uma estrada pavimentada com pedras. Seu formato segue o da êxedra semicircular do Fórum de Trajano em seis níveis diferentes.

mercados-de-traiano-imperio-romano-roma-blog-vou-pra-roma-7696031-5558588-3728711

O Mercado de Trajano é um complexo arquitetônico articulado que, utilizando a flexível técnica do opus latericium (concreto romano revestido por tijolos, aproveita dos os espaços disponíveis na encosta da colina.

Esta articulação permite passar, com ampla folga, da disposição curvilínea da êxedra que circunda os pórticos do Fórum de Trajano, para a retilínea da malha urbana à volta.

São numerosas as ligações internas entre os vários níveis (escalas, rampas etc.), o que resulta numa sistematização particularmente orgânica e coordenada um complexo construído sobre complexas condições de solo e terreno.

O que Fazer no Mercado de Trajano:

Ao visitar o museu é possível percorrer as diferentes partes que se conservam do mercado, além de visitar as exposições que mostram os diferentes aspectos dos Fóruns Imperiais. 

As exposições contêm maquetes e vídeos que acompanham as diferentes ruínas que se conservam dos Fóruns Imperiais para tentar transportar os visitantes à época clássica romana.

Curiosidades do Mercado de Trajano:

Embora não tenha tanta fama quanto o Coliseu, o Mercado de Trajano conserva uma importante parte do seu aspecto original e é uma visita realmente interessante. 

O complexo foi construído em tijolos e era formado por seis andares, ao longo dos quais se distribuíam mais de 150 estabelecimentos comerciais.

Como Chegar no Mercado de Trajano:

Mercado de Trajano é o nome moderno de um complexo de edifícios da época romana na cidade de Roma localizado na encosta do monte Quirinal.

Praça e Museu Campidoglio

Michelangelo criou a praça orientada para a Basílica de São Pedro, que era o centro político da cidade naquela época.

Também foi sugerida a construção de outro palácio (Palácio Novo) e redesenhou o Palácio dos Conservadores, dotando ambos de uma grande harmonia com o Palazzo Senatorio.

fachada-do-museu-localizado-7046644-9192289-1521866

No centro da praça se instalou uma imponente estátua equestre de Marco Aurélio feita em bronze e que atualmente está guardada no Palácio dos Conservadores. A que está na praça hoje em dia é uma fiel reprodução.

Curiosidades da Praça e Museu Campidoglio:

A coleção capitolina iniciou quando o papa Sisto IV doou ao povo romano, em 1471, algumas estátuas de bronze que eram conservadas na Basílica de São João de Latrão, e que incluíam a famosa Loba romana, o Spinario, o Camilo, e o conjunto de remanescentes da estátua colossal de Constantino. Esta doação se revestiu de um caráter cívico marcante.

Sendo colocado no Capitólio, sede da vida religiosa da Roma antiga e da magistratura civil na Idade Média, este grupo de relíquias lembrava a todos a continuidade da grandeza de Roma desde o tempo dos césares, e a inscrição lavrada na entrada do Palácio dos Conservadores deixava claro de que não era apenas uma doação.

Mas uma restituição de relíquias das quais a Igreja tinha sido guardiã, e foi o início de um diálogo entre o poder eclesiástico e o civil que no espaço de um século reformularia todo o desenho da antiga colina.

Como Chegar na Praça e Museu Campidoglio:

A Piazza del Campidoglio ou Praça do Capitólio está localizada no cume da Colina Capitolina e é a primeira praça moderna criada em Roma.

Monumento a Vittorio Emanuelle II (Vittoriano)

O Monumento Nacional a Vítor Emanuel II é um monumento em honra a Vítor Emanuel II da Itália, primeiro rei da Itália unificada e considerado o pai da pátria italiana. O Monumento Nazionale a Vittorio Emanuele II, conhecido também como Vittoriale, é um imponente edifício situado na Praça Venezia.

800px-monumento_vittorio_emanuele_ii_rom-7551828-4038458-1974982

O prédio é muito branco, chamando muito à atenção no meio dos edifícios marrons que o rodeiam, fazendo com que tenha vários apelidos. Os estrangeiros por vezes referem-se a este monumento como “bolo de casamento”, e os romanos apelidaram-no de “máquina de escrever”. 

Apesar de todo esse criticismo, o monumento ainda atrai um grande número de visitantes. O ex-presidente italiano Carlo Azeglio Ciampi promoveu a abertura do Vittoriano como um fórum público e mirador do centro da cidade.

Essa nova acessibilidade permitiu aos turistas tornarem-se familiares com este marco histórico, possibilitando assim o crescimento da sua reputação entre os populares e até entre os seus críticos.

O que Fazer no Monumento a Vittorio Emanuelle II (Vittoriano):

Feito de puro mármore branco de Botticino, Bréscia, apresenta majestosa escadaria, colunas coríntias, fontes, uma enorme estátua equestre de Vítor Emanuel e duas estátuas da deusa Vitória em quadrigas.

A estrutura tem 135 m de largura e 70 m de altura, mas se as quadrigas e as vitórias aladas forem incluídas, a altura passa a ser de 81 m. A base do monumento abriga o museu da Unificação Italiana. 

Em 2007, um elevador panorâmico foi instalado, permitindo aos visitantes ir ao teto e ter uma visão 360° de Roma.

Curiosidades do Monumento a Vittorio Emanuelle II (Vittoriano):

O colossal monumento de 135 metros de largura e 70 metros de alturaestá composto por dezenas de majestosas colunas coríntias e intermináveis escadas, tudo isso feito em mármore branco.

Uma escultura equestre de Vittorio Emanuele feita em bronze preside o conjunto e duas quadrigas guiadas pela deusa Vitória coroam o pórtico de 16 colunas.

Como Chegar no Monumento a Vittorio Emanuelle II (Vittoriano):

Situa-se em Roma entre a Piazza Venezia e o monte Capitolino tendo sido projetado por Giuseppe Sacconi em 1885. Foi inaugurado em 1911 e completado em 1935.

 Igreja de Santa Maria in Cosmedin e a Bocca della Verità

A igreja foi construída no século VIII, durante o período conhecido como Papado Bizantino, sobre as ruínas do Templo de Hércules Pompeiano (Templum Herculis Pompeiani) no Fórum Boário e da Statio annonae, um dos centros de distribuição de alimentos em Roma (outro estava no antigo Teatro de Balbo).

Um diaconato era um local onde eram distribuídas caridades para os pobres e é provável que uma instituição assim estivesse nas vizinhanças de uma annona romana.

images-2-5913515-5940128-3606976

Uma substancial restauração foi realizada entre 1118 e 1124 sob o comando de Alfano, camerlengo do papa Calisto II.

Depois de ser adquirida por beneditinos e de um período negligenciado, em 1718 a igreja foi reformada no estilo barroco, evidente principalmente na nova fachada, de Giuseppe Sardi.

Estas adições, porém, foram removidas numa restauração entre 1894 e 1899, assim como o brasão do papa Clemente XI.

Curiosidades da Igreja de Santa Maria in Cosmedin e a Bocca della Verità:

A igreja recebeu esse nome do adjetivo grego kosmidion (belo), graças à sua abundante decoração. Apesar de que atualmente a igreja praticamente careça de adornos, ainda conserva alguns elementos decorativos, como os mosaicos do chão, o trono do bispo, o coro e o baldaquino.

Como Chegar no Igreja de Santa Maria in Cosmedin e a Bocca della Verità:

Como esta localizada perto de muitas estruturas bizantinas, Santa Maria era conhecida como de Schola Graeca no século VII e uma rua vizinha ainda hoje é chamada de via della Greca. 

Monges gregos fugindo das perseguições iconoclastas no Império Bizantino decoraram a igreja por volta de 782, quando o papa Adriano Ipatrocinou sua reconstrução, desta vez com uma nave, um corredor de cada lado e um pórtico.

Por causa de sua beleza, a igreja recebeu o título de “cosmedin” (do grego “kosmidion” – “ornado”).

Uma sacristia e um oratório dedicado a São Nicolau foram construídos no século IX por ordem do papa Nicolau I, que também construiu uma residência papal, mas ambos foram destruídos no saque de Roma pelas tropas normandas de Roberto Guiscardo.

Fontana di Trevi

A fonte situava-se no cruzamento de três estradas (tre vie), marcando o ponto final do Acqua Vergine, um dos mais antigos aquedutos que abasteciam a cidade de Roma.

No ano 19 a.C., supostamente ajudados por uma virgem, técnicos romanos localizaram uma fonte de água pura a pouco mais de 22 quilômetros da cidade (cena representada em escultura na própria fonte, atualmente).

A água desta fonte foi levada pelo menor aqueduto de Roma, diretamente para os banheiros de Marco Vipsânio Agripa e serviu a cidade por mais de 400 anos.

fontana-di-trevi-roma-4249748-1877776-6334082

Em 1629, o papa Urbano VIII achou que a velha fonte era insuficientemente dramática e encomendou a Bernini alguns desenhos, mas quando o papa faleceu o projeto foi abandonado.

A última contribuição de Bernini foi reposicionar a fonte para o outro lado da praça a fim de que esta ficasse defronte ao Palácio do Quirinal (assim o papa poderia vê-la e admirá-la de sua janela).

Ainda que o projeto de Bernini tenha sido abandonado, existem na fonte muitos detalhes de sua idéia original.

O que Fazer no Fontana di Trevi:

A Fontana di Trevi é considerada um dos pontos turísticos mais importantes de Roma, além de parada obrigatória para qualquer visitante por lá. Com seus 26 metros de altura e beleza única esta fonte é um dos símbolos romanos.

Afinal, quem nunca viu a famosa cena do filme La Dolce Vita de Federico Fellini, no qual a atriz Anita Ekberg entra na água e convida Marcello Mastroianni a fazer o mesmo? Pois bem, esta fonte magnífica é a Fontana di Trevi.

Curiosidades da Fontana di Trevi:

Uma sugestão bem bacana é que você preste atenção nos detalhes da fonte, com destaque para a magnífica estátua do deuses Netuno sobre um carro em forma de concha puxado por dois cavalos-marinhos, incrível para ótimas fotografias.

Com relação ao formato dela ele é um tanto quanto oval, que faz com que as pessoas fiquem em volta para concluir o ritual que as atraem até lá. O legal é que a noite a Fontana sempre está iluminada, o que a torna ainda mais bonita e charmosa.

Como Chegar na Fontana di Trevi:

A Fontana di Trevi (em português Fonte de Trevi) é a maior (cerca de 26 metros de altura e 20 metros de largura) e mais ambiciosa construção de fontes barrocas da Itália e está localizada no rione Trevi, em Roma. A fonte está encostada na fachada do Palazzo Poli.

Pantheon

É uma obra de arquitetura fantástica, o Pantheon em Roma é impressionante. Foi construído em 27 a.C durante o terceiro consulado de Marco Vipsanio Agrippa, que era um militar e digamos que um arquiteto da época.

Foi destruído por um incêndio em 80 d.C e depois totalmente reconstruído em 125 d.C, durante o reinado de Adriano Imperador mas também tido como um grande arquiteto da época. Quando você visitar a Villa Adriana vai ver a genialidade deste “Arquiteto Imperador”.

pantheon-roma-blog-vou-pra-roma-2476784-9749120-5869485

Sua planta é circular com um pórtico de grandes colunas coríntias de granito (oito na primeira fila e dois grupos de quatro na segunda) suportando um frontão.

Um vestíbulo retangular liga o pórtico à rotunda, que está coberta por uma enorme cúpula de caixotões de concreto encimada por uma abertura central (óculo) descoberta.

Quase dois mil anos depois de ter sido construído, esta cúpula é ainda hoje a maior cúpula de concreto não reforçado do mundo. A altura até o óculo e o diâmetro da circunferência interior são idênticos, 43.3 metros.

O que Fazer no Pantheon:

Pantheon é o monumento mais bem conservado da história e da Roma antiga. Quando chegar a Piazza Della Rotonda, Praça onde fica o Pantheon ou Panteão, sente-se na escadaria da Fontana que esta bem de frente e fique a observar.

Momento de prazer, aproveite para dar um stop enquanto observa aquela obra maravilhosa.

Curiosidades do Pantheon:

O Pantheon é Famoso por sua cúpula inexplicável, de uma proporção gigantesca e sem nada que a sustente, com uma abertura de 9 metros de diâmetro (óculo).

Estudantes de arquitetura do mundo todo passam por ali para tentar achar alguma explicação para esta obra espetacular.

Como Chegar no Pantheon:

É uma das mais bem preservadas estruturas romanas antigas e permaneceu em uso por toda a sua história.

Localizado na Piazza della Rotonda, o Panteão tem sido utilizado como uma igreja, dedicada à “Santa Maria e os Mártires” chamada oficialmente de Santa Maria dei Martiri (em latim: Sancta Maria ad Martyres) e informalmente de Santa Maria Rotonda desde o século VII. É uma basílica menor da Igreja Católica e foi uma diaconia até 1929.

Perguntas frequentes

O que Fazer no Igreja de Santa Maria in Cosmedin e a Bocca della Verità?

Tanto se você gosta das igrejas quanto se não gosta, Santa Maria In Cosmedin deve estar no seu itinerário na hora de conhecer Roma, já que nesse lugar está a conhecidíssima Boca da Verdade.

O que Fazer na Praça e Museu Campidoglio?

A Piazza del Campidoglio é um dos principais focos turísticos da cidade, não só pela localização cêntrica ou porque nela estão os Museus Capitolinos, mas porque na esquina entre o Palazzo Senatorio e o Palazzo Nuvo está a escultura da Loba Capitolina que faz parte da Lenda de Rômulo e Remo.

O que Fazer no Fórum Romano?

Visitar Roma e não caminhar pelo Fórum é como ir a Paris e não ver a Torre Eiffel. Percorra a Via Sacra, fechar os olhos e imaginar como era há mais de 20 séculos, quando Júlio César caminhava sobre ela.u003cbru003eu003cbru003eO Fórum Romano é um dos lugares mais bonitos e interessantes da cidade, por isso é fácil passar várias horas passeando entre seus templos sem se entediar.

Esperamos que conseguiu ver muitos lugares incríveis para te ajudar a decidir onde ir. Para ver mais lugares como esses no mundo e no Brasil clique aqui.

CONTEÚDO RELACIONADO

Demonstre Turismo
Um blog falando sobre Turismo.
Este é um site do grupo B20