Conteúdo ocultar
1 O que fazer em Ubatuba – 10 Pontos Turísticos

O que fazer em Ubatuba – 10 Pontos Turísticos

Como sabemos o mundo é um lugar cheio de diversidades, com lugares exuberantes, com diversas culturas, e modo de ser viver.

Em meio a lugares remotos sempre á pontos turísticos que encanta e fascina facilmente, com suas belezas.

Ubatuba

Ubatuba é um município brasileiro localizado no litoral norte do estado de São Paulo.

O território municipal ocupa 710,783 km², 83 por cento dos quais localizados no Parque Estadual da Serra do Mar, enquanto a sua população, conforme estimativas do IBGE de 2018, era de 89 747 habitantes. O município é formado pela sede e pelo distrito de Picinguaba.

Ubatuba

Ubatuba é um dos quinze municípios paulistas considerados estâncias balneárias pelo Estado de São Paulo, por cumprirem determinados requisitos definidos por lei estadual.

Tal status garante a esses municípios uma verba maior por parte do estado para a promoção do turismo regional.

Também, o município adquire o direito de agregar junto a seu nome o título de estância balneária, termo pelo qual passa a ser designado tanto pelo expediente municipal oficial quanto pelas referências estaduais.

10 Pontos Turísticos de Ubatuba:

Vamos deixar abaixo uma lista dos 10 melhores lugares de Ubatuba.

Cadeia Velha

A Cadeia Velha, considerada a primeira construção de linhas modernas de Ubatuba no século XX, foi projetada por Euclides da Cunha, autor da famosa obra “Os Sertões”, e funcionário do Governo do Estado de São Paulo naquele período.

cadeia-velha-2-9257505-1531326-2210866

O prédio, inaugurado em 1902, foi a primeira cadeia de Ubatuba, hospedando desde presos considerados de baixa periculosidade, até condenados a caminho da Colônia Correcional do Porto das Palmas (Presídio da Ilha Anchieta).

O que Fazer na Cadeia Velha:

O destaque da exposição fica por conta de diversas peças ligadas ao período da escravidão e que foram encontradas nas Ruínas da Lagoinha, antiga Fazenda Bom Retiro, durante trabalhos de revitalização nos anos 2000. 

Outro ponto forte do acervo é a grande variedade de artefatos provenientes da escavação de sambaquis encontrados nos sítios arqueológicos do Tenório e da Ilha do Mar Virado, além de peças de povos ceramistas do sítio cerâmico do Itaguá, pesquisas essas coordenadas pela arqueóloga Dorath Pinto Uchôa.

Curiosidades da Cadeia Velha:

O prédio, que também foi a primeira cadeia de Ubatuba, que funcionou como tal até 1976, hospedou desde presos a caminho da Colônia Correcional do Porto das Palmas, na Ilha dos Porcos (Presídio da Ilha Anchieta) até viajantes.

Em 2001, foi reconhecido como Patrimônio Histórico Municipal e passou a ser a sede do Museu Histórico de Ubatuba, que em seu acervo inclui desde antigos utensílios domésticos de uso diário até objetos pessoais de personalidades de Ubatuba, como o próprio “Seo Filhinho”, Idalina Graça, Madre Glória, entre outros.

Como Chegar na Cadeia Velha:

A antiga cadeia fica localizada no centro de Ubatuba – na Praça Nóbrega, Funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 17h. Entrada gratuita.

Cachoeira do Prumirim

A Cachoeira do Prumirim se forma em meio à Mata Atlântica, na região da Aldeia Boa Vista, da Nação Guarani, e vem descendo pela Serra do Mar, criando várias quedas d´água, e formando os três principais poços na área de visitação.

cachoeira-do-prumirim-5-8703384-4988831-4098177

Em meio a laje de pedra, acima da segunda queda temos pequenos poços, onde é possível desfrutar de hidromassagem natural. Em alguns você fica sentado, em outros consegue encaixar todo o corpo.

O que Fazer na Cachoeira do Prumirim:

É possível entrar embaixo da primeira queda d´água, uma verdadeira massagem relaxante, já na segunda queda é possível se divertir com um escorregador natural.

A terceira queda é a maior de todas, e temos um grande poço para banho, além de um corda amarrada em uma árvore que garante a diversão para os mais ousados.

Curiosidades da Cachoeira do Prumirim:

Toda essa natureza está preservada, sendo proibido o uso local de sabonetes, shampoo, ou qualquer produto químico, além de ser obrigatório o recolhimento do lixo gerado, garantindo assim, que o ecossistema permaneça sempre limpo.

Como Chegar na Cachoeira do Prumirim:

A Cachoeira do Prumirim está localizada à 19 km do centro da cidade, no km 30 à margem da Rodovia Rio-Santos, e é realmente uma das mais belas cachoeiras de Ubatuba e de fácil acesso.

Cachoeira da Escada

Trata-se de um excelente ponto de descanso para quem está viajando entre o Rio e São Paulo pela Rio-Santos.

cachoeira-da-escada-1-7706889-9330355-9425269

Inclua a Cachoeira da Escada no seu passeio pelo norte de Ubatuba, vale a pena conhecer!

O que Fazer na Cachoeira da Escada:

Na Cachoeira da Escada temos a imagem de “Oxum”, orixá de água doce, e protetora do local e uma recomendação importante, é usar repelente antes de adentrar neste paraíso. 

Assim ganhou fama, conhecida como Cachoeira da Escada ou Cachoeira da Divisa, e os lagos formados por ela são perfeitos para um revigorante e terapêutico banho.

Curiosidades da Cachoeira da Escada:

É a primeira cachoeira de Ubatuba no sentido norte-sul e também uma das maiores, e as águas desta cachoeira se juntam mais abaixo, a outros rios da bacia da região do Camburi, desaguando na praia do mesmo nome e formando no caminho, outras cachoeiras propícias para banho, como por exemplo a Cachoeira dos 3 Poços.

Como Chegar na Cachoeira da Escada:

A Cachoeira da Escada também chamada de Cachoeira da Divisa, está localizada à beira da rodovia Rio-Santos, a 47 km do centro da cidade, muito próximo da divisa dos estados de SP/RJ (Ubatuba/Paraty).

Ilha de Anchieta

Localizado no município de Ubatuba, o Parque Estadual da Ilha Anchieta é uma área de proteção ambiental criado através do decreto de lei 9.629 de 29 de Março de 1977 do Estado de São Paulo e administrado pelo Instituto Florestal, órgão vinculado à Secretaria Estadual do Meio Ambiente.

É uma das áreas protegidas no estado de maior importância dada sua riqueza histórica e natural que compõe seu cenário.

filename-dsc01301-jpg-6355559-3620398-1313458

A ilha possui sete praias e existem várias trilhas para caminhadas. Costões cercados de Mata Atlântica levam à Praia do Sul.

A trilha da prainha tem 530 metros de extensão e liga a “Praia do Presídio” à “Praia do Engenho”, onde grandes rochas formam uma piscina natural no mar. Diversas espécies da vida marinha podem ser vistas em suas águas claras e transparentes.

O que Fazer na Ilha de Anchieta:

Com uma área de 826 hectares (8,26 km²), a ilha abriga a paupérrima fauna, a maioria introduzidos na Ilha em 1983 pelo Zoológico de São Paulo.

Hoje a ilha possui uma superpopulação de capivaras, macacos-prego, saguis, quatis, gambás, lagartos, tatus e cutias. Levantamentos científicos constataram a presença de apenas 72 espécies de aves, entre as quais:

Sabiá, juriti, tangará, tiê-sangue, coleirinho, saíra, bem-te-vi, atobá, gaivota e beija-flor.

Curiosidades da Ilha de Anchieta:

Algumas espécies devem ter sido extintas devido ao corte de madeiras, fogo, caça e recentemente pela predação de ninhos pelas espécies exóticas, como coatis e saguis.

Nas águas cristalinas que cercam a ilha são encontrados cardumes de tainhas, robalos, carapaus, sardinhas, peixes voadores e tartarugas marinhas, protegidos por um polígono de interdição de pesca de qualquer modalidade.

Como Chegar na Ilha de Anchieta:

O acesso a ilha é feito desde o Saco da Ribeira (há passeios de escuna de turismo a partir da praia do Itaguá).

Existe uma grande população de cobras jararacas na ilha, sendo necessário utilizar botas ao caminhar pelas trilhas.

Pico Corcovado

O Pico do Corcovado, com seus 1.160 metros de altura, é misterioso, imponente e se sobressai na paisagem do município de Ubatuba, causando fascínio e curiosidade, pois o local guarda estórias e lendas de tesouros enterrados protegidos por espíritos encantados.

pico-do-corcovado-8452844-5543017-9065330

Localizado em uma região de Mata Atlântica preservada, a trilha até o cume é ingrime, escorregadia e acidentada, porém, todo esforço é recompensado pelo visual incrível do topo.

O que Fazer no Pico Corcovado:

Por dentro da mata de altitude ou nebular em ótimo estado de conservação, alcança-se o Pico do Corcovado, de onde se avista o litoral de Ubatuba e o Vale do Paraíba, a 1.168m de altitude.

O período mais adequado para visitar este atrativo é entre os meses de Maio a Agosto. Não é permitido acampamento ou pernoite no local.

Curiosidades do Pico Corcovado:

Uma primeira recomendação é com relação a época do ano escolhida para a aventura, as estações de outono e inverno são as mais indicadas para a escalada, pois o índice de chuva é baixo, proporcionando terra firme.

O começo da trilha tem algumas bifurcações antes de se iniciar a subida definitiva, várias “picadas” são feitas na mata, pelos índios da Aldeia Renascer que ali próximo vivem, em seguida a constante inclinação da trilha, é o que desafia a potência muscular e a resistência física.

Como Chegar no Pico Corcovado:

Tecnicamente o Pico do Corcovado é uma pedra saliente no alto da Serra do Mar localizada na região sul de Ubatuba, de onde se tem vista panorâmica de grande parte do litoral norte paulista, e do lado oposto as incontáveis colinas que compõem o Vale do Paraíba. 

Existem duas trilhas por dentro da mata que levam até o cume do Pico do Corcovado, a mais longa, porém mais amena, é pelo Parque Estadual da Serra do Mar, em Natividade da Serra, e a outra opção, de trilha mais curta, porém mais acentuada e rigorosa, se inicia no Bairro do Corcovado, e é a mais utilizada.

Trilha das Sete Fontes

A Praia das Sete Fontes é considerada uma das mais belas de Ubatuba.

cristiano_sete-fontes01-5098835-3780052-8590471

Durante o passeio que leva a esta bela praia, o turista desfruta durante aproximadamente 30 minutos de um visual maravilhoso, passando por praias como Flamengo e Flamenguinho, e tendo também uma visualização da famosa Ilha Anchieta.

O que Fazer na Trilha das Sete Fontes:

Para quem procura um ambiente tranquilo, tipicamente tropical e rodeado pela exuberância da Mata Atlântica, é um dos passeios mais indicados.

Curiosidades da Trilha das Sete Fontes:

O difícil acesso garante a tranquilidade e exclusividade do local, sendo uma praia de baixíssima frequência. O que não significa que seja deserta, por lá você encontrará quiosques oferecendo bebidas e porções.

Como Chegar na Trilha das Sete Fontes:

Algumas operadores fazem este passeio isoladamente ou em pacotes incluindo uma visita à Ilha Anchieta. Para programar seu passeio e para que ele seja feito com conforto e segurança, consulte operadoras de qualidade.

Aquário de Ubatuba

O Aquário de Ubatuba é um empreendimento privado, fundado em Janeiro de 1996 por um grupo de oceanólogos.

794380125-xg-7752938-6284163-4343941

Os mares e Oceanos ocupam mais de 70% da superfície do planeta e são fundamentais para a existência e propagação da própria vida, incluindo a do ser humano.

O que Fazer no Aquário de Ubatuba:

O Aquário de Ubatuba oferece aos seus visitantes a oportunidade de conhecer de perto um pouco do complexo mundo marinho, tendo entre seus atrativos 12 tanques de água salgada (entre eles um dos maiores tanques marinhos do Brasil, com 80.000 litros), com representantes da fauna local e de outros oceanos.

Curiosidades do Aquário de Ubatuba:

Mais de vinte tanques de água doce e salgada reúnem cem espécies de animais marinhos da fauna local e também de outros oceanos. Em uma área climatizada, as atrações são os pinguins.

E ainda tem tubarões e jacarés! Anexo ao aquário funciona o Museu da Vida Marinha, com fósseis e peixes empalhados.

Como Chegar no Aquário de Ubatuba:

Localizado na Rua Guarani, 859 – Itaguá – Ubatuba – SP, funciona de domingo à quinta das 10h00 às 20h00, Sexta e sábado aberto das 10h00 as 22h00, e nas férias escolares e feriados o Aquário de Ubatuba abre das 10h00 às 22h00.

Projeto Tartarugas Marinhas – TAMAR

O projeto TAMAR (Projeto Tartaruga Marinha), foi criado em 1980 para proteger da extinção, as espécies de tartarugas que utilizam o litoral brasileiro, para se alimentar e se reproduzir. Protege cerca de 1.100 Km de praias, através de 19 bases de pesquisa.

projeto-tamar-25-4527966-9159870-2906112

O Tamar é um projeto ambiental brasileiro criado na década de 80 com o objetivo de estudar e preservar as espécies de tartarugas marinhas ameaçadas de extinção. O nome TAMAR é uma junção das primeiras sílabas das palavras tartaruga marinha.

O que Fazer no Projeto Tartarugas Marinhas – TAMAR:

Entre as diversas atividades e responsabilidades do TAMAR estão pesquisa, conservação e manejo das cinco espécies de tartarugas marinhas que ocorrem no Brasil, todas ameaçadas de extinção e um trabalho socioambiental com a comunidade costeira.

As cinco espécies de tartarugas marinhas em território brasileiro são: tartaruga cabeçuda, tartaruga de pente, tartaruga de couro, tartaruga verde e tartaruga oliva.

Curiosidades do Projeto Tartarugas Marinhas – TAMAR:

A base do TAMAR faz este monitoramento, da captura incidental de tartarugas marinhas nas redes de emalhe e nos cercos flutuantes.

Equipes do Projeto atendem os chamados dos pescadores, para marcar e soltar os animais capturados, além de ensinar as técnicas para reanimar as tartarugas que estejam afogadas, presas na rede.

Como Chegar no Projeto Tartarugas Marinhas – TAMAR:

São 23 sedes espalhadas por 9 estados brasileiros, protegendo assim cerca de 1.100km de praias. 

Com a ajuda dos pescadores, comunidade e turistas, as tartarugas doentes, feridas e debilitadas que precisam de cuidados especiais são encaminhadas ao Centro de Reabilitação da base de Ubatuba, onde são tratadas, recuperadas e liberadas de volta ao mar.

Saco da Ribeira

Sua formação geográfica abriga um local estratégico de onde partem iates, veleiros, lanchas, as escunas para passeios pela orla e pelas ilhas da região e onde os pescadores embarcam e desembarcam os pescados.

praia-saco-da-ribeira-ubatu-9736195-8501463-9622884

A praia está localizada entre duas das mais famosas e frequentadas praias da cidade, a Enseada e o Lázaro.

O que Fazer no Saco da Ribeira:

Tem excelente infraestrutura náutica com garagens náuticas, clubes, marinas, agências de passeios de escuna e lancha, base de mergulho e toda rede de serviços náuticos além de bar e restaurante.

Curiosidades do Saco da Ribeira:

O bairro do Saco da Ribeira está passando por grandes e importantes transformações, que o colocarão na rota dos destinos de charme do Brasil.

O fenômeno já esta acontecendo: uma área portuária que reúne restaurantes, cafés, hotéis e pousadas e áreas de lazer e entretenimento.

Como Chegar no Saco da Ribeira:

Na praia de mesmo nome, localizado na enseada do Flamengo, o Píer do Saco da Ribeira é o centro do turismo náutico de Ubatuba.

Cachoeira do Pé da Serra

A Cachoeira do Pé da Serra é também conhecida como Cachoeira da Escada da Serra, Cachoeira da Ponte Preta, ou até mesmo como Cachoeira da Macumba, e seu acesso é pela rodovia Oswaldo Cruz (SP-125), a 8 Km do centro.

O que fazer em ubatuba – 10 pontos turísticos

A queda d’água forma um poço natural para o banho, com cerca de um metro e meio de profundidade.

O que Fazer na Cachoeira do Pé da Serra:

São apenas 50 metros de caminhada, por uma escadaria muito bem pavimentada, e a cachoeira fica no meio da Mata Atlântica, cercada por bromélias e orquídeas, um local isolado, que merece ser visitado. 

A queda d’água forma um poço natural para o banho, com cerca de um metro e meio de profundidade.

Curiosidades da Cachoeira do Pé da Serra:

Esta cachoeira é um tanto misteriosa, afirmam os policiais que ficam de plantão no pé da serra, que é comum turistas relatarem um acidente com um carro (uma Brasília), lotada por uma família, que desaba na ribanceira como se estivesse perdido o freio.

Acontece que nunca encontram a tal Brasília, quando vão prestar o socorro. Um tanto assustador! 

Outro relato intrigante, é que dizem que há tempos atrás, foi feito um boletim de ocorrência na delegacia de Ubatuba, por um passageiro que, em um dia chuvoso, próximo a cachoeira, avistou um cachorro arrastando um pedaço de uma mão humana, da qual nunca encontraram o corpo.

Como Chegar na Cachoeira do Pé da Serra:

A Cachoeira do Pé da Serra é também conhecida como Cachoeira da Escada da Serra, Cachoeira da Ponte Preta, ou até mesmo como Cachoeira da Macumba, e seu acesso é pela rodovia Oswaldo Cruz (SP-125), a 8 Km do centro. 

Vindo do centro de Ubatuba é só iniciar a subida da Serra de Taubaté e parar o carro em um recuo, antes da primeira curva fechada, atravessar com cuidado a pista e já estamos nos domínios da cachoeira, que fica atrás da ponte.

Perguntas frequentes

Quais os melhores meses para visitar Ubatuba?

Para quem não quer pegar chuva vem nesses meses: Dezembro, janeiro, fevereiro e março

Qual a melhor praia de Ubatuba?

Praia da Almada

Quando Ubatuba estiver chovendo qual o melhor lugar para passear?

Aquário de Ubatuba

Esperamos que você tenha gostado de conhecer melhor Ubatuba. Para conhecer mais sobre o turismo no Brasil e no mundo clique aqui.

CONTEÚDO RELACIONADO

Demonstre Turismo
Um blog falando sobre Turismo.
Este é um site do grupo B20