Vampiros emocionais

0

Vampiros emocionais, já ouviu esta expressão antes?

Vampiros Emocionais

Você já passou pela experiência de sentar-se ao lado de alguém e sentir o clima pesado e o ar quase rarefeito?

Ou então de estar conversando com um amigo ou conhecido e uma sensação certeira de cansaço e esgotamento tomar conta de você?

E mais, já deixou de fazer algo ou já fez algo contra sua vontade por conta da influência irresistível de uma outra pessoa?

É melhor correr…Você está diante de vampiros energéticos!

Diferentemente da versão popular dos vampiros que costumamos ver no cinema, aquele ser horrendo com um pé na vida e outro na morte que se satisfaz com sangue, os vampiros emocionais estão em busca de outro banquete; a sua energia!

E não se engane, podem estar mais perto do que você imagina. Na escola, no curso, no clube, na vizinhança e pasme…Sim! No seio da família também, afinal, este sugador não necessariamente possui consciência das consequências de seu comportamento, e independente dos laços de intimidade podem contribuir para o seu desequilíbrio energético.

Todos somos energia

Ela é como o vento, não pode ser vista, mas pode ser sentida. Todos nós somos fontes de energia, ela está presente em tudo, no que falamos, como nos comportamos, na nossa maneira de encarar a vida e no modo como tratamos as pessoas à nossa volta.

E assim como cada ser carrega em si uma personalidade única, da mesma forma está ligada a esta personalidade uma vibração de energia única, que varia de pessoa para pessoa.

Quando estamos felizes, numa vibe super positiva, queremos dividir isso com o mundo, a gente puxa o colega para uma dança louca, faz cócegas no irmão, sorri, canta alto, fica mais disposto a ajudar alguém.

Bem, quando é um sentimento negativo que está dominando, quando estamos tristes ou decepcionados não achamos graça em nada, não é verdade? Tudo parece horrível e a alegria alheia pode nos parecer incômoda.

Este é um processo normal, desde que naturalmente este sentimento se vá e nossas emoções se modifiquem, passando a vibrar novamente boas energias, pois são nossas emoções que definem nosso estado de vibração.

Entretanto, pessoas permanentemente insatisfeitas com a própria vida, amargas e com uma tendência voraz em desfazer sorrisos, não renovam seu ciclo energético, vibrando sempre energia negativa, e podem querer contaminar você, sugando sua positividade.

Como agem os vampiros emocionais?

Normalmente eles gostam de se tornar íntimos de suas vítimas, conhecer suas vidas e suas vulnerabilidades – seus pontos fracos – para que então possam agir de forma mais efetiva.

Por isso, é muito importante saber reconhecer pessoas com este tipo de personalidade, para podermos criar barreiras contra esta influência negativa que pode nos esgotar física e emocionalmente.

Eles não agem sempre da mesma forma, geralmente há uma característica que se sobressai e que é o gatilho usado para nos atingir, minando nossas energias e nos fazendo sentir péssimos em relação a nós mesmos e ao mundo em nossa volta.

Portanto, é melhor estar atento a determinados comportamentos que seguem um padrão e estão sempre sendo postos em prática por este tipo de vampiro, nos fazendo vibrar em suas frequências negativas, mandando embora a alegria e a disposição.

Padrões mais comuns dos vampiros energéticos

  • Pessimistas: Não conseguem jamais enxergar qualquer boa promessa em algo, veem o fracasso antecipado em tudo, sempre tentam te desanimar e fazer desacreditar da conquista de algo, ou ainda desfazem do que você faça menosprezando seus feitos;
  • Narcisistas: Estes são os que se julgam superiores a tudo e a todos, sempre estão com a razão, gostam sempre de ser o centro das atenções e muito mais falar do que ouvir o outro, suas experiências são sempre muito mais importantes que as de qualquer outra pessoa;
  • Irônicos: Possuem um prazer mórbido em zombar de situações alheias, transformando em piada o sofrimento do outro, diminuindo seus sentimentos e te fazendo sentir como um bobo;
  • Vítimas: Estes são os que se põem na condição de coitadinhos, tudo e todo mundo está contra ele, tudo está sempre sendo manipulado para atingi-lo, nunca assume a culpa pelos seus próprios erros, alguém fez algo para o levar a isto;
  • Irados: São pessoas extremamente descontroladas que podem “explodir” a qualquer momento se desagradadas, e você precisa ter sempre um “jeitinho” para tratar com ela para não despertar essa ira, são pessoas dominadoras e você pode sofrer muito vivendo limitado pelo medo de desagradá-la com palavras ou atitudes.

Estas são apenas algumas das muitas faces que um vampiro emocional pode apresentar, e olha que há quem possa apresentar mais de uma delas.

Por isso, observe atentamente as pessoas de seu convívio e o modo como elas te fazem sentir, o quanto elas alteram seu estado emocional e o poder que têm de alterar seu ânimo e disposição para a vida.

Conclusão do texto sobre Vampiros Emocionais

Identificá-las é o primeiro passo para montar um esquema de proteção, nem sempre será possível manter distância, quando estamos falando de colegas de estudo ou familiares, por exemplo.

Portanto, aprenda a bloquear a influência desta pessoa contra você, entendendo-a como alguém doente que com certeza está refletindo suas próprias experiências frustradas de vida, assim você deixará de enxergá-la como uma potência e encontrará a melhor forma de repelir suas investidas.

(Visited 4 times, 1 visits today)