Entendendo as Lentes – Capítulo 14

Agora que entendemos todos os principais tipos de câmeras, vamos entender melhor algumas lentes, que são acessórios de extrema importância para as câmeras SLR digitais.

Com tantos recursos modificados, é difícil entender a função de cada pequena parte desses recursos. Agora vamos para a parte que temos que descobrir o que é toda essa salada de frutas de abreviações.

Entendendo as Lentes

O nome todo de uma lente geralmente é desse jeito:

Nikon 18-105mm f/3.5-5.6G AF-S DX ED VR

Calma eu sei que parece que alguém bateu a cabeça no teclado, mas não se preocupe, vamos aprender o passo a passo para entender melhor cada parte.

Entendendo as Lentes
  • A marca da Lente é o Nome Nikon. Outras marcas muito conhecidas também no mercado são Sigma, Tamron e Canon
  • 18-105mm é a distância focal mínima e a máxima que a lente pode atingir. O minimo é o 18mm e obviamente agora o 105mm é o máximo.

Para descobrir a quantidade de zoom óptico que a lente pode oferecer, basta dividir a distância do foco máximo pelo mínimo.

Como explicamos no capitulo 9 sobre a distância focal ( Que se você não viu ou pulou, é de extrema importância que veja para entender melhor, clique aqui para ver o capitulo 9 ) o zoom é somente a versatilidade que se tem disponível entre uma distância de foco e outra.

Explicando de uma forma mais simples, uma lente com possibilidade de ter um zoom de alta distância não quer dizer que esse zoom terá qualidade.

Existem varias lentes diferentes, cada uma com sua própria utilidade, como por exemplo:

  • As Fixas
  • As que contém zoom
  • As grande angulares
  • Tele objetivas
  • Normais

f / 3.5-5.6G é a abertura máxima que a lente pode usar em cada distância focal (mínima e máxima). Em vez de um “f /”, algumas vezes o início pode mudar e ser “1:” e o formato é 1: 3.5-5.6G. O significado vai da no mesmo.

Como foi citado acima, a distância de foco mínima é de 18 mm e a distância de foco máxima é de 105 mm. Dessa forma isso significa que mantendo a lente em 18 mm, a abertura máxima que podemos usar é f / 3.5.

Agora na parte da máxima sobrou 105 mm, f / 5.6. As lentes com aberturas maiores geralmente são muito mais caras, especialmente as lentes telefoto com zoom.

Tudo sobre o que citamos até agora estão presentes em todo tipo de lente, já os proximos, em cada tipo de lente pode ou não ter uma ou outra propriedade específica.

Para começar podemos ver as abreviaturas que são usadas pela Nikon. Se você preferir apenas as abreviaturas de sua marca preferida pode pular até a de sua preferência.

Nikon – Entendendo as Lentes

Vamos falar sobre cada pequena parte, sendo que todas elas são importantes:

D(Distance) – Nikon:

As lentes com um “D” próximo à abertura máxima usada pela lente (por exemplo: f / 1.4D) têm um anel de controle de abertura na mesma lente. Essas lentes podem dizer a distância do objeto em foco para a câmera com um sistema de medição de matriz de cor 3D e um flash multi-sensor 3D.

G:

As lentes com um “G” ao lado da máxima abertura utilizada pela lente(Por exemplo: f/3.5-5.6G), não possuí um anel de controle de aberturas e são de uso próprio com câmeras que tem como ter o controle da abertura no mesmo corpo. As lentes de tipo “G” também deixa informado a distância do assunto focalizado para a câmera.

AF(Autofocus):

Essas lentes podem focar automaticamente, mas isso depende inteiramente de câmeras com motores de foco embutidos. As lentes AF não são adequadas para as DSLR de entrada, porque as cameras não terão foco automático, uma vez que normalmente as DSLR de entrada não possuem motor de foco incorporado ao corpo.

AF-S(Autofocos Silent):

O foco é direcionado pelo motor silencioso contido na própria lente, não pelo motor barulhento da câmera. Essas lentes focam mais rápido do que o foco automático e são quase totalmente silenciosas. As lentes AF-S são mais adequadas para câmeras DSLR de entrada, que geralmente não possuem um motor de foco embutido.

AF-I(Autofocus Integrated):

Lentes AF-I são similares as AF-S, mas menos silenciosas. Também são mais aconselhadas para uso nas DSLR de entrada.

DX:

São lentes especialmente projetadas para câmeras com sensores de tamanho DX, com fator de corte de 1,5 vezes. Como não é necessário cobrir todo o sensor, elas são menores e mais leves do que as lentes FX. Geralmente, eles não podem ser usados ​​em câmeras com sensores full-frame. Se forem menores, se forem usados ​​em uma câmera com sensor maior, podem causar efeitos indesejados chamados vinhetas, que escurecem as bordas da foto.

FX:

Ao contrário das lentes DX, as lentes FX são projetadas para padrões full-frame porque podem cobrir toda a área do sensor. As lentes FX podem ser usadas em câmeras sem sensores DX pois elas podem cobrir uma área maior do que o tamanho total do sensor.

ED(Extra-Low Dispersion Glass):

A lente ED possui vidro de um tipo de qualidade muito alta que pode corrigir a aberração cromática, um tipo de distorção de imagem e cor, que ocorre quando a luz de vários comprimentos de onda passa pelo vidro óptico e não converge ou foca no mesmo ponto.

As lentes de vidro ED fornecem excelente corte e contraste, mesmo na abertura máxima. Super ED é um novo tipo de vidro que pode ser usado em combinação com ED em algumas lentes para reduzir ainda mais a aberração cromática.

VR(Vibration Reduction):

Uma tecnologia de inovação óptica que minimiza o borrão da imagem causado pelo movimento da câmera. O efeito é o mesmo ao aumentar a velocidade do obturador 3 vezes.

A versão VR II pode ter até 4 pontos. VR é mais comum em objetivas de zoom e telefoto.

DC(Defocus Control)

Esta é uma lente onde o fotógrafo pode controlar o grau de aberração esférica na parte inferior ou frontal do assunto girando o anel DC. Isso criará uma área circular desfocada que é perfeita para retratos.

Quando o controle DC está na posição zero, a lente DC funciona como uma lente convencional, com o mesmo comprimento e abertura máxima.

CRC(Close Range Correction):

Melhora a qualidade da imagem em distâncias focais curtas. Os elementos da lente são dispostos em um design baseado em “elementos flutuantes”, onde cada grupo de lentes se move independentemente para focar. Isso fornece excelente desempenho de lente para fotos em close-up.

PC(Perspective Control):

A lente do eixo horizontal em relação ao plano do sensor pode ser alterada, de forma que a câmera possa ser reposicionada para reduzir a convergência das linhas verticais em fotos arquitetônicas.

N(Nano Crystal Coat):

Nano crystal é um tipo de tratamento na parte da superfície da lente. Comparado com lentes comuns, o revestimento pode reduzir significativamente a reflexão da luz incidente perpendicular ao eixo.

Quando o controle DC está na posição zero, a lente DC trabalha da mesma forma que uma lente normal, com o comprimento e a abertura iguais.

RF(Rear Focusing):

Um sistema no qual apenas o grupo ótico traseiro da lente se move para obter o foco. Este sistema torna o foco automático mais rápido e suave.

M/A(Manual/Automatic):

Este é um método de foco disponível em algumas lentes. Simplesmente girando o anel de foco, você pode alternar do foco automático para o manual sem perder tempo.

Micro:

As lentes micro, também chamadas de lentes macro, podem focalizar a uma curta distância entre a lente e o objeto, permitindo obter mais detalhes na imagem do minúsculo objeto.

Canon

DO(Diffractive Optics):

A tecnologia da lente foi desenvolvida pela Canon. Utiliza elementos com ranhuras muito finas e película de difração gravada.

Esses elementos usam o princípio da óptica difrativa para desviar a luz.

A vantagem das lentes DO é que elas podem ser menores e mais leves do que as lentes comuns. A desvantagem é que eles são muito caros.

As lentes DO podem ser identificadas por um tipo de anel verde claro impresso ao redor da extremidade do corpo da lente.

EF(Electro Focus):

A definição da lente de montagem do sistema Canon EOS. A lente compatível com EF foi projetada para sistemas EOS e não é adequada para qualquer outro corpo da Canon.

A lente EF tem um diâmetro interno de 54 mm e um diâmetro externo de 65 mm, que é maior do que qualquer outro sistema de 35 mm.

O sistema EF foi lançado no ano de 1987 e é completamente eletrônica.

EF-S(Electro Focus Short Back Focus):

A definição de uma variante da montagem EF padrão usada pelo sistema EOS. A EOS 300D / Rebel Digital / Kiss Digital lançada em 2003 oferece suporte a diferentes mudanças das lentes EF comuns.

A distância focal posterior da lente EF-S 18-55 mm 3,5-5,6 é menor.

Desta forma, a Canon pode fazer mais lentes do modelo grande angular com o preço mais barato para usuários de suas câmeras SLR que por sua vez, usam sensores com um tamanho de imagem APS-C movendo o elemento traseiro para mais perto do sensor de imagem.

O corpo da lente pode ser modificado para se adaptar à distância focal posterior e é compatível com as lentes EF e EF-S, mas as lentes EF-S são compatíveis apenas com as lentes EF-S.CÓPIA DE

As lentes EF comuns têm um ponto vermelho proeminente como índice de encaixe da baioneta. As lentes EF-S usam quadrados brancos.

EOS(Electro-Optical System):

O nome do sistema das câmeras e acessórios Canon SLR introduzidos em 1987. As lentes da série EOS são totalmente controladas eletronicamente. Eles não possuem dispositivos mecânicos para focalizar ou ajustar a abertura.

Todos os ajustes são feitos pelo motor embutido na lente, não pelo corpo da câmera.

Embora isso aumente o custo de fabricação das lentes, sua vantagem é que cada mecanismo de lente pode ser otimizado para o tamanho e tipo específico da lente, em vez de instalar um sistema de corpo de câmera que requer a instalação de qualquer lente.

L(Luxury):

As lentes lineares profissionais da Canon possuem a etiqueta de luxo “L”. Por exemplo, a série 70-200 2.8L tem pelo menos um elemento esférico de fluorita ou UD.

As lentes “L” geralmente têm maior qualidade óptica e mecânica do que outras lentes. Eles podem ser facilmente identificados pela faixa vermelha ao redor da extremidade do corpo da lente.

Muitos produtos são apresentados em branco e são feitos propositadamente com esta cor para mantê-los frescos em dias de sol.

UD(Ultra Low-Dispersion Glass):

O índice de refração óptico das lentes feitas de vidros UD é menor do que o do vidro comum. Esses elementos são geralmente usados ​​para corrigir a aberração cromática.

USM(Ultrasonic Motor):

Esse é o nome do sistema de motor de lente ultrassônica. O princípio de funcionamento do motor ultrassônico é causado por vibração de alta frequência.

Portanto, a velocidade de foco da lente USM é muito rápida e quase silenciosa para o ouvido humano. A lente USM de anel tem um conjunto de anéis ao redor do corpo, portanto, nenhuma engrenagem é usada, portanto, o foco manual em tempo integral (FTM) pode ser executado.

As lentes USM comuns usam micromotores baratos, no entanto, usam engrenagens e geralmente não suportam FTM. A lente não-L com o motor USM é reconhecida por uma faixa dourada fixada no final do corpo.

Sigma


ASP(Aspherical):

Lente com componente asférico. Os elementos não esféricos da lente podem reduzir o número total de elementos necessários para um tipo de lente.

Eles podem melhorar o desempenho enquanto reduzem o peso e o tamanho da lente. As lentes Aspherical podem maximizar a qualidade ótica e minimizar seu tamanho e peso.

As lentes Aspherical também tem a possibilidade de solucionar alguns problemas normalmente associados com grande angulares e zooms, como por exemplo: flare e vinhetas.

APO(Apochromatic):

A lente com design apocromático e cristal SLD pode reduzir a dispersão cromática para reduzir a aberração cromática.

IF/RF(Internal Focusing/Rear Focusing):

Assim como os sistemas de outras marcas, foco interno e foco retro.

HSM(Hyper Sonic Motor):

Motor hiper-sônico que mexe o autofoco.

UC(Ultra Compact):

Lente super pequena e leve.

DL(Deluxe):

De alta qualidade, lente com desfecho especial e preço muito bom para a sua classe.

DF(Dual Focus):

O foco pode ser feito de duas maneiras. Ele permite a correção manual do foco automático.

HF(Helical Focus):

Foco helicoidal, de forma espiral, para retirar a rotação da lente frontal.

EX(Excellence):

De excelente, que já está dizendo tudo sobre ela, pois ela é uma lente profissional da marca.

DG:

Estas são lentes de grande abertura com ângulos curtos e distâncias focais. Eles têm iluminação periférica suficiente e são muito adequados para câmeras DSLR digitais, mantendo a usabilidade de câmeras SLR de filme antigas.

DC:

Estas são lentes especiais adequadas para as imagens no sensor APS-C da maioria das câmeras DSLR. A estrutura leve e compacta é de grande ajuda para você.

Tamron


ASL(Aspherical Lens):

Eles maximizam a qualidade ótica, minimizam o número de componentes e, portanto, reduzem o tamanho e o peso. Evite a deformação da borda.

LD(Low Dispersion):

Reduza a aberração cromática. É semelhante a Nikon ED, Canon UD e Sigma APO.

DI:

A lente foi otimizada para DSLR. Melhore a distribuição da luz. Eles também podem ser usados ​​em SLR de filme. Semelhante ao Sigma DG.

DI-II:

Projetado para câmeras DSLR digitais com sensor de tamanho APS-C. Menor e mais barato. Eles não são adequados para câmeras DSLR digitais de quadro completo porque causam distorção. Semelhante a Nikon DX e Sigma DC.

IF(Internal Focusing):

Foco interno. Não muda o tamanho da parte externa da lente.

XR(Extra Refractive Index Glass):

O XR melhora a distribuição geral da potência óptica e reduz várias aberrações ao mínimo absoluto, ao mesmo tempo que atinge uma compressão excelente.

Além disso, o posicionamento correto dos dois elementos de mistura esféricos pode manter o desempenho da imagem e diminuir e comprimir todo o sistema óptico.

SP(Super Performance):

Uma série de lentes de alto desempenho projetadas para uso somente profissional. Semelhante à Canon L e Sigma EX.

Após tanto aprendizado, acho que você entendeu melhor os recursos encontrados nas principais marcas de lentes do mercado.

Agora, se você estava esperando até agora e planeja comprar um novo modelo de câmera, boa sorte. Se você tiver alguma dúvida, pergunte-me nos comentários deste curso e ficarei feliz em ajudá-lo.

Bom pessoal, fico feliz em lhes informar que chegamos ao fim do Módulo Básico! Se você leu todas as aulas até aqui, isto significa que você já sabe todo o básico necessário para começar a se aventurar com tudo no mundo da fotografia.

Perguntas frequentes

Quais as melhores câmeras profissionais ?

Nikon D850 (Ótima, porem um pouco mais cara)
Canon EOS Rebel SL2 (ótima para iniciantes)
Nikon D5600 (melhor custo benefício

Qual é a melhor marca de câmera?

Para não ter erro, essas marcas “Nikon e Canon” se destacam quando o assunto é câmera profissional.

Quais outras marcas de câmeras também são boas, mas são mais baratas?

Olympus, Sony, Panasonic e Fuji, estão se destacando no mercado, estão apresentando um preço mais acessível e não são ruins.

Se você ainda tiver dúvidas, leia e releia o conteúdo questionável ou pergunte-me nas notas do curso.

Boa sorte e até a prova final!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTEÚDO RELACIONADO

A Arte da Fotografia
Um site voltado para área de fotografia.
Este é um site do grupo B20