Conteúdo ocultar
1 10 Plantas para Interior

10 Plantas para Interior

As plantas são de diferentes tipos e estão em diferentes lugares do planeta, e muita dessas plantas servem para uma grande quantidade de remédios, para diversas doenças. E essas plantas são estudadas todos os dias para melhorar a sua aplicação.

Sendo um dos maiores e mais biodiversos grupos de seres vivos na Terra, as plantas verdes fornecem uma parte substancial do oxigênio molecular e são a base dos alimentos da maioria dos ecossistemas, especialmente dos terrestres.

Então o demonstre veio mostrar nesse poste uma lista recheada de “plantas para interior”, que podem ajudar as pessoas em seus problemas de saúde chegando até a curar algumas doenças que as pessoas enfrentam.

Plantas para Interior

As plantas para interior são de diversos tamanhos, estilos e cores, algumas botam frutos outras colocam flores, essas plantas são de um tamanho que podem crescer mais avançadamente pelo espaço que o interior proporciona.

Projeto sem título 15

Para o interior é bem mais interessante o uso de arvores que botam frutos pelo cultivo w=que pode ser bem maior que na cidade.

Castanha-portuguesa – Plantas para interior

A castanha-portuguesa é uma árvore grande, de cerca de 20 a 30 m de altura, de grande valor ornamental. Sua copa é arredondada e o tronco liso quando a planta é jovem, a medida que vai envelhecendo torna-se fendido na superfície. As folhas são lanceoladas, com bordos denteados e veias salientes.

As flores diferem-se em masculinas e femininas. As masculinas são amareladas ou brancas e assemelham-se a pequenos rabos de gato. As femininas são menos numerosas e protegidas por espinhos. Os frutos são na verdade as castanhas e se apresentam em número de um a três, guardadas por um invólucro espinhoso, conhecido por ouriço. São muito saborosos e apreciados em diversos pratos, cozidos, assados ou crus. A floração e a frutificação ocorre no outono.

Castanha-portuguesa – Ficha da Planta para Interior

  • Nome Científico: Castanea sativa
  • Nomes Populares: Castanha-portuguesa, Castanheira, Castanheira-portuguesa, Castanheiro, Castanheiro-bravo, Castanheiro-europeu, Castinheiro, Castiro, Pinhão-doce
  • Família: Fagaceae
  • Categoria: Árvores, Árvores Frutíferas, Árvores Ornamentais
  • Clima: Equatorial, Mediterrâneo, Oceânico, Subtropical, Temperado, Tropical
  • Origem: Anatólia, Bálcãs, Cáucaso, Europa
  • Altura: acima de 12 metros
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve a Castanha-portuguesa

É conhecida também por suas propriedades medicinais, no combate a diarréia e problemas respiratórios. O florescimento exuberante da castanheira atrai abelhas.

Vídeo sobre a Castanha-portuguesa:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Baru – Plantas para Interior

O baru é uma árvore frutífera e ornamental, nativa do cerrado e zonas de transição deste com a mata atlântica e conhecida por suas deliciosas amendoas. Ela atinge até cerca de 25 metros de altura e ocorre no Brasil, Paraguai, Perú e Bolívia. Seu tronco é calibroso, e alcança 70 cm de diâmetro. Muitas vezes é curto, ramificando a poucos metros do solo.

A casca é suberosa, escamosa, espessa, áspera e levemente fissurada, de cor castanha, com cerne amarelado. A copa é arredondada e densa. As folhas são compostas imparipinadas, alternas, com folíolos oblongos, glabros e de cor verde escura. As inflorescências surgem em cachos terminais, de meados da primavera até o início do verão, com delicadas flores verde-amareladas, de centro cor-de-rosa, que parecem borboletas.

Baru – Ficha da Planta para interior

  • Nome Científico:Dipteryx alata
  • Sinonímia:Coumarouna alata, Dipteryx pteropus, Dipteryx pterota
  • Nomes Populares:Baru, Cumaru, Barujo, Bugueiro, Cambaru, Castanha-de-bugre, Coco-feijão, Cumari, Cumarurana, Cumbaru, Feijão-baru, Feijão-coco, Imburana-brava, Pau-cumaru, Emburana-brava, Feijão-coco, Baruzeiro, Chuva-de-ouro, Guaiçara, Sucupira-branca
  • Família: Fabaceae
  • Categoria: Árvores, Árvores Frutíferas, Árvores Ornamentais
  • Clima: Continental, Mediterrâneo, Tropical
  • Origem: América do Sul, Bolívia, Brasil, Paraguai, Peru
  • Altura: acima de 12 metros
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve a Baru

É indicado para doenças como: Reumatismo, Infertilidade, Baixa-libido.

Vídeo sobre a Baru:

Vídeo sobre a planta no Youtube.

bananeira – Plantas para interior

A bananeira é cultivada em quase o Brasil, por isso somos o 2º maior produtor. No panorama nacional destacam-se Bahia e São Paulo como os maiores produtores, com cerca de 23% da produção brasileira. A população brasileira consome mais de 40 kg por habitante de banana. É uma planta tropical muito rústica e produtiva, não tolera temperaturas muito baixas.

Propaga-se vegetativamente, por meio de brotações de gemas laterais do rizoma, podendo ser compradas ou retiradas de pomares comerciais. Existem várias cultivares de banana no país mas poucas são cultivadas em quantidade: Prata, Nanica, Maçã e Pacovan.

bananeira – Ficha da Planta para interior

  • Nome Científico: Typhonodorum lindleyanum
  • Nomes Populares: Banana-d’água, Bananeira-d’água, Tifonodoro
  • Família: Araceae
  • Categoria: Arbustos, Arbustos Tropicais, Plantas Aquáticas, Plantas Marginais
  • Clima: Equatorial, Oceânico, Subtropical, Tropical
  • Origem: África, Madagascar
  • Altura: 1.8 a 2.4 metros, 2.4 a 3.0 metros, 3.0 a 3.6 metros
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve bananeira

No entanto todas são suscetíveis à doença mal-da-sigatoka-amarela que é atualmente a principal moléstia dessa frutífera.

Vídeo sobre bananeira:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Bambu-mossô – Plantas para interior

O bambu-mossô é um tipo de bambu com rizoma leptomorfo (rizoma de bosque), ou seja, não forma touceiras como a maioria dos bambus, mas permite que se ande pelos espaços abertos. Os que formam touceiras têm o rizoma paquimorfo (rizoma de moita). Originário da Ásia (China), veio para o Brasil durante a colonização, razão pela qual pode ser encontrado em muitos lugares do país, ainda mais considerando que se adapta aos mais diversos climas e altitudes. Sua floração dificilmente pode ser vista. Nesta espécie, ocorre a cada 67 anos. Algumas outra espécies demoram mais de cem anos.

O bambu-mossô prefere solos bem permeáveis e férteis, principalmente quando novos. Desenvolve-se melhor a sol-pleno e tolera interiores, desde que bem iluminados. As regas devem ser semanais. Reproduz-se pela emissão de novos colmos pelo rizoma, que interliga muitos colmos entre si. Por isso, os primeiros colmos são mais finos e à medida que o número de colmos aumenta, sua grossura e altura também aumentam. A grossura da base da nova brotação será sua grossura definitiva e, assim que soltar as primeiras folhas, não crescerá mais em altura.

Bambu-mossô – Ficha da Planta para interior

  • Nome Científico: Phyllostachys pubescens
  • Nomes Populares: Bambu-mossô, Mossô
  • Família: Poaceae
  • Categoria: Arbustos, Folhagens
  • Clima: Equatorial, Oceânico, Subtropical, Tropical
  • Origem: Ásia
  • Altura: acima de 12 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Bambu-mossô

Seus brotos servem de alimento na cozinha oriental, principalmente os desta espécie. O prato se chama take-no-kô e é facilmente preparado após duas fervuras com trocas da água.

Vídeo sobre Bambu-mossô:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Pata-de-vaca – Plantas para interior

A pata-de-vaca (Bauhinia variegata) é uma árvore semidecídua e muito florífera, originária da China e da Índia, e largamente utilizada na arborização urbana no sul e no sudeste do Brasil. Apresenta porte médio, alcançando de 6 a 12 metros de altura, mas raramente passando de 10 metros. O tronco tem cerca de 30 a 40 cm de diâmetro, é tortuoso e costuma ter o fuste curto, ou seja, ramifica com pouca altura ou mesmo desde à base. Sua ramagem é esparsa, ramificada e, formando uma copa cheia e ampla na primavera e verão, fornecendo boa sombra. No outono perde gradativamente as folhas, sem no entanto ficar totalmente despida.

As folhas são redondas, coriáceas, com nervusas claras, bilobadas e, devido ao seu típico aspecto de pisada de casco bovino, são responsáveis pelo nome curioso desta árvore. O florescimento vistoso inicia em meados do inverno e permanece durante a primavera. As flores são grandes, pêntameras, com longos estames e de cor rosa a lilás na espécie típica, com uma pétala superior modificada, que apresenta cerca de dois tons mais intensos de rosa, o que dá a flor o aspecto de orquídea. As flores são ainda muito atrativas para insetos polinizadores e aves silvestres. Os frutos que se seguem são do tipo legume, deiscentes, achatados, pardos, longos e secos, com sementes lenticulares. Eles permanecem por meses na árvore, mesmo após a maturação. Ocorre ainda uma variedade de flores brancas, denominada Bauhinia variegata ‘Candida’.

Pata-de-vaca – Ficha da Planta para interior

  • Nome Científico: Bauhinia variegata
  • Sinonímia: Bauhinia chinensis, Bauhinia decora, Phanera variegata
  • Nomes Populares: Pata-de-vaca, Árvore-de-orquídeas, Árvore-orquídea, Casco-de-vaca, Casco-de-vaca-lilás, Pata-de-vaca-lilás, Mororó, Bauínia, Pé-de-boi, Pata-de-vaca-rosa
  • Família: Fabaceae
  • Categoria: Árvores, Árvores Ornamentais, Medicinal
  • Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
  • Origem: Ásia, China, Índia, Vietnã
  • Altura: 6.0 a 9.0 metros, 9.0 a 12 metros
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve a Pata-de-vaca

Suas flores delicadamente perfumadas encantam e atraem a atenção. Por esse motivo, não raro é utilizada como ponto focal no paisagismo.

Vídeo sobre a Pata-de-vaca:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Bambuzinho-de-jardim – Plantas para interior

De cor e textura espetacular, o bambuzinho só acrescenta vida aos nossos jardins. De folhagem fina e coloração amarelo-limão, vai muito bem em renques e muros, não podendo faltar no jardim japonês, para quebrar a austeridade. Multiplica-se pela divisão da touceira.

Deve ser cultivado a pleno sol ou meia-sombra, em solo fértil enriquecido com composto orgânico, com regas periódicas. As podas regulares estimulam o adensamento da planta e ajudam a controlar o crescimento. Tolerante ao frio.

Bambuzinho-de-jardim – Ficha da Planta para interior

  • Nome Científico: Bambusa textilis gracilis
  • Nomes Populares: Bambuzinho-de-jardim, Bambu-de-jardim, Bambuza, Bambuzinho-amarelo
  • Família: Poaceae
  • Categoria: Arbustos, Arbustos Tropicais, Cercas Vivas
  • Clima: Equatorial, Oceânico, Subtropical, Tropical
  • Origem: Ásia, China, Japão
  • Altura: 3.6 a 4.7 metros, 4.7 a 6.0 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Bambuzinho-de-jardim

não se conhece benefícios da planta.

Vídeo sobre Bambuzinho-de-jardim:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

https://youtube.com/watch?v=IC6T_GKZxZU

Araçá – Plantas para interior

O araçazeiro, cujo fruto é o araçá, é uma árvore ou arvoreta, de copa esparsa, muitas vezes com porte arbustivo, alcançando de 1 a 9 metros de altura. Ocorre naturalmente da Bahia ao Rio Grande do Sul, na Mata Altlântica. Seu tronco é tortuoso e apresenta casca lisa, escamosa, na cor cinza a marrom avermelhada, com ramos pubescentes quando jovens.

As folhas são opostas, coriáceas, glabras, simples, inteiras, com forma elíptica a oblonga, e 5 a 10 cm de comprimento. As flores são solitárias, axilares e brancas, com longos estames. O período de florescimento é longo, estendendo-se de junho a dezembro. A frutificação do araçazeiro também se estende por um longo tempo, ocorrendo durante a primavera e verão.

Araçá – Ficha da Planta para interior

  • Nome Científico: Psidium cattleyanum
  • Nomes Populares: Araçá, Araçá-amarelo, Araçá-comum, Araçá-da-praia, Araçá-de-comer, Araçá-de-coroa, Araçá-do-campo, Araçá-rosa, Araçá-vermelho
  • Família: Myrtaceae
  • Categoria: Arbustos, Arbustos Tropicais, Árvores, Árvores Frutíferas
  • Clima: Equatorial, Oceânico, Subtropical, Tropical
  • Origem: América do Sul, Brasil
  • Altura: 1.2 a 1.8 metros, 1.8 a 2.4 metros, 2.4 a 3.0 metros, 3.0 a 3.6 metros, 3.6 a 4.7 metros, 4.7 a 6.0 metros, 6.0 a 9.0 metros
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Araçá

Os frutos, ricos em vitamina C, podem ser consumidos in natura ou na forma de sucos, sorvetes, doces, compotas, licores ou marmeladas. Eles também são muito apreciados pela fauna silvestre, que se encarrega de espalhar as sementes.

Vídeo sobre Araçá:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Araçá-boi – Plantas para interior

O araçá-boi é uma planta arbustiva, nativa da região amazônica, ainda pouco conhecida no Brasil e no mundo, mas de frutos saborosos e alta produtividade. Da mesma família da jabuticaba e da pitanga, o araçá-boi é bastante ramificado e frondoso. Suas folhas são simples, opostas, pecioladas, de formato elíptico a lanceolado, acuminadas e de cor verde-escura.

Araçá Boi

As inflorescências são do tipo tirso (rácimo de cimeiras), a apresentam delicadas flores brancas, hermafroditas, com quatro pétalas cada e muitos estames longos. Após a polinização se formam os frutos, que são do tipo baga, globosos, de tamanho grande, suculentos, perfumados e ácidos, de casca fina e amarela quando madura. Cada fruto pode pesar de 200 a 400 gramas e conter de 4 a 12 sementes.

Araçá-boi – Ficha da Planta para interior

  • Nome Científico:Eugenia stipitata
  • Nomes Populares:Araçá-boi, Araça-mark, Planta-iogurte, Pé-de-iogurte, Goiaba-amazônica, Ubá-caxi, Araguassuba, Araçá-manga, Araçá-açu
  • Família: Myrtaceae
  • Categoria: Arbustos, Arbustos Tropicais, Árvores, Árvores Frutíferas
  • Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
  • Origem: América Central, América do Sul, Bolívia, Brasil, Colômbia, Costa Rica, Equador, Peru
  • Altura: 2.4 a 3.0 metros, 3.0 a 3.6 metros, 3.6 a 4.7 metros
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Araçá-boi

Os frutos do araçá-boi tem um aroma delicioso e são macios, com uma rica polpa.

Vídeo sobre Araçá-boi:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

https://youtube.com/watch?v=M3N2fJSvBsc

Araticum – Plantas para interior

As árvores da família Annonaceae são conhecidas pela produção de seus frutos exóticos e deliciosos. São árvores de médio e pequeno porte, alcançando até 10 metros de altura e 40 cm de diâmetro de tronco, de acordo com a espécie. As folhas são lisas, alternas, ovaladas a lanceoladas, cerosas, com margens lisas e nervuras bem marcadas. As flores são discretas, com seis pétalas livres entre si, de coloração creme ou verde ferrugínea.

Os frutos tem um aspecto rústico, com formato de pinha, e apresentam tamanhos variados, desde pequenos com 250 gramas de peso como a fruta-do-conde (Annona squamosa), até pesados frutos de 10 kg de graviola (Annona muricata). A casca dos frutos é áspera e esverdeada e a polpa é geralmente branca e macia. As sementes são em geral numerosas, brilhantes e castanhas, com cerca de 1,5 cm de comprimento.

Araticum – Ficha da Planta para interior

  • Nome Científico: Annona spp
  • Nomes Populares: Araticum, Anona, Ata, Biribá, Cabeça-de-negro, Cherimóia, Condessa, Coração-de-boi, Coração-de-rainha, Falsa-graviola, Fruta-da-condessa, Fruta-do-conde, Fruta-pinha, Graviola, Pinha
  • Família: Annonaceae
  • Categoria: Árvores, Árvores Frutíferas, Medicinal
  • Clima: Equatorial, Oceânico, Subtropical, Tropical
  • Origem: América Central, Antilhas
  • Altura: 3.6 a 4.7 metros, 4.7 a 6.0 metros, 6.0 a 9.0 metros, 9.0 a 12 metros
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Araticum

Os frutos dos araticuns são muito versáteis, apreciados e podem em geral ser consumidos in natura, ou na forma de sucos, geléias, shakes, sorvetes, licores, doces ou como legume, cozidos, assados ou fritos. A atemóia, árvore híbrida entre a fruta-do-conde (A. squamosa) e a cherimóia (A. chermolia) tem excelentes características produtivas como fruta de mesa, produz um número menor de sementes e polpa doce, mole, suave, perfumada e levemente ácida.

Vídeo sobre Araticum:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Aroeira-mansa – Plantas para interior

A aroeira-mansa é uma árvore de pequeno a médio porte, capaz de alcançar de 5 a 9 metros de altura. Seu caule é um pouco tortuoso e a casca escura e fissurada. As folhas são imparipinadas, com 8 a 12 centímetros de comprimento e 7 a 13 folíolos verdes, elípticos a obovados, com nervuras claras. A aroeira-mansa é dióica, isto é, há árvores fêmeas e árvores machos. As flores são pequenas, branco-esverdeadas, dispostas em inflorescências axilares e terminais do tipo rácemo, e são muito atrativas para abelhas.

A aroeira-mansa é uma árvore bastante interessante para arborização urbana. Seu porte médio e a frutificação ornamental, aliados à rusticidade da planta, fazem com que ela seja uma excelente escolha para o paisagismo, prestando-se como arvoreta e cerca-viva.

Aroeira-mansa – Ficha da Planta para interior

  • Nome Científico: Schinus terebinthifolius
  • Nomes Populares: Aroeira-mansa, Aguaraíba, Aroeira do-sertão, Aroeira-brasileira, Aroeira-da-praia, Aroeira-do-brejo, Aroeira-do-paraná, Aroeira-pimenteira, Aroeira-vermelha, Bálsamo, Cabuí, Cambuí, Corneíba, Fruto-de-sabiá, Pimenta-rosa
  • Família: Anacardiaceae
  • Categoria: Árvores, Árvores Ornamentais, Ervas Condimentares, Medicinal
  • Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
  • Origem: América do Sul, Argentina, Brasil, Paraguai
  • Altura: 6.0 a 9.0 metros, 9.0 a 12 metros
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve a Aroeira-mansa

A aroeira-mansa é uma árvore bastante interessante para arborização urbana. Seu porte médio e a frutificação ornamental, aliados à rusticidade da planta, fazem com que ela seja uma excelente escolha para o paisagismo, prestando-se como arvoreta e cerca-viva.

Vídeo sobre Aroeira-mansa:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Fim do poste sobre as plantas para interior

Então estamos chegando ao film de mais uma lista de conteúdos, e nesse poste trabalhamos com “plantas para interior”. Assim se você achou esse poste legal, e conhece alguém que está precisando ler isso, compartilhe com elas e também se possível em suas redes sociais, para que as pessoas possam desfrutar de mais conteúdos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTEÚDO RELACIONADO

Este é um site do grupo B20