Conteúdo ocultar
1 20 Plantas Decorativas – Etapa 3

20 Plantas Decorativas – Etapa 3

As plantas são de diferentes tipos e estão em diferentes lugares do planeta, e muita dessas plantas servem para uma grande quantidade de remédios, para diversas doenças. E essas plantas são estudadas todos os dias para melhorar a sua aplicação.

Sendo um dos maiores e mais biodiversos grupos de seres vivos na Terra, as plantas verdes fornecem uma parte substancial do oxigênio molecular e são a base dos alimentos da maioria dos ecossistemas, especialmente dos terrestres.

Então o demonstre veio mostrar nesse poste uma lista recheada de “plantas decorativas“, que podem ajudar as pessoas em seus problemas de saúde chegando até a curar algumas doenças que as pessoas enfrentam.

Plantas Decorativas

As espécies decorativas foram selecionadas pelos humanos a partir de caracteres visualmente atraentes, como flores e inflorescências vistosas, coloridas e perfumadas, folhagem de cores e texturas distintas, formato do caule, ou por seu aspecto geral. Ao longo do tempo, os homens perceberam que poderiam aprimorar qualidades desejáveis em uma planta a partir de cruzamentos entre indivíduos particularmente bem dotados.

Planta decorativas são plantas cultivada por sua beleza. São muito usadas na arquitetura de interiores e no paisagismo de espaços externos. Há indícios de que, desde os primórdios da humanidade, algumas espécies, como o lírio-branco (Lilium candidum), eram cultivadas para esse fim (o lírio-branco, especificamente, foi registrado em pinturas da Civilização Minoica, sendo este o registro mais antigo de cultivo desta espécie).

Angelônia – Plantas Decorativas

A angelônia é uma planta florífera, de textura herbácea e ramagem ereta. Suas folhas são lanceoladas, acuminadas e com margens denteadas. As inflorescências em espigas eretas, carregam numerosas florzinhas semelhantes às de boca-de-leão ou pequenas orquídeas. As flores apresentam aroma frutado, que lembra maçã e uva, e são de cores variadas, sendo que as mais comuns são branca, rósea, azul, roxa e salmão, além de flores mescladas. O florescimento ocorre na primavera e verão.

A variedade mais popular atualmente é a ‘Angelmist’, patenteada e desenvolvida para ser propagada de forma vegetativa e mais resistente às doenças. Esta planta de flores delicadas e abundantes é perfeita para a formação de maciços coloridos e bordaduras. Ela não necessita de beliscamento para formar densas moitas, mas uma boa fertilização semanal é importante para um florescimento intenso.

Angelônia – Ficha da Planta Decorativa

  • Nome Científico: Angelonia angustifolia
  • Nomes Populares: Angelônia,
  • Família: Plantaginaceae
  • Categoria: Flores Anuais
  • Clima: Continental, Equatorial, Mediterrâneo, Subtropical, Temperado, Tropical
  • Origem: América Central, América do Norte, América do Sul, México
  • Altura: 0.4 a 0.6 metros
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Anual, Perene

Para que serve a Angelônia

Pode ser plantada em vasos e jardineiras e fica excelente quando combinada com forrações verdes e pendentes. Presta-se também para o uso como flor-de-corte, na confecção de arranjos florais e buquês bastante duráveis.

Vídeo sobre Angelônia:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Antúrio – Plantas Decorativas

O antúrio é uma planta tradicional no paisagismo. Fez parte de uma moda antiga e teve o brilho completamente renovado recentemente com o lançamento de novas cultivares. Utilizada há muito tempo em vasos para decorar interiores, hoje em dia pode compor maciços e bordaduras em jardins externos também. O melhoramento genético proporcionou diversas variedades, com portes diferentes e flores de coloração vermelha, rosa, salmão, chocolate, verde e branca.

Exigente quanto à umidade, deve ser plantada sempre à meia-sombra, em substratos ricos em matéria orgânica, como a fibra de côco misturado com terra vegetal, com regas freqüentes e adubação adequada para florescer. Apesar destes cuidados, é uma planta rústica e de baixa manutenção. O replantio a cada 3 ou 4 anos revigora as plantas velhas. Multiplica-se por estaquia.

Antúrio – Ficha da Planta Decorativa

  • Nome Científico: Anthurium andraeanum
  • Nomes Populares: Antúrio,
  • Família: Araceae
  • Categoria: Flores Perenes, Forrações à Meia Sombra
  • Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
  • Origem: América do Sul, Colômbia
  • Altura: 0.3 a 0.4 metros, 0.4 a 0.6 metros
  • Luminosidade: Luz Difusa, Meia Sombra
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Antúrio

É um curinga para os cantinhos menos iluminados do jardim, onde outras flores jamais iriam prosperar.

Vídeo sobre Antúrio:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Aquilégia – Plantas Decorativas

A aquilégia é uma planta herbácea, perene, florífera e de aspecto delicado e gracioso. Sua ramagem é ereta, ramificada e recoberta por pelos finos e curtíssimos. Ela pode alcançar de 30 a 120 centímetros de altura, de acordo com a variedade. Suas folhas são trilobadas, com folíolos de margens recortadas e arredondadas, de cor verde azulada.

A flores surgem na primavera, solitárias ou em pequenos cachos, são eretas ou pendentes, pentâmeras e apresentam cálice vistoso e corola em forma de sino, com um prolongamento afunilado e curvo, semelhante a um esporão em cada pétala. O conjunto de sépalas e pétalas é bastante curioso e bonito. As flores podem ser simples ou dobradas, em diversas cores uniformes, com degradeés ou mesclas. Em muitas cultivares a corola e o cálice têm cores distintas. O fruto é um folículo deiscente, com numerosas sementes negras.

Aquilégia – Ficha da Planta Decorativa

  • Nome Científico: Aquilegia vulgaris
  • Nomes Populares: Aquilégia, Aquilea, Aquiléia, Colombina, Erva-pombinha, Luvas-de-nossa-senhora, Soldados
  • Família: Ranunculaceae
  • Categoria: Flores Perenes
  • Clima: Mediterrâneo, Subtropical, Temperado, Tropical
  • Origem: Europa
  • Altura: 0.3 a 0.4 metros, 0.4 a 0.6 metros, 0.6 a 0.9 metros, 0.9 a 1.2 metros
  • Luminosidade: Luz Difusa, Meia Sombra
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Aquilégia

Pode ser plantada em vasos e jardineiras. As flores, assim como a folhagem, são utilizadas na confecção de arranjos florais e buquês.

Vídeo sobre Aquilégia:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Arbusto-borboleta – Plantas Decorativas

O arbusto-borboleta é uma planta florífera e ornamental, de textura lenhosa, nativa do Cabo Oriental, na África do Sul. Sua ramagem é ereta e ramificada, e ela atinge até 1,8 metros de altura se deixada crescer livremente. Apresenta aspecto arredondado, com ramos enfolhados desde à base da planta. As folhas são alternas, coriáceas, oblongas, de cor verde clara, verde escura ou cinza-azulada, lembrando as folhas da murta. Em clima subtropical a temperado inicia sua floração na primavera, repetindo-se no outono. Já em clima quente, sua floração pode perdurar durante o ano todo.

As inflorescências são o grande atrativo deste arbusto. Elas são terminais, em pequenos rácemos com flores de três pétalas, sendo duas laterais e uma central com um crista, o que dá ao conjunto a forma de uma borboleta. Podem ser róseas, roxas ou brancas, de acordo com a cultivar. A floração é bastante atrativa para insetos polinizadores. O fruto que se segue é uma cápsula marrom e ovóide, alada e com uma única semente.

Arbusto-borboleta – Ficha da Planta Decorativas

  • Nome Científico:Polygala myrtifolia
  • Nomes Populares:Arbusto-borboleta, Polígala
  • Família: Polygalaceae
  • Categoria: Arbustos, Cercas Vivas, Flores, Flores Perenes
  • Clima: Mediterrâneo, Oceânico, Subtropical, Tropical
  • Origem: África, África do Sul
  • Altura: 0.6 a 0.9 metros, 0.9 a 1.2 metros, 1.2 a 1.8 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Arbusto-borboleta

No jardim, o arbusto-borboleta adiciona uma textura delicada, com um contraste interessante entre a folhagem e as flores. Não obstante, sua floração é bastante longa, tornando-a um arbusto de eleição para várias situações.

Vídeo sobre Arbusto-borboleta:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Ardísia – Plantas Decorativas

A ardísia é uma planta arbustiva, de folhagem e frutos decorativos. Ela apresentam ramagem ereta e ramificada, de textura semi-herbácea, com altura entre 0,5 a 1,8 metros. Suas folhas são perenes, cerosas, elíptico-lanceoladas, de coloração verde-escura e com margens finamente onduladas e serrilhadas.

As inflorescências do tipo rácemo, axilares, são compostas de flores pequenas, estreladas, hermafroditas, perfumadas, de coloração branca ou rosada e pouco valor ornamental. No verão até meados do inverno, surgem os cachos de numerosos frutinhos esféricos, semelhantes a pequenas cerejas, de coloração vermelha-brilhante e que são muito duráveis, permanecendo muitas vezes até a floração seguinte.

Ardísia – Ficha da Planta Decorativas

  • Nome Científico: Ardisia crenata
  • Nomes Populares: Ardísia,
  • Família: Myrsinaceae
  • Categoria: Arbustos, Arbustos Tropicais
  • Clima: Continental, Equatorial, Mediterrâneo, Oceânico, Subtropical, Temperado, Tropical
  • Origem: Ásia, China, Japão
  • Altura: 1.2 a 1.8 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Ardísia

Vídeo sobre Ardísia:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

https://youtu.be/E64F9-Z6nM0

Areca-dourada – Plantas Decorativas

A areca-dourada é uma palmeira monóica, originária das Ilhas de Celebes e Molucas, na Indonésia. Ela apresenta uma grande variação morfológica dentro da mesma espécie, apresentando por exemplo, espécimes de estipe único, enquanto outros são entouceirados. Há uma variedade em particular, com a folhagem de cor marrom e palmito avermelhado, muito valorizada na decoração de interiores.

A região do palmito é recoberta pela bainha das folhas, com uma bela cor laranja. Na base da planta também podemos observar curiosas raízes adventícias. As folhas são pinadas, arqueadas, de cor verde e com cerca de dois metros de comprimento. Os folíolos são irregulares e largos, muitas vezes até unidos nos exemplares mais jovens. Floresce em cachos ramificados e pendentes, que surgem na base do palmito, com numerosas flores pequenas e amarelas. Os frutos que se seguem são ovóides, de cor vermelha a alaranjada quando maduros, e bastante ornamentais.

Areca-dourada – Ficha da Planta Decorativas

  • Nome Científico: Areca vestiaria
  • Sinonímia: Areca henrici, Areca langloisiana, Areca leptopetala, Areca paniculata, Mischophloeus paniculatus, Mischophloeus vestiarius, Pinanga vestiaria, Ptychosperma paniculatum, Ptychosperma vestiarium, Seaforthia vestiaria
  • Nomes Populares: Areca-dourada, Areca-de-pescoço-laranja, Palmeira-dourada
  • Família: Arecaceae
  • Categoria: Árvores, Palmeiras
  • Clima: Equatorial, Oceânico, Subtropical, Tropical
  • Origem: Indonésia
  • Altura: 3.0 a 3.6 metros, 3.6 a 4.7 metros, 4.7 a 6.0 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Areca-dourada

O estipe desta palmeira é liso, elegante, de cor parda, com anéis bem marcados, que nada mais são do que as cicatrizes provocadas pela queda das folhas.

Vídeo sobre Areca-dourada:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

https://youtu.be/4mrcCRJ7jdA

Arenga – Planta Decorativas

A arenga é uma palmeira monóica, bastante ornamental e útil, originária da Malásia. Ela é largamente cultivada no sudeste asiático por ser uma importante fonte de açúcar e fibras. Apresenta estipe (tronco) alto e retilíneo, recoberto com espinhos e longas fibras negras, que são resquícios da queda as folhas. As folhas são pinadas, levemente curvadas e alcançam 8,5 metros de comprimento. Elas também são brilhantes, de cor verde-escura na superfície e esbranquiçadas na página inferior. Floresce em longos cachos pendentes e subsequentes, entre as folhas, com numerosas flores amarelas e pequenas.

As inflorescências surgem inicialmente no topo, depois vão descendo ao longo do tronco, de acordo com o crescimento da planta, e tem de dois a três metros de comprimento. Após o florescimento a planta morre (espécie monocárpica). No entanto, ela leva de 10 a 14 anos para iniciar a floração e esta dura de 4 a 6 anos. Os frutos são drupas subglobosas, marrons ou pretas quando maduras e contêm de 2 a 3 sementes cada.

Arenga – Ficha da Planta Decorativa

  • Nome Científico: Arenga pinnata
  • Sinonímia: Arenga saccharifera, Arenga microcarpa
  • Nomes Populares: Arenga, Palmeira-arenga, Palmeira-da-malásia, Palmeira-do-açúcar, Tuaqueira, Gomuti
  • Família: Arecaceae
  • Categoria: Árvores, Palmeiras
  • Clima: Equatorial, Semi-árido, Subtropical, Tropical
  • Origem: Ásia, Malásia
  • Altura: acima de 12 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Arenga

Não obstante, é uma planta de efeito impactante, mesmo quando jovem, ideal para grandes áreas e jardins tropicais.

Vídeo sobre Arenga:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Aroeira-mansa – Plantas Decorativas

A aroeira-mansa é uma árvore de pequeno a médio porte, capaz de alcançar de 5 a 9 metros de altura. Seu caule é um pouco tortuoso e a casca escura e fissurada. As folhas são imparipinadas, com 8 a 12 centímetros de comprimento e 7 a 13 folíolos verdes, elípticos a obovados, com nervuras claras. A aroeira-mansa é dióica, isto é, há árvores fêmeas e árvores machos. As flores são pequenas, branco-esverdeadas, dispostas em inflorescências axilares e terminais do tipo rácemo, e são muito atrativas para abelhas.

A aroeira-mansa é uma árvore bastante interessante para arborização urbana. Seu porte médio e a frutificação ornamental, aliados à rusticidade da planta, fazem com que ela seja uma excelente escolha para o paisagismo, prestando-se como arvoreta e cerca-viva.

Aroeira-mansa – Ficha da Planta Decorativas

  • Nome Científico: Schinus terebinthifolius
  • Nomes Populares: Aroeira-mansa, Aguaraíba, Aroeira do-sertão, Aroeira-brasileira, Aroeira-da-praia, Aroeira-do-brejo, Aroeira-do-paraná, Aroeira-pimenteira, Aroeira-vermelha, Bálsamo, Cabuí, Cambuí, Corneíba, Fruto-de-sabiá, Pimenta-rosa
  • Família: Anacardiaceae
  • Categoria: Árvores, Árvores Ornamentais, Ervas Condimentares, Medicinal
  • Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
  • Origem: América do Sul, Argentina, Brasil, Paraguai
  • Altura: 6.0 a 9.0 metros, 9.0 a 12 metros
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve a Aroeira-mansa

A aroeira-mansa é uma árvore bastante interessante para arborização urbana. Seu porte médio e a frutificação ornamental, aliados à rusticidade da planta, fazem com que ela seja uma excelente escolha para o paisagismo, prestando-se como arvoreta e cerca-viva.

Vídeo sobre Aroeira-mansa:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Áster-arbustiva – Plantas Decorativas

De aspecto delicado e charmoso, a áster-arbustiva é uma planta muito florífera. Ela apresenta ramagem bastante ramificada e folhas filiformes e pequenas, de coloração verde-escura. Os ramos vão lignificando com o tempo e desta forma tornam-se de cor marrom. As flores reúnem-se em capítulos pequenos, com pétalas brancas e centro amarelo e saliente, muito parecidas com margaridinhas.

É muito conhecida e utilizada como flor-de-corte, assemelhando-se ao mosquitinho (Gypsophila paniculata) nesta função. Devem ser cultivadas à pleno sol, em solo fértil e enriquecido com matéria orgânica, com regas regulares. Tolerante ao frio subtropical. Apesar de perene, perde o viço com o tempo e os canteiros devem ser reformados anualmente. Multiplica-se por sementes e por estaquia.

Áster-arbustiva – Ficha da Planta Decorativa

  • Nome Científico: Symphyotrichum tradescantii
  • Nomes Populares: Áster-arbustiva, Monte-cassino
  • Família: Asteraceae
  • Categoria: Arbustos, Flores Perenes
  • Clima: Mediterrâneo, Subtropical, Temperado, Tropical
  • Origem: América do Norte
  • Altura: 0.9 a 1.2 metros
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Áster-arbustiva

Contudo, pode ser aproveitada no paisagismo, adequando-se a bordaduras, maciços e composições, isolada ou grupos, e até mesmo em vasos e jardineiras. Sua floração ocorre no verão.

Vídeo sobre Áster-arbustiva:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Áster-da-china – Plantas Decorativas

O áster-da-china é uma planta anual, de floração ornamental, que surpreende a todos com suas flores coloridas em tons de aquarela. Sua textura é herbácea, com caule ereto. As folhas são irregularmente denteadas, simples, alternas, verdes e espatuladas. Apresenta inflorescências do tipo capítulo, grandes, com o disco central amarelo e as lígulas (pétalas) dispostas em um fileira simples na variedade típica.

No entanto, atualmente as variedades mais freqüentes são dobradas, com inflorescências cheias, esféricas. Suas cores variam de tons delicados de azul, rosa, vermelho, branco e violeta. Floresce no verão e outono. Também podem ser plantadas em vasos e jardineiras e suas flores podem ser colhidas para a confecção de arranjos florais graciosos. Em regiões quentes convém conduzi-las sob meia-sombra, resguardando-as do sol forte do meio dia.

Áster-da-china – Ficha da Planta Decorativa

  • Nome Científico: Callistephus chinensis
  • Nomes Populares: Áster-da-china, Astér, Malmequer-de-sécia, Rainha-do-mercado, Rainha-margarida, Sécia
  • Família: Asteraceae
  • Categoria: Flores Anuais
  • Clima: Continental, Mediterrâneo, Oceânico, Subtropical, Temperado, Tropical
  • Origem: Ásia, China, Japão
  • Altura: 0.6 a 0.9 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Anual

Para que serve Áster-da-china

O áster-da-china é ideal para a formação de maciços e bordaduras no jardim. Suas flores com forma de pompom, em harmonia com as cores de “bebê”, remetem a uma atmosfera de fantasia, como em contos de fada.

Vídeo sobre Áster-da-china:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Astrapéia – Plantas Decorataivas

A astrapéia é uma arvoreta ou arbusto de ótimas características ornamentais, que se espalhou pelo mundo por sua exuberância e popularidade. Ela apresenta ramos pubescentes, e porte pequeno para um árvore, alcançando cerca de 2 a 5 metros de altura. As folhas são grandes, cordiformes, perenes, de cor verde brilhante e pubescentes na página inferior. As inflorescências surgem no outono e inverno, e são umbeliformes, sustentadas por longos pedúnculos, pendentes, globosas e com numerosas flores de cor rosa a avermelhada, ricas em néctar e delicadamente perfumadas. Produz frutos do tipo cápsula, que se dividem em cinco partes.

A astrapéia é uma árvore de rápido crescimento e baixa manutenção, que se destaca principalmente em plantios isolados, mas que pode ser parcialmente sombreada por outras árvores ou construções. As inflorescências pendentes atraem muitas abelhas e possuem perfume agradável e suave, que lembra o côco. As flores velhas permanecem nos ramos, adquirindo uma cor amarronzada e devem ser removidas para um melhor aspecto da planta. Além disso essas flores velhas podem desprender um odor desagradável e atrair moscas. Com podas regulares de formação, é capaz de adquirir porte e formato arbustivo.

Astrapéia – Ficha da Planta Decorativa

  • Nome Científico: Dombeya wallichii
  • Nomes Populares: Astrapéia, Astrapéia-rosa, Dombéia, Flor-de-abelha
  • Família: Malvaceae
  • Categoria: Árvores, Árvores Ornamentais
  • Clima: Equatorial, Mediterrâneo, Subtropical, Tropical
  • Origem: África, Madagascar
  • Altura: 2.4 a 3.0 metros, 3.0 a 3.6 metros, 3.6 a 4.7 metros, 4.7 a 6.0 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Astrapéia

Há diversos híbridos comerciais disponíveis.

Vídeo sobre Astrapéia:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Astromélia – Plantas Decorativas

A astromélia é uma planta florífera, herbácea e rizomatosa, bastante difundida como flor-de-corte. Ela apresenta raízes carnosas e fibrosas, às vezes tuberosas, como as raízes das dálias. Os caules são eretos, ramificados na base, em geral com 20 a 25 cm de altura. As folhas surgem no topo dos ramos, são oblongas a elípticas e têm um comportamento muito raro em botânica: elas fazem uma ressupinação, isto é, elas são torcidas na base e, o que parece ser a página superior da folha é, na verdade a face inferior.

As inflorescências são terminais e compostas por um número variável de flores tubulares. As flores da astromélia podem ser de diversas cores e são adaptadas à polinização por abelhas. Razão pela qual diz-se que são lírios em miniatura. As astromélias podem ser cultivadas em maciços e bordaduras, mas são mais conhecidas como flor-de-corte. As sementes produzidas são pequenas, duras e arredondadas.

Astromélia – Ficha da Planta Decorativas

  • Nome Científico: Alstroemeria hybrida
  • Nomes Populares: Astromélia, Alstroeméria, Astroméria, Carajuru, Lírio-de-luna, Lírio-dos-incas, Lírio-peruviano, Madressilva-brasileira, Madressilva-da-terra, Madressilva-de-canteiro
  • Família: Alstroemeriaceae
  • Categoria: Bulbosas, Flores Anuais, Flores Perenes
  • Clima: Continental, Equatorial, Mediterrâneo, Subtropical, Temperado, Tropical
  • Origem: América do Sul, Brasil, Chile, Peru
  • Altura: 0.4 a 0.6 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Astromélia

Elas apresentam seis pétalas idênticas ou quatro pétalas iguais e duas pétalas diferentes, que sinalizam o pouso para os polinizadores. Suas flores são semelhantes às flores dos lírios.

Vídeo sobre Astromélia:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Aubrietia – Plantas Decorativas

A Aubrietia é uma planta florífera, de textura herbácea, pertencente à mesma família dos álissos e das couves. Seu porte é baixo, com cerca de 15 a 30 centímetros de altura. Sua folhagem é ramificada, densa, de formas arredondadas, com folhas sagitadas, denteadas, pilosas e de cor verde acinzentada. As flores são simples, pequenas e delicadas, com quatro pétalas cada e cores que variam do branco ao azul, passando por diversas tonalidades de rosa, violeta e carmim. Floresce na primavera.

Ocorrem variedades, raras em cultivo, de folhas variegadas de branco creme. No jardim a aubrietia é ideal para formação de maciços e bordaduras. Sua maior vocação, no entanto, são os jardins rochosos. Entre as rochas ela forma contrastantes massas de cor, sendo que uma das utilizações mais incríveis e ornamentais da aubrietia é entre as fendas de muros de pedra. Ela adora este ambiente, desenvolvendo-se em um véu cheio, pendente, atrativo. Também pode ser cultivada em cestos suspensos, vasos e jardineiras. Evite plantá-la em locais baixos do terreno, prefira conduzi-la sobre montículos ou canteiros elevados para favorecer a drenagem.

Aubrietia – Ficha da Planta Decorativa

  • Nome Científico: Aubretia deltoidea
  • Nomes Populares: Aubrietia, Aubrétia, Aubrieta
  • Família: Brassicaceae
  • Categoria: Flores Anuais, Flores Perenes
  • Clima: Continental, Mediterrâneo, Subtropical, Tropical
  • Origem: Ásia, Europa, Mediterrâneo
  • Altura: 0.1 a 0.3 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Aubrietia

No jardim a aubrietia é ideal para formação de maciços e bordaduras. Sua maior vocação, no entanto, são os jardins rochosos

Vídeo sobre Aubrietia:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Azaléia – Plantas Decorativas

As azaléias são arbustos de folhagem verde-escura e floração abundante. Suas flores simples ou dobradas podem ter cores diferentes, como branco, rosa, vermelho ou mescladas. Há muitas variedades com portes diferentes também, umas mais pequenas para plantio em vasos e para formação de maciços e outras maiores capazes de formar cercas vivas.

Devem ser cultivadas sob pleno sol, em solo composto de terra de jardim e terra vegetal, com regas regulares, não é necessária a calagem já que os rododendros e azaléias apreciam solos ácidos. As azaléias ainda apreciam o frio e podem ser podadas com cuidado e sempre no final da floração. Multiplicam-se por estaquia.

Azaléia – Ficha da Planta Decorativa

  • Nome Científico: Rhododendron simsii
  • Nomes Populares: Azaléia, Azaléia-belga
  • Família: Ericaceae
  • Categoria: Arbustos, Cercas Vivas, Flores Perenes
  • Clima: Mediterrâneo, Subtropical, Temperado
  • Origem: Ásia, China
  • Altura: 0.4 a 0.6 metros, 0.6 a 0.9 metros, 0.9 a 1.2 metros
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Azaléia

É uma planta muito utilizada também para a técnica milenar do bonsai.

Vídeo sobre Azaléia:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Azedinha-listrada – Plantas Decorativas

A azedinha-listrada é uma planta herbácea, bulbosa e florífera, que chama a atenção por suas curiosas listras no verso das flores. As folhas são trifoliadas, como nos trevos, porém com folíolos lineares e delicados. As flores são brancas, em forma de funil e com cinco pétalas. Seu aspecto listrado se dá pois apenas um lado de cada pétala é margeado por uma listra vermelha no verso. No início da manhã é possível observar a beleza da planta em todo o esplendor, pois as flores em botão evidenciam as listras em espiral. Quando o sol já predomina, as flores abrem-se completamente, de forma que elas aparentam ser apenas brancas. O florescimento ocorre no final do inverno e pode perdurar até o verão.

Como suas listras são vistas somente quando as flores ainda estão fechadas, ou quando são vistas por baixo, é interessante plantá-las em jardineiras suspensas ou cestas, de forma que fiquem na altura dos olhos. Outro uso interessante é a combinação com outros tipos de azedinhas do gênero Oxalis, formando uma pequena coleção, preferencialmente em vasos rasos, largos e elevados.

Azedinha-listrada – Ficha da Planta Decorativa

  • Nome Científico: Oxalis versicolor
  • Sinonímia: Oxalis flaviflora
  • Nomes Populares: Azedinha-listrada, Trevo-listrado
  • Família: Oxalidaceae
  • Categoria: Bulbosas, Flores, Flores Perenes
  • Clima: Mediterrâneo, Subtropical, Tropical
  • Origem: África, África do Sul
  • Altura: 0.1 a 0.3 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Azedinha-listrada

No jardim, esta azedinha é ideal para formar pequenos “montinhos” vistosos em jardins rochosos. Também pode ser utilizada como bordadura ou na composição de jardins campestres.

Vídeo sobre Azedinha-listrada:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

https://youtu.be/MEtHnpxYC_Q

Babiana – Plantas Decorativas

A babiana é uma planta bulbosa, de textura herbácea, que encanta a todos com suas flores azuladas e delicadamente perfumadas. Suas folhas têm forma de espada, são eretas, plissadas, pubescentes, entouceiradas e alcançam de 20 a 30 centímetros de altura. Elas crescem no meio do inverno e permanecem até o verão, quando amarelecem, secam e caem. As flores surgem na primavera, em inflorescências elevadas acima da folhagem, por longas hastes. Elas são simples, com seis pétalas cada, em diversos tons de azul, roxo, rosa, amarelo, vermelho e branco, de acordo com a cultivar.

Os canteiros são de média manutenção, exigindo apenas regas e fertilizações durante o crescimento e floração, além de renovação a cada dois anos. A babiana é conhecida também como flor-de-babuíno, Baboon flower em inglês, pois em seu habitat, elas têm seus bulbos desenterrados e comidos por estes primatas. Existem muitas cultivares e híbridos de babianas, em diversas cores e tamanhos diferentes. Também pode ser plantada em vasos e jardineiras.

Babiana – Ficha da Planta Decorativa

  • Nome Científico: Babiana stricta
  • Nomes Populares: Babiana, Flor-de-veludo
  • Família: Iridaceae
  • Categoria: Bulbosas, Flores Perenes
  • Clima: Mediterrâneo, Subtropical, Temperado, Tropical
  • Origem: África, África do Sul
  • Altura: 0.1 a 0.3 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Babiana

No jardim, esta florífera perfumada é excelente para a formação de maciços e bordaduras. Assim como outras bulbosas, ela confere sofisticação e charme à paisagem.

Vídeo sobre Babiana:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Bananeira-vermelha – Plantas Decorativas

A bananeira-vermelha é uma planta herbácea, de porte arbustivo, entouceirada e com folhagem e florescimento ornamentais. Ela é originária de regiões tropicais da China e do Vietnã. Como em outras bananeiras, seu caule é subterrâneo, rizomatoso, e dele surgem os pseudocaules (falso tronco). As folhas são verde brilhantes e longas, chegando a 3 metros de comprimento. Elas apresentam nervura central clara, e são sustentadas por pecíolo e bainha rosbustos e rosados.

A sobreposição das bainhas foliares é que forma o pseudocaule da planta. Na primavera e verão, surgem as inflorescências. Elas são terminais, eretas, com brácteas vistosas, de cor vermelho escarlate e flores amarelas. As flores vão se abrindo de baixo para cima, sucessivamente e as brácteas são bastante persistentes. A polinização é realizada por morcegos. As pequenas bananas formadas, de cor vermelha rosada, não são comestíveis.

Bananeira-vermelha – Ficha da Planta Decorativa

  • Nome Científico: Musa coccinea
  • Sinonímia: Quesnelia lamarckii
  • Nomes Populares: Bananeira-vermelha, Bananeira-florida, Banana-vermelha-chinesa
  • Família: Musaceae
  • Categoria: Arbustos, Arbustos Tropicais
  • Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
  • Origem: Ásia, China, Vietnã
  • Altura: 1.2 a 1.8 metros, 1.8 a 2.4 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Bananeira-vermelha

Esta bananeira ornamental é ainda pouco utilizada por aqui. No entanto, ela se adapta muito bem a diversas regiões do Brasil. Com suas folhas largas e de cor vibrante, ela acrescenta tropicalidade a qualquer jardim.

Vídeo sobre Bananeira-vermelha:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Bananeirinha-de-jardim – Plantas Decorativas

A bananeirinha-de-jardim é uma planta de folhagem bastante vistosa e verde, às vezes arroxeada ou variegada, composta de folhas coriáceas e grandes. Suas inflorescências são compostas de flores grandes de coloração rósea, vermelha, laranja, salmão ou amarela, que surgem na primavera e verão.

Podem formar belos maciços e bordaduras, ao longo de muretas e como fundo para plantas menores. Devem ser cultivadas sob sol pleno ou meia-sombra, em solo rico em matéria orgânica e regadas com freqüência. Planta tipicamente tropical, não tolera frio ou geadas. Multiplica-se por divisão de touceiras ou rizomas.

Bananeirinha-de-jardim – Ficha da Planta Decorativa

  • Nome Científico: Canna x generalis
  • Nomes Populares: Bananeirinha-de-jardim, Beri, Birí, Cana, Cana-da-índia
  • Família: Cannaceae
  • Categoria: Arbustos, Arbustos Tropicais, Bulbosas, Flores Perenes, Plantas Aquáticas, Plantas Palustres
  • Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
  • Origem: América do Sul
  • Altura: 0.6 a 0.9 metros, 0.9 a 1.2 metros, 1.2 a 1.8 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Bananeirinha-de-jardim

Sua utilização no paisagismo está ligada à sua adaptação à locais bastante úmidos a pleno sol, como áreas adjacentes à laguinhos e fontes.

Vídeo sobre Bananeirinha-de-jardim:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Barba-de-serpente – Plantas Decorativas

A barba-de-serpente é uma planta herbácea, perene, estolonífera e de folhagem ornamental, semelhante a uma gramínea. Ela cresce em tufos (touceiras) baixos, de 20 a 40 cm de altura, e apresenta folhas longas e estreitas como fitas, coriáceas, glabras e recurvadas.

A forma típica é de cor verde escura, mas a forma mais difundida e ornamental é a variegada, de folhas com estrias branco-creme ou amarelo-pálido. As inflorescências surgem no verão, em espigas com flores delicadas, em forma de sino, brancas ou arroxeadas. Apesar de bonitas, as flores são pequenas e acabam tendo importância ornamental secundária. Após a floração pode formar belos frutinhos do tipo baga, oblongos, de cor violácea a azul.

Barba-de-serpente – Ficha da Planta Decorativa

  • Nome Científico: Ophiopogon jaburan
  • Nomes Populares: Barba-de-serpente, Ofiopógão, Ofiopogo
  • Família: Ruscaceae
  • Categoria: Folhagens, Forrações à Meia Sombra, Forrações ao Sol Pleno
  • Clima: Continental, Mediterrâneo, Subtropical, Tropical
  • Origem: Ásia, Japão
  • Altura: 0.1 a 0.3 metros, 0.3 a 0.4 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Barba-de-serpente

No paisagismo, a barba-de-serpente presta-se como excelente forração, em locais ensolarados ou semi-sombreados como sob a copa das árvores por exemplo.

Vídeo sobre Barba-de-serpente:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

https://youtu.be/jBMu2kzeF5g

Bardana – Plantas Decorativas

A bardana é uma planta herbácea, bastante popular no mundo todo por suas características nutricionais e fitoterápicas. Sua utilização na alimentação e medicina remonta à Grécia Antiga. A bardana apresenta caule robusto, alto, capaz de alcançar 2 metros de altura, podendo ser verde ou arroxeado de acordo com a variedade. Suas folhas são alternas, grandes, cordiformes, com pecíolos longos e pubescentes na página inferior.

As inflorescências são capítulos globulares que reúnem graciosas flores róseas a arroxeadas. A inflorescência é protegida por um invólucro de brácteas que terminam em gancho, resultando em uma forma espinhuda capaz de se dispersar por longas distâncias, presas na pelagem dos animais. Fibras semelhantes ao algodão se formam entorno dos “espinhos”. Os frutos são do tipo aquênio, com sementes castanhas, alongadas, lisas e pequenas, envoltas em pelos urticantes. As raízes são carnosas, adocicadas e levemente amargas e atingem cerca de 50 cm de comprimento. Elas são geralmente de cor clara, mas oxidam rapidamente em contato com o ar.

Bardana – Ficha da Planta Decorativa

  • Nome Científico: Arctium lappa
  • Nomes Populares: Bardana, Baldrana, Bardana-maior, Carrapicho-de-carneiro, Carrapicho-grande, Erva-dos-pega-massos, Erva-dos-tinhosos, Gobô, Labaca, Lapa, Orelha-de-gigante, Pega-nossa, Pegamassa, Pegamasso, Pegamoço, Pejamaço, Perga-masso
  • Família: Asteraceae
  • Categoria: Folhas e Flores, Medicinal, Plantas Hortícolas, Raízes e Rizomas
  • Clima: Mediterrâneo, Subtropical, Temperado, Tropical
  • Origem: Europa
  • Altura: 0.6 a 0.9 metros, 0.9 a 1.2 metros, 1.2 a 1.8 metros, 1.8 a 2.4 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Bienal

Para que serve Bardana

A bardana é planta indispensável em qualquer horta, pois é atóxica, nutritiva e com muitos poderes medicinais. Diz-se até que é uma farmácia completa.

Vídeo sobre Bardana:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Barléria – Plantas Decorativas

Planta de textura herbácea e muito florífera. A barléria é assim! Flores para quase todo o ano, com uma bela folhagem. Apresenta flores pequeninas e delicadas, de cor roxa, rosa ou branca, de acordo com a cultivar, em forma de trombeta.

Deve ser cultivada sob pleno sol ou meia-sombra, com solo drenável, bem adubado e irrigações regulares. Não tolera o frio. Seu esplendor é observado nas épocas mais quentes, principalmente no verão.

Barléria – Ficha da Planta Decorativa

  • Nome Científico: Barleria cristata
  • Nomes Populares: Barléria, Violeta-filipina
  • Família: Acanthaceae
  • Categoria: Flores Perenes
  • Clima: Equatorial, Mediterrâneo, Subtropical, Tropical
  • Origem: Ásia, Índia
  • Altura: 0.9 a 1.2 metros, 1.2 a 1.8 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Barléria

Sua utilização no paisagismo é bastante versátil, podendo ser plantada em vasos e bordaduras. Multiplica-se por sementes ou estaquia.

Vídeo sobre Barléria:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

https://youtu.be/fPmtH-rtx8A

Fim do post sobre as plantas decorativas

Então estamos chegando ao film de mais uma lista de conteúdos, e nesse poste trabalhamos com 20 “plantas para decoração”. Assim se você achou esse poste legal, e conhece alguém que está precisando ler isso, compartilhe com elas e também se possível em suas redes sociais, para que as pessoas possam desfrutar de mais conteúdos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTEÚDO RELACIONADO

Este é um site do grupo B20