Nesse poste vamos falar um pouco mais sobre plantas, que são de diferentes tipos e estão em diferentes lugares do planeta, e muita dessas plantas servem para uma grande quantidade de remédios, para diversas doenças.

Essas que são grupos de seres vivos na Terra, as plantas verdes fornecem uma parte substancial do oxigênio molecular e são a base dos alimentos da maioria dos ecossistemas, especialmente dos terrestres.

Então o demonstre veio mostrar nesse poste uma lista recheada de “plantas que gostam de sol”, que podem ajudar as pessoas desde a medicina servindo de remédios á deixar um jardim ou alguma área um pouco diferente.

Plantas que Gostam de Sol

E as plantas que gostam de sol, são um tipo de plantas que diferenciam pelo seu jeito de ser, e essas plantas aumentam o seu crescimento através da luz solar.

Projeto sem título 11 1

Plantas de sol pleno são aquelas que resistem a mais de seis horas diárias de raios solares diretos e ainda assim não terão seu desenvolvimento prejudicado. Separamos 20 dessas plantas e vamos mostrá-las.

Rosa-da-venezuela- Plantas que Gostam de Sol

A rosa-da-venezuela é uma arvore ornamental, de pequeno porte e crescimento lento, que alcança no máximo 10 metros de altura. Ela é nativa da região amazônica na América do Sul, incluindo países como Equador, Bolívia, Peru, Guianas e Venezuela.

A casca do tronco é castanho-clara, com lenticelas horizontais e o tronco atinge de 35 centímetros de diâmetro. Forma uma copa em formato de guarda-chuva, com ramos robustos. Apresenta folhas pinadas, com 4 a 18 pares de grandes folíolos elípticos, verde-escuros.

Rosa-da-venezuela – Ficha da Planta que Gosta de Sol

  • Nome Científico:Brownea macrophylla
  • Nomes Populares:Rosa-da-venezuela, Rosa-da-mata, Bráunia
  • Família: Fabaceae
  • Categoria: Árvores, Árvores Ornamentais
  • Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
  • Origem: América do Sul, Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana, Peru, Venezuela
  • Altura: 6.0 a 9.0 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve a Rosa-da-Venezuela

É uma planta ótima para decoração de sitios e terrenos afastados.

Vídeo sobre a Rosa-da-venezuela:

Vídeo sobre a planta no Youtube.

Magnólia-branca – Plantas que Gostam de Sol

A magnólia-branca é uma árvore originária do sudeste dos Estados Unidos e cultivada em diferentes regiões subtropicais por suas flores chamativas e folhagem perene. De porte médio, ela atinge de 18 a 30 metros de altura. Seu tronco é retilíneo, alcançando de 60 a 90 centímetros de diâmetro, e o ramos se espalham dando uma forma ampla e piramidal à copa.

As folhas são grandes, obovadas, simples, coriáceas, brilhantes, com a face superior verde escura, glabra, e a inferior ferrugínea e pubescente. Conforme caem, elas formam um denso colchão sobre o solo, que se decompoe muito lentamente, impedindo o crescimento de forrações. Floresce na primavera, despontando enormes flores brancas, com até 30 cm de diâmetro, terminais, com um intenso aroma cítrico. O fruto que se segue é uma pinha ovóide, deiscente, com numerosas sementes vermelhas a violáceas.

Magnólia-branca – Ficha da Planta que Gosta de Sol

  • Nome Científico:Magnolia grandiflora
  • Nomes Populares:Magnólia-branca, Magnólia-perene, Magnólia-louro, Magnólia-de-flores-grandes, Magnólia, Magnólia-sempre-verde
  • Família: Magnoliaceae
  • Categoria: Árvores, Árvores Ornamentais
  • Clima: Mediterrâneo, Subtropical
  • Origem: América do Norte, Estados Unidos
  • Altura: acima de 12 metros
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve a Magnólia-branca

A magnólia-branca é uma opção muito interessante para o paisagismo de regiões subtropicais. Ideal para locais que necessitam de sombra e proteção constante em todas as estações.

Vídeo sobre a Magnólia-branca:

Vídeo sobre a planta no Youtube.

Clerodendro-cotonete – Plantas que Gostam de Sol

O clerodendro-cotonete é uma planta arbustiva, semi-lenhosa, de folhagem e florescimento ornamentais, nativa das Filipinas e Nova Guiné. Apresenta caule ramificado desde a base, ereto e é capaz de atingir 6 metros de altura, embora geralmente não ultrapasse os 3 metros.

Pode ser perenifólia a semi-decídua, dependendo das condições climáticas de onde é cultivada. Suas folhas são grandes, opostas, lanceoladas, elípticas a oblongas, pubescentes, com nervuras bem marcadas e margens irregularmente denteadas. Uma característica marcante das folhas é a página superior verde-escura a levemente azulada e a página inferior arroxeada, o que deixa a planta atraente mesmo quando sem flores. Ocorre ainda uma cultivar de folhas variegadas de amarelo creme.

Clerodendro-cotonete – Ficha da Planta que Gosta de Sl

  • Nome Científico:Clerodendrum quadriloculare
  • Sinonímia:Clerodendrum balfouri, Ligustrum quadriloculare, Clerodendrum navesianum, Clerodendrum blancoanum
  • Nomes Populares:Clerodendro-cotonete, Flor-cotonete, Chuva-de-fogo, Fogos-de-artifício, Clerodendro, Chuva-de-estrelas, Estrela-cadente, Árvore-do-cotonete
  • Família: Lamiaceae
  • Categoria: Arbustos, Arbustos Tropicais, Árvores, Árvores Ornamentais
  • Clima: Equatorial, Oceânico, Subtropical, Tropical
  • Origem: Ásia, Filipinas, Nova Guiné, Oceania
  • Altura: 2.4 a 3.0 metros, 3.0 a 3.6 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve a Clerodendro-cotonete

Após o pleno estabelecimento o clerodendro-cotonete se torna tolerante a curtos períodos de estiagem, assim como períodos excessivamente chuvosos, sujeitos a encharcamentos.

Vídeo sobre a Clerodendro-cotonete:

Vídeo sobre a planta no Youtube.

https://youtube.com/watch?v=VmrhMUzn_8w

Mangaba – Plantas que Gostam de Sol

A mangaba é a fruta da mangabeira, árvore típica da caatinga e do cerrado brasileiro. A mangabeira é uma espécie perenifólia a semidecídua, pois pode perder parte de sua folhagem no período seco. Seu tronco é ramificado, tortuoso, com casca rugosa e atinge de 2 a 10 metros de altura. A copa é ampla, arredondada a irregular. A espécie produz uma seiva leitosa, que exsuda por toda a planta. Desta seiva pode-se produzir uma borracha rosada.

As folhas são opostas, coriáceas, elípticas, brilhantes, glabras ou pubescentes, de acordo com a variedade, de cor verde a avermelhada. Floresce de agosto a novembro, mas pode florescer duas vezes por ano. As inflorescências são do tipo dicásio ou cimeira, terminais, com delicadas flores brancas, hermafroditas, pentâmeras e tubulares, que são polinizadas por abelhas nativas e outros insetos. A frutificação concentra-se de outubro a abril, mas podem surgir frutos em outras épocas do ano.

Mangaba – Ficha da Planta que Gosta de Sol

  • Nome Científico: Hancornia speciosa
  • Nomes Populares: Mangaba, Mangabeira, Mangaba-ovo, Mangabiba, Mangaíba, Mangaíba-uva, Mangabeira-de-minas
  • Família: Apocynaceae
  • Categoria: Árvores, Árvores Frutíferas, Árvores Ornamentais
  • Clima: Equatorial, Semi-árido, Tropical
  • Origem: América do Sul, Brasil, Paraguai, Peru
  • Altura: 2.4 a 3.0 metros, 3.0 a 3.6 metros, 3.6 a 4.7 metros, 4.7 a 6.0 metros, 6.0 a 9.0 metros
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve a Mangaba

O fruto é doce, ácido, saboroso, com aroma característico e pode ser consumido in natura ou na forma de doces, geléias, sorvetes, sucos, vinhos, licores, etc. Ele tem elevado valor nutricional, sendo rico em vitamina C, vitamina A, sais minerais, assim como proteínas e óleos essenciais.

Vídeo sobre a Mangaba:

Vídeo sobre a planta no Youtube.

Ameixa-de-natal – Plantas que Gostam de Sol

A ameixa-de-natal é um arbusto denso, perenifólio e frutífero, nativo da província de KwaZulu-Natal, na costa oriental da África do Sul. Ele pode alcançar cerca de 6 metros de altura, formando uma arvoreta, embora a maioria das plantas cultivadas não passe de dois metros, mantendo o porte arbustivo. Os ramos são lenhosos, densamente ramificados e espinhentos, com característicos espinhos em formato de forquilha ou “Y”. Ao corte, os ramos revelam uma seiva leitosa.

As folhas são ovadas, verde-escuras, brilhantes, de textura coriácea e opostas. Em climas com estações mais marcadas, como no sul do Brasil, floresce na primavera e verão, já em regiões mais tropicais, acaba por florescer durante o ano todo. As flores são brancas a rosadas, pentâmeras, com pétalas cerosas e tem um aroma delicioso que lembra flor-de-laranjeira e jasmim, e fica mais intenso à noite. Elas são atrativas para borboletas.

Ameixa-de-natal – Ficha da Planta que Gosta de Sol

  • Nome Científico:Carissa macrocarpa
  • Sinonímia: Carissa grandiflora
  • Nomes Populares:Ameixa-de-natal, Ameixa-natal, Amatungulu
  • Família: Apocynaceae
  • Categoria: Arbustos, Arbustos Tropicais, Árvores, Árvores Ornamentais, Bonsai, Cercas Vivas
  • Clima: Equatorial, Oceânico, Subtropical, Tropical
  • Origem: África, África do Sul
  • Altura: 1.8 a 2.4 metros, 2.4 a 3.0 metros, 3.0 a 3.6 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve a Ameixa-de-natal

Os frutos que se seguem são bagas carnosas, doces e suculentas, de casca e polpa vermelha. Diz-se que o sabor assemelha-se a morangos e cramberries. Eles são ricos em Vitamina C, magnésio e fósforo e podem ser consumidos in natura ou na forma de sucos, geléias e como frutos desidratados.

Vídeo sobre a Ameixa-de-natal:

Vídeo sobre a planta no Youtube.

Laranjinha-kinkan – Plantas que Gostam de Sol

A laranjeira-kinkan é um arbusto ou pequena árvore perenifólia, frutífera e ornamental, muito semelhante às plantas do gênero Citrus, aos quais pertencem as laranjas e tangerinas. Elas se diferenciam principalmente pelos frutos menores, com poucos gomos, e de casca fina e comestível. O tronco é bastante ramificado, podendo ter ramos muito espinhentos ou lisos, e o crescimento é lento, chegando a 5 metros de altura.

As folhas são lanceoladas, alternas, coriáceas, glabras, com a página superior verde-escuro e a inferior, verde clara. As flores surgem na primavera, nas axilas foliares, e são brancas, muito perfumadas, em rácemos de um a quatro. Os frutos amadurecem no outono, e podem ser redondos, elipsóides ou piriformes, de acordo com a variedade. Em geral, as laranjinhas-kinkan apresentam casca fina, delicada, doce e comestível, com a polpa um tanto azeda.

Laranjinha-kinkan – Ficha da Plantas que Gostam de Sol

  • Nome Científico:Fortunella margarita
  • Sinonímia: Citrus japonica, Atalantia hindsii, Citrofortunella madurensis, Citrus erythrocarpa, Citrus hindsii, Citrus inermis, Citrus kinokuni, Citrus madurensis, Citrus margarita, Citrus microcarpa, Fortunella bawangica, Fortunella chintou, Fortunella crassifolia, Fortunella hindsii, Fortunella japonica, Fortunella obovata, Fortunella polyandra, Sclerostylis hindsii, Sclerostylis venosa
  • Nomes Populares: Laranjinha-kinkan, Kinkan, Cunquate, Kumquat, Ximxim,
  • Família: Rutaceae
  • Categoria: Arbustos, Árvores, Árvores Frutíferas, Árvores Ornamentais, Bonsai, Frutas e Legumes
  • Clima: Continental, Mediterrâneo, Oceânico, Subtropical, Temperado, Tropical
  • Origem: Ásia, China, Japão
  • Altura: 1.8 a 2.4 metros, 2.4 a 3.0 metros, 3.0 a 3.6 metros, 3.6 a 4.7 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve a Laranjinha-kinkan

Seu chá serve para Dores de garganta, Afecções respiratórias.

Vídeo sobre a Laranjinha-kinkan:

Vídeo sobre a planta no Youtube.

Brinco-de-índio – Plantas que Gostam de Sol

O brinco-de-índio é uma árvore da família das leguminosas, de porte majestoso, boa sombra e característicos frutos pendulares, bastante ornamentais. Nativa da América Central, Caribe, México, Bolívia e Equador, ela não característica de matas fechadas, sendo geralmente encontrada em áreas abertas ou de transição. Sua copa é ampla e aberta, com um tronco único ou ramificado, muitas vezes retorcido, de 50 centímetros de diâmetro, e que atinge geralmente de 6 a 9 metros de altura, mas que pode alcançar excepcionalmente, 35 m.

Cojoba arbórea 7

As folhas são alternas, compostas bipinadas e glabras, com folíolos elípticos. Elas surgem inicialmente em tons avermelhados e se definem com uma cor verde média, brilhante. As inflorescências surgem na primavera, e são do tipo É a designação dada a uma inflorescência caracterizada por ter as flores inseridas num receptáculo discóide ou arredondado protegido por brácteas. “>capítulo, globosas, hermafroditas, com longos estames de cor branca, lembrando assim pequenos pompons. Os frutos que se seguem são vagens recurvadas e Frutos que se abrem espontaneamente após a maturação, liberando as sementes. São normalmente secos. Ex. Feijão. “>deiscentes, de cor vermelha vivo, com cerca de 15 cm de comprimento e que carregam de 4 a 8 sementes pretas, elipsoide.

Brinco-de-índio – Ficha da Planta que Gosta de Sol

  • Nome Científico: Cojoba arborea
  • Sinonímia: Pithecolobium arboreum, Pithecolobium filicifolium, Pithecolobium austrinum, Pithecolobium matudai, Pithecolobium tonduzii, Pithecolobium tuerckheimii, Pithecolobium vulcanorum, Acacia arborea, Feuilleea filicifolia, Mimosa arborea, Mimosa divaricata, Mimosa filicifolia, Pithecellobium angustifolium, Pithecellobium arboreum, Cojoba sophorocarpa, Cojoba austrina, Cojoba colombiana, Cojoba guatemalensis, Cojoba matudai, Cojoba tonduzii, Cojoba tuerckheimii, Pithecellobium sophorocarpum, Samanea arborea
  • Nomes Populares: Brinco-de-índio, Cojoba, Siraricito
  • Família: Fabaceae
  • Categoria: Árvores, Árvores Ornamentais
  • Clima: Equatorial, Tropical
  • Origem: América Central, América do Norte, América do Sul, Antilhas, Belize, Bolívia, Costa Rica, Cuba, El Salvador, Equador, Haiti, Honduras, Jamaica, México, Porto Rico
  • Altura: 6.0 a 9.0 metros, 9.0 a 12 metros, acima de 12 metros
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve a Brinco-de-índio

Ela é utilizada na construção civil, assim como em estacas, postes, móveis, papel, escadas, pisos e carpintaria em geral.

Vídeo sobre a Brinco-de-índio:

Vídeo sobre a planta no Youtube.

https://youtube.com/watch?v=hWBdGwCa6m0

Cacho-de-marfim – Plantas que Gostam de Sol

O cacho-de-marfim é uma árvore perenifólia, florífera e muito ornamental, originária das florestas tropicais ao norte de Queensland, na Austrália. De porte médio a grande, ela alcança em seu habitat, cerca de 30 metros de altura. Já em cultivo, raramente ultrapassa 8 metros. Apresenta copa arredondada, com 2 a 5 metros de diâmetro, e tronco elegante, de casca marrom a cinzenta.

Apresenta folhas elípticas, inteiras, de nervura central bem marcada e cor verde-escura, brilhante, com a página inferior esbranquiçada e com textura aveludada. Floresce no verão, despontando longas e cilíndricas inflorescências, do tipo rácemo, pendentes e terminais, com flores de cor creme e estames curvilíneos. O frutos que se formam em seguida são folículos lenhosos, de cor marrom.

Cacho-de-marfim – Ficha da Planta que Gosta de Sol

  • Nome Científico:Buckinghamia celsissima
  • Nomes Populares:Cacho-de-marfim,
  • Família: Proteaceae
  • Categoria: Arbustos, Árvores, Árvores Ornamentais
  • Clima: Equatorial, Oceânico, Subtropical, Tropical
  • Origem: Austrália, Oceania
  • Altura: 6.0 a 9.0 metros, 9.0 a 12 metros, acima de 12 metros
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve a Cacho-de-marfim

É uma planta que deixa os lugares muito atrativas, e quando suas flores estão fora ficam muito belas.

Vídeo sobre a Cacho-de-marfim:

Vídeo sobre a planta no Youtube.

Rosa-de-gueldres – Plantas que Gostam de Sol

A rosa-de-gueldres é um arbusto decíduo, florífero, nativo da Europa e Ásia e cultivado como ornamental em países de clima subtropical a temperado. Sua ramagem é lenhosa, ramificando-se desde à base, mas com uma textura aberta. As folhas são opostas, trilobadas, com a base redonda, margens serrilhadas e nervuras bem marcadas, que deixam a superfície da folha rugosa. No outono as folhas adquirem belos tons bronzeados, antes de caírem, no inverno.

Floresce do fim da primavera ao verão, despontando inflorescências do tipo corimbo, com numerosas flores hermafroditas, de cor branca a levemente rosadas e delicadamente perfumadas. As inflorescências tem um formato de guarda-chuva, com a superfície um tanto plana, e as flores das bordas costumam ser maiores que as do centro, da mesma forma que em algumas variedades de Hortênsias (Hydrangea macrophylla). A ingestão de grandes quantidades do fruto pode provocar intoxicações, que levam a vômitos e diarréias.

Rosa-de-gueldres – Ficha da Planta que Gosta de Sol

  • Nome Científico:Viburnum opulus
  • Nomes Populares:Rosa-de-gueldres, Bola-de-neve, Noveleiro, Novelo, Novelo-da-china, Novelo-cromático, Espirema
  • Família: Adoxaceae
  • Categoria: Arbustos, Árvores, Árvores Frutíferas, Árvores Ornamentais, Bonsai, Cercas Vivas
  • Clima: Mediterrâneo, Subtropical, Temperado
  • Origem: Europa
  • Altura: 3.0 a 3.6 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve a Rosa-de-gueldres

A planta só serve como decoração.

Vídeo sobre a Rosa-de-gueldres:

Vídeo sobre a planta no Youtube.

Baru -Plantas que Gostam de Sol

O baru é uma árvore frutífera e ornamental, nativa do cerrado e zonas de transição deste com a mata atlântica e conhecida por suas deliciosas amendoas. Ela atinge até cerca de 25 metros de altura e ocorre no Brasil, Paraguai, Perú e Bolívia. Seu tronco é calibroso, e alcança 70 cm de diâmetro. Muitas vezes é curto, ramificando a poucos metros do solo.

A casca é suberosa, escamosa, espessa, áspera e levemente fissurada, de cor castanha, com cerne amarelado. A copa é arredondada e densa. As folhas são compostas imparipinadas, alternas, com folíolos oblongos, glabros e de cor verde escura. As inflorescências surgem em cachos terminais, de meados da primavera até o início do verão, com delicadas flores verde-amareladas, de centro cor-de-rosa, que parecem borboletas.

Baru – Planta que Gosta de Sol

  • Nome Científico:Dipteryx alata
  • Sinonímia:Coumarouna alata, Dipteryx pteropus, Dipteryx pterota
  • Nomes Populares:Baru, Cumaru, Barujo, Bugueiro, Cambaru, Castanha-de-bugre, Coco-feijão, Cumari, Cumarurana, Cumbaru, Feijão-baru, Feijão-coco, Imburana-brava, Pau-cumaru, Emburana-brava, Feijão-coco, Baruzeiro, Chuva-de-ouro, Guaiçara, Sucupira-branca
  • Família: Fabaceae
  • Categoria: Árvores, Árvores Frutíferas, Árvores Ornamentais
  • Clima: Continental, Mediterrâneo, Tropical
  • Origem: América do Sul, Bolívia, Brasil, Paraguai, Peru
  • Altura: acima de 12 metros
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve a Baru

É indicado para doenças como: Reumatismo, Infertilidade, Baixa-libido.

Vídeo sobre a Baru:

Vídeo sobre a planta no Youtube.

Acácia-branca – Plantas que Gostam de Sol

A acácia-branca ou moringa, como também é conhecida, é uma árvore de pequeno a médio porte, decídua, florífera e de muitas utilidades. Ela é originária dos Himalaias, e espalhou-se por diversas regiões tropicais e subtropicais do planeta devido às inúmeras qualidades que possui, principalmente como planta medicinal e alimentar. Apresenta tronco único e ereto, com diâmetro de 20 a 45 cm, com casca espessa, de cor cinza esbranquiçada.

Apresenta uma copa aberta, com ramos pendentes, hirsutos e delicados, que resultam num formato de sombrinha. As folhas são tripinadas, com folíolos elípticos a obovados, de cor verde clara, dando ao conjunto das folhas um aspecto plumoso. Floresce durante o ano inteiro, despontando cachos de flores pequenas, hermafroditas, perfumadas, de cor branca-creme. Os frutos que se seguem são longas vagens pêndulas, que se abrem em três valvas quando maduros, liberando as numerosas sementes leves, papiráceas e aladas.

Acácia-branca – Ficha da Planta que Gosta de Sol

  • Nome Científico:Moringa oleifera
  • Sinonímia: Moringa moringa, Moringa pterygosperma, Guilandina moringa, Moringa zeylanica, Hyperanthera moringa
  • Nomes Populares:Acácia-branca, Moringa, Morangue, Muringueiro, Árvore-rabanete-de-cavalo, Cedro, Moringueiro, Quiabo-de-quina, Morango, Árvore-dos-milagres
  • Família: Moringaceae
  • Categoria: Arbustos, Arbustos Tropicais, Árvores, Árvores Ornamentais, Folhas e Flores, Frutas e Legumes, Medicinal, Plantas Hortícolas, Raízes e Rizomas
  • Clima: Equatorial, Mediterrâneo, Semi-árido, Subtropical, Tropical
  • Origem: Ásia, Himalaia, Índia
  • Altura: 4.7 a 6.0 metros
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve a Acácia-branca

 Folhas, frutos, sementes, flores e raízes podem ser consumidos de diversas formas, desde cruas, em sucos, vitaminas, saladas, até em preparações cozidas em sopas, bolinhos, etc. A farinha das folhas também é aproveitada como suplemento alimentar. O pó das sementes produz um efeito semelhante à floculação no tratamento da água, purificando, aglutinando e eliminando impurezas e microorganimos, que decantam rapidamente para o fundo do recipiente.

Vídeo sobre a Acácia-branca:

Vídeo sobre a planta no Youtube.

https://youtube.com/watch?v=dEdssuP75yE

Falsa-seringueira – Plantas que Gostam de Sol

A acácia-branca ou moringa, como também é conhecida, é uma árvore de pequeno a médio porte, decídua, florífera e de muitas utilidades. Ela é originária dos Himalaias, e espalhou-se por diversas regiões tropicais e subtropicais do planeta devido às inúmeras qualidades que possui, principalmente como planta medicinal e alimentar. Apresenta tronco único e ereto, com diâmetro de 20 a 45 cm, com casca espessa, de cor cinza esbranquiçada.

Apresenta uma copa aberta, com ramos pendentes, hirsutos e delicados, que resultam num formato de sombrinha. As folhas são tripinadas, com folíolos elípticos a obovados, de cor verde clara, dando ao conjunto das folhas um aspecto plumoso. Floresce durante o ano inteiro, despontando cachos de flores pequenas, hermafroditas, perfumadas, de cor branca-creme. Os frutos que se seguem são longas vagens pêndulas, que se abrem em três valvas quando maduros, liberando as numerosas sementes leves, papiráceas e aladas.

Falsa-seringueira – Ficha da Planta que Gosta de Sol

  • Nome Científico:Moringa oleifera
  • Sinonímia: Moringa moringa, Moringa pterygosperma, Guilandina moringa, Moringa zeylanica, Hyperanthera moringa
  • Nomes Populares:Acácia-branca, Moringa, Morangue, Muringueiro, Árvore-rabanete-de-cavalo, Cedro, Moringueiro, Quiabo-de-quina, Morango, Árvore-dos-milagres
  • Família: Moringaceae
  • Categoria: Arbustos, Arbustos Tropicais, Árvores, Árvores Ornamentais, Folhas e Flores, Frutas e Legumes, Medicinal, Plantas Hortícolas, Raízes e Rizomas
  • Clima: Equatorial, Mediterrâneo, Semi-árido, Subtropical, Tropical
  • Origem: Ásia, Himalaia, Índia
  • Altura: 4.7 a 6.0 metros
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve a Falsa-seringueira

É cultivada principalmente por seu valor alimentar e medicinal, sendo considerada uma planta milagrosa. Ela é riquíssima em nutrientes, de proteínas a vitaminas, e tem contribuído enormemente no combate à desnutrição em países subdesenvolvidos. Ela ainda é uma aliada poderosa dos vegetarianos, por seu alto teor de aminoácidos essenciais. Folhas, frutos, sementes, flores e raízes podem ser consumidos de diversas formas, desde cruas, em sucos, vitaminas, saladas, até em preparações cozidas em sopas, bolinhos, etc.

Vídeo sobre a Falsa-seringueira:

Vídeo sobre a planta no Youtube.

Oliveira – Plantas que Gostam de Sol

A oliveira é uma árvore perenifólia, longeva, frutífera e ornamental, originária da região do Mediterrâneo. Dela obtemos as azeitonas e o precioso azeite de oliva, que o homem aprendeu a extrair no Período Neolítico, há cerca de 10.000 a.C, para usar como alimento, combustível e unguento, tornando a oliveira uma árvore venerada por muitos povos. Elas são árvores de extrema longevidade, alcançando 2.500 anos de idade.

Seu porte é pequeno, raramente ultrapassando 10 metros de altura, com copa ampla, arredondada e o tronco grosso, irregular, cinzento e bastante tortuoso e retorcido, lembrando nossas árvores do cerrado. As raízes são fortes e podem atingir 6 metros de profundidade. As folhas são elípticas a lanceoladas, acumidadas, opostas, de cor verde-acinzentada na face superior e prateadas na face inferior, o que confere ao conjunto da folhagem um aspecto azulado. As inflorescências surgem na primavera, nas axilas foliares, e são do tipo panícula, com numerosas flores de cor branco creme, com suave perfume.

Oliveira – Ficha da Planta que Gosta de Sol

  • Nome Científico: Olea europaea
  • Nomes Populares: Oliveira, Oliva, Azeitona, Família: Oleaceae Categoria: Arbustos, Árvores, Árvores Frutíferas, Árvores Ornamentais, Bonsai, Plantas Esculturais
  • Clima: Continental, Mediterrâneo, Oceânico, Semi-árido, Subtropical, Temperado,
  • Tropical Origem: África, Cáucaso, Espanha, Europa, Itália, Mediterrâneo, Oriente Médio, Portugal, Síria, Tunísia, Turquia Altura: 6.0 a 9.0 metros
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve a Oliveira

É indicada para Asma, Dores, Constipação, Enterite, Erupções cutâneas, Estomatite, Gastrite, Colite, Gota, Hipertensão arterial, Cálculos renais, Queimaduras, Intoxicações, Hipercolesterolemia, Reumatismo, Verminoses.

Vídeo sobre a Oliveira:

Vídeo sobre a planta no Youtube.

Munguba – Plantas que Gostam de Sol

A monguba é uma bela árvore tropical, de caule frondoso e copa arredondada, capaz de alcançar 18 metros de altura. Nas florestas tropicais podemos encontrá-la em ambientes brejosos, ou à margem de rios e lagos, o nome científico “aquatica” provém desta característica. Apresenta folhas grandes e palmadas, dividas em 6 a 9 folíolos verdes e brilhantes. As flores são muito bonitas e perfumadas, com longos estames de extremidade rosada e base amarela. Os frutos grandes e compridos, semelhantes ao cacau, contém paina sedosa e branca que envolve as sementes.

As mongubas são árvores de excelente efeito decorativo, amplamente utilizadas na arborização urbana e rural. As plantas jovens envasadas são excelentes para ambientes internos bem iluminados. Os países asiáticos são importantes produtores e exportadores da planta nesta forma. Ela é disposta nos ambientes de acordo com o feng shui e a ela é atribuída reputação de atrair dinheiro e prosperidade. É conhecida como money tree ou árvore-do-dinheiro.

Munguba – Ficha da Planta que Gosta de Sol

  • Nome Científico: Pachira aquatica
  • Nomes Populares: Munguba, Cacau-selvagem, Castanheira-da-água, Castanheiro-de-guiana, Castanheiro-do-maranhão, Falso-cacau, Mamorana, Monguba, Mungaba
  • Família: Bombacaceae
  • Categoria: Árvores, Árvores Frutíferas, Árvores Ornamentais
  • Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
  • Origem: América Central, América do Sul
  • Altura: 3.0 a 3.6 metros, 3.6 a 4.7 metros, 4.7 a 6.0 metros, 6.0 a 9.0 metros, 9.0 a 12 metros, acima de 12 metros
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve a Munguba

As sementes da monguba podem ser consumidas torradas, fritas ou assadas, e até trituradas como um sucedâneo do café ou chocolate, e diz-se que são muito saborosas.

Vídeo sobre a Munguba:

Vídeo que fala da planta no youtube.

Kiri-japonês – Plantas que Gostam de Sol

O kiri-japonês é uma árvore decídua, pioneira, de sombra farta e florescimento ornamental. Ela é originária da China, Coréia e Japão e se difundiu pelo mundo pelas suas qualidades paisagísticas. Seu nome científico é uma homenagem à princesa Ana Pavlovna, filha do Czar Paulo I da Rússia. Seu porte é considerado médio, atingindo de 10 a 25 metros de altura. As raízes são superficiais e muito fortes, e a planta pode emitir novos rebentos a partir dela. As folhas são grandes, verdes claras, alternas, longo-pecioladas e em formato cordiforme a ovado.

As inflorescências surgem na primavera, com a árvore ainda despida de folhas, e são grandes panículas terminais carregadas de flores. As flores são hermafroditas, tubulares, perfumadas, pendentes, de cor lilás e semelhantes na forma às flores da dedaleira (Digitalis purpurea). O fruto que se segue é uma capsula oval, persistene, seca e deiscente, de cor marrom quando maduro e contém numerosas sementes pequenas e aladas.

Kiri-japonês – Ficha da Planta que Gosta de Sol

  • Nome Científico:Paulownia tomentosa
  • Sinonímia: Paulownia imperialis
  • Nomes Populares:Kiri-japonês, Kiri, Paulonia-imperial
  • Família:Paulowniaceae
  • Categoria: Árvores, Árvores Ornamentais
  • Clima: Continental, Equatorial, Mediterrâneo, Subtropical, Temperado, Tropical
  • Origem: Ásia, China, Coréia do Sul, Japão
  • Altura: 9.0 a 12 metros, acima de 12 metros
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve a Kiri-japonês

Utilize-a isolada, como destaque – mostrando a variação das estações – ou em pequenos bosques, conjuntos ou renques, formando belas alamedas.

Vídeo sobre a Kiri-japonês:

Vídeo que fala da planta no youtube.

https://youtube.com/watch?v=jrBDHbGViyE

Figueira-lira – Plantas que Gostam de Sol

A figueira-lira é uma árvore perenifólia, tropical, nativa do oeste da África, e cultivada no mundo inteiro por suas qualidades como ornamental. Popularizou-se recentemente seu uso na decoração de interiores, onde denota grande efeito. Em seu habitat é comum iniciar sua vida como uma planta epífita, crescendo sobre outras árvores, de forma que com o tempo as plantas hospedeiras são sufocadas pela falta de luz e pela pressão das raízes e podem morrer. Não possui raízes aéreas, ao contrário de muitas outras espécies do mesmo gênero. O caule geralmente ramifica-se desde a base ou à pouca altura.

A copa é arredondada e bem fechada, oferecendo sombra farta. Suas folhas são grandes, alternas, coriáceas, brilhantes, com nervuras bem marcadas, margens onduladas e formato de lira – o instrumento musical – o que lhe valeu o nome científico “lyrata“. Exemplares bem adaptados produzem figos (inflorescências do tipo sincônio) pequenos, esverdeados e com manchinhas claras, que dificilmente conterão sementes fora do seu habitat, devido à ausência da vespa polinizadora específica da espécie.

Figueira-lira – Ficha da Planta que Gosta de Sol

  • Nome Científico: Ficus lyrata
  • Sinonímia: Ficus pandurata
  • Nomes Populares: Figueira-lira, Ficus-lira, Figueira-violino
  • Família: Moraceae
  • Categoria: Arbustos, Árvores, Árvores Ornamentais, Folhagens, Plantas Esculturais
  • Clima: Equatorial, Mediterrâneo, Subtropical, Tropical
  • Origem: África, Camarões, Serra Leoa
  • Altura: 4.7 a 6.0 metros, 6.0 a 9.0 metros, 9.0 a 12 metros, acima de 12 metros
  • Luminosidade: Luz Difusa, Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve a Figueira-lira

No entanto ela é perfeita para parques, praças e áreas amplas, onde pode se desenvolver livremente e oferecer sombra fresca aos frequentadores. A figueira-lira também é considerada uma árvore excelente para absorver e bloquear a poluição sonora.

Vídeo sobre a Figueira-lira:

Vídeo que fala da planta no youtube.

Manacá-da-serra – Plantas que Gostam de Sol

O manacá-da-serra é uma árvore semi-decíduanativa da mata atlântica, que se popularizou rapidamente no paisagismo devido ao seu florescimento espetacular. Seu porte é baixo a médio, atingindo de 6 a 12 m de altura e cerca de 25 cm de diâmetro de tronco. As folhas são lanceoladas, pilosas, verde-escuras e com nervuras longitudinais paralelas. As flores apresentam-se solitárias e são grandes, vistosas e duráveis. Elas desabrocham com a cor branca e gradativamente vão tornando-se violáceas, passando pelo rosa. Esta particularidade faz com que na mesma planta sejam observadas flores de três cores. A floração ocorre no verão e a frutificação no outono.

O manacá-da-serra é uma excelente opção para o paisagismo urbano, pois não apresenta raízes agressivas, permitindo seu plantio em diversos espaços, desde isolado em calçadas, até em pequenos bosques em grandes parques públicos. Seu crescimento é rápido e além da árvore, encontra-se disponível no mercado uma variedade anã, o manacá-da-serra-anão.

Manacá-da-serra – Ficha da Planta que Gosta de Sol

  • Nome Científico: Tibouchina mutabilis
  • Nomes Populares: Manacá-da-serra, Cuipeúna, Jacatirão, Manacá-da-serra-anão
  • Família: Melastomataceae
  • Categoria: Árvores, Árvores Ornamentais
  • Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
  • Origem: América do Sul, Brasil
  • Altura: 2.4 a 3.0 metros, 3.0 a 3.6 metros, 3.6 a 4.7 metros
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve a Manacá-da-serra

Com seu porte arbustivo, ela é apropriada para o uso isolado ou em grupos e renques.

Vídeo sobre a Manacá-da-serra:

Vídeo que fala da planta no youtube.

Ipê-de-jardim – Plantas que Gostam de Sol

O ipê-de-jardim é uma arvoreta bastante ramificada, que pode alcançar 4 a 6 metros de altura. Ele apresenta folhas compostas por folíolos ovais-lanceolados, sub-sésseis e de bordas serrilhadas. As inflorescências são terminais ou axilares, com muitas flores tubulares, amarelas, muito parecidas com as do Ipê-amarelo (Tabebuia spp). A floração é maior nos meses mais quentes, mas pode perdurar durante o outono.

Os frutos são cápsulas glabras deiscentes, compridas e contém muitas sementes aladas. No paisagismo é apropriada isolada ou em grupos, formando renques. No entanto sua utilização é controversa, pois apesar de ser muito ornamental é considerada uma perigosa planta invasora, capaz de inutilizar pastagens e prejudicar a regeneração de áreas degradadas. Isto se deve à sua grande capacidade de produzir sementes viáveis e ao seu rápido crescimento.

Ipê-de-jardim – Ficha da Planta que Gosta de Sol

  • Nome Científico: Tecoma stans
  • Nomes Populares: Ipê-de-jardim, Amarelinho, Bignônia-amarela, Carobinha, Guarã-guarã, Ipê-amarelo-de-jardim, Ipê-mirim, Ipêzinho-de-jardim, Sinos-amarelos
  • Família: Bignoniaceae
  • Categoria: Árvores, Árvores Ornamentais, Plantas Daninhas
  • Clima: Equatorial, Oceânico, Subtropical, Tropical
  • Origem: América do Norte, América do Sul, Estados Unidos, México
  • Altura: 3.0 a 3.6 metros
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve o Ipê-de-jardim

Não se conhece beneficios da planta.

Vídeo sobre o Ipê-de-jardim:

Vídeo que fala da planta no youtube.

Cornos – Plantas que Gostam de Sol

O cornos é uma árvore monóica, decídua, de pequeno porte e beleza singular, seja pela sua florada abundante, seja pela variação sazonal nas cores das folhas. Ela é nativa do leste da América do Norte, desde o estado do Maine nos Estados Unidos, até Veracruz, no México. Apresenta copa arredondada e tronco curto, com ramos horizontais em camadas, e casca grossa, que racha em blocos nas árvores mais velhas. As folhas são opostas, simples, ovadas, com margens finamente serrilhadas e cor inicialmente verde, mas que adquire belos tons bronzeados no outono, antes de caírem.

As inflorescências surgem na primavera, e são do tipo umbela, compostas por cerca de 20 pequenas flores, de brácteas amarelas e pouco chamativas. Cada inflorescência é circundada por 4 brácteas grandes, arredondadas, que podem ser brancas, róseas ou vermelhas, de acordo com a variedade. Os frutos são um agrupamento de duas a dez drupas, que ao amadurecer tornam-se vermelhas, no verão, atraindo diversas espécies de passarinhos. Há muitas variedades naturais de cornos, assim como cultivares melhoradas para características como cor e formato das inflorescências, cor das folhas no outono, resistência a pragas e doenças, etc.

Cornos – Ficha da Planta Ornamental

  • Nome Científico:Cornus florida
  • Sinonímia:Benthamidia florida, Cynoxylon floridum
  • Nomes Populares:Cornos, Corniso-florido, Cornizo-florido
  • Família: Cornaceae
  • Categoria: Árvores, Árvores Ornamentais
  • Clima: Subtropical, Temperado
  • Origem: América do Norte, Estados Unidos
  • Altura: 4.7 a 6.0 metros, 6.0 a 9.0 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve a Cornos

É uma espécie ideal para calçadas, mesmo sob fiação elétrica, devido ao seu pequeno porte. O cornos também é indicado para jardins pequenos, onde fornece atrativos em todas as estações, sejam elas: sombra e aves silvestres no verão, folhas coloridas no outono, queda das folhas, permitindo a passagem da luz no inverno e flores em abundância na primavera.

Vídeo sobre a Cornos:

Vídeo que fala da planta no youtube.

Fim do poste sobre as plantas que gostam de sol

Então estamos chegando ao film de mais uma lista de conteúdos, e nesse poste trabalhamos com “plantas que gostam de sol”. Assim se você achou esse poste legal, e conhece alguém que está precisando ler isso, compartilhe com elas e também se possível em suas redes sociais, para que as pessoas possam desfrutar de mais conteúdos.