O sensor – capitulo 10

O sensor, como o antigo filme fotográfico é a parte da câmera que capta a luz que entra na lente e converte em carga elétrica, que depois se tornam ‘pixels’. Ele é composto por minúsculos diodos sensíveis à luz.

O sensor

Quando abrimos o obturador, cada fotocelular do sensor grava a intensidade da luz por meio de uma carga elétrica. Quanto mais luz maior será a carga.

Essa intensidade de luz fica armazenada como uma série de números binários e depois podem ser interpretados para reconstruir a cor e o brilho dos ‘pixels’ em um visor LCD da câmera ou na tela de um computador.

Tipos de Sensores

Existem dois tipos de sensores:

  • O CCD (dispositivo de carga acoplado), é usado em quase todas as câmeras do mercado. este tipo de sensor esta presente em câmeras para amadores. Reduz o risco de ruídos e costuma produzir imagens com melhor resolução, porem consome mais energia.
  • O CMOS (semicondutor complementar de metal) exige menos espaço interno e seu processo de fabricação é mais barato. Ele consome menos bateria, porém, como há vários transistores próximos dos pixels, a sensibilidade da luz é menor.
maxresdefault
créditos: reiaudio

O CMOS tem evoluído e está presente em várias câmeras profissionais, podendo manter a qualidade de imagem produzido por um CCD e consumindo menos bateria.

Como funciona o sensor digital

O sensor tem uma superfície fotossensível, e é este fator que determina a qualidade da imagem que será produzida.

Ou seja, quanto maior o sensor, melhor será a qualidade da imagem que ele pode produzir. Nas câmeras do tipo DSLR pode ser identificados quatro tamanhos de sensores: Full-frame, APC-H, APS-C e FOUR- Thirds.

Câmeras digitais possuem milhões de ‘pixels’ para produzir uma imagem, quando a câmera é disparada a exposição da imagem acontece.

lensmount

Cada ‘pixel’ possui um fotositio que é descoberto para coletar fótons. A qualidade de fótons em cada cavidade é organizada em vários níveis de intensidade, cuja precisão é determinada por profundidade de bits(0 – 255 para uma imagem de 8-bits).

Para a imagem ficar colorida cada cavidade precisa ser colocado um filtro em cada cavidade de modo que entre apenas uma cor em cada lugar.

As câmeras atuais tem a tendência de capturar uma cor primária em cada uma das cavidades, desse modo elas descartam aproximadamente 2/3 de toda a luz que atinge o sensor.

A disposição mais comum de filtro se chama Bayer Array.

Bayer Array

Este filtro pode trocar a posição das linhas de filtro vermelha e verde com as linhas verde e azuis. Este filtro possui mais sensores verdes que azuis ou vermelhos.

unnamed 3

Por ter mais verde a imagem aparenta possuir menos ruido e mais detalhes do que se cada cor fosse tratada da mesma forma.

Para que serve o sensor de uma câmera?

Sensores em câmeras digitais tem a mesma função de filmes das câmeras analógicas. A função é a mesma, só muda a tecnologia.

Como descobrir se o sensor da câmera está sujo?

Dê zoom até que a foto fique em 100% e procure cuidadosamente por pontos pretos ou manchas. Se você vir algum (e tiver certeza de que não é uma sujeira da parede/papel), o seu sensor provavelmente está sujo.

Como eu sei que a câmera e full frame?

A maior diferença entre esses dois sensores é quando você compara um foto feita com cada um deles. No Sensor Cropado, é exatamente isso que significa: cortado. Isso significa que o sensor menor é um corte do Sensor Full Frame.

Como funciona a câmera de um celular?

Basicamente, ele registra imagens da mesma maneira que uma câmera digital, já que todos os modelos levam embutido um acessório desse tipo. A principal diferença é que a resolução das fotos que os celulares tiram é bem menor que o aceitável para uma câmera digital comercial.

Até o próximo capítulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTEÚDO RELACIONADO

A Arte da Fotografia
Um site voltado para área de fotografia.
Este é um site do grupo B20